Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

Provendo IPTV no Linux

Avaliação: 3 votos, 4,67 média.
No dia a dia trabalho em um distribuidor de equipamentos de rede e telecomunicação, inclusive com a tecnologia de IP DSLAM e wireless para provedores. Essas tecnologias acabam levando os clientes finais a pedirem também que seja feito transmissão de TV a cabo e a solução Linux MMBOX pode ser a solução.

Isso significa que regularmente temos requisição de nossos parceiros para soluções que permitam com que seja transmitido TV sobre a infraestrutura de IP. A tecnologia comercial de IP TV é realmente muito cara (na casa dos USD 100.000,00 por canal transmitido).

O Problema nos Usuários Finais

O conceito de TVoIP (ou IPTV) está surgindo muito forte de acordo com que a banda disponível aumenta. Além disso, no Brasil, é cada vez mais comum condôminos residenciais de alto padrão, nas regiões periféricas da cidade (na verdade pobre é que mora na periferia, rico mora "longe da bagunça do centro"), mas são regiões sem infraestrutura.

Assim o mercado de IP DSLAM e wireless para condomínios vem crescendo, principalmente para prover acesso Internet banda larga e telefônia (VoIP).

Na seqüência surge a requisição dos condôminos de TV a Cabo e vem à pergunta: é possível usar o IP DSLAM ou wireless para também transmitir os canais de TV?

Nota Importante

Antes de continuar, aqui vai um aviso importante: copiar o sinal de TV, mesmo aberta, sem autorização é ilegal. Assim é importante fazer um contrato formal com a operadora de TV a cabo ou retransmissora na região, antes de tentar fazer a retransmissão do sinal, mesmo dentro de um condomínio.

O TV sobre IP

Um dos problemas do TV sobre IP é a alta quantidade de banda transmitida em cada canal. Assim acho que o wireless ainda não é uma opção viável para transmitir canais, pois cada canal ocupa de 2 a 4Mbps de banda e assim uma rede wireless, mesmo suportando multicast, não iria suportar mais que ou 3 canais.

Para quem não compreende o conceito de multicast, também seria importante dar uma lida no meu post sobre esse assunto: Qual a Diferença entre Broadcast, Unicast e Multicast?

No entanto para provedores que utilizem IP DSLAM ou mesmo switchs Ethernet, esse tipo de aplicação se torna mais viável.

O MMBox e o NMM

O MMBox e o NMM são projetos de open source muito interessantes, para transformar PCs rodando Linux em um centro de entretenimento. Eles também operam em Windows e Mac.

O MMBox é muito mais que um receptor de IP TV, é DVD player, CD player, time-shifting TV e muito mais.

O NMM é o centro de controle. O mais interessante é que ele suporta o conceito de Streaming e broadcast, o que permite com que um servidor com uma placa de captura de vídeo sirva a vários clientes MMBox.

O MMBox e o NMM ainda estão em desenvolvimento, assim não creio que ele possa servir para uma operação profissional de IPTV, no entanto, para muitos condôminos que hoje só conseguem assistir a TV Globo usando aquela antena externa espinha de peixe com imagem cheia de fantasmas e chiado, uma operação de MMBox no condomínio seria uma grande evolução.

Infelizmente não dá para passar aqui todos os detalhes da instalação e ativação de um sistema IPTV com o MMBox e NMM, mas vale dizer que esse sistema é muito bem desenvolvido e documentado, assim não creio que alguém com conhecimento de Linux tenha problemas coloca-lo para rodar.

Obviamente, aqui vai o link para o site do MMBox e do NMM:

Network-Integrated Multimedia Middleware
Motama GmbH
Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de liecht
    Na verdade o conceito de iptv engloba mto mais coisas do que isso. Isto que foi comentado no post, é apenas a pont do iceberg. O conceito de iptv permite que vc assista qualquer tipo de canal em seu pc ou ate mesmo em sua tv com qualidade digital atraves de uma rede IP. Em sua residencia, vc tera um set-top-box, o qual fuciona como um mini-pc.

    Vamos começar desde o inicio: a sua prestadora de serviço de internet (na maioria das vezes prestadora adsl) multiplexa o sinal de tv (vindo das prestadoras de canais como a globo, cartoon, fox, sbt, etc) no sinal (canal) de internet. Esse sinal viaja normalmente ate a sua residencia, como um sinal de internet qualquer. Esse sinal ira chegar ate o set-top-box o qual desmutiplexa (decodifica) o sinal de internet em sinal de tv e o leva ate sua televisão, onde vc podera assistir aos canais normalmente com qualidade digital (caso a transmissão da operadora de tv ate o provedor de internet tbm seja digital).

    Como vc esta conectado a uma rede IP, vc podera alem de assistir ao seus canais de tv, navegar na internet, chats, jogos online, trabalhar em sistemas de cloud computing, etc, tudo atraves da sua tv. =]
  2. Avatar de rubensk
    Marcelo, poderia comentar sobre a escalabilidade em número de clientes e número de canais dessa solução com MMBox e NMM em máquinas Intel usuais ?
  3. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por rubensk
    Marcelo, poderia comentar sobre a escalabilidade em número de clientes e número de canais dessa solução com MMBox e NMM em máquinas Intel usuais ?
    Depende da forma de transmissão. Se for usado o multicast, a escalabilidade é infinita.
    No multicast o servidor envia um único fluxo para a rede, e a rede replica para os lados que forem necessários. Vou fazer novamente referência o artigo que escrevi a alguns dias sobre Unicast, Broadcast e Multicast: Qual a Diferença entre Broadcast, Unicast e Multicast?

    No entanto é necessário que a rede ou backbone (todo ele, de cabo a rabo) suporte o multicast (como IGMP por exemplo) Isso significa que o servidor NMM tem que ser conectado a um switch que suporte multicast, que se conecta a uma roteador que suporta multicast, que se conecta a um backbone com multicast, que chega aos assinantes via CPE (modem ADSL, wireless, etc.) com multicast e por ai vai.

    Agora, se for utilizado o Unicast, a coisa fica feia. Cada telespectador terá um fluxo próprio. Assim o maior problema, creio eu, nem é a capacidade do servidor, mas sim a capacidade do backbone de trafegar tanta informação.

    Um Intel bem caprichado, em Unicast, deve ser capaz de suportar uns 200 assinantes. Mas repare que isso vai significar uns 400Mbps de banda. Neste caso, a parte mais difícil na minha opinião é convencer esses 200 clientes (os assinantes) a pagarem por um backbone de distribuição desse tamanho.
  4. Avatar de Magal
  5. Avatar de rodrigomanga
    eu tenho uma pergunta.

    qual seria melhor maneira de captar sinais e distribuir pela rede, dou exemplos:

    um computador com várias placas pctv
    ou existem algum equipamento q faça essa captura e digitalização?

    pois se a gente quiser transmitir 10 canais,teremos q ter 10 placas de captura.... tem algum equipamento q facilite isso?
  6. Avatar de Josue Guedes
    Gente, eu tenho uma impressão que os conceitos de IPTV vão contra a evolução dos padrões HD e FullHD, hoje em dia todos querem ver em alta definição em telas de 40 polegadas, as imagem no IPTV são compactadas e as telas de alta definição mostram facilmente os efeitos negativos disso, assim como acontece na SKY. O que você me falam disso? Estou enganado?
  7. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Josue Guedes
    Gente, eu tenho uma impressão que os conceitos de IPTV vão contra a evolução dos padrões HD e FullHD, hoje em dia todos querem ver em alta definição em telas de 40 polegadas, as imagem no IPTV são compactadas e as telas de alta definição mostram facilmente os efeitos negativos disso, assim como acontece na SKY. O que você me falam disso? Estou enganado?
    IPTV é uma coisa, assistir Youtube é outra.
    O Youtube não tem qualidade IPTV porque ninguém conseguiria assistir (e eles não conseguiriam dar banda suficiente).
    IPTV é FullHD e até mais se for o caso. Em se tendo banda (e para isso o multicast é essência), dá para fazer a resolução que operadora quiser transmitir.
  8. Avatar de Josue Guedes
    Citação Postado originalmente por mlrodrig
    IPTV é uma coisa, assistir Youtube é outra.
    O Youtube não tem qualidade IPTV porque ninguém conseguiria assistir (e eles não conseguiriam dar banda suficiente).
    IPTV é FullHD e até mais se for o caso. Em se tendo banda (e para isso o multicast é essência), dá para fazer a resolução que operadora quiser transmitir.
    Se for assim ai vale apena mesmo, um último debate que participei não foi esse conceito que passaram. Grato pelo esclarecimento.
  9. Avatar de MorpheusX
    Sobre IPTV...
    Acredite ou nao... A mais de 4 anos eu tentei sem sucesso fazer isso... Infelizmente nao e so o problema de banda do cliente, tambem e problema da operadora. Como meu amigo acima falou... Eu nao ia perde meu tempo vendo IPtv de baixa qualidade se a tendencia e TV de Alta Definicao. Vejamos o caso da SKY. Lembro-me de 10 anos atras, TVA aquele aparelho grande e pesado... Ae veio o pretinho da SKY (assim batizado) depois veio os medalha de prata... E por fim... a SALADA... Era de coder de tudo que era marca e modelo. E eles sempre com a mesma resolucao de imagem e aquela imagem quadriculada.. Ainda ouvia nego me dizendo: OIA E IMAGEM DE DVD!!! Era pior... Parecia uma IPTV... Ae a SKY lança o SKY+ (que deus o tenha) durou nem 2 anos... Ae veio a SKYHDTV que para dizer que e de alta definicao.. Tem umas luzinhas chatas na frente do decoder falando qual o canal e HDTV e qual nao... E ate humilhacao eu ver que a REDETV e FULLHD e o canal UNIVERSAL nao!!! UHAUHUAHA
  10. Avatar de MorpheusX
    Traduzindo... TV pela internet e triste de ver....
    Espero que um dia seja possivel sei la... conseguir algo melhor do que o que temos hoje!!!
  11. Avatar de titolacerda
    Tenho uma rede em fibra optica e gostaria de obter uma consultoria sobre IPTV. Alguém poderia me indicar um profossional?
  12. Avatar de magrock
    Um dos lances principais é a qualidade do sinal em que está sendo captada, um exemplo:
    eu tenho um servidor IPTV lançando o sinal de imagem com qualidade de MPEG-4 com AUDIO AC3, mas eu recebo na minha placa de captura um sinal da TV GLOBO com uma ANTENA espinha de peixe, com chuviscos, fantasmas (e um Poltergeist de quebra) e o audio xiando (mais que colmeia de abelha).
    Mesmo que voce esteja enviando para seus clientes AUDIO AC3 com IMAGEM MPEG-4, vai chegar com o mesmo xiado e chuvisco (Só que mais detalhado, rsrsr)
    E Fora o tamanho dos pacotes sendo enviados em formatos MPEG-4 e AC3, se não tiver uma boa estrutura de rede para envio do sinal, voce conhecerá o temivél Jitter ( Jitter - Wikipédia, a enciclopédia livre ). bom fica aqui a minha colaboração, para conhecimento publico.
  13. Avatar de magrock
    Citação Postado originalmente por rodrigomanga
    eu tenho uma pergunta.

    qual seria melhor maneira de captar sinais e distribuir pela rede, dou exemplos:

    um computador com várias placas pctv
    ou existem algum equipamento q faça essa captura e digitalização?

    pois se a gente quiser transmitir 10 canais,teremos q ter 10 placas de captura.... tem algum equipamento q facilite isso?
    Até onde eu sei é realmente isso ai, cada canal que voce quiser enviar voce tem que ter uma placa de captura e uma de audio, somente para aquele canal, se quiser 20 canais tem que ser 20 placas de captura e 20 placas de audio, agora na questão de equipamento eu até postei no blog um equipamento que consiste em um HUB com 49 portas USB, não sei se funciona pois o treco é caro e vem de lá de fora, mas se houver algum entusiasta que deseja possuir tal equipamento para efeito de testes seria uma boa né !!!
  14. Avatar de mlrodrig
    Eu acho que o IPTV, na forma de conversores, será parecido com ISDN (tenho certeza que tem muita gente que nem saber o que é ISDN).

    O ISDN era a evolução das linhas telefônicas para acesso Internet, permitia 128Kbps quando todo mundo navegava a 33Kbps. Depois veio o ADSL e Cable Modem e mal deu tempo para o ISDN gerar algum mercado.

    Já estão surgindo televisões com acesso integrado ao YouTube. Vai ser algo muito rápido, do nada teremos TV via IP direto da Internet.

    Seguramente alguém vai comentar: mas a qualidade é péssima, a banda é ruim. É verdade, hoje é ruim, mas é apenas uma questão de tempo. Hoje já temos banda suficiente para baixar áudio em tempo real, mais alguns anos e teremos banda para baixar televisão HDTV em tempo real.
  15. Avatar de Gustavinho
    A respeito dos softwares...
    Ja ouviram falar do Mediaroom da Microsoft?
    Experience Microsoft Mediaroom
  16. Avatar de tecnic
    Alguem sabe onde posso adquirir um stb ( setupbox ) que se conecte ao NMM, to fazendo uns testes aqui, mas não conseguiriamos colocar algo no mercado sem um stb.
    Achei um monte mas só fora do pais, visto que a Dipelnet fornece o servico de iptv a seus clientes deve existir algum stb aqui no pais, ou eles importam tudo ?
  17. Avatar de MorpheusX
    revivendo essa historia...
    Eu hoje uso o DLNA... Todos clientes felizes!! e sem gasta quase nada!!!

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L