Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    mson77, neste caso os dois modens tem que estar roteado certo?

    tem como fazer com um roteado e o outro em bridge?

    nao entendi muito bem qual o cenario a qual aplicasse as regras.

  2. #8

    Padrão

    Ola jhonnyp....



    Nesse caso tem-se um:
    • 01 modem bridge.... e
    • 01 modem roteado...
    pois infelizmente essas 02 conexoes cable-modem estao conectadas a mesma CMTS e o pior... no mesmo gateway.

    Se tivermos 02 IPs (de links) com mesmo gateway... nao conseguiremos fazer load balancing. E a "gambiarra" é usar um modem roteado.

    Abraços,



  3. #9

    Padrão

    foi o que imaginei, dai no teu exemplo ficaria assim?

    o gateway do modem passaria normal, entraria em ip-route,

    e o gateway do modem roteador configurariamos manualmente, usando a marca definida no conection routing.

    só nao estou entendo uma parte amigo, tipo definimos as marcas de routing la no mangle, em link1 e link2 por exemplo.

    no modem roteado da de especificar a marca do routing, mas e na rota no modem bridge como fica?

  4. #10

    Padrão

    ola jhonnyp...


    vamos por partes...
    • 1) nao fui eu quem desenhou o cenário; O cenario ja estava desenhado nesse tópico qdo eu entrei p responder;
    • 2) qto a sua duvida: Para nós nos entendermos... e falar a mesma linguagem... e para que tudo que ai está escrito tambem possa servir para leitura dos **DEMAIS**... pergunto a voce:
    O que é modem bridge... e o que é modem roteado...???
    Me responde isso... e ai eu escreverei as respostas que voce apontou na mensagem imediatamente anterior. Nao me leve a mal... estou fazendo isso **APENAS** para que novos leitores tambem possam compreender e participar.




    Abraços,



  5. #11

    Padrão

    hehe, depois que postei, vi a ignorancia de meu post.

    foi na corrida mesmo, eu tava saindo.

    mas vamos lá.
    o cenario mais comum para loadbalance se parte, de ter 2 links certo(ou mais claro).
    entao no exemplo assim

    Modem bridge ligando a eth1
    ( ou seja só fazendo a ponte, quem disca é o MK)
    Modem Roteado,
    (ele disca e faz o NAT para o MK).

    quando em modo Bridge o MK ganha o IP na interface pppoe-out1 e define-se a rota para o gateway do adsl1,

    o problema sempre esbarra em ... nao é possivel colocar dois links para o mk autenticar, se os dois tiverem o mesmo gateway, o que geralmente ocorre devido a estarem na mesma central adsl.(ate é possivel claro, mas dai nao funciona).

    Certo, sendo assim

    nosso cenario seria assim, eth1 add pppoeclient
    colocase o login e a senha,

    ele conecta e recebe um Ip aleatorio no IP-Adress,
    em ip route, vai aparecer tbem um gateway, que será o padrão da conexao.

    isso é o normal, acredito que uns 80% dos usuarios usem assim.

    dai vem o tao sonhado link2, pq todos querem colocar mais clientes né.

    esse tem que ser roteado, ou seja o modem vai discar e o mk vai se comunicar com o modem, nesse caso

    modem 192.168.0.254. ---- MK 192.168.0.253, entao o gateway desse link para o mk é o IP 192.168.0.254.

    la em route vamos cadastrar o gateway do link 2, porem para o mk saber o que vai sair por onde, temos que fazer a marcação,

    onde entra as regras do colega mson77,

    e funcionam muito bem.

    no gateway do link2 tem que escolher a marca dado por uma marcação, por exemplo

    se La no mangle escolhi de acordo com as regras do mson77 a marca para routing como pacote170, então no gateway a selecionamos,

    certo ficara assim

    ip route,
    add dst-address=0.0.0.0/0 gateway=192.168.0.254 scope=255 target-scope=10 \
    routing-mark=pacote170 comment="" disabled=yes

    poderiamos la no mangle colocar uma marcação mais fácil tipo,link01
    • chain=prerouting in-interface=hotspot connection-mark=link1 action=mark-routing new-routing-mark=link1 passthrough=no
    • chain=prerouting in-interface=hotspot connection-mark=link2 action=mark-routing new-routing-mark=link2 passthrough=no
    • add dst-address=0.0.0.0/0 gateway=192.168.0.254 scope=255 target-scope=10 \
    • routing-mark=link1 comment="" disabled=yes

    sendo assim tudo que tivesse a marca link1 sairia pelo link que esta roteado, o gateway do link é na verdade o ip do modem,


    *************************************

    a minha duvida mson77, foi quanto a marcação do link2, ou melhor, como fazer para o conteúdo da regra que foi marcado como link2.
    como definir o gateway para ele já que não tem como colocar para o gateway do adsl discado pelo mk sair por ele sempre que tiver a marcação link2.

  6. #12

    Padrão

    Olas....



    Vejo que cada caso é um caso... e o meu caso não é igual ao do meu colega e por ai vai.... (muita sofisma, não?).

    Vamos lá...: OS CENARIOS de cada um.
    Para uns... "link" refere-se a ADSL discado pppoe;
    Para outros... "link" refere-se a ADSL nao discado, com IP real;
    Para outros... "link" refere-se a CABLE MODEM com IP dinamico;
    Para outros... "link" refere-se a FIBRA OTICA com roteador Cisco XXXX;
    ... e por ai vai.


    Nosso colega "jhonnyp" refere-se a link ADSL discado PPPoE.
    Cenário esclarecido.
    Esse tópico iniciado pelo "edmar" falava de link CABLE MODEM.

    =========================

    Qto aos LB....
    Deve se considerar SEMPRE:

    • regras na tabela mangle;
    • regras na tabela nat;
    • regras na tabela de roteamento;
    Feito isso... é só descansar pois o telefone não vai mais tocar para reclamação.
    Mas o mson77 nao vai explanar aqui?
    Resposta: Não.
    Veja a URL abaixo:



    Abraços,