Página 5 de 5 PrimeiroPrimeiro 12345
+ Responder ao Tópico



  1. #25

    Padrão

    Citação Postado originalmente por ulix Ver Post
    Não jogando água fria na idéia de vocês, mas: Câmeras IP em Provedor de Internet não dá certo!

    Justo que esse tipo de equipamento não tolera falhas como perca de pacote e latência, a não ser que queira oferecer um serviço lixo a 1 frame por segundo com qualidade JPEG de size de no máximo 480 pixels.

    Agora, se for MPEG-4 esqueçam, já trabalhei com Encoders MPEG-4 pros governo do DF e de GO e digo a vocês que terão que fazer aquisição de outra rede, própria para este fim.

    Outro detalhe é ::: Investir em Segurança em uma cidade com 49.000 habitantes é desperdício tecnológico. Me mudei à 4 meses pra uma cidade com 130.000 habitantes e digo que aqui ainda nem é a hora.

    Vc jah trabalhou com Camera IP ??? Em qual frequencia ??? Aki onde eu moro existem 3 rodovias que trabalham com elas em 2.4

  2. #26

    Smile

    Citação Postado originalmente por admskill Ver Post
    Vc jah trabalhou com Camera IP ??? Em qual frequencia ??? Aki onde eu moro existem 3 rodovias que trabalham com elas em 2.4
    Sim, já trabalhei, utilizava a frequência 5.7 até 5.8 Ghz.

    À 2.4Ghz como você disse ( em rodovias ) bem distante de onde possa ter interferência até que é seguro, mas pergunte ao administrador se tem tráfego de P2P, enfileiramento de Conexoes, pacotes marcianos, Multicast, requisições ICMP e DNS constantes na rede !? como o amigo lá do início do topico querendo colocar rodando dentro do Provedor de Internet.

    Vale ressaltar que a MINORIA dos melhores Encoders IP do mercado já carregam softwares embarcados da Verint® e Nexxtiva®, eles possuem um rádio otimizado para o serviço de imagens, compatíveis com a/b/g.

    Depois da experiência que tive em segurança pública só digo que rádio pra trafegar imagens em tempo real, sem perca de pacote, e que funcione no mínimo por 12 mil horas sem dar defeito (no rádio) é :
    * Rádios que utilizem modulação 64, 128 ou 256-QAM ou QPSK; se for utilizar OFDM só 5.8 Ghz que resolve. Aí sim podem mandar 600 GBytes / dia e por 24 horas interruptas nesses rádios que eles aguentam o tranco. E aproveitem pra fazer a aquisição de 1 servidor de altíssima capacidade de processamento pra receber as imagens, e de lá serem processadas para o formato proprietário, compactadas e distribuídas apenas de lá.

    Agora o porque ? sinceramente eu não sei, porque na época ralei até descobrir que não funcionava de outro jeito.

    Estou constribuindo com o que já vivi nessa área, justo que minha experiência não envolve o lado Residencial, do qual é lógico ser muito mais simples, mas com minhas simples dicas vocês poderão aproveitar algo para melhorar o lado residencial.

    abraços!