Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    esse doc esta scaneado aki mesmo no forum, nao lembro o topico, mas é um recente. Esta em nome da LocalNet se nao me engano.

    No doc tem o numero do oficio registrado na anatel.

  2. #8

    Padrão

    Citação Postado originalmente por damacenoneto Ver Post
    esse doc esta scaneado aki mesmo no forum, nao lembro o topico, mas é um recente. Esta em nome da LocalNet se nao me engano.
    No doc tem o numero do oficio registrado na anatel.

    A sugestão é pensando em um tópico fixo ou wiki, ou seja, não sujeito a ser apagado e de fácil localização, centralizando esse tipo de documentação.



  3. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Esta questão dos 400mW e 500.000 hab parece que está meio confusa.

    Pelo texto diz: 400mW e 500.000 hab. As duas condições tem que ser satisfeitas.
    Se dissesse: 400mW ou 500.000 hab. É uma ou outra condição.

    Na prática como é mesmo?

    Agora quanto a potencia é 400mW EIRP. Ou seja o conjunto.
    Realmente, esse assunto volta e meia retorna.
    Se sua cidade tem MENOS de 500 mil habitantes, você pode utilizar potência eirp de até 36 dbm no conjunto rádio+antena (máximo de 30 dbm do rádio + máximo de 6 dbi da antena) na faixa de 2,4 GHz, sem precisar licenciar a estação (rádio + antena).
    Se por exemplo o rádio tiver 20 dbm de saída, pode-se usar uma omni de até 16 dbm.

    Usando antena direcional essa potência eirp pode ser muito maior, utilizando-se o cálculo que permite aumentar o ganho da antena em 3 dbi além dos 6 dbi, para cada 1 dbm diminuido na saida do transmissor.
    Exemplo: para usar uma antena de 24 dbi, o máximo de potência de saída permitida no rádio é de 24 dbm.

    Se a cidade tiver MAIS de 500 mil hab., isso tudo acima vale, só que vc vai ter que registrar a estação na Anatel.
    Se não quiser gastar $$$$, o conjunto rádio+antena não pode passar de 400 mW (26 dbm), independente do tipo de antena utilizada.
    Última edição por ryiades; 25-06-2008 às 11:47.

  4. #10

    Question

    Citação Postado originalmente por ryiades Ver Post
    Realmente, esse assunto volta e meia retorna.
    Se sua cidade tem MENOS de 500 mil habitantes, você pode utilizar potência eirp de até 36 dbm no conjunto rádio+antena (máximo de 30 dbm do rádio + máximo de 6 dbi da antena) na faixa de 2,4 GHz, sem precisar licenciar a estação (rádio + antena).
    Se por exemplo o rádio tiver 20 dbm de saída, pode-se usar uma omni de até 16 dbm.

    Usando antena direcional essa potência eirp pode ser muito maior, utilizando-se o cálculo que permite aumentar o ganho da antena em 3 dbi além dos 6 dbi, para cada 1 dbm diminuido na saida do transmissor.
    Exemplo: para usar uma antena de 24 dbi, o máximo de potência de saída permitida no rádio é de 24 dbm.

    Se a cidade tiver MAIS de 500 mil hab., isso tudo acima vale, só que vc vai ter que registrar a estação na Anatel.
    Se não quiser gastar $$$$, o conjunto rádio+antena não pode passar de 400 mW (26 dbm), independente do tipo de antena utilizada.

    Lendo esse tópico fiquei com uma dúvida...

    Se eu tenho...

    No ponto emissor: 1 rádio em 24dbm + 1 Antena direcional de 24dbi,
    No ponto receptor: 1 rádio em 24dbm + 1 Antena direcional de 24dbi e
    No repetidor: 1 rádio em 24dbm + 1 Antena de omni de 12dbi

    Obs.: Receptor e Repetidor estão no mesmo lugar.

    Estou livre de taxas da ANATEL ?? Visto que o Link é somente para o meu uso

    edson22



  5. #11

    Padrão

    Agora consegui compreender.
    Mas poderia existir um topico fixo com essas leis aqui no forum, para ter um acesso facil.