+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão

    Colegas é assim que temos q fazer, temos q nos unirmos.
    A respeito do numero em cada casa, como seria?
    O sistema de ramal será q daria certo?

  2. #22

    Padrão

    bom teria que perguntar a alguem que manja de sterix, eu to com reuniâo agendada com 4 colegas, um deles tem curso de asterix, e vai clariar o panorama, ams creio que sim, e perfeitamente viavel o sistema de ramais..



  3. #23

    Padrão

    Citação Postado originalmente por alexsuarezferreira Ver Post
    bom teria que perguntar a alguem que manja de sterix, eu to com reuniâo agendada com 4 colegas, um deles tem curso de asterix, e vai clariar o panorama, ams creio que sim, e perfeitamente viavel o sistema de ramais..
    Vamos lá Alex!
    No início do tópico eu estava meio pessimista, mas depois de alguns esclarecimentos que colegas postaram, já estou pensando com mais carinho.
    Tu está em que cidade? Quem sabe é perto e podemos conversar pessoalmente.

  4. #24

    Padrão

    Pessoal, algumas questões (até já postadas aqui) tem que ser relacionadas:

    Como está a latência da tua rede? (tempo de resposta em ms)
    Como está o Jitter da tua rede? (variação do tempo de resposta em ms)
    Qual o consumo de banda?
    Qual a banda livre?

    Quanto a Anatel:
    A licença SCM da suporte a essa tecnologia!

    Agora vem a questão do retardo nas ligações!!!!!

    Quer testar uma ligação VoIP, monte um SIP Server e autentique 2 ou 3 ATAs, ligue de um para outro (se sua rede estiver ok vai funcionar que nem um relóginho).

    A questão é quando você liga para um telefone externo!!!! esse aqui é o "X" da questão.
    Viu la em cima em um dos tópicos que nosso amigo falou que mora nos USA e liga para o Brasil e sente um retardo na voz????????

    É exatamente isso que está ocorrendo, 99% dessas operadoras VoIP que tem no mercado que faz terminações eles possuem Servidores em outros países, gerando assim aquele delay na ligação.

    Para um bom desempenho do VoIP a latência não pode ultrapassar (disse no máximo) 100ms, quando o servidor está fora do Brasil a latência se for boa ficará em 180ms.


    COMO RESOLVER????????????????????????????

    Existem 2 opções:

    1) comprar terminações de empresas nacionais.
    Vantagem: Baixo investimento inicial
    Desvantagem: Valores elevados, dificultando assim a competitividade

    2) montar um SERVIDOR SIP (pode ser 1 para varios provedores, ou associação) e em diversos pontos do Brasil instalar 1 tronco E1 (cada provedor em determinada região ficaria responsável).
    Vantegem: Alta copetitividade nas tarifas (através de acordos/contratos em grupo com as operadoras)
    Desvantagem: Maior investimento inicial, necessidade de alto grau de comprometimento/responsabilidade de cada provedor.



  5. #25

    Padrão

    Vamos la.

    1 - Algumas instituições e cooperativas já estão bem adiantadas com estruturas de voip muitos boas quase terminadas.
    2 - A questão do delay dos EUA para Brasil até na linha convencional é comum.
    3 - Posto precisa ser um negociação direta com a companhia de Energia do estado, essa que o usuário Pedro postou em outro tópico é apenas um grupo que falou o caminho das pedras para deixar legalizado, e um detalhe varia o preço do aluguel por estado.
    4 - A Anatel não trata cada hub como um rapetidora pois ele está ligado fisicamente como se fosse apenas uma ESTAÇÃO junto com os outros.
    5 - O Voip se encaixa sim na SCM, mais não pode ter número fixo que ai ja cai na STFC que é vem outro licença.

    Estou trabalhando para implementar Voip no meu provedor nesse modelo, número fixo, tudo certinho como a operadora de telefonia, mais estou aguardando o termino de uma plataforma que está sendo criada, mais ja fui visitar outros provedores que tem a plataforma em perfeita sintonia com a rede e gostei muito do funcionamento.

    Espero ter clareado a mente de algumas pessoas, pois Voip é possivel sim seja rede cabeada ou wireless.

  6. #26

    Padrão

    Para todos os amigos do fórum que estão acompanhando este tópico...


    chegamos já a algumas conclusões , primeiro, cuidar da latência da rede como

    1) montar vários pop`s a cada 100 usuários partir para montar outro pop.
    2) Usar tudo nano station, pois hoje, se chegar mesmo ao valor prometido vai ser um espetáculo, haja visto que prometem vender por 200 e poucos reais a unidade, dessa maneira eliminamos as cada vês mas caras antenas de 2.4 e nos livramos de andar em casas de clientes instalando parafernálias e trambolhos pesados e feios em casa aléia...
    3) Passar mesmo para 5.8 pois os nano station e quase o mesmo valor o 2.4 e e o modelo 5.8, essa ultima faixa de freqüências esta menos poluída e também pelo que andei lendo, mais tranqüila para montar repetidoras em cidades com mais de 500k de habitantes alem claro de contar com mais canais disponíveis.
    4) Quanto ao voi`p o que eu to pensando e em comprar pacotes de minutos de outras operadoras e revender, por tanto a questão tecnológica só ficaria a resolver como ter um numero local para o cliente, eu to pensando em ramais mas nos próximos dias vou me reunir a um grupo de amigos, provedores entre eles um colega que manja de asterix para ver essa questão..
    5) Migrar a rede pouco a pouco para usar somente nano station e para 5.8, investimento alto eu sei, mas vai garantir a nossa sobrevivência por mais algum`s anos, e negociar todos juntos pacotes de minutos voip e também aparelhos ATA junto as distribuidoras, eu vejo o futuro com o nano, pois fácil pratico e fabricado pela UBIQUTI que não brinca em serviço...
    Bom esse e meu entendimento da questão acho que dessa maneira o futuro não nos reservara coisas tristes..
    Mis uma coisa que se pode implementar a rede, monitoramento de segurança, cobrar um valor por esse serviço, sei que algum`s provedores ja fazem isso.
    Armazenamento de segurança de dados para nossos clientes, muita gente tem arquivos importantes, e não podem perder devido a problemas com o micro, furtos etc., uma espécie de disco virtual.
    Cada provedor montar e cuidar bem de um portal na internet, onde o cliente tenha acesso a e-mail e também aos famosos e cada vês mais adotado blog`s.
    Em fim, encarar o problema de frente, investir, acreditar, eu mesmo estava a muito tempo desanimado com respeito ao futuro, agora acredito que posso sobreviver pelo menos mais 10 anos ou 15 quem sabe ??

    Lembrando uma coisa, quem não se atualiza e se prepara para crescer, certamente será engolido pelas grandes teles, e inevitável, por tanto, vamos tornar nosso produto mais atrativo, barato que o deles..
    Uma coisa e sertã,a sim como estamos não da pra ficar, ou melhoramos ampliamos ou sumiremos com certeza!!



  7. #27

    Padrão

    Citação Postado originalmente por alexsuarezferreira Ver Post
    Para todos os amigos do fórum que estão acompanhando este tópico...


    chegamos já a algumas conclusões , primeiro, cuidar da latência da rede como

    1) montar vários pop`s a cada 100 usuários partir para montar outro pop.
    2) Usar tudo nano station, pois hoje, se chegar mesmo ao valor prometido vai ser um espetáculo, haja visto que prometem vender por 200 e poucos reais a unidade, dessa maneira eliminamos as cada vês mas caras antenas de 2.4 e nos livramos de andar em casas de clientes instalando parafernálias e trambolhos pesados e feios em casa aléia...
    3) Passar mesmo para 5.8 pois os nano station e quase o mesmo valor o 2.4 e e o modelo 5.8, essa ultima faixa de freqüências esta menos poluída e também pelo que andei lendo, mais tranqüila para montar repetidoras em cidades com mais de 500k de habitantes alem claro de contar com mais canais disponíveis.
    4) Quanto ao voi`p o que eu to pensando e em comprar pacotes de minutos de outras operadoras e revender, por tanto a questão tecnológica só ficaria a resolver como ter um numero local para o cliente, eu to pensando em ramais mas nos próximos dias vou me reunir a um grupo de amigos, provedores entre eles um colega que manja de asterix para ver essa questão..
    5) Migrar a rede pouco a pouco para usar somente nano station e para 5.8, investimento alto eu sei, mas vai garantir a nossa sobrevivência por mais algum`s anos, e negociar todos juntos pacotes de minutos voip e também aparelhos ATA junto as distribuidoras, eu vejo o futuro com o nano, pois fácil pratico e fabricado pela UBIQUTI que não brinca em serviço...
    Bom esse e meu entendimento da questão acho que dessa maneira o futuro não nos reservara coisas tristes..
    Mis uma coisa que se pode implementar a rede, monitoramento de segurança, cobrar um valor por esse serviço, sei que algum`s provedores ja fazem isso.
    Armazenamento de segurança de dados para nossos clientes, muita gente tem arquivos importantes, e não podem perder devido a problemas com o micro, furtos etc., uma espécie de disco virtual.
    Cada provedor montar e cuidar bem de um portal na internet, onde o cliente tenha acesso a e-mail e também aos famosos e cada vês mais adotado blog`s.
    Em fim, encarar o problema de frente, investir, acreditar, eu mesmo estava a muito tempo desanimado com respeito ao futuro, agora acredito que posso sobreviver pelo menos mais 10 anos ou 15 quem sabe ??

    Lembrando uma coisa, quem não se atualiza e se prepara para crescer, certamente será engolido pelas grandes teles, e inevitável, por tanto, vamos tornar nosso produto mais atrativo, barato que o deles..
    Uma coisa e sertã,a sim como estamos não da pra ficar, ou melhoramos ampliamos ou sumiremos com certeza!!

    Eu na verdade só tenho uma dúvida? no brasil são as frequências de 5125 a 5825 os canais de 5.8, no entanto alguns, me parece são de uso da aeronáutica e outros é de radiação restrita (alguém me explicou que exclusivos para ponto a ponto). Entaum quais sãos os canais que podem ser utilizados para distribuição em 5,8 realmente?

    sobre o nanostation, estou usando aqui comprei 6 para teste e estou fazendo uma distribuição em infraestrutura de 1 ap para cinco clientes tudo com eles, a 2km de distancia e de 15 graus do ponto central to recebendo o sinal a -57db. Confesso que me surpreendeu pois estão perfeitamente conectados todos a 54 mbps e com latencia de no máximo 3ms, mesmo quando a rede está trafegando cerca de 4mb! Agora quero ver se ele agüenta o tranco do sol e da chuva. Acho que o cabo de rede também pode trazer problemas, mas deve haver marcas mais resistentes. Também queria que ele fosse um pouco mais direcional, ele abre quase 50 graus na horizontal, acho isso um prato cheio para poluição no futuro.

    sobre o voip, adquiri um serviço de um pessoal aki da região pra testes, nem sei como funciona direito, no entanto ele me apresentou um sistema administrativo online onde eu cadastro meus clientes e revendo crédito com minha própria tabela de preços, achei prático, mas não tenho uma base ainda pra saber se o preço dele é bom: 9 centavos pra fixo e 42 centavos pra celular, de qualquer forma vou testar, ja coloquei crédito inicial.

    Acho que nos estamos precisando mesmo de nos associarmos, criar uma assocaição que possa defender nossos interesses sem pagarmos caro por isso, para que possa atingir a todos. no caso de comprar nanostation mesmo, reunir gente pra comprar tem mais poder de barganha, no entanto, não é uma coisa que se faça de ultima hora, e preciso ter uma referencia como uma associação, com funcionário, telefone e escritório pelo menos.
    Última edição por JHONNE; 03-08-2008 às 20:53.

  8. #28

    Padrão

    Olhe, realmente somente usando nanostation5 ajudaria bastante, mas fazer uma estrutura de voz e dados em um meio compartilhado por todos os clientes (wireless) eu acho que é suicídio.

    Imagine um POP com 30 usuarios conectados simultaneamente, 6 ligacoes voip rodando,uma maquina com ares e emule ligado e outra acessando a internet e baixando arquivo do rapidshare....
    Vai funcionar tudo, só o voip que vai ficar picotando.

    Se eu fosse fazer algo parecido, eu faria cabeado. Nao digo UTP, digo cobre mesmo, fornecer ADSL.

    O valor que voce gasta para montar uma estrutura 5.8, voce pode comprar as DSLAM.
    Detalhe que os modems ADSL hoje tao a preço de banana, muito mais barato que nanostation e nao compartilham o mesmo meio. E tambem tem a possibilidade de nem precisar utilizar voip (isso se tiver a STFC claro...)

    A respeito do asterisk, tem como fazer algo funcional. Tenho um sistema de tarifacao bem simples aqui que busca de um banco postgres e tudo funciona legal. O mais legal é que consigo tarifar as ligacoes internas entre os clientes...

    Cada cliente teria um ramal interno. Pode-se criar uma faixa de numeracao interna.
    Pode-se tambem criar uma faixa de numeracao para empresas e uma faixa de numeracao para residencias...

    EX: Residencias: 505001, 505002, 505010, 505015
    Empresas: 508001, 508002, 508015.....


    Planos de tarifacao diferenciados de acordo com o prefixo do ramal tambem da de fazer...
    Desde clientes pré pagos ou pós pagos...

    Existe uma infinidade de coisas que pode-se fazer com o asterisk. Só inventar uma.



    Ainda acho que essa estrutura por wireless é suicídio, apesar de eu querer fazer aqui somente com ramal interno.
    A minha idéia é utilizar somente ramais internos, sem repassar chamadas para a STFC.

    Saudações,



  9. #29

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GrayFox Ver Post
    Olhe, realmente somente usando nanostation5 ajudaria bastante, mas fazer uma estrutura de voz e dados em um meio compartilhado por todos os clientes (wireless) eu acho que é suicídio.

    Imagine um POP com 30 usuarios conectados simultaneamente, 6 ligacoes voip rodando,uma maquina com ares e emule ligado e outra acessando a internet e baixando arquivo do rapidshare....
    Vai funcionar tudo, só o voip que vai ficar picotando.

    Se eu fosse fazer algo parecido, eu faria cabeado. Nao digo UTP, digo cobre mesmo, fornecer ADSL.

    O valor que voce gasta para montar uma estrutura 5.8, voce pode comprar as DSLAM.
    Detalhe que os modems ADSL hoje tao a preço de banana, muito mais barato que nanostation e nao compartilham o mesmo meio. E tambem tem a possibilidade de nem precisar utilizar voip (isso se tiver a STFC claro...)

    A respeito do asterisk, tem como fazer algo funcional. Tenho um sistema de tarifacao bem simples aqui que busca de um banco postgres e tudo funciona legal. O mais legal é que consigo tarifar as ligacoes internas entre os clientes...

    Cada cliente teria um ramal interno. Pode-se criar uma faixa de numeracao interna.
    Pode-se tambem criar uma faixa de numeracao para empresas e uma faixa de numeracao para residencias...

    EX: Residencias: 505001, 505002, 505010, 505015
    Empresas: 508001, 508002, 508015.....


    Planos de tarifacao diferenciados de acordo com o prefixo do ramal tambem da de fazer...
    Desde clientes pré pagos ou pós pagos...

    Existe uma infinidade de coisas que pode-se fazer com o asterisk. Só inventar uma.



    Ainda acho que essa estrutura por wireless é suicídio, apesar de eu querer fazer aqui somente com ramal interno.
    A minha idéia é utilizar somente ramais internos, sem repassar chamadas para a STFC.

    Saudações,

    Bem, entendo sua preocupação, mas existem vários fatores relevantes na escolha do meio, como disse estou testando o 5.8, mas me parecesse sim uma alternativa, não pelo custo do nanostation x custo dos modens dsl, mas pelo custo e burocracia na locação de postes, além da manutenção é claro.

    De qualquer forma, quem tem experiência com dslam, deveriam postar pra gente, como é feito o contrato com as empresas eletricas (Eu particularmente queria da cemig) para utilização dos postes? quais os equipamentos dslam disponíveis no mercado? quantos clientes eles atendem? qual o custo médio de implantação da rede?

    quem sabe um alternativa não seja mixar os dois sistemas.

    *To defendendo a ídeia de criar uma associação por favor comentem!

  10. #30

    Padrão

    Olhe, existe IP DSLAM da dlink por um preco bem competitivo. O bom dos dslam IP eh que nao precisa de conversao (ATM).

    Eu quero ver se consigo a autorizacao aqui da CELESC. Vou tentar conversar com o responsavel.

    Realmente fazer uma infra em 5.8 envolve menos burocracia, ate funciona, mas se temos como fazer algo melhor pelo menos devemos tentar.

    Por isso a ideia de falar com a celesc aqui....



  11. #31

    Padrão

    bom eu aqui acho ainda mais barato 5.8 pasa bastante banda e como falei,e so montar varias repetodoras, e mandar para cada uma delas em PTP sinal, ficaria exelente....

    e so por em pratica e testar, aprticularmente ainda to me esclareçendo quanto ao asterisk mas de resto, toa creditando, vai dar certo sim!

  12. #32

    Padrão

    Nao passa tanta banda assim...
    Mesmo o cara tendo acesso a 256k de internet, ele pode fazer requisicao de ate 10mbits, pois o limite sera imposto no outro lado do enlace, entao, um cliente com virus pode acabar com as ligacoes e com dados.

    Para funcionar direito com rede wireless, o controle de banda tem que ser feito na ponta do cliente, nao no POP.



  13. #33

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GrayFox Ver Post
    Nao passa tanta banda assim...
    Mesmo o cara tendo acesso a 256k de internet, ele pode fazer requisicao de ate 10mbits, pois o limite sera imposto no outro lado do enlace, entao, um cliente com virus pode acabar com as ligacoes e com dados.

    Para funcionar direito com rede wireless, o controle de banda tem que ser feito na ponta do cliente, nao no POP.
    Eu sou meio "crú" em controle de banda. No meu caso tá tudo feito lá no servidor MK. Mas os rádios estão em bridge e aí não controla nada.
    Tem como eu fazer este controle lá no cliente, já que o AP lá está configurado como cliente? Como fiz no MK nem pensei nisto quando coloquei o AP cliente.
    E aí continua com o controle no MK ou desativa?
    Na torre não dá porque está como bridge e o que chegar passa.

  14. #34

    Padrão

    bom deve haver uma maneira de contornar isso, algum jeito de controlar local o link, tem que haver!!



  15. #35

    Padrão

    No clientes instalado o pacote Voip e instalar um Ap Router fazendo controle de banda tb, um Ap-MK fazendo firewall com algumas regras marcando cada pacote com seu tipo e QoS fica blz.

  16. #36

    Padrão

    Citação Postado originalmente por tuxbrasil Ver Post
    No clientes instalado o pacote Voip e instalar um Ap Router fazendo controle de banda tb, um Ap-MK fazendo firewall com algumas regras marcando cada pacote com seu tipo e QoS fica blz.
    Tux, este AP no cliente está configurado como cliente? E ele faz o controle, mesmo que no MK tenha o controle?
    E neste caso, se você lá no MK tem um burst por ex de 30 segundos, o AP no cliente não vai se beneficiar desta regra, que eu gosto tanto para agilizar a abertura das paginas? Vai ficar limitado pelo AP router no cliente preferencialmente?

    Como eu não testei ainda, mas já me veio na mente outra coisa. No AP cliente eu configurei como bridge e modo AP cliente, para que assim repassasse o MAC ao servidor.
    E não sei no modo cliente, mas no modo AP por ex. se estiver em bridge a maioria das configurações o AP não aceita pois repassa direto. O controle de banda eu testei uma vêz no AP como bridge e não controlou nada. Ficou tudo para o MK



  17. #37

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GrayFox Ver Post
    Nao passa tanta banda assim...
    Mesmo o cara tendo acesso a 256k de internet, ele pode fazer requisicao de ate 10mbits, pois o limite sera imposto no outro lado do enlace, entao, um cliente com virus pode acabar com as ligacoes e com dados.

    Para funcionar direito com rede wireless, o controle de banda tem que ser feito na ponta do cliente, nao no POP.

    Opa,


    uma das maiores vantagens do nanostation que citei aki no forum inclusive, é que ele tem controle de banda, assim agente pode limitar no cliente, além de limitar no ap, com certeza ajuda bastante

  18. #38

    Padrão

    sim mesmo asim pode ser atualizado com ikarus se nao me engano a uss 3 ou seja, daria para controlar local a banda sem misterios!! alem e claro de poder priorisar voi`p pois o ikarus tem como fazer isso!!



  19. #39

    Padrão

    opa, nao ten ikarus para nano nâo, me enganei, o ikarus so pode ser instlado nos power station, no nano nao tem ainda, mesmo assim resebi informaçôes que o nano faz controle de banda local, isolaçâo de clientes, e tambem pelo que me dise um amigo faz nal, maravilha, dai nunca mais teremos problemas com ip etc, e se o cliente formatar a maquina, tudo volta automaticamente..

  20. #40

    Padrão

    Sim como cliente e roteado, sim ele faz o controle mesmo tendo qualquer controle a frente pois ele é o primeiro router que o cliente passar.

    Nessa caso sem usar burst, a não ser que vc coloque uma velocidade maior no ap do cliente mais isso não vale muito a pena.

    Coloca radio para passar MAC so vale a pena se você estiver em ponto onde atende mais de uma residência ou empresa que passa por esse radio dessa forma não da pra fazer o controle e isso eh bom ta em WDS.

    Mais para funcionar esse esquema do Voip precisa criar uma estrutura individual para cada cliente com um Ap em router ai sai um cabo para o pc ou para um radinho em bridge se o cliente quiser acessar wireless e outro cabo de rede da a ATA que vai está ao lado do telefone convencional do cliente pegando ip por dhcp do ap roteado, ai pronto maravilha.


    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Tux, este AP no cliente está configurado como cliente? E ele faz o controle, mesmo que no MK tenha o controle?
    E neste caso, se você lá no MK tem um burst por ex de 30 segundos, o AP no cliente não vai se beneficiar desta regra, que eu gosto tanto para agilizar a abertura das paginas? Vai ficar limitado pelo AP router no cliente preferencialmente?

    Como eu não testei ainda, mas já me veio na mente outra coisa. No AP cliente eu configurei como bridge e modo AP cliente, para que assim repassasse o MAC ao servidor.
    E não sei no modo cliente, mas no modo AP por ex. se estiver em bridge a maioria das configurações o AP não aceita pois repassa direto. O controle de banda eu testei uma vêz no AP como bridge e não controlou nada. Ficou tudo para o MK