Página 6 de 16 PrimeiroPrimeiro ... 234567891011 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #101

    Padrão

    E ae pessoal,

    Alguem tem alguma ideia como bloquear isso????



    Citação Postado originalmente por kalz Ver Post
    Ae Alexandre,

    obrigado pelo contato,


    Segue tracert

    traceroute to 201.55.XX.XX (201.55.XX.XX), 30 hops max, 60 byte packets
    1 192.168.0.252 (192.168.0.252) 8.918 ms 8.888 ms 8.859 ms
    2 187.11.136.1 (187.11.136.1) 57.550 ms 57.510 ms 56.654 ms
    3 * * *
    4 201.0.92.45 (201.0.92.45) 58.461 ms 60.234 ms 61.232 ms
    5 200.100.1.249 (200.100.1.249) 67.578 ms 67.555 ms 200.100.1.253 (200.100.1.253) 69.352 ms
    6 201.63.253.42 (201.63.253.42) 69.325 ms 201.63.253.62 (201.63.253.62) 49.608 ms 201.63.253.42 (201.63.253.42) 49.590 ms
    7 201.0.3.110 (201.0.3.110) 50.031 ms 200.204.20.158 (200.204.20.158) 52.738 ms 201.0.3.110 (201.0.3.110) 54.086 ms
    8 187-8-58-10.customer.tdatabrasil.net.br (187.8.58.10) 55.251 ms 57.050 ms 58.416 ms
    9 10.0.30.X (10.0.30.X) 393.728 ms 395.066 ms 398.217 ms
    10 10.20.1.X (10.20.1.XX) 405.058 ms 405.042 ms 404.975 ms
    11 10.20.1.X (10.20.1.XXX) 424.707 ms 431.185 ms 383.732 ms

    12 mail.XXX.ind.br (201.55.XX.XX) 385.284 ms 392.144 ms 390.324 ms

  2. #102

    Thumbs up Documentacao BGP (quagga)

    Citação Postado originalmente por alexandrecorrea Ver Post
    O ideal seria voce concentrar seu link em um ponto apenas.. mas caso nao seja possivel..

    em cada router voce pode divulgar o seu as ... e cada cidade vc pode definir o bloco.. ex:

    seu as: ABYYY
    seu bloco: 189.0.0.0/20

    cidade a: 189.0.0.0/22
    cidade b: 189.0.4.0/22
    cidade c: 189.0.8.0/22
    cidade d: 189.0.12.0/22

    basta no anuncio de cada router.. vc divulgar apenas o bloco daquela cidade (ao inves de divultar o /20 completo) ex:

    no router da cidade a:

    router bgp ABYYY
    network 189.0.0.0 255.255.252.0
    neighbor 200.200.200.200 remote-as xxxxxx
    ....
    no router da cidade b:

    router bgp ABYYY
    network 189.0.4.0 255.255.252.0
    neighbot 201.202.203.204 remote-as xxxxxx
    ....

    Alexandre nao tem documentacao para passar em cima de roteamento dinaminco nao??? Se tiver e de muito interrese.



  3. #103

  4. #104

    Padrão

    Citação Postado originalmente por kalz Ver Post
    E ae pessoal,

    Alguem tem alguma ideia como bloquear isso????
    Use MPLS que os hops intermediários vão sumir. Veja na Mikrotik o que é e como usar. E quem sabe diminuir um pouco dessa latência altíssima que o cliente está sofrendo...



  5. #105

    Padrão

    Já descobri como faz.

    Usei controle de ICMP type 11 que os IPs inválidos não aparecem. Se usar controle de TTL ai os saltos somem....

    Valeu pela ajuda.

  6. #106

    Padrão 'Show interfaces'

    Pessoal,

    Alguem sabe qual comando uso para saber se as interfaces do mikrotik estão sofrendo colisões, erros CRC, input ou output errors??

    Sei que no cisco é 'show interfaces', existe algo parecido no Mikrotik?

    Obrigado novamente.



  7. #107

    Padrão

    Oi

    estou começando a homologar o BGP no mik aqui.

    Quem aqui tem BGP funcionando no mik ?

    Qual versão ?

  8. #108

    Padrão

    Olá pessoal,

    Hoje estou de "gaiato" neste post por não entender o protocolo BGP.

    Gostaria da ajuda do pessoal... estou negociando link de 100 e 155Mb com algumas operadoras dentro da Grande São Paulo, mas me veio a proposta/comentario de ser um AS e assim utilizar o BGP (motivo pelo qual cai neste post), quero saber como funciona a negociação dentro do PTT (PIX) para compra de link de rota nacional e internacional e média de valores por Mb e talvez o principal, sendo um AS, a infraestrutura que estamos montando com uma operadora para a chegada do link tem diferença de valor ou seria a mesma coisa que estivesse comprando um link dedicado "convencional".

    Caso tenham mais detalhes do funcionamento ficarei grato pelo auxilio.


    Abaixo segue informações das empresas dentro do PTT e rotas utilizadas por elas.

    Informações de ASN dentro do PTT:
    PTT Metro

    Operadoras e Provedores em BGP4:
    ASN nacionais (BGP 4 Brasil)

    Consulta rotas da ASN:
    ASN Browser : 32934


    Anderson



  9. #109
    Ricardo Freitas
    Visitante

    Padrão Ativar BGP

    Bom dia,

    Galera eu sei aqui fala sobre BGP no Mikrotik, mais gostaria da ajuda de voces para entender melhor este fantastico protocolo,

    Duvida 1: Bem irei usar quagga mais freeBSD, quando vocês dizem ip da loopback, normalmente é o primeiro ip do meu bloco /19 correto? o router id seria o ip da loopback certo? este ip eu coloco ele na interface loopback mesmo ou na minha interface de rede interna da minha rede?

    Duvida 2: Tenho link com duas operadoras, Embratel 30MB e Telefonica 155MB, eu gostaria de fazer o seguinte, que a maior parte do trafego saisse pela telefonica e uma pequena parte pela embratel, isto é possivel com o BGP, e quando cair um link dos links que os trafego seja toltamente redirecionado para o link ativo?

    Duvida 3: Bem depois de muita briga com as operadoras finalmente consegui a ativação do BGP, mais a embratel nao possui suporte a ASN de 32Bytes e meu consultor me ofereceu isto como solução, oque ele quis dizer com isso?

    "Alexandre, bom dia.

    Falta algumas configurações de backbone, porém o pessoal está fazendo desta forma para alguns clientes:

    Veja o parecer:

    o backbone da Embratel ainda não está preparado para fazer conexões BGP com clientes, usando-se ASN de 32 bits, como é o caso dele (informado por ele no formulário enviado por ele - item 1). A opção é o uso do ASN de transição (ASN 23456). O cliente deveria fazer as suas configurações de tal forma que, para a Embratel, seria como se ele fosse o ASN 23456 e não o ASN real (32 bits) dele. Favor interagir com ele e verificar se ele está preparado para assim configurar.

    Caso possa ser feito dessa maneira, assim que você estiver pronto, faço contato com o Delfim para alinharmos as configurações"

    Agradeço antecipadamente a ajuda de todos, sei que são duvidas bobas mais nas minha busca pela net nao obtive muitos resultados.

    Obrigado.

  10. #110

    Padrão

    loopback eh uma interface virtual.. onde vc seta o ip dela e este ip eh utilizado como id em todos os protocolos do router (bgp, ospf, rip, wccp, etc etc)...

    geralmente usa-se o primeiro ip do bloco.. mas com MASCARA /32 ... no cisco fica assim:

    conf t
    interface LoopBack 0
    ip address 200.200.200.1 255.255.255.255

    certo ?

    sobre o asn de 32 bits, vc deve fazer um bgp usando o as de transição... acho que poucas operadoras suportam 32bits... a ctbc eu sei q tem suporte 100% jah !


    Citação Postado originalmente por Ricardo Freitas Ver Post
    Bom dia,

    Galera eu sei aqui fala sobre BGP no Mikrotik, mais gostaria da ajuda de voces para entender melhor este fantastico protocolo,

    Duvida 1: Bem irei usar quagga mais freeBSD, quando vocês dizem ip da loopback, normalmente é o primeiro ip do meu bloco /19 correto? o router id seria o ip da loopback certo? este ip eu coloco ele na interface loopback mesmo ou na minha interface de rede interna da minha rede?

    Duvida 2: Tenho link com duas operadoras, Embratel 30MB e Telefonica 155MB, eu gostaria de fazer o seguinte, que a maior parte do trafego saisse pela telefonica e uma pequena parte pela embratel, isto é possivel com o BGP, e quando cair um link dos links que os trafego seja toltamente redirecionado para o link ativo?

    Duvida 3: Bem depois de muita briga com as operadoras finalmente consegui a ativação do BGP, mais a embratel nao possui suporte a ASN de 32Bytes e meu consultor me ofereceu isto como solução, oque ele quis dizer com isso?

    "Alexandre, bom dia.

    Falta algumas configurações de backbone, porém o pessoal está fazendo desta forma para alguns clientes:

    Veja o parecer:

    o backbone da Embratel ainda não está preparado para fazer conexões BGP com clientes, usando-se ASN de 32 bits, como é o caso dele (informado por ele no formulário enviado por ele - item 1). A opção é o uso do ASN de transição (ASN 23456). O cliente deveria fazer as suas configurações de tal forma que, para a Embratel, seria como se ele fosse o ASN 23456 e não o ASN real (32 bits) dele. Favor interagir com ele e verificar se ele está preparado para assim configurar.

    Caso possa ser feito dessa maneira, assim que você estiver pronto, faço contato com o Delfim para alinharmos as configurações"

    Agradeço antecipadamente a ajuda de todos, sei que são duvidas bobas mais nas minha busca pela net nao obtive muitos resultados.

    Obrigado.



  11. #111

    Padrão

    Citação Postado originalmente por alexandrecorrea Ver Post
    loopback eh uma interface virtual.. onde vc seta o ip dela e este ip eh utilizado como id em todos os protocolos do router (bgp, ospf, rip, wccp, etc etc)...

    geralmente usa-se o primeiro ip do bloco.. mas com MASCARA /32 ... no cisco fica assim:

    conf t
    interface LoopBack 0
    ip address 200.200.200.1 255.255.255.255

    certo ?

    sobre o asn de 32 bits, vc deve fazer um bgp usando o as de transição... acho que poucas operadoras suportam 32bits... a ctbc eu sei q tem suporte 100% jah !
    Grande Alexandre, obrigado por esclarecer minhas duvidas.

    Obrigado.

  12. #112

    Padrão

    fala galera...li as 12 paginas e aprendi mto sobre bgp e AS...
    estou estudando tbm pois a empresa está precisando de mais ip's e a ideia é ter a AS.

    tenho algumas duvidas ainda:
    tenho hoje um link de 40mb com uma operadora e um de 30mb com outra.
    como seria feito para o bgp balancear todos meus ip's entre as 2 rotas (2 operadoras) e servir tambem uma como redundancia da outra em caso de parada?

    o full ou partial routing, eh feito de acordo com a necessidade ou operadora vai determinar?

    seria possivel as minhas 2 operadoras manter o roteamento delas e o bgp pra mim, até que consiga migrar todos clientes?

    Obrigado.



  13. #113

    Padrão

    BGP NAO FAZ BALANCEAMENTO !!!

    é o admin que controla por onde sai o que...

  14. #114

    Padrão

    Citação Postado originalmente por thenet Ver Post
    fala galera...li as 12 paginas e aprendi mto sobre bgp e AS...
    estou estudando tbm pois a empresa está precisando de mais ip's e a ideia é ter a AS.

    tenho algumas duvidas ainda:
    tenho hoje um link de 40mb com uma operadora e um de 30mb com outra.
    como seria feito para o bgp balancear todos meus ip's entre as 2 rotas (2 operadoras) e servir tambem uma como redundancia da outra em caso de parada?

    o full ou partial routing, eh feito de acordo com a necessidade ou operadora vai determinar?

    seria possivel as minhas 2 operadoras manter o roteamento delas e o bgp pra mim, até que consiga migrar todos clientes?

    Obrigado.
    Boa Tarde Thenet,

    Bem redundancia da para ter sim, mais o BGP nao fornece balanceamento de carga, oque você pode fazer é caprichar nas politicas de rota e tentar redirecionar o trafego. Sobre manter suas estrutura atual de ips é possivel sim desde que antes as operadoras estejam de acordo.

    Hoje tenho BGP ativado com uma Operadora (Telefonica) e estou tentanto ativar com a embratel mais minha sessão BGP estabelece vai saber, e ambas materam os ips antigo mais foi feito um acordo que quando eu terminar de migrar minha rede para meu CIDR terei que devolver este blocos.

    Espero ter ajudado.

    Obrigado.



  15. #115

    Padrão

    Citação Postado originalmente por netlaser Ver Post
    Boa Tarde Thenet,

    Bem redundancia da para ter sim, mais o BGP nao fornece balanceamento de carga, oque você pode fazer é caprichar nas politicas de rota e tentar redirecionar o trafego. Sobre manter suas estrutura atual de ips é possivel sim desde que antes as operadoras estejam de acordo.

    Hoje tenho BGP ativado com uma Operadora (Telefonica) e estou tentanto ativar com a embratel mais minha sessão BGP estabelece vai saber, e ambas materam os ips antigo mais foi feito um acordo que quando eu terminar de migrar minha rede para meu CIDR terei que devolver este blocos.

    Espero ter ajudado.

    Obrigado.
    OPa netlaser, vlw pelos esclarecimentos.

    As regras de rota seria feita no proprio bgp?
    pois minha rede chega tudo em um lugar. Hoje separo os links, obviamente, dando Ip valido de uma ou outro operadora e assim faço o 'balancemento' entre os 2 links.
    Gostaria de manter assim quando fizer o BGP, escolher quais ip's vao ter a rota de uma operadora e etc. Isso é possível?

    Quanto a redundancia, isso é possível alterando essas rotas?

    Estou estudando e assim que tiver bom entendimento sobre tudo, vou começar os contatos com as operadoras, mas crieo que não vou ter problemas, pois sempre atendem com o que necessito. Ctbc e Global Crossing.

    Obrigado novamente.

  16. #116

    Padrão

    Citação Postado originalmente por thenet Ver Post
    OPa netlaser, vlw pelos esclarecimentos.

    As regras de rota seria feita no proprio bgp?
    pois minha rede chega tudo em um lugar. Hoje separo os links, obviamente, dando Ip valido de uma ou outro operadora e assim faço o 'balancemento' entre os 2 links.
    Gostaria de manter assim quando fizer o BGP, escolher quais ip's vao ter a rota de uma operadora e etc. Isso é possível?

    Quanto a redundancia, isso é possível alterando essas rotas?

    Estou estudando e assim que tiver bom entendimento sobre tudo, vou começar os contatos com as operadoras, mas crieo que não vou ter problemas, pois sempre atendem com o que necessito. Ctbc e Global Crossing.

    Obrigado novamente.

    Bom dia Thenet.

    Seu bloco de ips atual você mantera com rotas estaticas nao usando o bgp.

    Sim você pode usar o mesmo roteador para BGP e suas rotas estaticas antiga. Bem o usuarios que ja estiverem no seu CIDR ja estarão redundante, mais existe um tempo de convergencia quando uma das operadoras cair que pode variar conforme a politica de rota que você adquiriu com sua operadora (Partial ou full routing) aqui em media de 30Seg a 1:30Min.

    Os clientes que usam ip validos das operadoras sairão apenas pela sua operadora de origem, ou seja se a global cair os clientes que usam ips delas nao irao navegar, apenas quem usa blocos da ctbc ira navegar, mas quem estiver no seu CIDR ira navegar normalmente.

    Obrigado.



  17. #117
    Ricardo Freitas
    Visitante

    Padrão Contingencia BGP

    Boa tarde,

    Pessoal ativei meu BGP com duas operadoras, uma partial routing e outra full routing, a sessao esta estabelecida com as duas estamos anunciando nossos prefixo por ambas, mais percebi que o trafego esta saindo apenas pela opera Partial, se desconectar a operadora partial meu router nao converge.

    Alguem poderia me ajudar?

    Obrigado.

  18. #118

    Padrão

    Como estam seus anúncios para as operadoras, qual tamanho do bloco e banda dos links, ai da pra termos mais detalhes.



  19. #119

    Padrão BGP com redundância (failover) por blocos e subblocos

    Ola,

    Estou com umas duvidas sobre o BGP.... Creio que alguem aqui poderá me ajudar.

    Primeiro a situação:

    - Link com 2 operadoras (1 com 20mbps e outra com 100mbps)
    - A entrada dos links são em locais distantes e unidos por enlaces que a partir desse ponto são transportados ao destino final.

    Configuração:

    - PC x84 no link de 100mbps com BGP ja ativo com a operadora
    - RB no link de 20mbps com BGP ja ativo com a operadora tambem
    - Ambos rodando MIKROTIK 3.30
    - Rede interna toda com IP VALIDO e OSPF

    Duvidas:

    Atualmente tenho um Bloco /20 anunciado mas creio que não estou com redundância.
    Existem regras no ROUTING --> FILTERS dizendo se ACEITA ou DESCARTA (accept / discard em BGP_in e BGP_out)

    Mas ai que mora o problema. Eu gostaria de definir DISTANCIAS em cada BGP para que se um link cair.. as rotas daqueles IPs que só entravam pela OPERADORA X entre automaticamente pela OPERADORA Y e vice-versa (os IPS que estao entrando atualmente pela Y façam o mesmo).

    Creio que por ja estar com o bloco /20 anunciado em ambos os lados, só falta configurar em FILTERS as entradas e saidas dos links correto?

    Exemplificando... tenho atualmente o bloco /24 (que é do /20) 187.87.xx4.0 que ta com rota da OPERADORA Y e o IP 187.87.xx5.0 que ta com rota da OPERADORA X.

    Como criar a redundância das rotas BGP?

    Gostaria de saber tambem se tem a possibilidade tipo de eu quebrar esse /24 em um /25 e mudar uma parte do BLOCO de uma operadora para outra (no caso a distância para estabelecer qual rota prioritária).

    Outra pequena duvida, como eu olho dentro do MK se tenho FULL ROUTING OU PARTIAL?

    E se alguem puder me explicar um pouco sobre ROUTING --> FILTERS eu agradeço (la tem entradas BGP_in e BGP_out) como funciona exatamente as inserções?

    Aguardo a colaboração dos demais integrantes.
    Creio que minhas dúvidas sejam dúvidas de outros colegas aqui também que não souberam se expressar.

    Atenciosamente,
    Alexandre K.

  20. #120

    Padrão

    1) Me parece estar faltando a ligação IBGP entre os dois roteadores com BGP externo com as operadoras, para que você tenha do seu AS uma visão coerente das interligações com os outros AS
    2) Para ter redundância basta anunciar o /20 pelos dois enlaces. Você provavelmente não adicionou o /20 no BGP networks:
    /routing bgp network add network=a.b.c.d/20
    Se tiver adicionado aí sim pode estar faltando algo nos filtros de anúncios... esta referência deve ajudar:
    BGP Case Studies - MikroTik Wiki
    3) Não anuncie nada mais específico que /24, pois muitas redes filtram anúncios de /25 até /32. Atribua alguns IPs do outro bloco a consumidores de banda para fazer esse tipo de equilíbrio.
    4) Para saber se é Full ou Partial veja a quantidade de rotas que você está recebendo. Se forem 300 mil, é full... se forem algumas poucas mil, é Partial.