Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Boa noite a todos!

    Tópicos de SCM são sempre animados!

    Esse "pode ou não pode" deve ser encarado com ressalvas!

    Muitas empresas antigas simplesmente cadastravam as estações (as vezes nem isso como disse o amigo acima) e não cumpriam mais nenhuma das exigências legais da ANATEL.

    Daí foi lacração para todo lado! O que você encontra de mensagens no Google, no Yahoo ou mesmo aqui no Underlinux a respeito de determinadas prestadoras SCM é sim de assustar!

    Mas não pára por aí, existem os engenheiros que também adorar "tocar terror" nos empresários, uma vez que deixam de ganhar pelo menos R$4.000,00 de projeto básico de SCM própria e depois um salário mínimo mensal para manutenção da SCM da pessoa.

    O que acredito que todos precisam ter em mente é que sendo própria ou não dá muito trabalho se legalizar!

    Legalizar-se significa emitir notas fiscais, crea em dia, declaração de impostos... Isso sem contar nas exigências que chegam da ANATEL para você cumprir em 05 dias!

    Agora, o que não se pode questionar nem tampouco duvidar é do fato de afiliar-se a uma prestadora é muito mais barato do que ter SCM própria!

    Mas não é só: meu afiliado recebe uma carta da ANATEL, eu respondo. Recebe do CREA, eu respondo. Recebe visita de fiscal do ICMS, eu atendo as pessoas e respondo as notificações.. E por aí vai...

    Espero ter deixado uma contribuição sobre o tema!

    Abraço a todos!

    Fabrício

  2. Giovani Couto,

    A questão da ilegalidade tem a ver com o modelo de formatação do negócio entre a SCM e o ISP. A legislação é clara é em relação a exploração de redes de acesso pelas empresas licenciadas.

    O negócio funciona assim (em linhas gerais): o ISP integra a sua rede de acesso a reda da operadora SCM, a qual registra as estações e passa a "operar" a rede local. O ISP passa então a ter o papel de PSCI - provedor de serviço de conexão a internet - na rede, vendendo conteúdo e não acesso. Este serviço (PSCI) é considerado pela Anatel como SVA - Serviço de Valor Adicionado e como tal, por efeito de legislação não é considerado serviço de telecomunicações (ISS), portanto está fora do escopo da fiscalização da Anatel.

    O problema começa quando o ISP não conhece as leis que regem seu negócio e tão pouco qual o real papel que ele executa na rede no novo modelo de negócio, perdendo então o poder de argumentação junto a fiscalização, a qual por sua vez, já chega no POP com a visão de que o negócio é ilegal (questões de impostos - Minha leitura).

    Regularizar uma rede é uma tarefa complexa e muitas vezes árdua. Ter o próprio SCM implica em uma série de ações e reações perante a Anatel e sua fiscalização (SICI, FUSTE, SACI, CREA, PADO, DEFESA DE MULTAS, CALL CENTER, REGULATÓRIO, etc..). Todas estas questões tem que ser analisadas antes de se partir para um SCM próprio, pois sua equipe terá que ser bem maior e mais preparada para "sustentar" sua licença. A recomendação que sempre fazemos é para o ISP observar com cuidado qual a empresa a qual ele vai "entregar" o controle de sua rede. Uma boa medida talvez seja analisar qual são serviços que esta empresa vai prestar na rede agora absorvida e qual a remuneração que o ISP vai receber por isso.

    Existem diversas variações noi mercado, com empresas de todo o tamanho e modelo operacional, mas o fato é que, devido ao desconhecimento dos ISP em relação a legislação (e também alguns fiscais), muitas empresas pequenas no desejo de ganhar "dinheiro fácil" no mercado, tiram seu próprio SCM e se propõe a fazer "contratos de parceria" usando modelos operacionais até mesmo copiados da internet e acabam colocando o ISP na boca do lobo. A chave do sucesso na exploração conjunta de redes está na leitura literal do próprio nome: "EXPLORAÇÃO CONJUNTA", ou seja, duas ou mais empresas prestando serviços diferentes na rede (SCM + SVA's), compartilhando o cliente e não a licença, tendo como norte a legislação em vigor e a competitividade do mercado.



  3. #13
    aryribeiro
    Citação Postado originalmente por FabricioViana Ver Post
    Boa noite a todos!

    Tópicos de SCM são sempre animados!

    Esse "pode ou não pode" deve ser encarado com ressalvas!


    Espero ter deixado uma contribuição sobre o tema!

    Abraço a todos!

    Fabrício

    obrigado aí, mas mudando um pouco... vc pode entrar em contato comigo?

    fui no site de vc´s e disseram q só podem me atender ano que vem.
    vc é da local net ne?

  4. Citação Postado originalmente por FabricioViana Ver Post
    Boa noite a todos!

    Tópicos de SCM são sempre animados!

    Esse "pode ou não pode" deve ser encarado com ressalvas!

    Muitas empresas antigas simplesmente cadastravam as estações (as vezes nem isso como disse o amigo acima) e não cumpriam mais nenhuma das exigências legais da ANATEL.

    Daí foi lacração para todo lado! O que você encontra de mensagens no Google, no Yahoo ou mesmo aqui no Underlinux a respeito de determinadas prestadoras SCM é sim de assustar!

    Mas não pára por aí, existem os engenheiros que também adorar "tocar terror" nos empresários, uma vez que deixam de ganhar pelo menos R$4.000,00 de projeto básico de SCM própria e depois um salário mínimo mensal para manutenção da SCM da pessoa.

    O que acredito que todos precisam ter em mente é que sendo própria ou não dá muito trabalho se legalizar!

    Legalizar-se significa emitir notas fiscais, crea em dia, declaração de impostos... Isso sem contar nas exigências que chegam da ANATEL para você cumprir em 05 dias!

    Agora, o que não se pode questionar nem tampouco duvidar é do fato de afiliar-se a uma prestadora é muito mais barato do que ter SCM própria!

    Mas não é só: meu afiliado recebe uma carta da ANATEL, eu respondo. Recebe do CREA, eu respondo. Recebe visita de fiscal do ICMS, eu atendo as pessoas e respondo as notificações.. E por aí vai...

    Espero ter deixado uma contribuição sobre o tema!

    Abraço a todos!

    Fabrício
    Aleluia até que fim alguem pra responder a dúvida minha e do colega!. Adorei sua resposta, merece um muito obrigado!!!



  5. #15
    aryribeiro
    Citação Postado originalmente por jociano Ver Post
    Aleluia até que fim alguem pra responder a dúvida minha e do colega!. Adorei sua resposta, merece um muito obrigado!!!

    é mesmo... eu ja agradecí tb.
    só falta agora ele responder a minha MP !

    valeu fabrício!


    .... mudando de assunto, liguei agora pra anatel (28/11 as 15:32 hs.) e conversei com o povo la.

    conversando sobre compartilhamento de SCM eles dizem sempre a mesma coisa: "É PROIBIDO! SE VC FIZER ISSO PODERÁ PEGAR ATÉ 4 ANOS DE PRISÃO E 10.000,00 REAIS DE MULTA!"

    o de sempre...

    mas conversando sobre contratos e parceria de SVA (serviço de valor adicionado) a coisa muda: "AÍ SIM! AÍ VC PODE FAZER... SE VC TIVER COM O REGISTRO DAS SUAS ESTAÇÕES E DOCUMENTOS DO MESMO ESTÁ OK. E QUEM ASSINARÁ OS CONTRATOS COM O CLIENTE É A DONA DA SCM. VC NÃO PODE."


    agora mudou a coisa... faltava um pouco mais de informação.
    Última edição por aryribeiro; 28-11-2008 às 14:42.






Tópicos Similares

  1. 5.4ghz - pode ou não pode ?
    Por Zucchi no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 21-09-2014, 18:59
  2. Compartilhar internet ADSL. Pode ou não pode?
    Por Paulo Vitor no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 17-04-2014, 16:45
  3. Scm municipal sai ou não sai ????
    Por marquesjr no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 26-01-2014, 14:27
  4. Dominio especificado não existe ou não pode ser contatado.
    Por victornunes no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 22-03-2011, 18:38
  5. Velox não pode mais ser compartilhada?
    Por GiluanMoral no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 64
    Último Post: 04-02-2009, 17:56

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L