Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão

    Citação Postado originalmente por Acronimo Ver Post
    Eu, adaptei um conector sma e fl dentro do notebook e furei a carcaça na lateral entao o tecnico vai no cliente e so pluga a antena, e faz o teste com o netstrumbler, fica melhor do que usar o usb, alem disso o chipset do cartao acer é atheros,
    Voce ta voando hem rapaz... essa é uma resposta pro outro topico que foi aberto. Rsrsrsrsrsrs...

    Posso então entender que um MK do tipo RB433AH com 2 cartões R52H suporta uns 200 usuários simultâneos como AP?
    De maneira nenhuma essa RB agueta isso. cada cartao com 100 clientes? jamais, cartoes bons aguentam no maximo 50 (algum genio vai postar dizendo que ja pos 70 ou 80 mas na verdade ta forcando o cartao)

    Quanto a pergunta do tópico, arrume uma placa ou cartao e instale o MK num pc e faca controle de banda nele e na porta ether do MK distribua rede cabeada no predio que voce consegue atender tranquilamente.

    Nunhum AP vai aguentar 200 clientes pendurados nele. Em modo AP pior ainda.

  2. #8

    Padrão

    Pedro se não em modo AP qual o outro melhor modo de fazer isto?

    Não com 100 usuários por cartão, mas com sua capacidade ideal sem comprometimento da qualidade?

    Se a pretensão é colocar em um prédio, onde possam existir 200 usuários (não simultâneos) pode ser que fazer o cabeamento (cat5 pelo que entendi) interno ao prédio não seja algo muito fácil de se realizar.

    Será que APs internos (indoor) ajudaria?

    Valew!!



  3. #9

    Padrão

    Se voce por uma antena no topo do predio, ninguem dentro dele vai conseguir se conectar por causa do angulo de irradiacao das antenas

    Se for um predio de varios andares voce vai ter que colocar um bom AP pra cada andar e mesmo assim sera arriscado porque os predios tem paredes internas que atenuarao o sinal.

    Pra atender 200 clientes, vc tera que ter um PC-AP com 4 cartoes com 50 clientes e 4 antenas.

    O melhor pra atender o predio é receber o sinal pelo PC-AP e distribuir via cabeamento, porque com certeza se vc usar wireless vc vai ter serias dores de cabeca com reclamacao que a rede esta instavel ou parada.

  4. #10

    Padrão

    Ok Pedro, então a solução é o cabeamento.

    Uma torre no topo do prédio recebendo o sinal do provedor ligado em um AP poderoso. Dali pela ethernet desceria até os hubs/switchs de distribuição e deles para a residencia dos usuários. Ok?

    Será que se adotasse uma solução do tipo xDSL e cabos CTP-APL não seria uma alternativa viável?



  5. #11

    Padrão

    É, uma torre no topo do predio com um bom PC-AP e o cabo descendo ate eles.

    O que vc quer é por um aparelho na central PABX do predio e distribuir pelo telefone?

    Acho que saira mais em conta distribuido pelos cabos mesmo... Sem contar que se der jegue na central eles vao meter a faca em você.

  6. #12

    Padrão

    Não usar apenas a tubulação do prédio que existe, ou até mesmo os cabos existentes.

    A preocupação é passar os cabos cat5 pelo prédio. Dependendo do prédio isso é muito difícil de fazer pois já tem Telemar, BrT, Net, etc.

    Mas valeu pela sua ajuda Pedro.

    Obrigado