+ Responder ao Tópico



  1. Grande mestre 1929, "Caixa verde é um lugar no espaço vetorial onde a intensidade de sinal, a velocidade de processamento e a relação sinal/ruído definem um ponto bom para comunicação. São lugares teóricos onde você deve deixar funcionando um enlace entre duas antenas".

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    É por isso que te respeito também.

    Aproveitando: este negócio de caixa verde não é parecido com aquela solução do companheiro que postos poucos dias atrás. Ele colocou o cartão da engenius dentro de uma caixa para isolar e depois colocou dentro de outra?

  2. Citação Postado originalmente por jodrix Ver Post
    Grande mestre 1929, "Caixa verde é um lugar no espaço vetorial onde a intensidade de sinal, a velocidade de processamento e a relação sinal/ruído definem um ponto bom para comunicação. São lugares teóricos onde você deve deixar funcionando um enlace entre duas antenas".
    Caraca, eu já estava pegando um outro rumo.

    Seria então o ponto de calibragem ideal. Mas este ponto é teórico ou na prática se consegue mesmo eliminar todas as "interferencias", mesmo aquelas geradas por outros rádios na mesma frequencia ou quando outra antena está apontada diretamente para a nossa.
    Os fabricantes prometem melhor relação frente/costas, mas sabemos que na prática não é assim. Antenas que não deveriam receber praticamene nada de sinais vindos por trás, acabam recebendo.
    E como numa instalação, a única coisa que podemos variar é o comprimento do cabo, fica então a curiosidade.

    E você disse agora, "deixar funcionando um enlace entre duas antenas". Mas e se for um enlace multi-ponto?
    É tanta pergunta que vou ter que ir no próximo para ver de perto mesmo. Como eu tinha te dito, pena que foi nesta época. Vou sair com todo o meu pessoal em 15 de fevereiro, então ficava contra-mão ir lá agora, voltar e depois ir de novo em férias.



  3. Perfeito mestre 1929, é isso mesmo "Seria então o ponto de calibragem ideal", mas preste atencão, as vezes numa instalaçao nos preucupamos com sinal, certo, agora olhe só, de que adianta ter 75 (-45 dBm) se tem um concorrente por exemplo 73 (-46 dBm) então achamos "outra posição" em que nosso sinal fica 61 (-53 dBm) mas em compensação o do concorrente fica 41 (-65 dBm) então praticamente a "interferencia ou Sobreposição " deixa de existir ou não afeta tanto quanto na 1 opção, veja só , perdemos sinal, mas ganhamos qualidade (sinal/ruido) essa é apenas umas técnicas para se eliminar interferencia. Veja, não gastamos com nada, naõ compramos cartoes carrissimos que prometem mundos e fundos, só colocamos a antena do cliente , mais pra cima, pra baixo, direita, esquerda... sacou....

    "Os fabricantes prometem melhor relação frente/costas, mas sabemos que na prática não é assim. Antenas que não deveriam receber praticamene nada de sinais vindos por trás, acabam recebendo.
    E como numa instalação, a única coisa que podemos variar é o comprimento do cabo, fica então a curiosidade."

    Perfeito de novo, esse é o grande problema, relação frente/costas, "antenas de grades bahh .... qualquer frigideira é melhor" (Eng. Gilvan) o ideal é usar parabolas fechadas e com um anel de 2 x comprimento da onda, por exemplo 2.4 = 12cm então 2 x 12 =24 cm na volta, pronto fica que nem cavalo com aqueles tapa olho (não sei nome) onde ele só encherga pra frente... imagina aponta pra tuas antenas.... entra muuuiiito pouca interferencia .... ja reparou as da telecom...aha é pra isso mesmo...sacou.... outra maneira de tirar interferencia....

    "É tanta pergunta que vou ter que ir no próximo para ver de perto mesmo." Como ja disse Vale cada centavo, me faz bem, estar perto de pessoas inteligentes, principalmente aquelas que simplificam em vez de complicar.

    Abraços.

    Jodrix

  4. Citação Postado originalmente por jodrix Ver Post
    Perfeito mestre 1929, é isso mesmo "Seria então o ponto de calibragem ideal", mas preste atencão, as vezes numa instalaçao nos preucupamos com sinal, certo, agora olhe só, de que adianta ter 75 (-45 dBm) se tem um concorrente por exemplo 73 (-46 dBm) então achamos "outra posição" em que nosso sinal fica 61 (-53 dBm) mas em compensação o do concorrente fica 41 (-65 dBm) então praticamente a "interferencia ou Sobreposição " deixa de existir ou não afeta tanto quanto na 1 opção, veja só , perdemos sinal, mas ganhamos qualidade (sinal/ruido) essa é apenas umas técnicas para se eliminar interferencia. Veja, não gastamos com nada, naõ compramos cartoes carrissimos que prometem mundos e fundos, só colocamos a antena do cliente , mais pra cima, pra baixo, direita, esquerda... sacou....
    Está aí então o "pulo do gato". Começo a entender agora o que o Gilvan queria dizer.
    Mais importante que o valor obtido no sinal é o valor obtido no ruído.
    Eu já tinha lido sobre isso, mas nunca tinha pensado neste tipo de aplicação. Somos condicionados a sempre buscar mais sinal, o que nem sempre vai ser o melhor na prática.

    Mas pode acontecer de alguns casos haver tantas estações que simplesmente não se vai conseguir um posicionamento melhor, ou sempre se conseguirá?



  5. Nobre 1929 e Jodrix, permitam-me discordar dos amigos mas considero essa prática "impossível" em ambiente poluído.

    Abs
    Última edição por Magal; 06-02-2009 às 01:29.






Tópicos Similares

  1. Superposição II ... a saga continua (Curso GEenge)!!!!
    Por jodrix no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 10
    Último Post: 31-03-2009, 10:38

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L