+ Responder ao Tópico



  1. #161

    Padrão

    nossa, hoje vi esse tópico, fiquei admirado, dediquei um tempão a ler tudo, post a post.

    sim ha muita coisa a se aprender. vou fazer esse curso logo, assim que conseguir, acho que vou de moto, hehe 600km,,

    Todo Tecnico é util para a empresa, pq sabe fazer algo de bom, e o segredo esta no pulo do gato, eu posso ensinar varias coisas a varias pessoas, mas o que me diferencia dos outros, é aquela coisinha simples, que me torna especial. e isso pode ate ser passado, mas gente temos que fazer nossa parte tbem, esses poemas e xaradas, tem tudo a ver, a proposta nao é ensinar a receita do bolo e sim fazermos pensar, analisar e aprendermos com isso.

    sobre a Lua, como a maioria dos tecnicos,o que ia fazer

    Antena Hyperlink 37 dbi, cartao xr5 600 mw, em ambos os lados, uma estação Lunar para Ligar a RB433AH (que tem medidor de Voltagem) ,pra eu acompanhar daqui as baterias).

    Acredito que se fosse estudar mais a fundo, ia descobrir ter uma relação onde no vacuo com qualquer potencia chegaria a uma distancia absurda, ou nao, por nao ter ar as ondas nao se propagaram, nao sei ao certo.... Mas um saberei.

    Agora, mil aplausos ao Gilvan com o texto do Tecnico Responsavel, o que mais tem é tecnico e engenheiro, que só cobram a mensalidade, nao entendem porcaria nenhuma, e nao fazem nada.

    Parabens, vou começar a atuar mais nesse forum..

  2. #162

    Padrão

    Isso é muito pra minha cabeça...
    Sou ótimo em matemática, mas aí já é sacanagem... hauehaue!!!



  3. #163

    Padrão

    Tenho acompanhado esse tópico com entusiasmo. Aprender nunca é demais.

    Não sou especialista mas com os conhecimento que tenho e considerando que ambos os pontos haveria alimentação para os equipamentos e desconsiderando o realinhamento e a sombra (rotação da Terra / deslocamento da Lua) seria possível e funcional sim.
    Acredito que o cuidado maior será com a irradiação do sinal que deverá ser perpendicular à ionosfera de outro modo o sinal seria refletido (ou sofreria "ricochete").

    É provável ainda que a onda irradiada sofra difração, e ruído das tempestades solar.

    Chutes:
    A) 250mW
    B) 32 dbi (o diâmetro teria que seguir aquela sua recomendação para o acoplamento - ou é caixa verde?)
    C) Certamente*.

    Se o Ruble, a sonda em Marte e Apollo 13 funciona pq logo alí não funcionaria?! Acho que no vácuo ondas eletromagnéticas têm maior alcance já que não sofre resistência de moléculas no ar.

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post

  4. #164

    Padrão

    Citação Postado originalmente por jhonnyp Ver Post
    e isso pode ate ser passado, mas gente temos que fazer nossa parte tbem, esses poemas e xaradas, tem tudo a ver, a proposta nao é ensinar a receita do bolo e sim fazermos pensar, analisar e aprendermos com isso.

    ..
    parece que é bem por ai, tipo até o sergio ( que nao vai com a minha cara) é da mesma opinião do gilvan, "Pega tua vara que eu te ensino a pescar", esas charadas ja me dueram os dentes de tanto pesquisar, mesmo nao sendo pro meu bico eu sempre vo la no bendito google e do uma pesquisada, o que eu tava procurando hj era com respeito a propagação de ondas no vácuo, mas nao achei , sei que na atmosfera ela sofre bastante com obstaculos, mas no vacuo acho que com 32 Mw ou menos que seja, da pra atingir distancias absurdas.
    E quanto a polêmica, olha o que eu achei no dicionário:
    fórum| s. m.
    fórumhttp://www.priberam.pt/dlpo/imagens/transparent.gif
    do Lat. forum


    s. m., foro;

    reunião ou local de reunião sobre tema específico ou para debate público;

    seminário;

    congresso;

    encontro.



    Pesquisando mais um poquinho sobre uma das definições "debate"
    debate| s. m.3ª pess. sing. pres. ind. de debater2ª pess. sing. imp. de debater
    debatehttp://www.priberam.pt/dlpo/imagens/transparent.gif
    s. m., discussão;

    altercação;

    disputa;

    questão;

    contestação.


    Última edição por fernandofiorentinn; 16-03-2009 às 20:19. Razão: Removendo hypelinks(tentando)



  5. #165
    Moderador Avatar de Magal
    Ingresso
    Mar 2007
    Localização
    Rio de Janeiro
    Posts
    2.043
    Posts de Blog
    118

    Padrão

    Continuo dizendo que o Gilvan teria muito para ensinar aqui no fórum!!!

  6. #166

    Padrão

    O Gilvan é um um grande marqueteiro, isso sim.

    Ele sabe o que está dizendo, até pela formação profissional, mas leva o conhecimento no marketing.

    Deixa até o Washington Olivetto no chão.



  7. #167

    Padrão

    Aqui fiz as seguintes contas.

    Sendo p a perda em dBm no vácuo, d a distância em metros e f a frequência em Hz:

    p = 20 * log(d) + 20 * log(f) - 147,56

    p = 20 * log(40.000.000) + 20 * log(5.800.000.000) - 147,56

    p = 20 * 7,602059991327962390427477789449 + 20 * 9,7634279935629372825465856576937 - 147,56

    p = 152,04119982655924780854955578898 + 195,26855987125874565093171315387 - 147,56

    p = 199,74975969781799345948126894278 =~ 199,75

    Portanto, a perda do sinal no vácuo nesses 40.000 Km é de 199,75 dBm

    Sendo TxP a potência de transmissão do rádio, TxG o ganho da antena de transmissão e RxG o ganho da antena de recepção, o sinal que chega em um rádio é TxP + TxG - p + RxG. Se quisermos ter uns -65 dBm de sinal no receptor, então TxP + TxG - p + RxG = -65.

    Nesse enlace, vamos usar os XR5, que podem chegar a 28 dBm de potência. Já sabemos também a perda, então, a fórmula fica:

    28 + TxG - 199,75 + RxG = -65

    Vamos usar o mesmo XR5 do outro lado também, assim só precisamos fazer uma conta. As antenas também devem ser iguais, pra ficar tudo certinho. Então, se as antenas são iguais, TxG = RxG:

    28 + TxG - 199,75 + TxG = -65

    A equação agora só tem uma variável. Então, vamos calcular qual deve ser essa variável, ou seja, qual deve ser a nossa antena:

    2 * TxG + 28 - 199,75 = -65

    2 * TxG = 106,75

    TxG = 106,75 / 2

    TxG = 53,375

    De acordo com os cálculos, uma antena de pelo menos 54 dBi de ganho e rádios XR5 em potência máxima nas duas pontas resolve o problema. Estou certo, Gilvan?

    PS: Desprezei a ionosfera, pois não tenho certeza se ela trará problemas nesta frequência. Mesmo se soubesse, não saberia calcular a perda que o sinal teria ao passar pela ionosfera. Considerei apenas o vácuo e que a perda no ar e praticamente a mesma no vácuo, além de, nesse caminho todo, termos mais vácuo do que ar.
    Última edição por jpjust; 16-03-2009 às 21:29.

  8. #168

    Padrão

    Parabéns!!!!

    Meu radio mobile não conseguiu colocar uma estação na lua e infelizmente não pude fazer a conta, já que utilizo a facilidade do software



  9. #169

    Padrão

    Brilhante Jpjust.

    Agora que tu colocou no papel estas contas, ficou fácil de entender. Eu só gosto da matemática depois de resolvido os problemas. hehehe!!!

    É um verdadeiro "ovo de Colombo", de tão fácil que ficou o entendimento, isto se não for mais uma charada do Gilvan.

    Aqui pelo sul, quando se quer pegar alguém numa charada se diz "pega ratão" (não me pergunte o porquê da expressão, pois não sei). Por isso fico ainda com o pé atrás.

  10. #170

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Aqui pelo sul, quando se quer pegar alguém numa charada se diz "pega ratão" (não me pergunte o porquê da expressão, pois não sei). Por isso fico ainda com o pé atrás.
    Valeu pela explicação. Já ia mandar um e-mail pra Gilvan perguntando que diacho é "Pega Ratão"! Acho que vou adotar essa gíria.



  11. #171

    Padrão

    Citação Postado originalmente por jpjust Ver Post
    Valeu pela explicação. Já ia mandar um e-mail pra Gilvan perguntando que diacho é "Pega Ratão"! Acho que vou adotar essa gíria.
    Ah! me esqueci de dizer. Normalmente é tipo pegadinha. Não uma charada com o ojetivo de fazer pensar.

  12. #172

    Padrão

    a distancia entre a terra e a lua é de 384.000 kilometros aproximadamente. 40.000 quilometros é o que minha motinha ja rodou dando suporte aos clientes. Acho que é por isso que chama "pega ratão" a figura do guru..



  13. #173

    Padrão

    Caralho jpjust, doeu minhas vistas olhar pra tanta conta. Parabéns, realmente fiquei admirado com seu conhecimento matemático.

  14. #174



  15. #175

    Padrão

    Citação Postado originalmente por GilvanEnriconi Ver Post
    Em repetidoras de tv é comum a montagem de antenas em fase.
    Normalmente são conjuntos de yagi alimentadas com 1/4 de onda de diferença nos cabos, para casar a impedância.
    Aumenta o ganho.

    Mas em 2.4 já temos antenas de muito bom ganho, suficientes para o serviço.
    Agora eu te pergunto: este uso seria para aquela antena de dupla polarização que tu fabrica?

  16. #176
    xargs -n 1 kill -9 Avatar de sergio
    Ingresso
    Jan 2004
    Localização
    Capital do Triângulo
    Posts
    5.202
    Posts de Blog
    9

    Padrão

    Prometi que não iria mais comentar nada a respeito deste tipo de post... mas eu queria ver apenas um, unzinho só, que o Ilmo Sr. Gilvan ao menos respondesse, quando alguém lhe dirige uma questão. Só isso... vejo vários usuários perguntando, sugerindo, mas a resposta é o SILÊNCIO...

    Depois de um mês lá vem outro POST com um desenho mal feito....

    Isso é um forum, normalmente existe um debate e não uma apresentação de temas para estudo em casa.



  17. #177

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Agora eu te pergunto: este uso seria para aquela antena de dupla polarização que tu fabrica?
    De acordo com o desenho , são sim..

  18. #178

    Padrão

    Citação Postado originalmente por fernandofiorentinn Ver Post
    De acordo com o desenho , são sim..
    Se é assim, ele realmente é um grande marqueteiro.



  19. #179

    Padrão

    É gente, dessa eu tô fora!!! Quero aprender a instalar antenas aqui na terra mesmo. Temo que eu não consiga nehum cliente na lua.


    E quanto as ferramentas... Ainda prefiro meu radio mobile!!!
    Última edição por JHONNE; 18-03-2009 às 07:06.

  20. #180

    Padrão

    Tenho a impressão que este senhor até quer ensinar algo, mas quer fazer isso provando aquela teoria dos parafusos e alicates de corte. "Dois iluminadores numa antena só."

    Sr. Gilvan o que preciso para calcular o alcance de um enlace em 2.4, 3.3 ou 5.8 tedo o ganho da antena, sendo a mesma omni, setorial ou direcional e tendo a potência do rádio? O que mais devo considerar? Comecei testes a duas semanas. O que devo verificar se o alcance calculado não for alcançado? Grato