+ Responder ao Tópico



  1. #1
    witalodiego
    Visitante

    Padrão Diagrama de irradiação

    Prezados amigos. Alguém poderia me explicar como "ler" um diagrama de irradiação? Este exemplo:

    http://loja.tray.com.br/adm/editor/u...Space_22vh.JPG

    Sabemos a vital importância de conhecer a angulação hor. e vert. do sinal das antenas. Meu problema é entender o diagrama

    Obrigado.

  2. #2

    Padrão

    Veja uma linha azul, próximo da borda. Essa linha marca uma perda de -3 dBi em relação ao ganho total da antena. Você verifica o ângulo que a linha vermelha forma entre os dois pontos que ela toca na linha azul.

    Neste exemplo, tem mais ou menos 8º na vertical e 6º na horizontal.

    A linha vermelha marca o ganho da antena em cada direção. Suponha que essa antena tenha ganho de 24 dBi. Então, próximo a 4º acima ou abaixo, ela vai ter ganho de 21 dBi.



  3. #3

    Padrão

    Boa noite gente!

    Eu já suspeitava que aquela linha azul era a base para o cálculo de angulação, mas acredito que o correto para descrição dos angulos de aberturas seja a soma (ou dobro) do ângulo lido, pois a abertura e tanto para cima como para baixo do eixo x em 0 graus. Assim se foi lido 8 graus de abertura para cima e 8 graus de abertura para baixo, a abertura total seria de 16 graus. Bom, pelo menos é isto que entendo lendo as especificações e vendo os diagramas de irradiação, por exemplo, do painel setorial EMCTEST de 15dbi.

    Abraços gurizada.

  4. #4

    Padrão

    Citação Postado originalmente por flaviomreis Ver Post
    Boa noite gente!

    Eu já suspeitava que aquela linha azul era a base para o cálculo de angulação, mas acredito que o correto para descrição dos angulos de aberturas seja a soma (ou dobro) do ângulo lido, pois a abertura e tanto para cima como para baixo do eixo x em 0 graus. Assim se foi lido 8 graus de abertura para cima e 8 graus de abertura para baixo, a abertura total seria de 16 graus. Bom, pelo menos é isto que entendo lendo as especificações e vendo os diagramas de irradiação, por exemplo, do painel setorial EMCTEST de 15dbi.

    Abraços gurizada.
    Exatamente. Eu li 4º pra cima e pra baixo, por isso falei que eram 8º



  5. #5

    Padrão

    E entre aquele círculo azul e a borda, tem algum significado relevante?

    Outra coisa: estes gráficos não tem nada a ver com distâncias, né? Mas sim com ganhos em comparação com uma isotrópica?

  6. #6

    Padrão

    Pois é, sempre pensei também que poderia ver ali algo sobre distância, mas não tem nada a ver não. Eis a forma de calcular a distância que o Eng. Carlos da TSM me enviou:
    Para saber se uma antena atende as tuas exigência é preciso obter mais informações. Para um alcance de um link de transmissão/recepção é preciso conhecer as características das antenas (as duas são importantes),atenuação devido a propagação da onda eletromagnética e características dos rádio.

    Para determinar qual a antena que se precisa deve ser feita a seguinte conta:

    Rx = Tx + G_ant_tx + G_ant_rx - L_prop - L_cabos, todos os valores em dB

    ou Rx = Tx*G_ant_tx*G_ant_rx/(L_prop*L_cabos), todos os valores em unidades lineares.


    Se for utilizado o mesmo conjunto de cabos/conectores na outra ponto do link de comunicação e considerando a perda de propagação como espaço livre - Friis - (caso ideal - sem considerar reflexão, multipercurso, obstáculo, espalhamento, relevo, etc.)

    L_prop = 20*log10 (4*pi*dist/lamba), sendo lamba = 3e8/2.45e9 = 0.1224 m ou 12.2 cm
    L_prop = 112 dB

    G_ant_tx (60°) - PS240012-90 = -5dB (em relação ao máximo) ou 12.5 - 5 = 7.5 dBi



    Rx = Tx + G_ant_tx + G_ant_rx - L_prop - L_cabos
    Rx = (18 - 4) + 7.5 + G_ant_rx (deveria estar alinhado - logo valor máximo) - 112 - 4

    Rx tem que ser maior que a sensibilidade do teu rádio receptor e G_ant_rx o ganho da antena recepctora.

    Depois troca os valores dos rádios Tx e o Rx (se forem o mesmo rádio não precisa) e recalcula. O pior caso deve prevalecer. (Somente é necessário este cálculo se mudar a potência de transmissão ou a sensibilidade entre os rádios).
    Abraços



  7. #7

    Padrão

    Fiquei enrolado em alguns valores:
    Porque TX= (18-4) ? 18 dbm seria a potencia do rádio. Mas e o 4 donde saiu?
    E porque o ganho da antena que é 12.5 dbi diminui 5?

  8. #8

    Padrão

    hehehe, desculpe, esqueci de complementar que ele passou-me este cálculo já com valores que havia definido, como rádio de 18dbm e distância de 4km (este distância rende 112db de perta em espaço livre), estes -4 db seriam referentes as minhas perdas com cabo e conectores. O painel do exemplo é de 12.5dbi e acredito que aquela redução de 5db seja porque nem sempre o cliente estará apontado exatamente para o centro do painel, mas dentro de uma faixa de perda de 5db fechando 90graus de abertura (ainda realmente não sei porque 5dbi se normalmente os diagramas definem o ângulo de abertura com base em perda de 3db).



  9. #9

    Padrão

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Fiquei enrolado em alguns valores:
    Porque TX= (18-4) ? 18 dbm seria a potencia do rádio. Mas e o 4 donde saiu?
    E porque o ganho da antena que é 12.5 dbi diminui 5?
    Esse -4 acho que foi a perda nos cabos na parte transmissora.

    Sobre entre o círculo azul e a borda, ali dentro é onde o ganho é de no máximo o ganho da antena e no mínimo o ganho da antena -3 dBi, ou seja, ali dentro o ganho é útil, fora dali, só é "resto" de sinal (falando em grosso modo).

    E sobre a distância, o cálculo é esse mesmo. Aí você vai ajustar o ganho das antenas de acordo com a distância. E ajustar o ganho é melhor que aumentar a potência, pois se você aumenta o ganho, você vai aumentar a potência de saída total (EIRP) e ao mesmo tempo aumentar o sinal que recebe.

  10. #10

    Padrão

    Complementando, só vai depender da sensibilidade do rádio receptor a capacidade de poder receber sinal, no caso em duas vias, a sensibilidade de recepção do cliente e também do AP, ou seja, acredito que o cálculo deva ser feito nas duas direções.



  11. #11

    Padrão

    Citação Postado originalmente por flaviomreis Ver Post
    Complementando, só vai depender da sensibilidade do rádio receptor a capacidade de poder receber sinal, no caso em duas vias, a sensibilidade de recepção do cliente e também do AP, ou seja, acredito que o cálculo deva ser feito nas duas direções.
    Mas lembre-se que o ganho da antena aumenta tanto o sinal que sai quanto o que entra. Por exemplo: suponha que você está usando uma antena de grade de 24 dBi. Se o sinal chegar na antena a -80 dBm, ele vai entrar no rádio com -56 dBm. (-80 + 24).

    Se no seu AP cliente, o sinal mostra -56 dBm e a antena é de 24 dBi, então o sinal "no ar" que chegou até a antena está com -80 dBm de potência.

  12. #12

    Padrão

    Para calculo de enlace, ver se é possível fechar... etc... verificando o ganho de antena, radio e distância, de uma olhada aqui:

    STL Path Loss

    Bem simples de se trabalhar...

    Um Abraço,
    Marcelo Piaz Vianna