+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por fernandofiorentinn Ver Post
    (...) semana passada um cliente me ligou e queria que eu colocasse de volta o linux no pc dele, eu tinha pegado pra instalar a placa wireless e instalei o windows xp, office entre outros, o cara ficou indignado, eu falei que tudo bem porém eu disse que não manjava de linux, e que não poderia dar suporte caso ele necessitasse e que cobraria pra formatar novamente, (...) resultado: ganhei 50 reais, é fato, computador domestico usa windows pela praticidade e necessidade(...)
    - A grande maioria dos computadores vendidos hoje no Brasil com Linux é mal configurado (estou supondo, pode até não ser o caso relatado). Para poderem se enquadrar nas regras do "Computador para Todos" colocam um sistema operacional livre sem qualquer preocupação de configurá-lo adequadamente ao hardware. Daí não funciona o som, a placa wireless, o gravador de CD, etc. É claro que isso por um lado contribui - injustamente - para a má-imagem do software-livre, e mais especificamente do Linux.

    O cara que comprou não está nem muito interessado em saber se lá dentro do computador tem Windows, Linux ou outro bicho estranho; ele quer simplesmente usar, quer que funcione (a placa wireless, p.ex.) então pega o micro leva num técnico: o segundo problema.

    - A grande maioria dos técnicos, seguindo à necessidade do mercado (ainda) dominado pela MS, conhece Windows mais que qualquer outra coisa e vai logo sugerindo instalar o XP caolho "muito melhor que esse tal de Linux"...

    Quer dizer, se aqueles que deveriam conhecer do assunto manifestam -- com fundamento ou não, isso é uma outra questão -- uma opinião de que o Windows é melhor, fica realmente difícil para o leigo, que quer simplesmente ver seu computador funcionando corretamente, pensar qualquer coisa diferente disso. E assim o ciclo vai se eternizando.

    Quebrar essa inércia, esse ciclo vicioso, é uma das tarefas mais difíceis e não se trata de uma questão circunscrita ao software-livre, mas na veraade se estende para muitos outros domínios (consciência ecológica, ética-corrupção e por aí vai). Difícil porque exige um esforço inicial que a maioria não está disposta a dar - se "tudo sempre foi assim e funcionava!", por que mudar?

    Talvez por isso que a evolução seja contada em séculos, às vezes milénios.

    - Acho que isso não é razão para desanimar e perder a esperança no ser humano. Mas é preciso agir - cada um na medida de sua possibilidade - para ajudar a que essa mudança aconteça mais rapidamente.

    Eu não técnico nem mexo profissionalmente com informática, mas por curiosidade e, sobretudo, por compartilhar dos ideais do software-livre, já coloquei (e configurei! ) sistemas como Debian-Ubuntu-e-Zenwalk em uns 6 computadores de familiares e amigos e dou uma ajuda/suporte sempre que eles precisam, o que é bem raro. Claro, no começo tive que dar algumas explicações (e por vezes ouvir um ou outro palavrão), porque todos estavam acostumados com outro sistema, mas às vezes a gente se surpreende com a capacidade das pessoas de se adaptarem a algo diferente. Hoje meus pais (há 6 meses com Ubuntu) dificilmente me pedem ajuda e fazem tudo o que faziam antes com o MS/XP - e desnecessário dizer: nunca mais tiveram problemas com vírus...
    ___________________

    Enfim, desculpem, meu comentário acabou ficando um pouco longo, mas era para tentar fazer um apanhado das coisas que foram discutidas aqui e que realmente - me parece - são bastante relevantes.

  2. Nós vamos trabalhar em cima disso, tenho conversado com Sukkubus sobre o assunto, ai vão fluindo idéias.

    Quanto mais "cabeças pensantes" e pessoas dispostas a colaborar, mais rápido conseguiremos resultados.


    Sds,



  3. Eu estava relendo e analisando essa parte determinante do comentário:

    "Quebrar essa inércia, esse ciclo vicioso, é uma das tarefas mais difíceis e não se trata de uma questão circunscrita ao software-livre, mas na veraade se estende para muitos outros domínios (consciência ecológica, ética-corrupção e por aí vai). Difícil porque exige um esforço inicial que a maioria não está disposta a dar - se "tudo sempre foi assim e funcionava!", por que mudar?

    É que essas pessoas leigas só querem saber do acesso a internet em si e para elas é totalmente sem importância procurar saber sobre as vantagens e desvantagens em relação ao sistema que vão utilizar; são comodistas à beça, infelizmente há muita gente alienada, muita gente com conhecimento restrito ou até sem nenhum conhecimento.

    Muitas dessas pessoas preferem ser adeptas do "eu vou onde a maioria vai e faço o que a maioria faz", verdadeiro "tiro aleatório", vão e fazem sem saber por quê.

    Mesmo em meio a tantas dificuldades, eu acho válido fazer esse trabalho minucioso de conscientização e voltado a promover a amplitude do conhecimento.

    Sds,

  4. Citação Postado originalmente por CammyL Ver Post
    É que essas pessoas leigas só querem saber do acesso a internet em si e para elas é totalmente sem importância procurar saber sobre as vantagens e desvantagens em relação ao sistema que vão utilizar; são comodistas à beça, infelizmente há muita gente alienada, muita gente com conhecimento restrito ou até sem nenhum conhecimento.
    Isso não deixa de ser verdade, mas acho também que isso reflete um pouco o nosso ponto de vista. Quero dizer, todos nós somos (e provavelmente já fomos ainda mais no passado) leigos em alguns (muitos) sentidos. Mas cada qual tem suas *aptidões* e áreas de interesse e acabamos fazendo escolhas e nos familiarizando mais com alguns assuntos - é natural e bom que seja assim, pois traz diversidade.

    Para nós (aqui do Fórum) acho que essa atitude descrita (CammyL) pode ser facilmente identificada como comodismo, alienação, ignorância ou maria-vai-com-as-outrice - e é!

    Isso é uma coisa. Mas como fazer entender isso para quem não tem interesse algum em saber "o que está embaixo do capô" porque só quer usar o meio de transporte pra chegar no destino? (e mais uma vez, entre nós, tem gente que escolhe cada destininho...) E, ainda mais complicado, como explicar isso de maneira que eles se convençam que essa mudança vale à pena apesar de poder exigir alguns sacrifícios. "Sinto de segurança senão você pode morrer": é óbvio (e, assim como o Linux, de graça), mas mesmo assim teve gente que custou aceitar. Agora vai explicar lá no começo do século passado que fumar dá câncer, há 20 anos que comer carne de vaca contribui para a poluição do planeta que, aliás, gira em torno do sol, hoje todo mudo sabe disso (será?), mas teve quem ardesse na fogueira por ter ousado dizer há 500 anos.

    Daí, sem querer, voltamos ao título da Sukkubus: aptidão ou necessidade?

    Eu diria: aptidão para os que vêem antes porque estão envolvidos com o meio - não apenas como meros usuários - e enxergam além do trivial (ok, isso talvez seja novamente a nossa visão, mas enfim não dá pra ser neutro a vida toda). Necessidade - queira Jeová que assim seja - para os que virão após, seja por questões financeiras (é mais barato), técnicas (é melhor), de universalidade (open-source / padrões abertos) ou ainda - queira novamente Jeová seja por isso - por ideologia (porque, acima de tudo, trata-se de liberdade; e, como diriam os radicaislivres, se você pode ser livre e liberdade não tem preço, tá esperando o que?).
    Última edição por fbugnon; 11-04-2009 às 22:43.



  5. Citação Postado originalmente por CammyL Ver Post
    É que essas pessoas leigas só querem saber do acesso a internet em si e para elas é totalmente sem importância procurar saber sobre as vantagens e desvantagens em relação ao sistema que vão utilizar; são comodistas à beça, infelizmente há muita gente alienada, muita gente com conhecimento restrito ou até sem nenhum conhecimento.
    Paremos pra pensar então: Porque raios o cara que nunca viu um PC na vida fica interessado na tal Internet (Podem ter milhares de motivos, mas será que algum deles tem interseccao com a motivaçao em usar outro SO?)






Tópicos Similares

  1. Comandos do Linux (iniciantes ou não)
    Por Magal no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 03-05-2010, 17:14
  2. instalar e configurar um servidor em linux(fedora ou outro)
    Por meds no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 10
    Último Post: 20-05-2005, 08:33
  3. Mandrake linux oficial ou beta
    Por felidalcin no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 26-03-2005, 17:10
  4. Instalando Linux em maquinas gemeas (100 maquinas ou mais)
    Por GothInTorment no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 18-02-2003, 09:43
  5. ADSL - Ligar no linux ou no HUB?
    Por gholtz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 20-11-2002, 12:27

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L