+ Responder ao Tópico



  1. #55

    Padrão

    Bom dia Senhores

    Realmente como eu disse anteriormente isto é um assunto muito polemico e mexe muito com a imaginação de nos que estamos neste ramo.

    Porem eu andei estudando os projetos "cidades digitais", afinal nao há melhor arma contra estas coisas do que a informação.

    E vi que ja foram implantados varios casos de sucesso, porem estes casos na maioria das vezes tem algo em comum, a parceria publico privada, geralmente contratam uma empresa ja experiente para a montagem do projeto e ver a viabilidade da coisa(parte burocratica), e contratam tambem um empresa do proprio muncipio para dar manutenção na rede;

    A base do projeto é a interligação de todos os departamenos publicos e orgaos municipais, visando a economia em link de internet e telefonia.

    E a internet de graça? bom internet de graça nao é inclusao digital, pois mesmo os preços dos computadores estarem tao baixos e voce poder comprar um micro basico "made in casas bahia" por R$799,00 em 24X, ainda tem muita (e quando eu digo muita é muita mesmo), gente que nao tem condições de comprar um computador, ou seja ainda tem este obstaculo a ser vencido, qual a saida? fazer centros digitais com acesso ao publico e alunos de escolas principalmente crianças carentes, porem apenas com acesso a sites de bibliotecas, orgaos publicos, e bloquear todo o resto: orkut, msn, porntube, sextubo ou todo o resto que nao faça parte de sites educacionais ou coisas do genero.

    Se muito bem feito eu como uma pessoa otimista que sou, acredito que de certo e nao atrapalhe em nada a iniciativa privada pois quem quiser acesso total e atendimento de qualidade pagará por isso sem problemas.

    Eu vejo a coisa da seguinte maneira, a prefeitura nao poe combustivel de graça no teu carro, mas disponibiliza transporte publico (onibus) gratuitamente para os cidadãos, ou seja quer conforto ande no teu carro com seu combustivel, quer economia vai de onibus.

    É logico, como os outros parceiros do forum ja disseram nos posts anteriores, infelizmente isso vai servir apenas para fins politicos e vai beneficiar alguns poucos.

    Mas acho que cabe a nos provedores, que temos licença scm, pagamos impostos, damos empregos no muncipio, cobrarmos de nossos prefeitos e vereadores. Se querem fazer, façam de uma maneira que todos sejam beneficiados e que nao venham a bater de frente com as pessoas que estao neste ramo batalhando por um espaço no mercado e ja tem problemas burocraticos demais.


    Fica ai minha opniao


    Abraços



    Marcelo

  2. #56

    Padrão

    Na minha opinião essa é uma grande palhaçada, sou a favor das infovias, interligando os orgãos da administração publica somente.

    Internet gratis para população?? O governo não tem condições de dar o basico que a população necessita: Saneamento basico, saude, transporte digno, educação (quer dizer tem sim, mas não sobra dinheiro pra coisas superfluas como essas, nosso queridos representantes estão mais ocupados aumentando seus salarios, beneficios ou aprovanto emendas constitucionais para aumentar o numero de cadeiras).

    Ontem vi na tv uma pesquisa sobre o que deve ser mudado no brasil para melhorar a vida das pessoas os resultados vão para o Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

    Não sei a opinião de vocês, mas na minha pro Brasil melhorar, só se mudar o povo que tem aqui. (quardando as devidas proporções existe muita gente boa, que luta pelos seus direitos, mas a maioria não passa de fantoches).

    Mas é isso ai se tem carnaval e mulher pra que preocupar??

    O melhor do Brasil é o Brasileiro!!!!!!
    Última edição por rogeriosims; 14-04-2009 às 09:56.



  3. #57

    Padrão

    Agora sobre o problema da concorrencia.

    Acho que isso deve ser combatido. Atraves de que?? Atraves da união dos provedores, atraves da busca de informações, atraves de denuncias ao ministerio publico, atraves de sites espalhados pela internet, atraves de blogs e toda forma de midia possivel.

    O MP com certeza se preucupa com esses assuntos, você entrando com uma denuncia bem fundamentada eles vão a fundo no negocio. Mas tem que fazer pressão, muitas denuncias abaixo assinado online o escambal.

    No mais nosso amigo Kleber já disse tudo, e colocou todo caminho a ser seguido.

    Muito Obrigado pela contribuição Kleber.

  4. #58

    Padrão

    Problema é que político não pesquisa na internet.
    E acessor, só se interessa quando o nome do seu deputado ou senador está envolvido.

    Penso eu que uma das maneiras de fazer isso é um trabalho de formiguinha, conversando com vereadores em cada um dos nossos municípios, assim que ouvir uma tendência para o lado da internet grátis. Mas tem que ser vereador de oposição. Eles gostam de incomodar prefeitos contrários.
    Como disse o companheiro mais atrás no tópico, enclarecendo os prós e contras, acessorando os pobres coitados, talvêz ajudando até a elaborar emendas quando o projeto chegar na câmera.
    Se conseguir uma emenda que limite o serviço ao educacional já é uma grande vitória.
    Aqui não tenho este problema porque o Prefeito tem provedor. hehehehe. Por enquanto estou "de camarote"



  5. #59

    Padrão

    mas então, alguem que entenda mais sobre legislação poderia nos informar se seria inconstitucional uma prefeitura disponibilizar acesso restrito à internet?

  6. #60

    Padrão

    Citação Postado originalmente por meganett Ver Post
    mas então, alguem que entenda mais sobre legislação poderia nos informar se seria inconstitucional uma prefeitura disponibilizar acesso restrito à internet?

    Já postei sobre isso atrás, as legislações nos beneficiam, desde a CF às resoluções da Anatel. Agora só devemos fazer de algum modo que se cumpra a lei, pois caso contrário, cai em senso comum e fica a um fio para criarem uma norma regularizando esse vácuo.