+ Responder ao Tópico



  1. NEM TUDO QUE NÃO EXISTE NÃO ENCOMODA E NEM TUDO QUE EXISTE NÃO ENCOMODA.
    Esta questão caiu numa prova num curso aqui perto. Poucos acertaram. Tentem.

    http://www.geenge.com.br/sig/home/ver_modulo2.php?codigo=55

    Ápropósito:
    Não existe diferença nas leis físicas que definem os fenômenos de radiofreqüência em 100MHz ou em 5,8GHz. As equações que as interpretam são as mesmas. Aliás, o tempo que separa o VHF do M.O é tão curto que não dá para perceber. Por certo que aquele que não entende um, não entende os dois.
    Qua...qua...qua... Adoro ser velho e novo ao mesmo tempo. Lei é lei.

  2. O TROVEJÃO
    Estávamos em seis amigos sentados em volta da mesa conversando enquanto a chuva fina guasqueada lavava os prados do sítio do meu amigo Belmar.
    O ranho simples de madeira era o único abrigo onde poderíamos fugir do frio aguaceiro. A lareira acesa e o vinho tinto correndo nos cálices faziam o cenário onde cada um lamentava pelo fim de semana frustrado com a chuva.
    Peguei meu celular para ligar para casa e um quera empregado do sítio falou cabisbaixo com o braço apontando para fora do rancho.
    -Aqui o Sr. não vai ligar não. A família quando precisa telefonar sobe aquela colina para o sinal entrar. Só funciona lá.
    Foi o quanto deu. Fui fulminado por seis olhares de cobrança que não precisava de tradução. O vinho era feito sem conservantes pelo pessoal da terra, comecei a sorvê-lo lentamente enquanto pensava na situação. Minha resposta viria depois, tinha que ganhar tempo. Bebi o vinho até o fim, bati o copo na mesa e proferi:
    -Mais bá, se vocês pensam que podem me manear com um sinalzinho de celular tão prá lá de errado. Entro nesta pelea agora mesmo, me aguardem.
    Peguei a camioneta e fui para o funileiro que existia ali perto. Antes do sol se deitar cheguei de volta no rancho com um trovejão na boléa. Instalei o trovejão e quando a bóia foi servida na mesa, peguei meu celular. O radinho funcionava com GSM e pelo sinal logo vi que até internet funcionaria naquela mesa. Sobre os olhares desafiadores falei.
    Hello, is it this the Buckingngham palace ? Is Queen Elizabeth available ? Would you tell her that this is antenna-wiz Gilvan who's calling !
    Claro que os meus amigos não acreditaram. Pegaram os celulares deles correndo e ligaram para casa. Todos deram notícias.
    Querem ver o que eu fiz no funileiro? Olhem o link.

    http://www.geenge.com.br/sig/home/ver_modulo2.php?codigo=56



  3. RESPONDENDO AO JORGE ALDO
    1) E não existem leis cuja manifestação seja menos intensa nas baixas frequencias e mais intensa nas frequencias mais altas ?
    2) Propagação de 1mhz é exatamente igual à propagação de 1ghz ?
    Vou te propor uma coisa :
    3) Um radar usando a freqüência de 1MHz veria as mesmas coisas que um radar usando a freqüência de 1GHz ?

    - Programador.
    - Tecnólogo de Redes.
    - Assessor para assuntos aleatórios.



    Grande programador, não gosto de responder, prefiro perguntar, mas como tu és muito especial vou soltar o meu verbo nesta estrada confusa e acidentada que trilhamos junto.
    A questão primeira que levantastes tem como resposta o NÃO. Como uma Lei Física poderia se manifestar diferente? Se fizesse isso não seria uma Lei. A física não é como a justiça, não tem cara bonita nem parente do rei. Ou vale para todas as situações ou não vale para nenhuma. Já pensou se desse para a lei da gravidade atuar somente sobre certos corpos? Que beleza, eu iria construir um carro que não tivesse peso para rodar um milhão de quilometros por litro de gasolina.
    .
    A questão segunda tem como resposta o SIM. 1MHz se propaga exatamente igual á 1GHz. Porem, acho a tua ascerção tinha outra intenção, tu querias saber se as ações que sofre a propagação de uma onda de 1MHz seria igual as ações que sofre uma onde de 1GHz. Responder é fácil, difícel é fazer a pergunta direito. Terás que esclarecer teu pensamento, ele ficou nebuloso. Mas vou fazer uma metáfora que talvez aborde a questão.
    .
    Dois aviões vão daqui até ai na velocidade de 1000Km/h. Um avião é um concord o outro é um 747. Para os passageiros, não existe diferença, mas a companhia aérea fatura mais com o 747 porque cabe mais gente dentro. Moro?
    .
    A questão terceira é muito difícel de responder, talvez a melhor resposta seja o SIM e o NÃO juntos. Deveria existir uma palavra em portugues que quisesse dizer sim e não ao mesmo tempo. No entanto, vou te fazer outra metáfora de raciocínio para “equibalizar” os pensamentos que tu geras neste teu baú de idéias.
    Um radar é como um binóculo. Quando está bem adequado para ver um alvo á 1000m está uma droga para ver o mesmo alvo a 100m. Depende então da geografia e para que serviço este radar está sendo usado. Se for para aviação, usa-se tanto as frequencias baixas como as frequencias altas. Os morcegos usam frequências baixíssimas para se orientarem. Jorge Aledo gostaria de te responder com uma palavra só, mas como já disse, ela não existe.
    .
    Adoraria soltar a verborréia contigo lá em Belo Horizonte no dia 25 durante o curso de antenas. Desculpe a falta de modestia mas que é o melhor curso que está disponível, lá isso é.

  4. Aldo, novamente muito coerente e claro o seu pensamento. Ao contrário da falácia habitual das charadas e frases vazias: muita falação e pouca ou nenhuma técnica.

    Sobre o melhor curso de antenas do Brasil, no mínimo questionável e propagandista. Os posts por si só mostram isso. Querem fazer um curso sério sobre antenas?: Cursos - Beta Telecom. Obs: não ganho nada com isso, apenas repassando a dica de profissionais com anos de experiência que fizeram e aprovaram. A propósito, disponibilizarei aqui dentro em breve o material que elaborei quando fui professor no curso técnico de telecom no SENAI em 2005 e 2007.


    Sds,

    Citação Postado originalmente por JorgeAldo Ver Post
    Quanto ao "grande programador" é até um elogio, haja vista que como Tecnológo de redes não tenho obrigação nenhuma de entender de telecom, o mesmo não vale para um engenheiro.

    Vou ignorar as duas primeiras respostas pois é claramente um exercício de retórica, quer trocar os termos para parecer que são coisas diferentes. Mas está bem claro que sua resposta é meramente retórica.

    Vamos para a terceira :

    A diferença entre 1mhz e 1ghz, dentre outras coisas, é o comprimento de onda. Em radares é sabido que os mesmos não podem detectar (ordinariamente) objetos com tamanho inferior ao comprimento de onda. Ou seja, um radar de 1Mhz não consegue distinguir um objeto de 1m, enquanto um radar de 1GHz pode.

    Mas uai, as mesmas leis da física ? Resultados diferentes em freqüências diferentes ?

    Esse mesmo princípio, aplicado à redes wireless, faz com que surja o fenômeno chamado de multi-path, que no caso das freqüências envolvidas em wireless, é intenso.

    Assim, enquanto uma transmissão em 50mhz, por exemplo, pode (somente) sofrer multi-path por causa de objetos metálicos como aviões, navios, estruturas de prédios (daqueles que se construam com vigas metálicas) etc, uma transmissão em 2.4GHz sofre reflexões por coisas como carros, eletrodomésticos, etc, tornando o fenômeno do multi-path sempre presente, enquanto nas frequencias mais baixas seria um fenomeno ocasional.

    Uso o multi-path como exemplo pois é o mais gritante.

    Mas, uai, não são as mesmas leis da física ?

    Edit: E me desculpe, mas, se não conseguir entender o exemplo eu desisto. Fica claro que ou não entende nada de telecom ou não esta interessado em passar informações fiáveis. Fica patente o mero interesse em vender seu curso.
    Última edição por motacosta; 08-06-2010 às 19:54.



  5. Vi o programa do curso recomendado pelo motacosta. Claro que este curso é melhor que o meu, concordo com o mancebo, porem é um programa para outro perfil de profissional. Para vencer o conteúdo apresentado naquele curso são necessário no mínimo três anos de aulas diárias. È este curso que tu recomendas que um provedor de internet deva fazer?
    Caro colega forista, os provedores de internet se fossem fazer esse curso, iriam a falência no provedor. Um curso de dois dias já é muito extenso.
    O curso que eu faço, prepara o aluno a instalar bem uma LAN wireless, prepara o aluno a resolver problemas como interferência, sinais instáveis, pouca velocidade de processamento, e maior aproveitamento de clientes no mesmo AP. Alem de ensinar também como usar equipamentos de apoio como T Mágico e instrumentos baratos. Um curso modesto e de conhecimentos dirigidos para o objetivo.
    Então o caro forista acha que um provedor de internet deve aprender Série da Fourier? Que deve aprender Cálculo de Velocidade de Fase? Acho que quando fizesses esta recomendação estavas querendo fazer churrasco com coxa de grilo. Que disparate.
    Mas não é só, viram os pré requisitos de conhecimento para fazer o curso? Não é mole. Eu levei vinte anos para ser fluente neste assunto e não sei tudo. As Equações de Maxwell ainda me assustam e olha que eu as lecionei muitos anos. Tu sabias que as equações de Maxwell foram o pré requisito para a teoria da relatividade geral de Einstein. Isto é chumbo grosso.
    Em algumas coisas tu estas certo, eu tenho muito interesse de fazer propaganda do meu curso. Todos que durante um dia aprendem os conteúdos do curso, saem muito satisfeitos. Como podes ter uma opinião desfavorável se nunca tivesses contato com o curso? Acho que o caro forista está passando informação desvairada.
    Dia 25 estarei em Belo Horizonte e aqueles que fizerem o curso comigo, lucrarão e muito no seu trabalho. Caso queiras aprender a colocar em ordem os teus conhecimentos, esteja lá.
    Curso regular do Senai onde tu estudou e foi professor é um curso muito bom, parabéns por telo cursado, mas acredite não é deste conhecimento que os técnicos instaladores de antenas de redes wireless precisam. A não ser que eles queiram fabricar antenas.
    Um abraço.






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L