+ Responder ao Tópico



  1. Diz a lenda que a Telebras vai aumentar a cobertura da rede eletronet em 100 km p esquerda e p direita, mas o custo que a Telebras quer cobrar no link não vai conseguir vender 1 mega a R$ 35,00 nem a pau, para isso o mega tem que sair abaixo de R$ 100,00. Resumindo, eles não tem nem estrutura própria, como vão bancar os outros?

  2. Amigos, este é um tópico que já esta morto, mas resolvi traze-lo átona.
    4G ofertado pela SKY será uma ameaça para os pequenos provedores, ou tão somente será limitado aos centro urbanos? E os provedores do interior podem respirar aliviados?



  3. Hazzard, eu também queria escrever nesse tópico, mas já estava tão velho que eu fiquei com medo de ser chamado de coveiro.

    Eu tenho contato direto com o pessoal de negócios de uma representante da Via Embratel aqui na minha cidade, e conversando com um dos responsáveis ele me disse uma coisa interessante: a SKY pode ter a melhor qualidade em TV, pode ter a maior parte dos canais em HD, mas não tem uma coisa importante que é PREÇO.

    Quem movimenta de FATO o país? Classe A?? Não, é classe C e D. É quem mais gasta, quem mais consome. Pelo simples fato de ser a de maior número.

    Mesmo exemplo da GVT: eles chegaram no bairro onde atendo com banda larga de 5Mb + telefone com 250 minutos de franquia por R$ 128,00. Instalação grátis e wi-fi já configurado para o cliente. Obviamente, venderam MUITO. Mas já sei de casos de clientes que estão desistindo, porque não conseguem manter o valor. Afinal, são 130 reais por mês, usando ou não usando. Pra quem é assalariado é caro. Pra quem põe 25 reais de crédito no celular controlando pra durar o mês todo é caro. Ou seja, é a SENHORA GVT, mas os clientes são os mesmos que se tem no micro provedor de wireless.

    Ou seja, os problemas DELES são os mesmos nossos. Só que eles inventam maneiras de driblar os problemas. Claro, tem muito dinheiro disponível pra poder fazer isso, e nós não temos.

  4. Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    Hazzard, eu também queria escrever nesse tópico, mas já estava tão velho que eu fiquei com medo de ser chamado de coveiro.

    Eu tenho contato direto com o pessoal de negócios de uma representante da Via Embratel aqui na minha cidade, e conversando com um dos responsáveis ele me disse uma coisa interessante: a SKY pode ter a melhor qualidade em TV, pode ter a maior parte dos canais em HD, mas não tem uma coisa importante que é PREÇO.

    Quem movimenta de FATO o país? Classe A?? Não, é classe C e D. É quem mais gasta, quem mais consome. Pelo simples fato de ser a de maior número.

    Mesmo exemplo da GVT: eles chegaram no bairro onde atendo com banda larga de 5Mb + telefone com 250 minutos de franquia por R$ 128,00. Instalação grátis e wi-fi já configurado para o cliente. Obviamente, venderam MUITO. Mas já sei de casos de clientes que estão desistindo, porque não conseguem manter o valor. Afinal, são 130 reais por mês, usando ou não usando. Pra quem é assalariado é caro. Pra quem põe 25 reais de crédito no celular controlando pra durar o mês todo é caro. Ou seja, é a SENHORA GVT, mas os clientes são os mesmos que se tem no micro provedor de wireless.

    Ou seja, os problemas DELES são os mesmos nossos. Só que eles inventam maneiras de driblar os problemas. Claro, tem muito dinheiro disponível pra poder fazer isso, e nós não temos.

    CARALHOOOOOOO... Finalmente um cara de visão... Parabens... Agora você entrou no JOGO... Entendeu tudo... Afinal o que adianta eu da o BOLO cheio de frescura se a pessoa e diabetica... Um dia ele morrer... Eles são iguais a gente... TA CERTO!!!

    Parabens pela resposta... Isso sim e ter visão... Não e ficar olhando para o proprio umbigo e falando que a grama do vizinho e mais verde que a tua... GOSTEI...

    Eu ja fiz isso que a GVT fez... A pessoa paga instalação, recebe, Radio, roteador, ate DLNA por um preço X... Mas chegam la na frente desistem porque nao tem como manter, ou sempre ta reclamando disso ou daquilo...

    Parabens!!!



  5. Sobre união:

    As operadoras se juntam pra ganhar dinheiro, isso é fato. Não sei se é bem um compartilhamento de estruturas, mas que tem troca de figurinhas isso tem. A fibra de redundância da GVT aqui na cidade, por exemplo, pertence para a Vivo. Quem linka e mantém o acesso Web da TIM é a GVT. Na propaganda eles se matam, mas na prática, por baixo dos panos é uma baita trocação de c... favores.

    Quarta-feira cortaram meu cabo óptico, intencionalmente. Quem deveria fazer o reparo é a TLSV, terceirizada EXCLUSIVA da GVT. Como eles não tem equipe de fibra óptica na cidade, tinha que vir suporte de Porto Alegre. Como é corporativo, a pressa é total. O que eles fizeram? Chamaram um pessoal da Embratel pra resolver o meu problema.

    Imagina, se cair uma torre minha e eu ligar para qualquer concorrente será que vão me ajudar a levantar uma estrutura auxiliar ou redirecionar alguns clientes para a torre deles, para que eu não perca assinantes? Ha-ha-ha, depois eu acordo do meu sonho de bebê, todo encharcado...

    Um detalhe que eu vejo como fundamental é a questão do empreendedorismo. Nessas operadoras tem gente contratada só pra prever o mercado, criar ideias de como ganhar dinheiro. No provedor wireless o dono é o administrador, técnico, atendente do call center, etc. Não tem como abraçar o mundo com duas mãos.

    Mas, apesar das dificuldades, tem soluções interessantes e simples que podem ser implementadas e que trazem um resultado fantástico. Por exemplo, quem já implementou máquina de cartão de crédito para o pagamento da taxa de instalação dos clientes? Eu pedi para o banco e prontamente me atenderam, e tive um aumento significativo nas adesões em função da possibilidade de parcelamento em até 6 vezes. O mais caro é justamente a instalação, então é um recurso que vem a somar.

    Outra coisa são as promoções. Ofereça os três primeiros meses com desconto para os assinantes. Ou então o primeiro mês gratuito. Tudo isso é "chamarisco".

    Outra, ofereça a consultoria e configuração da rede wi-fi doméstica de forma gratuita. O cliente sabe que é cômodo usar o notebook sem ter que arrastar um cabo pela casa, mas não faz a menor ideia de como comprar um roteador, que marca e modelo é mais indicado, qual o mais barato. Pensando bem, o que se perde financeiramente para configurar um roteador? Nada... Só tempo. Então, não é algo que se está perdendo. Se deixa de ganhar, perder dinheiro não.

    Serviços agregados tem se tornado fundamentais. Eu vou para o lado do VOD, locadora de filmes virtual. TV por assinatura já tá dominado e BEM saturado. Pra mim é aventura entrar em um mercado desses, ainda mais agora que tem tanta disponibilidade por um preço tão barato. Minha única limitação tá sendo o set-box pra integrar com os aparelhos de Televisão, porque o restante da tecnologia já está dominada.


    Minha visão: tem como se manter no mercado oferecendo diferencial e preço. Só pôr a cabeça pra pensar, desenvolver um baita planejamento, uma baita estratégia e não ter medo de investir, fazer alianças, parcerias. Enquanto os provedores brigam entre si, as operadoras trocam dados e ganham dinheiro juntas. E o pior, esmagam quem vem pela frente só para poderem se manter sozinhas, consolidando o mercado.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 17
    Último Post: 25-06-2009, 15:24
  2. Vender Internet por Horário
    Por joaocaramba no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 07-02-2007, 09:12
  3. Respostas: 7
    Último Post: 05-04-2006, 15:45
  4. BRIGA DE SINAIS / INTERFERENCIA
    Por igorcdl no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 18-01-2006, 07:34
  5. Briga de MAMA e Solange no BBB4
    Por wrochal no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 1
    Último Post: 16-05-2004, 19:36

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L