+ Responder ao Tópico



  1. #181

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por gandalf Ver Post
    Desculpe, thiago, só estou repetindo o que você mesmo disse:

    https://under-linux.org/f141/violaca...30/index6.html


    Eu não invento nada. São constatações.






    Citações feitas em cima do que um membro entitulado Moderador do BFW falou por aqui.
    A intenção dele não era me botar de espião la no smart, más sim que eu ajudasse ...
    Bom, cada um tem seu projeto, jamais irei desmerecer o que o sammy faz, ele tem direito de fazer sim, más o buildroot disponibilizado por ele ta pior que a bt da bfw em termos de pacotes sob gpl, onde estão os pacotes?

  2. #182

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Bem, vamos la novamente:

    BT != DISTRIBUIÇÂO
    BT = ambiente de desenvolvimento
    DISTRIBUIÇÃO = resultado final.

    O que eu falei Thiago é que, seu resultado (rfs/2.33) final é baseado em sua antecessora a 2.31.10.

    A bt eu ja gerei não sei quantas vezes e de formas diferentes, me baseei sim na bt 2.32 pra gerar a nossa, procurei sim o cassiano/polaco/cmartin, e me baseei... por que? porque eu não sou dono da verdade e muito menos eu tenho experiência pra fazer algo nesse estilo. Não vou ficar reinventando a roda, afinal, a bt nada mais é que um ambiente de desenvolvimento, influencia, mas não é o resultado em si.

    Ameacei o bfw? em que sentido? eu exigi a exclusão da minha conta (MAS NAQUEEELA ÉPOCA, não recentemente quando fui pedir explicações sobre um certo post), mas não ameacei, como eu poderia ameaçar? Falar pra todo mundo que o bfw não presta? O que levaria a isso?

    E mais thiago, eu posso não ter chegado "la" onde você diz que eu preciso chegar, mas sei que o meu caminho estou sabendo trilhar, afinal, não teria gente interessada em falar mal dele.
    Última edição por fabiosammy; 07-11-2011 às 17:42. Razão: Definir quando foi excluido a conta



  3. #183

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    PS. quais pacotes você precisa Thiago? Só não tenho tempo pra fazer algo bonito, afinal, ainda estamos caminhando... 1 ano de projeto é bem diferente de 6 anos.

  4. #184

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citações feitas em cima do que um membro entitulado Moderador do BFW falou por aqui.
    A intenção dele não era me botar de espião la no smart, más sim que eu ajudasse ...
    Isso não está em contradição com isso:

    https://under-linux.org/f141/violaca...30/index7.html

    Bom, até quando fazia parte da staff to projeto existia muito disso, de "espiões" sempre se fala nisso, um dos motivos de terem trancado a bt talvez tenha sido isso ou não, isso também não me diz respeito talvez até porque eu não tinha acesso e acho isso super normal, ja que ela tem um responsavel. Más existem muitas coisas relacionadas a questão de espionagem sim, agora dizer quem é, isso eu não sei nem sei ao certo.
    Ja a proposta pode ser confirmada pelo proprio dudumo, ele me fez a mesma porém foi desconsiderada por mim.
    ???
    Última edição por gandalf; 07-11-2011 às 17:19. Razão: Faltou um pedaço da citação....corrigido!



  5. #185

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por fabiosammy Ver Post
    Bem, vamos la novamente:

    BT != DISTRIBUIÇÂO
    BT = ambiente de desenvolvimento
    DISTRIBUIÇÃO = resultado final.

    O que eu falei Thiago é que, seu resultado (rfs/2.33) final é baseado em sua antecessora a 2.31.10.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk
    rfs /2.33 baseada na 2.31.10 ?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    O cmartin pode lhe explicar isso bem melhor , o Marcio, Eu....Você não tem o buildtree, não tem o ambiente de desenvolvimento que tenho, acho legal você continuar pensando que é mesmo a 2.31.10 , aliás, pode pensar assim, pra mim é otimo isso....
    rsrsrsrs
    Vlw

  6. #186

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Tchau, tenho mais o que fazer....
    Abraços sammy, abraços baderneiros de plantão....
    Ignorar vocês que querem ofender os projetos alheios e as pessoas é o melhor que eu posso fazer nesse momento.
    Boa sorte com seus interesses, eu não os tenho, aliás, nunca tive, se quiser usar linux vou fazer igual citado ai em cima, o dia q o bfw não me servir , procuro o que me atenda, mas não vou ficar criticando nem querendo o fonte deles por que eles tem melhor atenção do que o meu projeto, eu sei respeitar eles, afinal, temos que reconhecer que o BFW é maior que o smart e do que o proprio coyote juntos..kkkkkkkkk
    Xau......



  7. #187

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Se a interface é similar, se o funcionamento é similar, se o método de empacotamento dos addons é similar, então a 2.33/rfs é baseada na 2.31.10.
    Bem, enfim, tire essa dúvida com quem entende e quem montou o sistema, que você vai entender o que eu falo.

    Próximo?

  8. #188

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Más que confusão vocês estão causando.
    Afinal, os dois forks são deliberadamente feitos sob o mesmo intuito, sob o mesmo programa, BrazilFW, certo?
    Onde é que os colaboradores revoltados querem chegar? Pois o intuito do gandalf é um, dos senhores ja é um outro. Muito me estranha ver o Thiago defender o BFW se ele mesmo o cita como tendo pessoas que não gosta. E Fabio, baixei o seu sistema, de interface por interface a "menos igual" (com maiores diferenças) estão nessa RFS.
    No seu forúm você aconselha usuarios a usar os pacotes do BFW, inclusive o Easy Captive, dentre outros, qual finalidade do teu projeto?
    E do seu Thiago? qual?
    E gandalf, não estariam eles se agredindo dentro do espaço criado para falar sobre licença e violação? Assim vocês nos deixam sem interesse em participar da discussão, da pra notar que ta um contra o outro, e todos contra ninguém, competição seria o nome adequado a dar-se a esse debate.
    Aguardando respostas...



  9. #189

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Pois é, Anthonyy....
    E é isso que eu to falando desde o inicio.... É BFw em guerra com Smart, é Smart em guerra com RFS, é RFS puxando o saco do BFW.... tudo errado e com um fundo em comum: a falta de diretriz do projeto BFW. Sim, porque todos são oriundos de lá, então aprenderam a serem assim lá. E continua sendo assim! Vide as declarações do senhor woshmam, tentando incitar esse tipo de violência digital sobre os seus forks. Vergonhoso! Vexaminoso! De que adianta saber muito em linhas e códigos, quando não há nem mesmo educação? Só posso dizer uma coisa: ridículo!
    Será que os senhores responsáveis por esses forks poderiam por gentileza por a mão na consciência e tentarem serem melhores que seus antecessores?

    Vamos nos ater ao teor da discussão.

  10. #190

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    hehe... perdão... mas é que o ultimo post no bfw, falando que meu trabalho é incompetência, me subiu a cabeça... tentei demonstrar aqui que até mesmo os "novos" projetos do bfw são baseados em seus antecessores. Ninguém é soberano aqui, mas me deixei levar pela empolgação no calor da conversa. Peço perdão ao gandalf por ter usado o espaço aberto por ele para "lavar a minha roupa suja".

    Anthonny, não critiquei a interface nem nada, queria demonstrar que tanto o smart como o 2.33/rfs são baseados na 2.31.10.

    Bem, voltemos ao assunto da conversa. Vamos levantar questões do mk então? ou propor alguma solução de como proceder quando a GPL é "furada"?



  11. #191

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Só para esclarecer:

    A BuildTree do Coyote Linux, do BFW versões 2.30.x, 2.31.x e 2.32 e do SRP são idênticas na concepção.
    A BT dos demais forks (Cassiano/Polaco e Thiago) e do BFW 3.x eu não sei, não vi, não fico conferindo o que os outros fazem porque tenho mais o que fazer.

    Existem diferenças entre as BT do BFW e a do SRP:
    - 2.30.x: kernel 2.18 original do Coyote e criado num host FC1 (eu que mostrei pro Cláudio e por isto que o sistema era "bala").
    - 2.31.x: não me lembro, mas é só procurar lá no fórum do BFW para descobrir (não quero falar aqui e gerar + polêmica).
    - 2.32: uma verdadeira M&[email protected] Ninguém sabia/falava qual era o bizu da coisa. Me fizeram de bobo e resolvi cair fora.
    - SRP: kernel 2.4.37 modificado por mim, na mão, do zero, pedir 8 meses pra descobrir o sequencia de aplicação dos patch. Compilado numa VM rodando FC1 (parece que depois disto o pessoal "acordou" pro detalhe do host hospedeiro).
    Ah, antes que algum engraçadinho venha comentar alguma coisa: Tá sim, cheio de gambi, mas roda tão "bala" quanto o saudoso BFW 2.30.1 ... e tem Lusca, rs, rs, rs ... e atire a primeira pedra quem nunca precisou de uma gambi.

    Mais um detalhe: o sistema está todo no Git. É só ir lá e conferir os fontes atuais e os anteriores.
    Legal, né? É a nossa homenagem aos que gostam de conferir o que os outros estão fazendo ou como fizeram.
    Bom proveito pra Comunidade Livre.

    PS.: Aceitamos sugestões/colaboradores.

  12. #192

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por marcos do vale Ver Post
    Só para esclarecer:

    A BuildTree do Coyote Linux, do BFW versões 2.30.x, 2.31.x e 2.32 e do SRP são idênticas na concepção.
    A BT dos demais forks (Cassiano/Polaco e Thiago) e do BFW 3.x eu não sei, não vi, não fico conferindo o que os outros fazem porque tenho mais o que fazer.

    Existem diferenças entre as BT do BFW e a do SRP:
    - 2.30.x: kernel 2.18 original do Coyote e criado num host FC1 (eu que mostrei pro Cláudio e por isto que o sistema era "bala").
    - 2.31.x: não me lembro, mas é só procurar lá no fórum do BFW para descobrir (não quero falar aqui e gerar + polêmica).

    - 2.32: uma verdadeira M&[email protected] Ninguém sabia/falava qual era o bizu da coisa. Me fizeram de bobo e resolvi cair fora.
    - SRP: kernel 2.4.37 modificado por mim, na mão, do zero, pedir 8 meses pra descobrir o sequencia de aplicação dos patch. Compilado numa VM rodando FC1 (parece que depois disto o pessoal "acordou" pro detalhe do host hospedeiro).
    Ah, antes que algum engraçadinho venha comentar alguma coisa: Tá sim, cheio de gambi, mas roda tão "bala" quanto o saudoso BFW 2.30.1 ... e tem Lusca, rs, rs, rs ... e atire a primeira pedra quem nunca precisou de uma gambi.

    Mais um detalhe: o sistema está todo no Git. É só ir lá e conferir os fontes atuais e os anteriores.
    Legal, né? É a nossa homenagem aos que gostam de conferir o que os outros estão fazendo ou como fizeram.
    Bom proveito pra Comunidade Livre.

    PS.: Aceitamos sugestões/colaboradores.
    Pôxa vida, rsrsrs, voltar ao FDC 1 é praticamente reiventar a roda.kkkkkkk
    Bom, sem delongas meu caro Marcos do vale, enquanto você perdia 8 meses pra descobrir que podia e devia rodar o seu buildtree no Fedora (antigo fedora do 2.30.1) nós perdiamos tempo descobrindo que podiamos sem problemas rodar o nosso buildtree dentro da nossa propria distro. Graças ao Cmartin, o cara saca, ele fez a bt redonda, e vocês tentaram, tentaram, e, ta certo, chegaram a algum ponto, más o interessante é saber que ja se muda o rumo da conversa por aqui, e aos poucos os espectadores vão vendo por si quem na realidade faz por gostar e quem faz por vingança.
    Veja, eu compilei o rfs dentro de uma bfw 2.33
    "Linux version 2.4.37.11-RFS-SYSTEM ([email protected]) (gcc version 4.1.2) #2 SMP Thu Sep 29 14:24:34 MDT 2011"
    Interssante como enquantos muitos voltam no tempo alguns seguem adiante...
    ps: Cobram tanto os fontes do BFW né, veja....
    Download video mp4



  13. #193

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    você que era responsável pelo desenvolvimento do BFW? Pergunto porque voce parece entender bem do sistema deles. Se a resposta for afirmativa, trocaram você por aquele tal de woshmam? Ae eu digo assim:

    woshmam veio aqui somente com o intuito de defender os codigos fechados dele, inclusive subentendendo possiveis consequencias aos que quisessem revelar seus codigos, e por fim ao decidir mudar sua postura, atacou deliberadamente outro projeto e seus desenvolvedores, incitando sua comunidade a fazer o mesmo;

    marcos veio aqui, defendeu seu projeto, nada escondeu de ninguém, inclusive dando o caminho para todo os fontes do sistema, não atacou ninguém, muito menos incitou ninguém a faze-lo;

    É.... acho que fizeram um péssimo negocio.... ou não, né? Vai saber o porque que fizeram uma escolha dessa. Nem sempre a ética prevalece sob os interesses.

    E marcos, obrigado pela homenagem... ficamos muito satisfeitos de sua colaboração. Quem não deve, não teme, não é mesmo? A comunidade livre agradece. Tenha certeza que continuaremos a ver o que os outros estão fazendo ou como fizeram.

    fabio, estou fazendo uma sintese da discussão, depois posto aqui o que já temos.

  14. #194

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Tá, analisei os 194 posts, comparei alguns, refiz a leitura de outros e tenho uma conclusão.
    Primeiro, Gandalf me parece ser bem intimo do Marcos, no ultimo post ele diz algo sobre ele ser o desenvolvedor la , coisa que ninguém aqui sabia até então.
    Então era assim, Marcos desenvolvia 2.x e 3.x , logo mudaram o desenvolvedor da ultima (3.x) Para Woshman, ai os colaboradores amigos do Marcos se ressentiram e sairam, fundando seu proprio projeto.
    De acordo com o que li, o Marcos e Fabio dizia que la quem mandava era o Woshman, no novo forúm deles então o Marcos é quem manda, assim como os forks secundários e terciários.
    Não conformados com as copias o Woshman usou de um direito seu, proteger seus codigos, o que acho absolutamente errado, pois é de uso livre, ja que o projeto se auto intitula livre, más assim o Marcos ficou impossibilitado de copiar ou pegar informações, e até mesmo de lançar um sistema com kernel novo, como está no forúm dele.
    Então senhores, a conclusão chegada é a seguinte;
    Marcos não aceitou o poder e o desenvolvimento por parte de somente um usuario, então resolveu criar seu forúm e sistema para ele poder mandar, vide leituras acima.
    Woshman, esse por sua vez resolve fechar codigos para evitar clonagem de seus programas, agora eu entendo o porque de estarem encriptados.
    Fabio, o cabeça do smartrouter, ele é a peça fundamental para tudo isso, é a chave que liga tudo. O desenvolvedor que se autodenomina "não desenvolvedor" mas é intitulado desenvolvedor. Função, trabalhar em defesa do Marcos.
    Gandalf, esse por sua vez tem como função ser um "Troll", apenas criando entradas para que Marcos e Fabio possam criticar e repassar magoas velhas sobre o antigo projeto o qual colaboravam.
    O restante do pessoal aqui ,entrou na confusão simplesmente atôa, peço que ou busquem manter o contexto do topico que é violação da gpl, a qual notei no video postado por outro membro revoltado (Thiago" que por sua vez era membro de BFW e depois fundador de smart junto com Marcos e sammy, volta ao bfw, sai e vai para teu projeto solo) o projeto dito fork segue o mesmo exemplo de não liberar fontes, e pelas datas de arquivos e pelas postagens em respectivos foruns notamos que primeiramente o smartrouter fez esse esquema de "bloquear " conteúdo, assim deram ao Woshman a total liberade para fazer o mesmo.
    Senhores , realmente não existe defesa de nenhum de vocês que passe por cima das evidencias, claramente vejo que se trata de um projeto revoltado (falta de atenção) e um onde se tem uma forma ditatorial , aos membros que ler esses posts, por favor, não levem em consideração as criticas feitas aos usuarios. Tudo isso ao ver de Anthonny passa de uma conspiração, assim acreditam em liberdade.
    Mostre-me o código." - Linus Torvalds



  15. #195

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por Thiago322 Ver Post
    Pôxa vida, rsrsrs, voltar ao FDC 1 é praticamente reiventar a roda.kkkkkkk
    Bom, sem delongas meu caro Marcos do vale, enquanto você perdia 8 meses pra descobrir que podia e devia rodar o seu buildtree no Fedora (antigo fedora do 2.30.1) nós perdiamos tempo descobrindo que podiamos sem problemas rodar o nosso buildtree dentro da nossa propria distro. Graças ao Cmartin, o cara saca, ele fez a bt redonda, e vocês tentaram, tentaram, e, ta certo, chegaram a algum ponto, más o interessante é saber que ja se muda o rumo da conversa por aqui, e aos poucos os espectadores vão vendo por si quem na realidade faz por gostar e quem faz por vingança.
    Veja, eu compilei o rfs dentro de uma bfw 2.33
    "Linux version 2.4.37.11-RFS-SYSTEM ([email protected]) (gcc version 4.1.2) #2 SMP Thu Sep 29 14:24:34 MDT 2011"
    Interssante como enquantos muitos voltam no tempo alguns seguem adiante...
    ps: Cobram tanto os fontes do BFW né, veja....
    Download video mp4
    Mas que bom isto para você. Parabéns! E continue assim.

    É engraçado que assim como tem gente que colabora, que compartilha, tem gente que para achar méritos para o seu modo de fazer as coisas, tem que botar defeito na forma como os outros fazem. Deve ser a mais pura personalização do "Espírito do Sorftware Livre". Eu ainda chego lá ... vou me esforçando.

    PS.: E é lógico que todo este trabalho de ajustar o ambiente de desenvolvimento de forma a rodá-lo sem necessidade de um host hospedeiro foi tratado num fórum, com acesso público, né ?
    Última edição por marcos do vale; 08-11-2011 às 12:50. Razão: Comentário

  16. #196

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por Anthonyy Ver Post
    Tá, analisei os 194 posts, comparei alguns, refiz a leitura de outros e tenho uma conclusão.
    Primeiro, Gandalf me parece ser bem intimo do Marcos, no ultimo post ele diz algo sobre ele ser o desenvolvedor la , coisa que ninguém aqui sabia até então.
    Então era assim, Marcos desenvolvia 2.x e 3.x , logo mudaram o desenvolvedor da ultima (3.x) Para Woshman, ai os colaboradores amigos do Marcos se ressentiram e sairam, fundando seu proprio projeto.
    De acordo com o que li, o Marcos e Fabio dizia que la quem mandava era o Woshman, no novo forúm deles então o Marcos é quem manda, assim como os forks secundários e terciários.
    Não conformados com as copias o Woshman usou de um direito seu, proteger seus codigos, o que acho absolutamente errado, pois é de uso livre, ja que o projeto se auto intitula livre, más assim o Marcos ficou impossibilitado de copiar ou pegar informações, e até mesmo de lançar um sistema com kernel novo, como está no forúm dele.
    Então senhores, a conclusão chegada é a seguinte;
    Marcos não aceitou o poder e o desenvolvimento por parte de somente um usuario, então resolveu criar seu forúm e sistema para ele poder mandar, vide leituras acima.
    Woshman, esse por sua vez resolve fechar codigos para evitar clonagem de seus programas, agora eu entendo o porque de estarem encriptados.
    Fabio, o cabeça do smartrouter, ele é a peça fundamental para tudo isso, é a chave que liga tudo. O desenvolvedor que se autodenomina "não desenvolvedor" mas é intitulado desenvolvedor. Função, trabalhar em defesa do Marcos.
    Gandalf, esse por sua vez tem como função ser um "Troll", apenas criando entradas para que Marcos e Fabio possam criticar e repassar magoas velhas sobre o antigo projeto o qual colaboravam.
    O restante do pessoal aqui ,entrou na confusão simplesmente atôa, peço que ou busquem manter o contexto do topico que é violação da gpl, a qual notei no video postado por outro membro revoltado (Thiago" que por sua vez era membro de BFW e depois fundador de smart junto com Marcos e sammy, volta ao bfw, sai e vai para teu projeto solo) o projeto dito fork segue o mesmo exemplo de não liberar fontes, e pelas datas de arquivos e pelas postagens em respectivos foruns notamos que primeiramente o smartrouter fez esse esquema de "bloquear " conteúdo, assim deram ao Woshman a total liberade para fazer o mesmo.
    Senhores , realmente não existe defesa de nenhum de vocês que passe por cima das evidencias, claramente vejo que se trata de um projeto revoltado (falta de atenção) e um onde se tem uma forma ditatorial , aos membros que ler esses posts, por favor, não levem em consideração as criticas feitas aos usuarios. Tudo isso ao ver de Anthonny passa de uma conspiração, assim acreditam em liberdade.
    Mostre-me o código." - Linus Torvalds
    Um pequeno detalhe lhe passou desapercebido:
    Existem duas versões do BFW: 2.x e 3.x.
    Eu nunca participei no desenvolvimento da versão 3.x do BFW.
    Outro detalhe: os forks são da versão 2.x. Não existem fork da 3.x.
    Mais um detalhe: ambas versões são desenvolvidas em paralelo até hoje (vide fórum do BFW).

    PS.: Não tenho a mínima idéia de quem seja Gandalf.
    Mas é só passar pelo fórum do BFW para verificar que eu era desenvolvedor lá.
    Usuário 033 em 24 de agosto de 2005.
    Última edição por marcos do vale; 08-11-2011 às 13:02. Razão: Comentário



  17. #197

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Mais uma ressalva: não conheço esse marcos. Fiz alusões ao que foi dito tanto por esse marcos quanto por esse woshmam. Foi só uma comparação de atitudes, se me permitem.

  18. #198

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Conspiração, Anthonyy? Troll ?
    Tem trolls aqui a todo momento, tentando desqualificar o meu ponto de vista, e você me chama de troll? Agora eu vi tudo. Eu esperava mais de você, companheiro, mas esperei demais, não é? Reconheci quando errei, quando você me chamou a atenção sobre dar corda para esses trolls, para chegar nessa altura da conversa e você me avaliar como troll? Se fosse outro, desses forks eu nem ia ligar, mas você está acompanhando isso desde o começo.
    Me decepcionei.



  19. #199

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Resalva(s):
    Não sou defensor do Marcos, colaboro no smartrouter juntamente com ele, e sou desenvolvedor sim, só não aprendi tudo. (E quem é que aprendeu?)
    Não dependemos de outros códigos para lançar novas versões de kernel. (Do que adiantaria realizar uma cópia? Qual o sentido do novo projeto então?)
    O smartrouter não foi criado para alguém poder mandar nele, e sim para ter liberdade em desenvolver.
    Não queríamos bloquear fontes, nós não tínhamos estrutura e nem conhecimento de como poderia ser compartilhado. (Para evitar confusões futuras das quais vemos atualmente).

  20. #200

    Padrão Re: Violação de GPLv3 : Como proceder?

    Citação Postado originalmente por marcos do vale Ver Post
    Um pequeno detalhe lhe passou desapercebido:
    Existem duas versões do BFW: 2.x e 3.x.
    Eu nunca participei no desenvolvimento da versão 3.x do BFW.
    Outro detalhe: os forks são da versão 2.x. Não existem fork da 3.x.
    Mais um detalhe: ambas versões são desenvolvidas em paralelo até hoje (vide fórum do BFW).

    PS.: Não tenho a mínima idéia de quem seja Gandalf.
    Mas é só passar pelo fórum do BFW para verificar que eu era desenvolvedor lá.
    Usuário 033 em 24 de agosto de 2005.
    Sim, notei que você é um grande desenvolvedor, um grande simbolo para o BFW.
    Más arrogante, impaciente e totalmente mal educado.