Página 1 de 13 123456 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Bom Dia caros Foristas,

    Fizemos uma análise contundente de mercado em relação ao mundo wireless x ubnt e chegamos a algumas conclusões a respeito:

    A Ubiquiti pediu para a comissao de financas e de bolsa de valores (SEC) a ida a Mercado para lançar açoes da empresa UBNT.

    Isso significa duas coisas:

    1) UBNT esta quebrada
    2) UBNT quer capitalizar dinheiro.

    Pelo perfil das empresas de wireless no mundo, sabemos que a UBNT desde 2006 tem ganhando muito mercado em frente as outras marcas, vendendo produtos de qualidade e de bom funcionamento, também sabemos que nos ultimos 12 meses esta havendo sérios problemas com chipsets e defeitos repetitivos nas linhas de produtos da UBNT, isso pode ser devido a inúmeros fatores fora do controle da mesma, ou então, um problema na cadeia de fornecimento de peças e ou produtos fabricados indevidamente.

    Até o meio de 2009 os produtos UBNT eram fabricados pela Lyon/lite-on um empresa muito forte em fabricação e montagem de produtos terceirizados, assim, os produtos mantinham qualidade e custo de fabricação elevados, mas, como o custo e a concorrência chegaram a afetar o marketing share da UBNT, a mesma moveu sua fabricação para outras fábricas, entretanto, a parte principal do financiamento e existência da UBNT estavam diretamente relacionada a uma das pessoas do time da UBNT com relação a Lite-on, quando então, a decisão de mudar de fabricante, a UBNT levou consigo dois problemas, a qualidade real dos chipsets atheros, que antes era garantidas pela Lite-on (pois a mesma lidava com o processo junto a Atheros) e agora passou diretamente para a UBNT que enfrentou vários problemas de falta de chipset no mercado e até lotes com baixa performance.

    A Crise que afetou a UBNT também afetou outras empresas, inclusive a propria lite-on/tp-link/atheros, levando ao mercado um crise de investimentos e retorno de capital, assim, o tsunami japones trouxe ao mercado o problema de cobertura de fabricacao de outros chipsets em fabricas de wireless, levando mais uma vez a falta de chipset wireless no mercado.

    A grande vantagem da UBNT na parte final de sua alavancada de vendas é a qualidade da recepção do sinal e de transmissão, que há muito é EXCLUSIVA da UBNT, isso mesmo, um dos diretores é um dos "propierarios" da RF Micro, que são os fornecedores dos PA e LNA para UBNT. Essa garantia de qualidade permanecerá por longa data, isso pode ser visto pelo investimento feito na UBNT em 2010/2011 por esse executivo.

    A UBNT esta tentando levar soluções para ALTA BANDA através dos novos produtos GPS/ rocket 3, que serão entregues neste mes e nos proximos meses subsequentemente.

    O Maior problema que podemos imaginar é:

    1) ATHEROS FOI VENDIDA PARAS QUALCOMM

    Isso quer dizer que qualquer BOCA DE PORCO (fabricante chines) agora vai comprar chipset atheros, e a grande pergunta é: China desenvolve tecnologia???

    Sim, desenvolve e também COPIA tudo, isso mesmo, copias, ou replicas, porém, agora a história é outra.

    O Desenho do projeto da linha M5 e M2 da UBNT (rocket, bullet, nano, grid, tudo), é PADRAO BASICO DA ATHEROS em PROJETO DE REFERÊNCIA, então, não há PATENTE de tecnologia quanto a isso, pois, a construção do rádio foi seguida o molde básico da Atheros. Isso quer dizer que uma empresa chinesa pode simplesmente pegar o projeto básico do Atheros e transformar num Rocket? Sim e não. Porém, o que eles fazem é diferente, basta fazer um simples Raio X de todas as camadas das placas, refaze-las em CAD/CAM, pegar o projeto de referencia, e apenas recalibrar a saida do RF para ter o mesmo ganho, assim, o que vai ter de diferencial é um PA e LA aproximado ao original, que irao resultar em 90% no mínimo igual ao equipamento original.

    Recentemente estive em Taiwan na feira, e por lá quase encontrei o Robert pessoalmente, eu não conheço ele, apenas o Ben, e sei que o trabalho deles é sério e que eles querem realmente fornecer soluções que sirvam aos provedores e que desonerem os alto custos, porém, o que vi foram 4 empresa literalmente COPIANDO os produtos da Ubiquiti, inclusive uma delas descaradamente fez uma COPIA do Bullet, sim, isso mesmo COPIA, no primeiro dia da feira, eu tinha acabado de chegar nesse Stand desta empresa e o Robert havia acabado de sair de lá PUTO, BRAVO, MUITO BRAVO, porque a empresa descaradamente COPIOU o Bullet, porém, depois de 2 meses a Mikrotik fez a MESMA coisa lançando o Grove, então, agora é que fica o seguinte conceito, as copias até então não rodam o firmware um no outro, mas isso se dará até quando?????

    Alguns rádios que estão chegando ao mercado que prometeram rodar o firmware nativamente da linha AirMax:

    Senao Networks
    Ruckus Wireless
    Mikrotik

    Estes rádios, tem exatamente os mesmos processadores e chipset de rádio dos UBNT, de forma que podem rodar nativamente TODOS os recursos do UBNT, isso mesmo, o que falta é algum russo ou lituanes fazer um porta basico do sistema de calibração que fica na partição nao volatil da flash, ou seja, basta uma COPIA simples de um equipamento ORIGINAL, e pronto, os radios rodam sem problema o AirMax.

    Como falamos o grande problema são os chineses e os taiwaneses que perderam MERCADO com a Ubnt, isso mesmo, eles literalmente ajudaram ao Robert no inicio, porem, deram um tiro no pé, perderam vendas em diversos setores, e hoje a UBNT não compra quase nada de taiwan, isso esta refletindo no mercado interno e o protecionismo a UBNT pela saida da Lite-on acabou, então, os chipsets estarão disponiveis no mercado novamente, o que ja esta acontecendo.

    Aqui todos do forum ja sabem disso, como aconteceu com os chipsets RTL8186, no qual foram disseminados no mundo inteiro, por taiwan, através de apenas 6 fabricantes, levando radios BASICOS ao uso como CPES/APs/Kit Clientes, que ainda são usados até hoje devido ao seu baixo custo e funcionabilidade, o que derivou isso??? Simples, firmware da AP Router brasileira que em 2006 teve a ousadia de se unir a uma empresa polonesa e adquirir o primeiro codigo fonte transformado para rodar com mais recursos, e assim, abrir mercado em todos os locais, gerando uma explosão do que era o basico para o que era funcional.

    Não estou dizendo que empresas devem copia o software uma das outras, mas, que como sabemos, os provedores são a ponta final, que usam aquilo que encontram.

    Em 2009 surgiu o Btsector num forum que disponibilizou um gerador de licenças para os firmware da Ap Router, quebrando assim, o meio de venda das licenças para a grande massa, gerando perdas significativas de receita para a Ap Router, isso é tanto verdade que rapidamente a Ap Router modificou todo o licenciamento do software para evitar prejuizos maiores.

    Se a grande sacada da UBNT estiver somente relacionada agora ao AirMax, acredito eu que em breve o revés deve chegar e bem rápido com a entrada dos produtos similares em plataformas Atheros.

    Em laboratorios, usando algumas da solucoes atheros de outros fabricantes (mais de 7), conseguimos rodar o AirMax ativamente e com todos os recursos, em radios de 30 dolares, assim, o que impedirá outros de fazerem o mesmo?

    Porque disso tudo?

    Simples, porque também estamos no mesmo local, no mesmo mercado, na mesma maré!

    As fabricantes nacionais que realmente se importam são:
    Krazer, Ap Router e Intelbras

    São as que estão com engenharia ativa, software ativos, desenvolvimento real em cima de projetos nacionais, enquanto TODAS as outras empresas do brasil buscam apenas o mover caixas.

    Neste jogo de puxa e empurra, ocorre as lutas e guerras do mercado, assim, produtos são constantemente modificados, aprimorados, refinados, para atingir as expectativas dos clientes, e manter os sistemas funcionando.

    Tudo isso para dizer a voces:

    1) Nunca fiquem LIGADOS a uma tecnologia proprietária, todos que assim fizeram perderam MUITO dinheiro mesmo, veja por casos de Proxim, Orinoco, Terabeam, Canopy e outros, que prometeram rios e fundos, e no final, apenas deixaram os usuarios a naufragar no oceano.
    2) Opte por TECNOLOGIA em HARDWARE, algo que dará sustento e continuidade, qualidade e funcionamento a sua rede.
    3) Garantia é tudo, então, preze por ELA.
    4) Não acredite em Mandrake nem mesmo em David Blake.

    O resultado final disso tudo é:

    Se novas tecnologias virão para resolver os problemas e que algumas empresas já estão disponibilizando no momento porque investir nas tencologias antigas/ultrapassadas para os equipamentos de radios????

    Exemplo: Rocket com GPS para solucionar o mal funcionamento dos Rockets
    Exemplo: Rocket Platinum/Titanium com Beamforming para solucionar o não funcionamento dos Rockets com GPS

    Isso quer dizer que nada que fazemos realmente funciona o que funciona muito mal no final e precisa de substituicao???

    Outro fator cronico, os ultimos chipsets atheros apresentam o seguinte problema que ninguém esta conseguindo resolver:

    PROBLEMA: Conectam e não navegam!!! (linha UBNT)

    Pelo que pesquisamos isso é problema de Hardware e não software, pois, o mesmo software que funciona no equipamento de lote anterior não funciona em lote atual, isso em algunas unidades, ou seja, lote com Bug, porém, quantas unidades com esse problema? AirGrid pare ser o lote que apresentou o maior número de problema atualmente no brasil.

    Gostaria de saber das opniões dos provedores neste momento, de uso de tecnologia proprietária, aberta, mix das duas?

    Qual equipamento que estão usando atulamente:


    abracos

    Erick
    (ps neste momento estou sendo neutro em relacao a todas as empresas)

  2. so uso ubiquiti e não tenho intenção nenhuma por enquanto de trocar



  3. Citação Postado originalmente por naldo864 Ver Post
    so uso ubiquiti e não tenho intenção nenhuma por enquanto de trocar
    Naldo, e se a ubnt falir? parar de fornecer para americar do sul? vc estara atrelado a tecnologia airmax, tera q começar a usar outra cpe que nao tenhao airmax, tendo que por mais aps nas torres para novos clientes, sem airmas para poder continuar a trabalhar.

  4. Citação Postado originalmente por filzek Ver Post
    Exemplo: Rocket com GPS para solucionar o mal funcionamento dos Rockets
    Exemplo: Rocket Platinum/Titanium com Beamforming para solucionar o não funcionamento dos Rockets com GPS
    nao diria que esses vieram para "solucionar o mal funcionamento"... eu diria que eles vieram para melhorar o funcionamento.

    rocket com GPS e rocket Platinum sao bem diferentes...
    um possui o GPS para organizar a comunicacao... o outro possui uma antena a mais...

    Citação Postado originalmente por naldo864 Ver Post
    so uso ubiquiti e não tenho intenção nenhuma por enquanto de trocar
    x2
    antes que falem... nao uso Airmax, entao, posso trocar de tecnologia facilmente.
    contudo, de todas que ja testei... nenhuma chega aos pes da ubiquiti.
    sensibilidade, disponibilidade no ubiquiti é muito maior que outras marcas.



  5. humm voces acreditam mesmo neste negocio da ubiquiti falir ...huhauahuahauh
    e a empresa que mas vende equipamentos wireless no mundo as ações dela quem apostar so tem a se dar bem .
    se ela abriu o capital acho que e para melhorar a empresa.
    toda via tem o botão para desativar o airmax dentro do firmware caso seja realmente necessario .






Tópicos Similares

  1. separando informações em php ou shell script
    Por no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 3
    Último Post: 24-02-2005, 16:34
  2. GSM 1.9 interfere em wireless
    Por Pirigoso no fórum Redes
    Respostas: 26
    Último Post: 22-12-2004, 07:55
  3. DHCP no linux em wireless
    Por oyama no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 13-08-2004, 21:21
  4. Named pipes bufferizam dados em HD ou RAM??
    Por a2gs no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 6
    Último Post: 29-06-2004, 14:24
  5. Usando o BIND com registros DNS em SQL ou LDAP
    Por brunomarcelo no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 26-08-2003, 17:01

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L