Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. não é muito bom usar amplificador bullet ele ja tem a potencia dele ja vc pode danificar eles usa sem amplificador ele não é de bullet 800mw

  2. não é muito bom vc usar amplicador no bullet vc pode danificar eles usa sem. ele não é de 800mw ja.



  3. é sim de 800 mw

  4. amplificador pra que? estudem um pouco mais antes de fazer um regaço spectral na sua regiao, isto sem falar nos dados a saude pros desavisados que monta e vai fazer manutencao e ficar a centimentos da antena com um microondas deste ligado, jovem, pra se ter uma ideia nem o PROPRIO forno de microondas opera na frequencia exata do batimento da frequencia da agua, pra se ter uma margem de segurança os fornos operam em media com 50Mhz de diferenca da frequencia central da molecula da agua, entao gira em torno de 2.5Ghz, o batimento correto que a agua responde aos batimentos é de 2450 Mhz ou seja 2.45 Ghz, malucos so pra seus esclarecimentos voce tem ideia do que é uma area PANTANOSA isto mesmo local com muita agua e lama impostos pelo proprio ambiente, entao, nos USA 2.45Ghz é usado pra enxugar quintais em regiois pantanosas, simples assim, espeta uma antena setorial 2.4 com um amplificador de somente 50W no chao virada pro local que se deseja afastar a umidade. agora imagina um filho seu em formacao ou de visinhos, porque que voce acha que geralmente os routers operando em 2.4 tem pouquissimas potencia de saida?. é bom darem uma atencao melhor ao uso de amplificadores, depois aparece ai com um cancer e reclama da sorte.
    A molécula de água, H2O, é formada por um átomo de oxigênio e dois de hidrogênio. Ela é bipolar, o que significa que o baricentro das cargas negativas e o das cargas positivas não são confundidos, isto se deve facto de o átomo de oxigénio ter mais elétrons negativos que o de hidrogénio.

    Quando sujeita a uma radiação, a molécula de água absorve a energia das ondas electromagnéticas se estas têm uma frequência que limita as das microondas (2450 MHz). Esta absorção traduz-se numa rotação da molécula de água.

    As moléculas de água de um alimento em estado normal estão em desordem: não respeitam nenhuma ordem de orientação específica. Mas quando sujeitas a um campo eléctrico contínuo os pólos negativos das moléculas de água têm tendência a orientar-se em direcção a este último.

    Quando sujeitas às microondas, as moléculas de água do alimento orientam-se em direcção do campo eléctrico que compõe estas ondas. Este campo, ao ser alternado, faz com que os pólos orientem-se sucessivamente num sentido e seguidamente no outro, o que resulta em várias mudanças de orientação (cerca de 2.450.000.000 vezes num segundo) ao mesmo ritmo que a onda que oscila 2.450.000.000 vezes por segundo.

    As fricções entre as moléculas de água criadas por este grande número de rotações libertam calor. Após esta liberação de calor, este se transmite às diferentes camadas do alimento por indução e reaquecimento assim a uma parte do alimento. A quantidade de água não repartida da mesma maneira no alimento faz com que certas partes do alimento fiquem mais ou menos quentes que outros. Mas quando há liberação de calor das moléculas de água, têm tendência a passar do estado líquido ao estado gasoso, o volume de vapor assim produzido não pode necessariamente ser contido no alimento e é por isso que certos alimentos explodem.

    A molécula de água não é a única a rodar na presença de microondas, há também os açúcares e as gorduras. Mas o que faz com que a molécula de água seja a única a desempenhar um papel na liberação de calor é a sua dimensão: é a única que é bipolar e que pode girar graças à sua pequena dimensão.



  5. uma materia mais bem explicada, ai vem a questao qual o percentual de agua e gorduras voce e sua familia e amigos tem no corpo? eu mesmo ja tive nauseas ao dar manutencao em equipamentos 3G operando em 2.1Ghz, entao mediante instrucaes tecnicas nao subo mais em torre com equipamentos ligados.

    Os alimentos geralmente contêm uma certa porcentagem de água. A água é formada por moléculas polares, isto é, possuem pólos nos seus extremos, um positivo e outro negativo, conforme mostra a figura 1. As microondas na freqüência de 2,45 GHz carregam energia que pode ser fracamente absorvida por moléculas polares como da água, gorduras e açúcares, utilizando o fenômeno da ressonância. Moléculas polares são capazes de se alinhar com o campo elétrico das ondas. Como o campo muda de direção de acordo com a freqüência, cada molécula tende a acompanhar essas mudanças, arrastando moléculas vizinhas. Essa agitação resulta no aumento da energia cinética das moléculas e, como conseqüência, também ocorre o aumento da temperatura. A figura 2 mostra uma seqüência de variações de um campo elétrico e a tendência de uma molécula de água em acompanhar essa variação. Somente moléculas de água, gordura e açúcar entram em ressonância com as microondas. Isso significa que apenas os alimentos que contêm essas moléculas são aquecidos pelo forno. Então, o ar, os vasilhames de vidro, plástico ou outros materiais não são aquecidos, o que representa uma grande economia de energia. O ar e os vasilhames colocados no interior da câmara de cozimento se aquecem apenas por condução ou convecção através do alimento aquecido.
    Fig. 2
    No instante (1) a molécula da água está alinhada com o campo elétrico da onda; No instante (2) o campo inverteu seu sentido e a molécula tende a girar; No instante (3) a onda muda de sentido novamente e a molécula tende a acompanhar o campo. O processo se repete 2,45.109 vezes por segundo, acompanhando a freqüência da onda. O forno de microondas aquece os alimentos de fora para dentro Muitas pessoas pensam que o forno de microondas produz um cozimento uniforme. As microondas penetram no alimento até uma determinada profundidade, dependendo da densidade deste. Em alimentos menos densos como um pão, as microondas penetram de 5 a 7 cm, enquanto que em alimentos mais densos, como a carne, elas penetram entre 2 a 3 cm. À medida que as microondas penetram no alimento, sua energia é absorvida por ressonância e sua potência diminui, pois a energia da onda é absorvida e transformada em calor. Assim, alimentos mais grossos serão cozidos por microondas apenas até a profundidade em que elas conseguem penetrar, ou seja, as primeiras camadas externas. As camadas internas serão cozidas por condução do calor, da mesma forma que em um fogão convencional. Também é importante destacar que a freqüência de radiação emitida pelo magnetron não é igual à freqüência natural de oscilação das moléculas da água, açúcares ou gorduras. Isso faria com que a energia das microondas fosse totalmente absorvida nas primeiras camadas do alimento e levaria a situações em que, em pouco tempo, o alimento estaria totalmente cozido nas camadas externas, enquanto que as camadas internas permaneceriam cruas. Se a freqüência fosse muito baixa, a penetração seria maior, porém a energia seria muito fracamente absorvida e não seria capaz de promover o aquecimento. Portanto, freqüências elevadas penetram menos e, como conseqüência, não aquecem os alimentos internamente; por outro lado, freqüências mais baixas penetrariam mais, mas não aqueceriam o suficiente para cozer os alimentos. Por isso escolheu-se um meio termo, ou seja, uma freqüência de 2,45 GHz. Autor: Ivo Mai
    UFRGS – Mestrado Profissional em Ensino de Física






Tópicos Similares

  1. Amplificadores em APs para internet via radio wireless
    Por silviolm no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 1
    Último Post: 02-08-2004, 06:59
  2. wireless
    Por fmartini no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 15-11-2003, 11:56
  3. Placa wireless
    Por rodrigovccruz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 03-09-2002, 19:53
  4. Placa wireless
    Por ediguedes no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 05-08-2002, 21:52
  5. autenticação wireless
    Por eclaudin no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 02-08-2002, 16:02

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L