Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Amigos, hoje eu vi em um pequeno provedor uma solução que de forma alguma usaria, a pessoa me chamou para dar uma melhorada na rede dele, ao chegar fiquei perplexo com a falta de preocupação com os equipamentos, cabos para todo lado, torre com obstáculo na frente, e o que me chamou a atenção, ele tem 2 PTP, em um dos ptp esta assim.
    Uma nanoBridge 22 envia ..............................> para a ponta B que possui outra nanoBridge 22, o cabo de rede desta aqui vai direto na fonte poe, e envia para uma Nanostation M5. NORMALMENTE EU USO UMA RB750, OU 450 neste meio, mas lá esta direto, ao meu entender isto não é uma boa solução pois sobrecarrega o equipamento, alguém usa assim, ou já viu algo assim? seria uma boa pratica de rede, ou é pura gambi mesmo? todos os clientes são validados no servidor, que por sua vez esta em um local muito ruin.

    Acho que alguns amigos não entenderão o problema principal, que são os cabos colocados de forma precária, equipamentos de qualidade com as suas respectivas fontes colocadas em caixas improvisadas isto que estou chamando de gambi.
    com relação a minha fala "Uma nanoBridge 22 envia ..............................> para a ponta B que possui outra nanoBridge 22, o cabo de rede desta aqui vai direto na fonte poe, e envia para uma Nanostation M5." para facilitar o entendimento criei um diagrama, eu usei a Air grid para exemplificar; mas no local há uma nanobridge 22 M5.



    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Projeto wifi NanoStation.jpg
Visualizações:	400
Tamanho: 	47,4 KB
ID:      	36404
    Última edição por biohazzard; 15-06-2012 às 19:27.

  2. Ola não há nada de errado nisso. isso é uma rede em bridge.
    Caso vc coloque uma Rb 750 ou 450, vc passa a usar a rede roteada, e fazer a autenticação na torre.
    Não sobrecarrega de forma alguma o ptp, visto que seria necessário muita banda p/ isso.

    Aqui possuo 3 torres + rede de internet a cabo com autenticação centralizada na central, os ptp em wds para repasse de mac, torre onde tem mais de 2 antenas coloco switch.

    Cuidado como vc se expressa, pois pode parecer que vc se sente superior aos demais aqui do forum.

    Obs. Isso não é gambiarra, é rede em bridge.



  3. Citação Postado originalmente por edmarmega Ver Post
    Ola não há nada de errado nisso. isso é uma rede em bridge.
    Caso vc coloque uma Rb 750 ou 450, vc passa a usar a rede roteada, e fazer a autenticação na torre.
    Não sobrecarrega de forma alguma o ptp, visto que seria necessário muita banda p/ isso.

    Aqui possuo 3 torres + rede de internet a cabo com autenticação centralizada na central, os ptp em wds para repasse de mac, torre onde tem mais de 2 antenas coloco switch.

    Cuidado como vc se expressa, pois pode parecer que vc se sente superior aos demais aqui do forum.

    Obs. Isso não é gambiarra, é rede em bridge.
    Valeu bro pelo toque!

    Como eu mesmo falei, eu uso a RB750 OU 450 justamente para não sobrecarregar os ptp. A solução que alguém implementou neste ptp que eu me referi, foi quando tinha pouca demanda, mas hoje a realidade dele é outra, e a rede esta muito lenta, então posso usar assim quando for um ptp de pouca demanda e quando for um de maior demanda colocar uma rb 750 por exemplo? se for assim, os dois outros ptp que vou montar para ele mesmo que é para atender 30 pessoas e um trafego de 10Mb não preciso de uma rb, posso colocar direto em bridge, gerando assim uma economia, muito boa a solução.
    Me corrija se eu estiver errado!!

    Me desculpe se por acaso passei a ideia de superioridade, não era esta e nunca será a minha intenção, mas é por que, cabos não organizados em um cpd, em um provedor acaba sendo complicado para os próprios profissionais a proverem uma manutenção interna sem provocar grande impacto na infraestrutura.

  4. Vc esta viajando meu amigo, aqui trabalho exatamente assim

    1° ptp 2x nanob 22dbi em wds 1.5km
    300/300 ccq 100% cada nano trabalhando com 8dbi
    Cabo sai direto da rb1200 p/ a fonte poe

    torre swith /1000 3com 8p
    2x basestation 17dbi 90° c/ rocket 60mts
    1x basestation 20dbi 90° c/ rocket 55mts
    2x painel hyper horizontal c/ bullet 2 hp 53mts
    1x omni hyperlink c/ bullet 2 hp 30mts
    1x caixa heremetica para o swith
    1x caixa her para as fontes
    1x cabo pp 3x4mm 60mts para levar energia estabilizada que sai do pé da torre
    Tudo com cabo blindado ubnt e conectores blindados ubnt
    Media de cliente ON 70

    2° ptp 2x nano loco m2 em wsd 300mts
    1x basestation 17dbi c/ rocket 20mts
    1x omni hyperlink c/ bullet 2hp
    1x hub 3com 8p /1000
    Cabo e conector ubnt
    1x 18mts de cabo pp 3x2,5mm
    Media de cliente On 7

    Rb1200 fazendo controle cache e algumas regras de firewall + mk-auth para radius.

    Aonde esta a bagunça?

    É da forma que trabalha? Nao.. mas me diga aonde esta o erro e qual a bagunça?



  5. Amigo uso de forma bem parecida aqui, o unico problema é o broadcast que corre livre leve e souto pela rede, dai veio minha solução, não uso o firewall das rbs, mas na bridge tem um filtrozinho, onde eu estou barrando ips que nao são da rede, comunicação entre usuarios e dhcp, melhorou uns 20 a 30 %, o que é muito bom, isto eu faço em todas as repetidoras que tenho, e a autenticação esta em uma rb 1100 na central, com MK-auth e thunder cache 7.1 pago






Tópicos Similares

  1. Provedor totalmente ipv6
    Por usuario2012 no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 18-09-2012, 16:25
  2. Respostas: 12
    Último Post: 19-08-2009, 19:56
  3. Respostas: 7
    Último Post: 14-03-2009, 10:00
  4. Respostas: 8
    Último Post: 28-12-2007, 23:51
  5. Respostas: 3
    Último Post: 21-10-2007, 23:27

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L