+ Responder ao Tópico



  1. #1
    Avatar de andersonfire
    Ingresso
    Mar 2011
    Localização
    Rio Grande do Sul-Alvorada(cidade sem lei)
    Posts
    281

    Padrão Enlace 24 KM com nanostation?

    Buenas amigos do under hoje estava navegando no face e um post da UBNT me chamou a atenção.Ele faz menção a um link sendo trafegado por uma nanostation(seja ele 2.4 ou 5.8) a uma distancia de 24km por cima do mar

    Sera possivel????

    Como eles conseguem???

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         f.jpg
Visualizações:	102
Tamanho: 	35,6 KB
ID:      	38595

  2. #2

    Padrão Re:

    Anderson, é uma ilha... Não tem as mesmas situações de atenuação por ruídos que temos na zona urbana.

    Pela foto parece uma NanoStation 5, série Legacy. A mim não parece tão absurdo montar um painel 5.8 de 20dbi e fechar o link com -75dbm passando 10 mega no rate 24/24 mega.



  3. #3
    Avatar de andersonfire
    Ingresso
    Mar 2011
    Localização
    Rio Grande do Sul-Alvorada(cidade sem lei)
    Posts
    281

    Padrão Re:

    Citação Postado originalmente por Jadir Ver Post
    Anderson, é uma ilha... Não tem as mesmas situações de atenuação por ruídos que temos na zona urbana.

    Pela foto parece uma NanoStation 5, série Legacy. A mim não parece tão absurdo montar um painel 5.8 de 20dbi e fechar o link com -75dbm passando 10 mega no rate 24/24 mega.
    Pois é tche quem dera se a nossa zona espectral tbm fosse assim....

  4. #4
    Avatar de andersonfire
    Ingresso
    Mar 2011
    Localização
    Rio Grande do Sul-Alvorada(cidade sem lei)
    Posts
    281

    Padrão Re: Enlace 24 KM com nanostation?

    Citação Postado originalmente por Marcionetfast Ver Post
    Este enlace é possível primeiramente como o nosso amigo jadir disse , claro que supostamente " não há atenuações por ruídos naquele local "
    Segundo lugar e o mais importante neste específico caso é a " água salgada que ajuda na propagação deste sinal em um específico angulo "
    Explicando cientificamente :

    ANGULO DE PSEUDO-BREWSTER


    Como se sabe, a onda eletromagnética emitida pela estação transmissora é uma grandeza vetorial cuja componente principal será o vetor preponderante no lóbulo de irradiação mais a soma dos vetores paralelos que sejam originários de superfícies refletoras.Assim, em um plano eletromagnético a onda frontal incidente no plano limite entre dois meios dielétricos distintos, com diferentes ângulos de refração, o ângulo de incidência que está sendo propagado de um meio para outro é unitário quando a onda está linearmente polarizada e cujos vetores elétricos estão paralelos ao plano de incidência. O ângulo de Brewster é dado pela fórmula (1) constante da figura a baixo, onde n é índice de refração do meio. E que por sua vez é definido pela fórmula (2).

    Obviamente a magnitude do coeficiente de reflexão é mínima quando o ângulo de fase está em 90 graus. Nesta situação a onda refletida muda de sinal, portanto quando os vetores transmitidos, via onda refletida no solo, estiverem abaixo do ângulo de Pseudo-Brewster estes irão diminuir a grandeza do vetor resultante e serão a este adicionados quando estiverem acima do referido ângulo.



    http://www.py2yp.com/hidden/images/brewster.jpg
    Angulo de Pseudo-Brewster
    Desta forma as condições de solo definem o ângulo de Pseudo-Brewster. Se estas forem pobres o sinal transmitido será diminuído na exata proporção dos sinais que estiverem abaixo do referido limite. Por outro lado, quando as condições de refletividade do meio são boas os sinais são aumentados.
    Para melhor ilustrar vejamos os ângulos de Pseudo-Brewster para alguns meios mais comuns:

    • Água salgada = 0,2 graus;
    • Terrenos alagados = 4 graus;
    • Solos ricos em ferro ou alumínio = 8 graus;
    • Solos arenosos e secos = 15 graus;
    • Zona urbana ou industrial = 30 graus.



    Grande Marcionetfast sempre com vasto conhecimento técnico e experiência de campo elucidando ou ao menos norteando os tópicos



  5. #5
    Suporte em Redes Avatar de wdnc5
    Ingresso
    Nov 2011
    Localização
    LUZIANIA GO
    Posts
    546

    Padrão Re: Enlace 24 KM com nanostation?

    Citação Postado originalmente por Marcionetfast Ver Post
    Este enlace é possível primeiramente como o nosso amigo jadir disse , claro que supostamente " não há atenuações por ruídos naquele local "
    Segundo lugar e o mais importante neste específico caso é " a água salgada ajuda na propagação deste sinal em um específico angulo "
    Explicando cientificamente :

    ANGULO DE PSEUDO-BREWSTER


    Como se sabe, a onda eletromagnética emitida pela estação transmissora é uma grandeza vetorial cuja componente principal será o vetor preponderante no lóbulo de irradiação mais a soma dos vetores paralelos que sejam originários de superfícies refletoras.Assim, em um plano eletromagnético a onda frontal incidente no plano limite entre dois meios dielétricos distintos, com diferentes ângulos de refração, o ângulo de incidência que está sendo propagado de um meio para outro é unitário quando a onda está linearmente polarizada e cujos vetores elétricos estão paralelos ao plano de incidência. O ângulo de Brewster é dado pela fórmula (1) constante da figura a baixo, onde n é índice de refração do meio. E que por sua vez é definido pela fórmula (2).

    Obviamente a magnitude do coeficiente de reflexão é mínima quando o ângulo de fase está em 90 graus. Nesta situação a onda refletida muda de sinal, portanto quando os vetores transmitidos, via onda refletida no solo, estiverem abaixo do ângulo de Pseudo-Brewster estes irão diminuir a grandeza do vetor resultante e serão a este adicionados quando estiverem acima do referido ângulo.



    http://www.py2yp.com/hidden/images/brewster.jpg
    Angulo de Pseudo-Brewster
    Desta forma as condições de solo definem o ângulo de Pseudo-Brewster. Se estas forem pobres o sinal transmitido será diminuído na exata proporção dos sinais que estiverem abaixo do referido limite. Por outro lado, quando as condições de refletividade do meio são boas os sinais são aumentados.
    Para melhor ilustrar vejamos os ângulos de Pseudo-Brewster para alguns meios mais comuns:


    • Água salgada = 0,2 graus;
    • Terrenos alagados = 4 graus;
    • Solos ricos em ferro ou alumínio = 8 graus;
    • Solos arenosos e secos = 15 graus;
    • Zona urbana ou industrial = 30 graus.


    Tive que estudar sobre esta situação em específico pois eu tinha um enlace de apenas 3 km no mesmo cenário porém era um rio " ÁGUA DOCE " , foi um grande problema , pois o tempo todo o sinal ia para baixo e para cima , as vezes até sumia, e través de pesquisas descobri que o rio era meu problema.
    Solucionei aumentando a altitude colocando o AP em outro local da cidade !
    Vlw !
    tava faltando pessoas como você no forum, parabens pelo nivel de conhecimento.
    que Deus sempre continue lhe dando mais sabedoria e entendimento.
    abraços...

  6. #6

    Padrão Re:

    Márcio, sabe porque eu vou clicar na estrela e te indicar uma reputação? Porque tu mudou a maneira de se expressar, e tá colaborando com o fórum.

    Agradeço de coração pela contribuição que fez nesse tópico. E continue assim, cabeça fria e sensato que tu tem muito conhecimento pra ajudar aqui no Under.



  7. #7

    Padrão Re:

    Em tempo: Anderson, não sei ai em Alvorada, mas aqui em Santa Maria a situação não lá as piores. É possível trabalhar perfeitamente (só não sei por quanto tempo).

  8. #8

    Padrão Re: Enlace 24 KM com nanostation?

    Outro detalhe é que sem duvidas este PTP, pode esta usando antena offset, além da fala http://cdn01.under-linux.org/customa...tar83472_1.gif Marcionetfast, somente com a utilização das offset da ubiquiti é possivel realizar tao proeza. Outro fato, é que estas offset nem sempre chegam aqui no brazil devido as suas dimensões, pois como não temos um centro de distribuição UBNT, somente temos revendedores fica dificil comprar, mas eu e muita gente usa ANTENAS SKY adapetadas, Ou quem preferir pode comprar agora da Aquario. É A OFFSET que possibilita, por mais que a agua salgada transporte dados, é infimo a sua participação neste caso, pois nem sempre a composição e desidate de sal é igual nos oceanos, e mares, e N vetores podem ocorrer.



  9. #9

    Padrão Re: Enlace 24 KM com nanostation?

    Opa! amigo MarcionetFast, leia com mais atenção, eu reforço a sua fala, e não ponho em xeque a pesquisa, sim! cada local sempre deve ser bem estudado, um link sobre um lago as ondas irão se comportar bem diferente de um link no deserto do Saara ou do Atacama, ou em uma geleira no polo Norte, ou no Polo Sul,devido estar propício à sofrer interferências do campo eletromagnetico da terra, ou de tempestades solares; ou um link sobre o mar, ou oceano, para quem ainda não sabe mar é diferente de oceano, assim como lago é diferente de lagoa. Um outro detalhe são os telhados de zinco o que pode interferir na variação das ondas, N vetores podem ocorrer possibilitando o sucesso ou fracasso do link; agora fiquei em duvida, o amigo fala que fez um link de 28Km "eu mesmo já fiz um enlace de 28km em um 2.4 passando até 2 megas sem qualquer cálculo ou antenas milagrosas" mas foi usando uma nanostation M2? por que a duvida é sobre a utilização dos nanostation.

    "Buenas amigos do under hoje estava navegando no face e um post da UBNT me chamou a atenção.Ele faz menção a um link sendo trafegado por uma nanostation(seja ele 2.4 ou 5.8) a uma distancia de 24km por cima do mar
    Sera possivel????
    Como eles conseguem???"

    Mas como o amigo falou que eu estou querendo tirar os seus creditos, poderia dar a resposta de como conseguio um ptp de 2.4 a 28KM?

  10. #10

    Padrão Re: Enlace 24 KM com nanostation?

    Pessoal de fato os ap router são bem potentes, eu também usei por um bom tempo como equipamento principal do meu PTP, com as antenas direcionais Dimensiontech, depois migrei para UBNT mais por questão montou esta pronto.