Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Galera eu testei...fica lentao. so melhora se aumentar tudo para 1508!!

    Na interface nos ubiquitis e nos mikrotiks.

  2. #22

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Citação Postado originalmente por allac Ver Post
    Galera eu testei...fica lentao. so melhora se aumentar tudo para 1508!!

    Na interface nos ubiquitis e nos mikrotiks.
    Mais no caso vc aumentou acima de 1508 ?



  3. #23

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Eu coloquei exatamente 1508 não testei acima disso.

  4. #24

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Citação Postado originalmente por allac Ver Post
    Eu coloquei exatamente 1508 não testei acima disso.

    Alan

    A questão do 1508 é que 1500 é o pacote tcp que te interessa ( a informação propriamente dita ), 4 bytes são acrescentados no pacote para sinalizar o mpls ( o Label ) e outros 4 bytes se você criar uma vpls. E assim sucessivamente, cada vpls que você acrescentar vai usar + 4 bytes. Então, na prática, eu uso 1522 bytes. Por quê? Simples, as portas de rede da maioria das routerboards suportam até 1522 (menos a LAN1 que geralmente é 1526). Então se normalmente é 1522, deixo assim, mesmo que eu não use, pois já está pronto para o futuro...

    Um abraço.

    Douglas



  5. #25
    Moderador Avatar de gamineiro
    Ingresso
    Jan 2008
    Localização
    RS
    Posts
    423
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Boa noite,

    Pessoal, muito boa essa discussão do MTU. Eu penso dessa forma:

    TODOS os equipamentos da rede devem ser setados para terem o mesmo MTU, que é definido pelo MENOR MTU suportado em todos os equipamentos, ou seja, se eu tiver 99 RBs 1100AH, que suporta MTU de 9498 e apenas 1 RB450G, e não quiser FRAGMENTAÇÃO na rede, terei que configurar o MTU de todos os equipamentos em 1520, que é o maior MTU suportado por ela.

    Quanto maior o MTU da rede, mais rápido o encaminhando de pacotes, menor o uso de CPU, etc

    Não vou descrever o cálculo de MTU, peço vejam o manual do Mikrotik[1], que é bem intuitivo.

    [1] -
    http://wiki.mikrotik.com/wiki/Manual...n_RouterBoards

    Mais uma vez, parabéns pelo tópico @allac

    Abraço

  6. #26

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Excelente informação esse tópico traz a todos!! Complementou meus vídeos, e acrescentou experiencia a comunidade.



    Allan Caldas



  7. #27

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Olá Galera , minha rede esta toda em bridge ! fica a mesma coisa ? uso MIKROTIK e Ubiquiti !
    Alguma dica ? uma abraço a todos .

  8. #28

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    sempre coloquem o maior valor mtu que o equipamento suporte(isso nas interfaces wireless), e nas interfaces ethernet coloquem 1522, no caso de ubiquiti eu utilizo em bridge e o roteamento faço em rb, nas interfaces e na bridge dos ubiquitis coloco sempre 1600 para mtu, na guia de configuraçao do mtu nas interfaces mpls eu coloco mtu de 1600 para interfaces que uso cartao, assim eu aproveito os megapacotes.



  9. #29

    Padrão

    pessoal eu fiz da seguinte maneira, como temos todas rbs modelos novos com l2mtu suportando acima de 9000
    e elnaces com ubiquiti sendo q o max mtu dos ubiquiti (modelos novos) eh 2024,
    tive q baixar e padronozar o l2mtu das rbs pra 2024, setei todos os radios ubnt em mtu 2024

    / interface ethernet set [find] l2mtu=2024

    setei o mtu das interfaces mpls

    /mpls interface set [ find default=yes ] mpls-mtu=2024

    e tambem setei todas as vpls advertiset-l2mtu para 2024 e o mtu deixei em 1500

    /interface vpls set [find] advertised-l2mtu=2024


    por enquanto esta funcionando , mais o q vcs acham essa configuracao estaria correta?, o q deveria mudar? obg..

  10. #30

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Caro Allan, primeiramente parabéns pelo trabalho que tem feito em meio a comunidade de provedores, é de suma importância que alguém tome iniciativas como a sua de estar sempre se dedicando a ensinar e compartilhar conhecimento.

    Quero compartilhar com vocês do fórum uma dúvida que tem me atraído um bocado da atenção, conforme foi dito anteriormente neste tópico, não seria possível enviar um pacote de 1500 bytes por uma rede VPLS sem que ele seja fragmentado caso a configuração de MTU do MPLS esteja também em 1500 correto?
    Pois lendo este tópico resolvi fazer um teste, criando um rede VPLS e passando por vários equipamentos como na figura abaixo:

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ScreenHunter_24 Apr. 07 15.58.jpg
Visualizações:	64
Tamanho: 	28,1 KB
ID:      	63425

    O interessante, é que enquanto o MPLS estava com seu valor MTU padrão de 1508, somente era possível enviar pacotes de 1478 bytes sem que houvesse fragmentação, e quando mudei o valor para 1500, consegui enviar pacotes de 1500 sem fragmentar. Obtive o resultado utilizando o TORCH do Mikrotik, na figura abaixo podemos notar os dois roteadores, onde um envia o pacote e o outro recebe, na análise TX e RX Pack podemos ver que somente (1) um pacote é enviado e recebido por vez.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         MTU1.jpg
Visualizações:	76
Tamanho: 	227,9 KB
ID:      	63426

    Sendo assim não há fragmentação, correto?
    Posteriormente aumentei o pacote para 1550 bytes, onde notei que houve fragmentação. Na próxima figura, podemos notar que agora são dois pacotes que estão sendo recebidos e enviados.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         MTU2.jpg
Visualizações:	70
Tamanho: 	205,7 KB
ID:      	63427

    Fica a seguinte pergunta, e os 8bytes do MPLS onde ficam?

    Tenho uma ideia, mas gostaria de obter uma análise do colega, até para que outros participantes do fórum possam também tirar suas dúvidas. Obrigado.



  11. #31

    Padrão Re: Tutorial sobre VPLS

    Pra saber se um pacote passa sem ser fragmentado é só marcar aquela opção don't fragment, se o ping responder o pacote passou sem ser fragmenentado, caso contrário retornará uma mensagem de erro que não é possível fragmentar.