Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por marcosfidelis Ver Post
    Um dos problemas é cabo de alumínio, vai perdendo o sinal aos poucos...
    Muita gente põe a culpa nesses cabos, mas eles não necessariamente se degradam rapidamente. Temos alguns de 2009 e estão ok, isolando bem pra evitar entrada de agua, e não tendo rachaduras, posso dizer então que suportam 4 anos.
    Mas... vejo muita gente usando fita isolante comum (Vinil), é bem fácil entrar umidade ou agua com isso, uma vez molhado a malha apodrece rápido. Conector de RF devia usar solda, eles tem um buraquinho na lateral pra facilitar a solda, mas geralmente só se encaixa o conector no cabo, as chances de contato ruim sem solda são grandes (Chances, não a certeza de mal-contato).


    Citação Postado originalmente por wandosantosrc Ver Post
    os conteúdos a respeito são muito vago...queria algo mais especifico
    Numa rede ideal todos os clientes tem o mesmo nível de sinal (Sinal cliente>torre, não adianta nada ver o sinal torre>cliente) e o mesmo ACK time. Se tem um cliente com sinal digamos -79dB e os outros estão com digamos -60dB, esse cliente de sinal ruim está fazendo mais requisições de reenvio de pacotes que os outros clientes (Pois muitos pacotes dele não chegam ou ele não consegue ler e devolve um checksum incorreto (Google por Checksum, é muito importante entender esse conceito, usado não só em redes), o cliente de sinal ruim utiliza mais processamento e ram do equipamento (Armazenando e repetindo pacotes) mas também usa mais a etapa de RF (São mais pacotes, e com sinal proximo ao limiar o aparelho pode confundir sinal desejavel com algum sinal refletido nalgum ponto, que chega com alguns uS de atraso).

    Quando o nível de sinal está alto (Digamos -65dB) mas o ack time varia muito, pode desconfiar que o nível de sinal está variando mais rápido que o equipamento consegue medir ou informar. Radio barato tipo RTL8186 atualiza o sinal a cada 1s praticamente, mostra sinal digamos a -50dB, se colocar na mesma antena um MK ou UBNT verã sinal variando tipo -50 a -65dB, se o sinal passa por arvores geralmente é isso que vemos. SE colocar um osciloscopio nesse ponto você verá variação ainda maior desse sinal, tipo -50 a -90dB, em milesimos de segundo. O aparelho informa o sinal medio ou mais alto, mas na hora do "vamos ver", de trafegar dado, trafega mal e mal 1 ou 2Mbps numa rede de 11Mbps, e exibe CCQ tipo 50%.

    Zona de fresnel obstruída também atrapalha muito. Dependendo do tipo de ostrução tem reflexos, igual fantasma em TV local, onde a imagem fica meio duplicada 0,5cm pro lado. Com pacotes de rede não ocorre a duplicação do pacotes, mas a etapa de RF e o processador precisam trabalhar mais isolando pacotes que devem ser aproveitados do que devem ser ignorados. Denovo o CCQ ajuda a identificar isso.

    Mais importante do que receitas de bolo pra corrigir problemas é entender como a tecnologia funciona, sabendo isso fica facil saber o que fazer ou não fazer numa instalação. Anteneiro é vítima de preconceito porque boa parte tem preguiça de estudar e quer ir pela prática, ajusta, reposiciona, troca cabo, muda polarização... sem saber porque está fazendo isso. Tem que saer o que faz, mas precisa muito mais saber PORQUE faz desse jeito. Antena wifi, de tv a cabo, de tv aberta, de radio fm, de radio am, é tudo igual, os problemas são os mesmos, mas wifi trabalha com sinal mais baixo, alguns problemas tem consequencias mais preocupantes que outros, mas não deixa de ser tudo igual, a etapa de RF muda de frequencia mas é similar a um LNBF de parabolica ou tv digital, o processador e ram dum roteador são bem diferentes dos proc. de desktops e notebooks, mas ambos tem gargalos e são afogados por calculos e armazenamento que podiam ser evitados, um perde capacidade por ter que reenviar pacotes, outro perde capacidade porque tem que rodar um pesadíssimo Avast que podia ser evitado (Só reenvia pacote quando há problema físico na conexão, só precisa antivirus usuario quer não sabe usar, ambos são problemas evitáveis. Melhor que achar um AV mais leve, ou comprar um micro mais poderoso, não é melhor aprender a usar o que tem? Com sinal idem, melhor que trocar toda a rede por apenas UBNT e MK, não é melhor otimizar o que já tem? A maioria opta pelo mais facil, mais bobo, que gera menos necessidade de quebrar a cabeça: PC novo, e apenas UBNT e MK na rede, você verá centenas de posts aqui no forum recomendando isso. Eu recomendo o contrário: Primeiro estude, entenda a tecnologia, aí sim verá quando precisa de UBNT e MK.

    Cursos de eletronica, de ondas eletromagneticas, de redes (Teoria de camadas e cia), de antenas, de sinais digitais (Eletronica digital), programação...

  2. Obrigado Ruben pelos esclarecimentos, mesmo sendo especialista sempre se aprende mais, quando se explica em linguagem simples e objetiva. Acrescentando mais, sempre confira o sinal que está chegando no AP, pois a maioria apenas basea-se pelo sinal que tá chegando no rádio cliente, olhe o sinal que chega no AP, sempre comece com a potencia mínima e vá regulando até chegar no nível adequado com o mínimo de ruido, nisso o AP Mikrotik leva vantagem pois tu pode verificar o ruido e qualidade individualmente.
    JMayer






Tópicos Similares

  1. Respostas: 3
    Último Post: 02-12-2010, 22:29
  2. Lentidão na rede
    Por antoniojr no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 12-10-2008, 17:24
  3. Lentidão na rede wireless
    Por Infobyte no fórum Redes
    Respostas: 27
    Último Post: 02-03-2007, 00:51
  4. Estou para enlouquecer com lentidão na rede!!! Squid?
    Por CEP no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 20-01-2006, 21:25
  5. Lentidão na rede (ping alto, maior que 400ms)
    Por nataniel no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 31-08-2005, 06:47

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L