Página 3 de 8 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. E quanto a isso de ter RX menor, é só marcar HT MCS menor no outro lado.

    O lado A pode transmitir com MCS12, e o lado B com MCS10, sem problemas. Vai ter no lado A TX/RX de 78M/39M no ponto A, e 39M/78M no ponto B.

    Nas RB's recentes a Mikrotik não divulga mais a sensibilidade de CADA datarate, só de MCS0 e MCS7 (Que dá na mesma que MCS8 e MCS15), mas pelos numeros nessas 2 sensibilidades a gente tem idéia do resto. Em MCS12 a sensibilidade com canal de 20MHz deve ser cerca de -86dBm, então o sinal pra ter CCQ no máximo devia ser -66dBm até uns 10Km, e em 38Km eu diria que precisa 30dBm acima da sensibilidade, ou seja, -56dBm de sinal pra ter CCQ no máximo.

    O último print mostra sinal em -62 ou -63, isso é sinal suficiente pra MCS10 nessa distancia (Se a intenção é CCQ maximo).

    Quanto maior a distancia maior a margem de sinal entre sensibilidade e o sinal de RX, 38Km exige uns 30dBm de margem, isso é sinal pra caramba.
    (Em 3Km pode ter só 12 ou 13dBm de margem que terá CCQ em 100%, em 10Km pula pra uns 20dBm de margem, e partir dos 25Km precisa 30dBm de margem, porque a perda por poeira e agua em distancia grande é maior, tem o "thermal fadding")

    ACHO que com RB912 e antena de 31dB mandar sinal suficiente pra MCS12 vai ter que colocar a potencia em 24dBm, que é o máximo se não me engano. Com essa potencia deverá ter sinal em -55 no outro lado, suficiente com folga pra 100% de CCQ em MCS12.
    (E o outro lado transmitindo em MCS10, com potencia também bem alta, tipo 22dBm)

    (Baseio minha conta na perda de 140dB de sinal em 40Km. Radio a 24dBm + antena de 31dBi = 55dBm EIRP, 55 menos 140dBm de perda dá -85, com 31dBi de ganho da antena dá -85 + 31 = -54dBm de sinal chegando no outro radio. Com relação a sensibilidade de uns -86 isso dá 32dB de margem, excelente pros faddings no caminho tipo poeira, chuva, nuvens)

  2. Consegui resolver o problema desse enlace, estava usando inicialmente antenas de 31dBi +RB912, dai optamos em trocar radio para ganhar mais nos sinal, trocamos para RB922 sinal foi para -55dBm mas na resolveu só ficava estável no MCS11 que passava em torno de 65Mbps, resolvemos trocar antena 34dBi da Ubiquiti+RB912, sinal caiu pra -43dBm com isso esta passando uns 130Mbps.



  3. Caro @rubem, aproveitando da sua boa vontade, me tire uma dúvida, nas minhas torres tenho 4 painéis com RB912, os clientes dos painéis são em sua maioria SXT mas tenho algumas Nano Loco e AirGrids, nenhum cliente tem plano acima de 5Mb de download e 1.5Mb de upload. Eu deveria deixar o MCS automático nas RBs e configurar MCS fixo nos clientes? Se eu configurar MCS4 numa RB por exemplo, eu não conseguiria fornecer mais do que 40Mb de link para os clientes conectados nessa RB?
    Última edição por pedrohafe; 25-05-2015 às 14:09. Razão: Erro de digitação

  4. Mas você está usando polarização simples?
    MCS4 é datarate de polarização simples, é o 16QAM de maior datarate, em 20MHz ele tem 39M nominal, na prática dá pra uns 20Mbps.

    Aí entra a vantagem de dupla-polarização, quando coloca 2 chains fazendo MIMO, o mesmo 16QAM equivalente a MCS4 é o MCS12, cujo datarate em 20MHz é de 78M, que dá 40Mbps ao todo.

    O problema de misturar polarização dupla com simples é desperdiçar capacidade do radio, o AP tem capacidade pra X troca de dados por segundo, se tiver uma duzia de clientes com Airgrid em pol. simples e MCS4 você vai gastar com eles o mesmo tempo que gastaria com uma duzia de clientes com pol. dupla (SXT, NS, NB, etc), mas em pol. dupla usando datarate maior passaria mais tráfego em menos tempo. E AP eficiente é o que tem duzias de clientes conectados.

    O MCS automatico é lindo quando funciona, o problema é que o software é burro de OPTAR por datarates grandes quando NÃO HÁ sinal suficiente. Por exemplo, o cliente recebe sinal -70dBm da torre, o softwarte é burro o suficiente pra trocar dados usando MCS15, cuja sensibilidade é -78dBm, e portanto há entre sensibilidade e sinal uma margem de ridículos 8dBm. Em ambiente muito limpo essa margem até é suficiente pra banda grande, mas... se olhar o CCQ não verá ele grande. CCQ longe de 100% indica perdas de pacotes, indica que o radio está mandando digamos 10 pacotes em MCS15, e está tendo que repetir 2 porque o AP não entendeu, isso gera CCQ tipo 90%, mas o pior, esse reenvio de 2 pacotes tomou tempo que poderia estar sendo gasto com outros clientes (Aí é a situação que 1 cliente com CCQ ruim atrapalha toda a rede).

    Quando todos os clientes tem mais de 100% da zona de fresnel limpa, ou quando usam uma banda muuuuuuito menor que os datarates (512Kbps com MCS15, por exemplo), aí o modo automatico opera bem, pra um datarate nominado como 135M (MCS15 em 20M) pode ter 90% de perdas que ele ainda vai conseguir levar 512Kbps sem problemas. O problema seria: O AP suportaria 40 clientes com 98-99% de CCQ, transferindo pra cada pelo menos 1Mbps. Já com CCQ de 80-90% ele mal suporta 30, e vai transferir pra cada menos de 500Kbps.

    O problema do modo automático é que ele não aumenta só o datarate do cliente próximo que está com sinal -60dBm (18dBm de margem com relação a sensibilidade de -78 em MCS15), o problema é que ele COSTUMA aumentar o datarate de quem está longe, ou de quem tem sinal baixo por culpa de zona de fresnel parcial.

    Bom mesmo seria um firmware onde você pudesse definir datarare por cliente, ou por nível de sinal, aí sim teriamos rendimento excelente.

    Curioso que você encontra muita gente recomendando 20dBm de margem, exemplo:
    https://community.ubnt.com/t5/Wirele.../464429#M35664

    Em material oficial da UBNT também já ví a RECOMENDAÇÃO de 20dBm de margem. Mas... a desgraça do modo automático seleciona o datarate levando em consideração uma margem de apenas 6dBm! Nunca consegui 100% de CCQ nem com 10dBm de margem, pra mim que o mínimo é 12dBm, mas a meta é mais de 20dBm (E o modo automatico ignora isso)

    Se não for olhar pelo lado da margem sensibilidade x sinal, olhe pelo SNR.
    Ruído em -96dBm? Então se usar MCS15 e tiver sinal de -66dBm (12dBm de margem com relação a sensibilidade do MCS15 de -78dBm) terá CCQ de 100%?
    Duvido muito. Por isso:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         SNR-table.jpg
Visualizações:	313
Tamanho: 	40,2 KB
ID:      	59302
    Segundo isso precisaria 32dB de SNR pra MCS15. E... -96 + 32 = -64dBm

    Já em MCS12 segundo isso precisaria apenas 26dB de SNR. Se o ruído é -96dBm então o sinal mínimo pra MCS12 seria -70dBm.
    Testa aí, um mini-PTP em modo automatico, ruído -96dBm, e ajusta a potencia de modo a ter sinal digamos -70dBm, veja se o software vai ser inteligente pra ir pra MCS12. Sempre que fiz isso ele foi burro de ir pra MCS15, e ter não só apenas 8dBm de margem, como apenas 26dB de SNR (Que segundo duzias de tabelas é insuficiente pra MCS15).

    Mas tem que ver que SNR e margem falam apenas em PERCENTUAL de erro, não existe erro zero em wifi (Só via cabo existe), com RF sempre terá reflexo, vswr e etc. Mas com SNR baixo é fácil ver o percentual previsto de erros:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         16psk_16qam_ser_compare.png
Visualizações:	172
Tamanho: 	4,4 KB
ID:      	59303
    Veja que com 20dB de SNR em MCS12 a perda não é zero, é 0,00001%, ou 1 pacote perdido a cada 100 mil. O problema é que um pacote de 1500 bytes pode ser quebrado em várias transmissões via wifi, 1 erro a cada 100 mil pode gerar na verdade o reenvio de 1 pacote completo a cada 1 mil, e num AP com 50 clientes tendo essa parte isso pode ser 1 perda a cada 20 transações, isso dá uma perda de capacidade geral teórica de 5%! (Cai de 40Mbps pra 38Mbps).

    Esse tipo de pequena diferença é fácil ver em PTP, você meche 1 fio de cabelo no angulo da antena e ela cai de 40 pra 38Mbps de média, em PtMP ninguém costuma dar bola porque o trafego real depende do que os clientes estão fazendo, mas falando em otimizar a capacidade a recomendação é trabalhar com margem mínima de 20dBm (Sinal -66dBm se usar MCS12 em UBNT ou MK), SNR mínimo de 32dBm (Se o ruído estiver em -90dBm tem que trabalhar com sinal acima de -58dBm), e trabalhar com zona de fresnel acima de 100% (E acima de 200% se tiver no caminho algo altamente reflexivo tipo telhado metalico ou agua), assim terá CCQ proximo a 100% (98, 99 ou 100%) e poderá enfiar 40 clientes trafegando muito num Rocket.

    Isso é OTIMIZAÇÃO, não quer dizer que coisa pior não funcione. Mas se for pelo "funcionar funciona" o negócio é economizar ao máximo e botar um Greatek 700mW em 802.11b como AP, numa omni 15dBi, e antenas de grade com adaptador USB no cliente... funcionar funciona :-)
    (Mas está longe de ser uma estrutura de qualidade, ou otimizada)



  5. Utilizo polarização dupla nas RBs, estou postando os prints da configuração das RBs via winbox.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Print 1.jpg
Visualizações:	355
Tamanho: 	160,4 KB
ID:      	59312Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Print 2.jpg
Visualizações:	366
Tamanho: 	179,8 KB
ID:      	59313

  6. Você está usando isso outdoor? Se sim, muda pra faixa que PODE ser utilizada pra ambiente outdoor, que é ACIMA de 5350MHz.

    Seção X daqui:
    http://www.anatel.gov.br/legislacao/...-resolucao-506
    5150 a 5350MHz é APENAS pra uso indoor.

    Por isso o espectro está uma zona no brasil, ninguém respeita regulamentação.

    Se usar MIMO, use apenas os datarates de MIMO, isto é, MCS8 a MCS15.

    E o uso de largura de canal auto em 20/40MHz, é pra passar mais banda? Mas lembra que 40MHz exige mais sinal, não só tem sensibilidade uns 2-3dBm menor como exige SNR uns 2-3dBm maior. A tabela de SNR que enviei é das poucas que agrupa 20 e 40MHz na mesma necessidade de SNR (Pois ela usa a conta de bits por hertz, que só funciona em laboratório), mas outras dão valores diferentes, exemplo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1418680339628.png
Visualizações:	1928
Tamanho: 	165,9 KB
ID:      	59344
    Essa tabela tem SNR mais conservador porque aparentemente leva em conta uma taxa de erros maior tipo 99% (E a outra algo tipo 99,99%), o Bit Error Rate. Fora que se for ver tabelas oficiais de sensibilidade uns datasheets citam coisa tipo "-85dBm (10% error)", ou seja, se aplicar a margem sobre essa sensibilidade exata terá 10% de perdas "apenas" (E isso é considerado aceitavel no maldito mundo do marketing), 1 de cada 10 pings perdido, isso é uma rede lixo... mas pra fins de marketing tá tudo certo.



  7. Citação Postado originalmente por evandrojso Ver Post
    Consegui resolver o problema desse enlace, estava usando inicialmente antenas de 31dBi +RB912, dai optamos em trocar radio para ganhar mais nos sinal, trocamos para RB922 sinal foi para -55dBm mas na resolveu só ficava estável no MCS11 que passava em torno de 65Mbps, resolvemos trocar antena 34dBi da Ubiquiti+RB912, sinal caiu pra -43dBm com isso esta passando uns 130Mbps.

    perfeito, é bem simples so se trata de niveis de sinal!!!

  8. Citação Postado originalmente por evandrojso Ver Post
    Consegui resolver o problema desse enlace, estava usando inicialmente antenas de 31dBi +RB912, dai optamos em trocar radio para ganhar mais nos sinal, trocamos para RB922 sinal foi para -55dBm mas na resolveu só ficava estável no MCS11 que passava em torno de 65Mbps, resolvemos trocar antena 34dBi da Ubiquiti+RB912, sinal caiu pra -43dBm com isso esta passando uns 130Mbps.
    Citação Postado originalmente por emilidani Ver Post
    perfeito, é bem simples so se trata de niveis de sinal!!!
    Mas tem alguma outra questão nesse caso, apontamento de antena provavelmente.

    Porque trocando de 31 pra 34dBi são 3dBi de diferença no ganho, 3dBm por lado, 6dBm ao todo, e -55 + 6 daria -49dBm.
    Se subiu pra -43dBm é porque OU as antenas de 31dBi estavam mal alinhadas, OU tinha problema de fábrica nelas (E eu não confio é no acabamento das Algcom, solda feia tipo a que eu faço, e folha de alumínio na ponteira, não me inspiram confiança).

    O ganho de uma antena em bom estado tem tudo a ver com nível de sinal, trocar antena de 33 por 34dBi só deve mudar 1dBm no nível de sinal, se trocar nos 2 lados dum PTP só deve mudar 2dBm, se mudar algo além (Ou diminuir) então tem algo variando além do ganho da antena, tipo apontamento, conector, cabo, ou antena de angulo mais aberto pegando reflexo do chão (Multipath diz a teoria que não tem poder pra derrubar sinal, teria que chegar muuuuuita onda em contrafase pra criar isso, devia derrubar o throughput mas não o sinal).



  9. Rubens meu amigo dá uma olhada nessas imagens e veja que problema nos persegue. Durante o dia o ping para esse lado do enlace e 3, 5, 6 e por ai... agora depois das 20 horas fica desde jeito, porém já trocamos canal fizemos de tudo um pouco e nada de exito. Rocket m5 com disco de 25db. Tava pensando em testar um esse enlace de 3.5 km por um par de antena da intelbras APC 5M-18.Anexo 60356Anexo 60357Anexo 60359

  10. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    O problema não é cair em MCS0 se deixar no modo auto, se cair no MCS0 é porque o sinal está ruim. O problema é subir pra MCS5 ou 6 mas o troughput ficar ridículo.

    Isso não ocorre só em modo N, você consegue conexão a 54M em G com sinal -65, mas vai ter troughput digamos 2Mbps, se baixar pra 18M no datarate a sensibilidade melhora, o nº de bits por simbolo diminui e tem menos perdas nas sub-portadoras, e o troughput sobe de 2 pra 12Mbps (Baixando o datarate, mudança que altera potencia e sensibilidade).

    Se vai trafegar 2Mbps, pra quem usar MCS7? Esse MCS vai usar sempre todos os bits do simbolo, com muitos bits por simbolo a sensibilidade do hardware cai muuuuuuito (Vide ficha técnica dos aparelhos, a sensibilidade em MCS5 a 7 é péssima comparada em MCS0 ou 1), e o hardware e o software tem que processar todos os bits do simbolo pra "obter" os míseros 2Mbps. Porque não usar MCS0 nesse caso? Vai ter sensibilidade ótima, vai ter potencia maior, vai ter tempo de processamento menor, portanto as perdas de pacotes serão menores.

    Eu testei MCS3 na torre, e nos clientes livre de MCS0 a 3, mas hoje penso em fixar nos cliente em MCS0. Porque? Porque em MCS0 cabe perfeitamente o upload do cliente e as respostas dos pacotes. MCS baixo no cliente tem vantagem? Tem, cria menos processamento pra torre. Tem desvantagem? Não permite upload alto, tipo não mais que 4Mbps. Quem aí vende conexão com mais de 4M de upload?

    Você pode ter datarate diferente na torre e no cliente, quanto menor o datarate menor o trafego MAXIMO, mas também será menor o processamento, e em torre quando você quer muitos clientes num painel você tem que optar por modulações que exijam menos processamento. Usar por exemplo modo G pra PTP de 15M (Em 48-54M) é bobeira em hardware de hoje porque o processamento nesse modo é grande comparado a modo N em MCS3, que terá até mais que 15Mbps de troughput com tempos de respostas e perdas menores.

    Largura de canal tem efeito menor ou similar a usar menos bits por simbolo, é mais interessante usar canal padrão (20MHz) com poucos bits por chip (MCS0 ou 1) do que usar gambiarra/despadronização tipo canal de 10MHz que terão muitos bits por simbolo igual, só terão menos sub-portadoras. Se há perda de subportadoras, independente de ter 20 ou 50 subportadoras, você perderá muito mais dados com 6 bits por símbolo (MCS7) do que com 1 bit por símbolo (MCS0). Onde o sinal não está bom você VAI perder subportadora, perder pacote grande piora mais o troughput do que perder pacote pequeno.

    Mas o grande fator é:
    MCS7 = Potencia baixa, sensibilidade ruim, varios clientes simultaneos usam mais processamento
    MCS0 = Potencia alta, sensibilidade ótima, varios clientes simultaneos usam pouco processamento

    Essa diferença altera alcance (Derivado da potencia e sensibilidade dos hardwares domesticos, e da sensibilidade em hardware de torre) e altera nº maximo de clientes por painel (MCS baixo exige menos processamento da etapa de RF, portanto permite mais clientes ou permite mais qualidade de conexão).
    Boa noite a todos !

    Rubem por gentileza, teria como vc analisar as configurações e me dizer o que está de errado ? segue os prints do rocket m5 e da nano loco m5 de cliente.
    Minha rede hj é de 30 clientes
    link adsl 25 megas gvt
    Rb 493-ah para autenticar os clientes ppoe
    rocket m5 conectada a uma omni ubiquit 13 dbi 5.8 ghz
    nos clientes tenho 5 airgrid m5 e 25 nano loco m5

    obrigado


    sucesso a todosClique na imagem para uma versão maior

Nome:	         rocket m5-1.JPG
Visualizações:	296
Tamanho: 	126,5 KB
ID:      	60415Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         rocket m5-2.JPG
Visualizações:	271
Tamanho: 	114,1 KB
ID:      	60416Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         rocket m5-3.JPG
Visualizações:	200
Tamanho: 	64,0 KB
ID:      	60417Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         rocket m5-4.JPG
Visualizações:	221
Tamanho: 	101,3 KB
ID:      	60418Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         rocket m5-5.JPG
Visualizações:	438
Tamanho: 	171,3 KB
ID:      	60419

    segue abaixo configuração do equipamento de cliente
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nano-1.JPG
Visualizações:	196
Tamanho: 	104,6 KB
ID:      	60420Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nano-2.JPG
Visualizações:	225
Tamanho: 	71,1 KB
ID:      	60421Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nano-3.JPG
Visualizações:	195
Tamanho: 	111,3 KB
ID:      	60422Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nano-4.JPG
Visualizações:	160
Tamanho: 	59,5 KB
ID:      	60423



  11. @geovane.torres , se já resolveu o problema ignora o comentário.

    Pra mim que seu problema está aqui:
    https://under-linux.org/attachment.p...9&d=1437690029

    Veja que o ruído (NOISE) dos clientes chegando está em -86dBm, e tem cliente com sinal ruim tipo -76dBm.

    Isso é uma margem entre ruído e sinal de apenas 10dBm, SNR de 10dBm é insustentável até pra PTP, que dirá quando tem duzias de conexões.

    Teria que ver a origem desse ruído em -86dBm, ele está meio alto. E se não tiver como reduzir isso, terá que aumentar o sinal dos clientes, colocar todos com sinal ao menos -65dBm (Isso será mais de 20dBm de SNR, não é perfeito mas é usável).

    Como aumentar sinal de cliente? Aumentando o ganho de antena ou a potência de transmissão deles, no setup se com 18dBm de potencia o sinal é -76dBm, ao aumenta pra 22dBm o sinal aumentará 4dBm, ou seja, vai passar de -76 pra -72dBm, ainda não é suficiente, então tem que ver pessoalmente se esse cliente tem visada e zona de fresnel boa, porque em 1Km um NS Loco devia chegar com sinal mais alto que -72dBm SE tivesse visada total (Ou zona de fresnel quase totalmente desobstruída).

    Um PTP até fica usável quando tem sinal baixo e ruído, mas quando tem 20 pessoas conectadas o sinal baixo e ruído começam a incomodar, pela imagem parece que é o caso, "o que fazer" depende da origem do ruído ou sinal baixo, mas um ruído desse com sinais tão baixos realmente não tem como dar uma rede boa, é trabalhoso melhorar sinal de cliente em cliente, mas... o sinal deles está ruim.

  12. Meus planos aqui são de 1 a 5mb de down e de 640kbps de up no máximo. Setei na torre (APC-5M-90+) MCS12 em 20 Mhz usando somente N e nos clientes até 1,5 km to usando WOM 5000 Mimo(Usando firmware 5.0 BETA 4.2, porém ainda não usei o ipoll) com MCS8 em 20mhz somente N, a potência desse cliente a 1km está a 15dbm, os demais estão de 7 a 9 dbm, e acima de 1,5km até 3km estamos usando o APC-5m-18+. Nessa torre tenho 2 Setoriais A e B.

    Meu pior cliente ta a quase 1km e com fresnel não tão limpo (Devido a altura de algumas árvores, porém não da pra ver corretamente a visada devido a dificuldade do local ser alta e a dificuldade de colocar a escada de 2 lances. A instalação fixamos um suporte na parede e colocamos um mastro de 3m onde o wom 5000 mimo está no topo apontando para direção de nossa torre) As vezes o SNR caí rapidamente para 16 mais logo volta para acima dos 20.

    Oque realmente incomoda é os picos que da onde o sinal fica ruim. Vejam:

    http://prntscr.com/8558hr
    http://prntscr.com/8558nn
    http://prntscr.com/8558s0
    http://prntscr.com/85580t

    To esperando a intelbras arrumar o ipoll para ver oque melhora.


    ==========
    UPdate: Atualizei os clientes para MCS9. Não sei se é impressão minha, mais achei o mcs9 mais fluido para conexão. (Testando uma conexão de 2 mb)

    Abraços
    Última edição por NielsonPadilha; 16-08-2015 às 11:20.



  13. boa noite entrei agora para saber sobre MCS, muito bom o que vcs estão falando, queria uma ajuda...Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         DATA RATES.jpg
Visualizações:	177
Tamanho: 	167,8 KB
ID:      	60866Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         MCS.jpg
Visualizações:	240
Tamanho: 	181,3 KB
ID:      	60867Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         NV2.jpg
Visualizações:	165
Tamanho: 	171,4 KB
ID:      	60868Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         POTENCIA.jpg
Visualizações:	164
Tamanho: 	140,8 KB
ID:      	60869Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         CLIENTES.jpg
Visualizações:	198
Tamanho: 	488,9 KB
ID:      	60870

    na torre eu uso rb912 e nos clientes sxt, nao consigo deixar o ccq ali em 100% em todos clientes visados, deixei a potencia no máximo das sxt, baixei a potencia das sxt, e nao fica bom qual a conf. certa para isso.. Ajudaaaaa...

  14. Eu diria que você tem 4 clientes com sinal bem ruim:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Semtitulo.gif
Visualizações:	325
Tamanho: 	162,3 KB
ID:      	60871

    É bem fácil 2 ou 3 clientes ruins detonarem com a capacidade de processamento da RB.

    Mas você está usando 40MHz de largura. Precisa disso tudo mesmo? Se é cidade grande deve ter poluição aos montes, e se tem poluição demais o jeito de ter qualidade é com canal mais estreito, e não mais largo. Teste 20MHz mesmo.

    Marque uns datarates básicos, não apenas os suportados.
    E... porque marcou datarates de polarização simples? (MCS0 a 7 são pol. simples, se misturar Airgrid com Nanostation não vai caber 38 simultaneos nunca, use apenas dupla-pol. se quiser otimizar célula) Testa marcar apenas pol. dupla, e nos clientes marque só 2 ou 3, tipo MCS10 e 11 talvez, afinal o upload deles provavelmente será mínimo (E pode ver que o CCQ deles pra torre é bem pior que da torre rumo aos clientes, o RX na torre é o TX dos clientes).

  15. blz vou fazer um teste aki e posto ai depois obrigado..

  16. Rubem,

    Eu fiz essa alteracao TX - MCS 10 na torre e TX - MCS 8 no cliente, não deu certo ele conecta com o menor, tanto no TX/RX, tem algum detalhe que preciso fazer para ele fazer o modulação correta?

  17. Citação Postado originalmente por jeffao Ver Post
    Rubem,

    Eu fiz essa alteracao TX - MCS 10 na torre e TX - MCS 8 no cliente, não deu certo ele conecta com o menor, tanto no TX/RX, tem algum detalhe que preciso fazer para ele fazer o modulação correta?
    Qual equipamento?
    Se for MK ou UBNT é estranho, o normal é permitir datarates diferentes.

    Se olhar só no AP, as vezes aparece o TX e RX no mesmo datarate, mas olhando no setup do cliente o TX dele é diferente do exibido no AP. Nessa hora eu ignoro isso e me preocupo só com os sinais chegando no AP (Olhe os sinais no AP, não no cliente).

    Não sei se é bug de versão isso de exibir datarate diferente no AP e cliente, mas o normal em MK ou UBNT é permitir qualquer RX com qualquer TX, tipo:
    https://under-linux.org/attachment.p...1&d=1441761135

  18. Interessante,,, nao sabia que pode conectar asimetrico, pensava que sempre conecta no menor MCS setado em ambos radios.

  19. Bom dia,

    AP: Mikrotik
    HT Supported MSC: 8,9,10
    HT Basic MCS: 8
    Data Rates: 6mbps
    ---------------------------
    Cliente
    NanoLoco M5
    Datarate: mcs8

    obs: no NANOLOCO M5 ele conecta de boa e data rates fica certo, RX-MCS10/TX-MCS8
    ----------------------------
    Cliente
    SXT Lite5
    HT Supported MCS: MCS8
    HT Basic MCS: MCS8
    Datarates: 6mbps
    obs: SXT Lite5 somente conecta com o MCS8, tanto o TX-MCS8/RX-MCS8, faz teste de banda so passa 13mb, tanto o AP e a Estacao estão na mesma versao 6.28.
    Se marcar apenas MCS10 no ap e MCS8 no cliente, o sxt não conecta.

  20. Rubem aqui estou usando MSC 1 na torre e MCS 0 cliente, sera que esta correto?






Tópicos Similares

  1. Respostas: 5
    Último Post: 28-11-2011, 18:07
  2. Ajuste de Hora automatico Mikrotik
    Por hyperpotato no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 03-11-2007, 12:09
  3. Insatisfeito com controle de Banda do Mikrotik
    Por Josue Guedes no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 02-10-2007, 07:05
  4. Compartilhar arquivos de backup do Mikrotik
    Por marcelomg no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 11-04-2006, 07:25
  5. Respostas: 0
    Último Post: 06-03-2006, 13:41

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L