Página 2 de 12 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por leandrovaranda Ver Post
    Rádio de onde quer pegar? Outros países?
    Estou no Triangulo Mineiro e no carro, com antena integrada no para-brisa consigo pegar uma AM de Londrina (Paraná) sem ruídos (mas só a noite). Se quiser ouvir rádios distantes tem alguns rádios antigos que ouvem SW(ondas curtas), dá até para ouvir a transmissão ao vivo do papa. Mas depende muito de você não ter interferências, uma simples luz fria pode atrapalhar. Para ter estabilidade é bom ter antena grande mesmo. @1929 SSB já não entra na faixa da rádio do cidadão (vulgo px)? Só curiosidade, já que, pelo que li, a escuta é livre e o indicativo é só para quem tem equipamento capaz de emitir sinal.
    Me interesso muito por essa área, mas nunca tive equipamentos.
    SSB é uma forma de modulação onde a emissão é "capada" vamos dizer assim. Em AM a largura de banda é de 8 khz
    Em SSB é de 1khz . Em telegrafia idem.
    Todos os rádios que tem ondas curtas e tem o que se chama de oscilador de batimento, tem capacidade de escutar em SSB . Em SSB em alta e baixa. Nos PX também se usava muito isso LSB ou USB.
    Todos os transceptores mais modernos de radioamador em ondas curtas tem SSB em todas as faixas para tanto transmitir com escutar. Já os rádios que citei tendo o batimento dá para escutar as conversas de radiomadores pelo mundo afora.

    O PX é uma das faixas de ondas curtas em 27mhz. O chamado 11 metros. O indicativo começa com PX
    Existe indicativo para quem quer transmitir como radioamador, daí é PY ou PU.

    ZY que era o indicativo para quem queria ser só radioescuta. Esse acho que nem existe mais.
    Antigamente um radio-escuta ao sintonizar uma estação distante , enviava para a emissora um cartão com as características da recepção, pois estes receptores tinham até um medidor de nível de sinal. E as emissoras retribuiam com alguma lembrança da emissora, como uma flâmula, ou outro presentinho.
    E os radio-escuta tinham prazer em colecionar estes brindes de estações remotas.

    Mas isso era antes da era cibernética. Não sei se ainda existe.

  2. Eu prefiro antena ativa. Tem muito ruído hoje em AM (Aqui com antena comum de carro não pega nada, de noite fora da area urbana, que no interior são 4 quarteirões, aparecem algumas de outros paises), o negocio é filtrar ruído e amplificar sinal.

    Pra pegar a CBN de Cuiaba, Palmas ou Goiania, em torno de 800Km cada, pra lados diferentes, tentei dipolo de 1/4, pegava coisa da europa, africa, argentina, mas não do brasil (E isso são 70m de fio!), tentei loop comum, e então tentei essa maravilha:
    http://www.ebay.com.au/itm/DEGEN-DE-...-/260882029175
    Não é muito diretiva, digo, posso virar bastante que o sinal só varia mas não deixa de pegar. Isso que comparo com antena 1/4! Tanto num minisystem Toshiba como em Motoradio classico pega as mesmas coisas, faz muito mais efeito que dipolo de 70m.

    Mas pense seriamente num receptor muito bom, tem uns Tecsun e Degen compactos. Eu prefiro Degen, tanto antenna como radio, tenho um DE17 "antigo" (Estava R$ 90 no brasil, hoje está o dobro provavelmente), e sem antena decente ele pega muita coisa, infelizmente o bicho é burro e quando pluga essa antena (Da propria Degen, mas com 10 anos de diferença) não sai som, aí tem que adaptar, mas pega maravilhas. Aqui pega mais SW, muitas radios tipo Nacional da Amazonia ou de Brasilia já migraram pra SW, não dá mais pra MW em distancia grande. Sem chance da Nacional da Amazon ir de Manaus ao Amapa e chegar como nitidez num Motoradio 19 faixas em MW, em SW ainda dá.

    "Fio esticado" vira monopolo simples, tem tamanho certo (1/4 ou 1/8 de onda) pra ter melhor rendimento, se acertar o tamanho pra frequencia exata desejada (Erro de centimetros muda varios KHz) vai ter 2dBi, nas frequencias fora do ponto exato vai ter ganho negativo (Mas ainda será melhor que a telescopica original do radio), como AM precisaria um monopolo ou dipolo gigante (30 a 80m de fio esticado) o jeito é usar antena ativa ou receptor de sensibilidade muito boa (1mV/m em MW). Se é pra gastar eu prefiro um radio compacto, tipo um Degen pequeno da vida, neles sim qualquer fio vira uma boa antena (Mas tem que ver se o sinal chega mesmo aí, aqui CBN de capital nenhuma chega, varias outras radios sim mas CBN não, provavelmente usam potencia baixa, desanimei com isso, só pegam radios péssimas por aqui, audio limpo mas conteúdo péssimo.

    Pra carro deve existir antena ativa também, já ví mas não lembro de nenhuma.
    Pra usar em casa o negocio é essas a pilha mesmo, porque fonte gera ruído demais, trabalhando com sinal tão baixo não dá pra ter ruído nenhum de fonte, pilha é garantida (Eu uso umas Multilaser de R$ 5, se carregar direito (baixa corrente, nada de carregador rapido) dura anos, as minhas tem 2 anos e duram uns 2 meses na antena se esquecer ligado.

    Dá uma olhada nos precinhos de um bom receptor:
    http://www.amantesdoradio.com.br/loja_on-line.htm
    Imagina se tem condições de um minisystem de R$ 300 (Custo de mecanismo de cd, alto-falante, fonte, essas coisas maiores) ter uma etapa de RF caprichada como a desses radinhos.



  3. Beleza Rubem, não conhecia este site.

    Me fez retornar aos tempos de PY.
    o que me diz desta marca Tecsum e deste modelo. http://www.amantesdoradio.com.br/imgloja/pl210_2.jpg

    SErá que os antigos de mesa não tinham mais sensibilidade para DX? Só que um usado desses não é facil encontrar por bons preços. E tem ainda a questão de manutenção. A geração que trabalhava com válvulas já se foi....

  4. Citação Postado originalmente por douglasesmeriz Ver Post
    abcd, realmente você não vai encontrar muita antenas industrializadas para a TOP BAND (assim chamada pelos radioamadores) mas construir uma é relativamente fácil, já que são usados muito poucos componentes, basicamente fios de cobre e isoladores. Segue um exemplo, mas você pode achar muitos outros na rede.

    Anexo 54384

    Abraço e bons DX's.

    73'

    Boa noite @douglasesmeriz , realmente depois de pesquisar o termo que você passou, apareceram novos site e modelos de antenas:


    http://topbandhams.com/index.php?opt...page&Itemid=28

    Mas tenho uma dúvida, TOP BAND está diretamente relacionado AM? pois vejo a utilização desse termo em outras frequências...

    A antena que passou achei interessante, mas para minha realidade talvez não seja adequada, por conta do tamanho...

    ATT AB



  5. Citação Postado originalmente por Nilton Nakao Ver Post
    Os rádios mais modernos, na realidade desde os anos 60 para portáteis possuem antena interna de ferrite e nos anos 70 começaram a vir em rádios do tipo cabeceira. Os rádios antigos, usávamos um fio flexível(0,75 mm²) áté acima do telhado e com uns 5 metros de cada lado com isoladores nas pontas, o mesmo vale para ondas curtas(1800 Mhz a 22 Mhz). As AM têm data marcada para descontinuação dos serviços, não sei dizer para ondas curtas, ou seja em breve na amazonia, continente africano, e muitas residências ou vilas isoladas ficarão sem acesso a notícias locais.

    Boa noite @Nilton Nakao , andei lendo essa notícia:

    http://oglobo.globo.com/sociedade/te...o-ano-11858417


    Pelo informado, vai ser muito melhor passar para FM...

    Mas você e um vendedor me deixaram com uma dúvida, em relação a ondas curtas... Pois um vendedor falou que a antena dele pegava Ondas curtas AM???

    possuí alguma antena AM , sim se for ouvir ondas curtas AM
    http://www.sarmento.eng.br/Radio_Ondas_curtas.htm

    Minha dúvida em relação a você, é: Existem emissoras de rádio aqui no Brasil que funcionam em OC???
    Editei, após pesquisar encontrei essa lista:
    http://www.radios.com.br/rela_ot1.htm

    Mas em relação ao vendedor... AM ondas Curtas???

    Editado novamente, encontrei a resposta aqui:
    http://www.mundodaradio.com/artigos/o_que_e_a_ssb.html

    Antes de mais, convém contextualizar o tema: consideremos uma emissão de radiodifusão em "AM" (modulação de amplitude). Tanto faz ser em Onda Média, em Onda Curta ou Onda Longa, já que os princípios subjacentes ao seu funcionamento não dependem da frequência de emissão. Para que o emissor coloque sinal no éter, é preciso que a respectiva antena irradie uma onda sinusoidal com a frequência a ser transmitida. É o que designamos por portadora. Não obstante, a partir do momento em que a portadora está ligada, o nosso receptor vai captar apenas silêncio. Para que a informação útil (vozes dos locutores, música, etc.) seja transmitida , será necessário modular o sinal em amplitude em torno da portadora. Isto é, a "altura" da onda (aamplitude) varia conforme os sons transmitidos. Se um animador pronuncia a letra "A", a onda terá uma determinada forma. Quando o mesmo animador diz "B", a onda terá uma forma diferente.
    ATT AB






Tópicos Similares

  1. Melhor antena para Kit Cliente 2.4 Ghz Grade Vazada
    Por orionstation no fórum Redes
    Respostas: 13
    Último Post: 27-04-2011, 13:09
  2. qual a melhor antena para o bullet m5 ?
    Por wlsantos no fórum Redes
    Respostas: 25
    Último Post: 23-02-2011, 18:31
  3. Melhor Antena para colocar no POP
    Por anarquista no fórum Redes
    Respostas: 10
    Último Post: 11-05-2010, 12:12
  4. melhor antena para enlace de 12 km
    Por gzanatta00 no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 01-05-2008, 18:39
  5. Qual melhor antena para PTP?
    Por crisduarte no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 12-07-2005, 11:35

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L