Página 2 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Antenas da UBNT tem umas chapinhas servindo pra equalizar ganho por todo o angulo (Pra não ter ganho demais no centro e pouco nas laterais, diferença maior que 3dBi), é uma chapinha ressonante no meio de um elemento patch, dá trabalho acertar essas chapinhas, elas infelizmente tem um canal ideal meio estreito, tipo no canal 1 na vertical tem 11dBi, no canal 6 na horizontal tem 16dBi, falando no mesmo ponto a frente da antena (O ganho varia conforme a posição na frente do angulo). Vide o último desenho aqui: https://under-linux.org/showthread.p...991#post719991

    O desempenho depende da fabricação, dá pra caprichar ou sonegar qualidade independende de modelo, todas tem seus contras (BaseStation da UBNT tem esse problema de ganho que varia demais pro meu gosto).

    Antena setorial pode ter uma quadra-cubica dentro, que é um arame dobrado em um quadrado, põe uma lata atras que isso vira uma setorial de 80 a 100º. Se colocar um monopoli comum, mas longo (Tipo uma omni de 10dBi, 10 pedaços de fio intercalados) e colocar uma lata na traseira, vira uma setorial de 90 a 180º. Se usar um elemento patch, digamos um simples quadrado de 4x4cm numa placa cobreada, vai ter antena de uns 60º, se colocar mais deles lado a lado a largura aumenta pra 90º e vira uma setorial.

    Uma setorial barata do ML, tá aqui no Under: https://under-linux.org/attachment.p...7&d=1352034059
    O modelo de emissão é: http://www.lecad.fs.uni-lj.si/~leon/...uad/biquad.png

    Uns dipolos com refletor:
    http://people.csail.mit.edu/bkph/ima...77_trimmed.jpg
    http://www.lucketts.net/panel.jpg
    http://www.brest-wireless.net/albums...os05.sized.jpg

    Setorial com patch:
    http://file1.carookee.com/forum/broa...fication_1.jpg (Sem refletor)

    São sempre elementos ressonantes ou emissores comuns, tipo monopolo ou dipolo, num formato específico, com refletores diferentes. Perde uns DIAS olhando todas as antenas em:
    http://www.digdice.com
    O site está parado, sem atualizações, mas tem praticamente todo tipo de antena que imaginar. Funcionar qualquer coisa funciona, tem que ver a forma de irradiação, ganho perene, vswr, isolamento lateral e das costas, detallhes que numa torre fazem diferença quando você coloca 3 ou 4 setoriais com 50 clientes em cada.

  2. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    BaseStation da UBNT tem esse problema de ganho que varia demais pro meu gosto
    Segundo o datasheet das BaseStation, a variação de ganho que ocorre é de no máximo 1dBi, ao menos nos modelos de 5GHz. A AM-5G19-120 chega a variar somente 0,5dBi. Esses pequenos valores chegam a ser problemáticos?

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Funcionar qualquer coisa funciona, tem que ver a forma de irradiação, ganho perene, vswr, isolamento lateral e das costas, detallhes que numa torre fazem diferença quando você coloca 3 ou 4 setoriais com 50 clientes em cada.
    Onde você acha essas informações todas? Como você sabe onde o ganho é maior e onde é menor e como é o isolamento? Nos datasheets da Ubiquiti eu não estou encontrando tudo isso.



  3. Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Obrigado por responderem.


    Essa setorial Waveguide Slotted 5GHz 120° da Antenas Betel no link que postei se sai melhor que uma Ubiquiti BaseStation 5GHz 120º, desconsiderando o ganho?

    Se elas são tão boas, por que são tão baratas?


    Quais se saem melhor: as com guia-ondas, tipo essas da Antenas Betel, ou essas de ressonância?

    Que diferença faz ter um guia-ondas? Menos perdas, menos interferências...? Ainda não assisti os vídeos aí, se isso for dito lá não precisa responder.

    Se essas antenas aí funcionam por ressonância, como funcionam as outras mais comuns?


    Até mais.
    Baratas se comparado com outras que pagam imposto de importação por exemplo
    Estas pagam só o imposto nacional.
    E se levar em conta só o custo dos componentes ainda é muito cara.
    Mas se a empresa não tiver lucro para investir em equipamentos de aferição daí vai acabar dando "geta" ou porcaria.
    Um tubo retangular de alumínio 2mm de parede nas dimensões que é feita a antena com 6 metros de comprimento deve custar em torno de R$ 150,00 no comércio. E dá para cortar 6 antenas.

    Industria compra no atacado.
    Um conector N custa mixaria. Lá dentro tem só um irradiante que é um fio de cobre soldado no cabinho do conector N.
    Mas não é só isso. Tem o corte dos slots que deve ser feito em uma fresa computadorizada para ter precisão.
    Braçadeiras etc etc. Nada de componente caro.

    Ou seja, o maquinário empregado é caro. E deve justificar o preço final.

    A antena Slot é de cavidade ressonante e também é conhecida como guia de ondas. Não são dois tipos. Cavidade ressonante ou guia de ondas.

  4. Acho que fiz um péssima tradução das antenas com um guia-ondas e slot por emento ressonante, e as antenas com 1 elemento ressonante e duzias de slots ao longo de um guia-ondas.

    - Com 1 slot por ressonante você tem melhor aproveitamento de potencia, mas o VSWR sobe, é o "reflexo" voltando, precisa ter um ressonante bem caprichado, geralmente é inclusive complexo. Você faz um multi-patch e põe um slot em cima de cada, tem ganho alto e abertura boa.
    - Com 1 ressonente em baixo e varios slots ao longo de uma massa/tubo, vira o "array não-ressonante" (Não sei como traduz, nunca saí do brasil mas nunca aprendi essas coisas em portugues), o ressonador é elemento secundário em materia de preocupação, qualquer dipolinho bobo resolve, mas o tubo ou a massa com os slots precisa ajuste mais preciso, pelo menos tem VSWR bem pequena, e isso justifica o uso. Essa última é o tipo de slot que geralmente temos em wifi, seja Betel, EmcTest e parece que a Ideal também tem. O ressonante está lá, mas ele importa pouco.

    O basico duma antena é ter elemento refletor, elemento diretor, e elemento ressonante, numa antena yagi, ou espinha-de-peixe de TV fica mais facil ver isso, só 1 elemento está ligado ao cabo coaxial.

    Tem um sistema que é um dipolo de um lado duma PCB, e uma area aberta no cobre do outro lado da PCB (Dupla-face cobreada), chamam de antena slot, dá uma diretividade pra um dipolo, como a placa cobreada tem 1mm ou menos a diretividade é pequena, vira uma direcional de 2dBi. Pra quem isso? É porque omni simples de 2dBi (Essas que vem em roteador) tem VSWR bem alto, absurdo tipo 2.0:1, uma "slot" feita nesse sistema teria 1,3:1.


    Aquelas chapinhas conicas que a UBNT coloca sobre cada patch da BaseStation ou outras antenas não dá pra chamar de slot, mas a teoria de ressonancia é a mesma, a chapinha conica serve como guia, emite com mais eficiencia o sinal no angulo mais preciso, não é o patch atras que emite sinal, é a chapinha, ocorre menos interação entre os elementos ressonantes.

    Sobre como conseguir informação de angulo e ganho, o fabricante devia ter isso no datasheet, as vezes tem, a UBNT as vezes lança um datasheet mais detalhado. Excesso de informação confunde leigo então alguns evitam muito dado. Essa informação que em canal X oy Y o ganho ou VSWR muda a UBNT mesmo informava mais, ultimamente parou, mas tem que ir vendo e salvando tudo que é datasheet que conseguir, qualquer revisão boba e eles já removem informação útil do datasheet, no lançamento geralmente tem mais informação, depois elas vão sumindo.
    Toda antena tem melhor ganho e menor vswr numa area estreita da banda, nunca vai ter o mesmo ganho em 2412 e em 2462MHz, normalmente a diferença é 1dB, prática comercial. Em 5GHz complica, porque antena comecial precisa ir de 4,9 a 5,8GHz, ou pelo menos de 5,1 a 5,8GHz. A L-com informa o diagrama conforme a frequencia em pelo menos 1 modelo, veja como muda a irradiação de 5,5 pra 5,8GHz, direto do site da L-com:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         D_HG4958-17DP-090_1.GIF
Visualizações:	389
Tamanho: 	204,9 KB
ID:      	54425

    As vezes tem diferença até de apontamento numa antena direcional, vide página 5 dessa:
    http://www.engeniustech.com.sg/files...000-101110.pdf
    Em canal alto (5,845 GHz, por exemplo) você tem que apontar a antena uns graus pra cima comparado a usar canal baixo (5,120 GHz, por exemplo), parece ter 2 ou 3dBi de diferença, o diagrama não está claro.
    Aqui tem uma medição, página 6:
    http://computech.com.br/loja/downloa...20-%20INPE.pdf
    Em 2400 tem 13,85dBi, em 2483 tem 15,17dBi, é só 1,3dBi de diferença. No desempenho quem conta também é o VSWR, nesse pdf ele está mais a frente, coeficiente de onda estacionária, esse aí é excelente, o menor está lá pelo 2460MHz, nesse frequencia também tem um pouco a mais de ganho que em 2412MHz, então já sabe o canal ideal pra ela.

    Mas olha o VSWR das BaseStation:
    http://dl.ubnt.com/datasheets/airmax...ntennas_DS.pdf
    No caso da 2G15-120 o menor VSWR (Return loss, no pdf) está nos canais mais baixos, 2412 terá menor VSWR que 2472.

    São pequenas diferenças no ganho, no vswr, no diagrama de irradiação, que mudam um pouco a qualidade da conexão de alguns clientes mais proximos ou distantes, mais pra esquerda ou mais pra direita, com a antena inclinada um pouco pra esquerda ou pra direita seguinte o angulo de telhado, não muda o mundo, mas é importante saber PORQUE existem diferenças de um cliente pro outro ou de um canal pro outro (E variação na linha de fabricação existe, sou do tempo que CNC tinha erro tipo 0,1mm, corte a laser (Plasma) idem, não sei se isso melhorou, mas 0,1mm de margem de erro gera variações maiores que 1dBi na linha de fabricação. Também não muda o mundo, mas junta ponto com 2,5dBi a menos de ganho que a frente da antena, canal com 1dBi a menos, e você tem 3,5dBi a menos de ganho, mudança de 110% no sinal!
    Slot não tem necessariamente menos problema com isso, terá variação na linha de montagem, variação de ganho na frente (Conforme a posição), conforme o canal na verdade o ganho varia ainda mais porque o slot tem que ser ajustado por canal, precisa muitos slots levemente diferentes pra ter ganho perene por todos os canais. A vantagem de slot está num VSWR tradicionalmente menor, e os pouquíssimos lobulos secundários. Quando você tem 3 ou 4 antenas proximas os lobulos secundários vão parar nas outras antenas e você perde desempenho, as setoriais boas tem que se preocupar muito com isso, colocar refletor atras, colocar direcionador do lados, mas slot é mais tranquila com isso, pode ter aba direcionadora nas laterais mas elas não são fundamentais, só mudam de digamos de 90 pra 150º o angulo de maior ganho, enquanto num dipolo se tiver as abas laterais o ganho cai e fica perene num angulo tipo 180º, vira uma péssima antena.



  5. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    - Com 1 ressonente em baixo e varios slots ao longo de uma massa/tubo, vira o "array não-ressonante" (Não sei como traduz, nunca saí do brasil mas nunca aprendi essas coisas em portugues),
    O que comentar depois destas considerações.? Completa.

    Só vou me referir ao Array porque algum tempo atrás surgiu um impasse sobre a tradução disso.
    É exatamente isso Rubem.
    Eu me remeto às aulas de matemática, na Teoria dos Conjuntos.
    Quando eu citei que array seria um conjunto de elementos organizados de alguma forma, fui criticado.
    Criticado porque foram ao pé da letra da tradução googleana. "matriz".

    O conjunto de slots é que forma o array.
    Um conjunto de painéis la no topo da torre forma um array

    Um array dá a ideia de algo organizado e não solto de qualquer jeito.
    Se o corte dos slots não seguir um cálculo preciso não será um array

    E por aí vai






Tópicos Similares

  1. Respostas: 68
    Último Post: 03-12-2011, 07:43
  2. Respostas: 19
    Último Post: 30-03-2008, 23:06
  3. Respostas: 13
    Último Post: 27-11-2007, 15:40
  4. Respostas: 1
    Último Post: 11-07-2006, 13:21
  5. Pegar as msg que são enviadas através do Postfix
    Por tabajara no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 06-04-2005, 13:30

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L