+ Responder ao Tópico



  1. "Dividir" os 10M pelas setoriais não é feito "pela RB750G", você está com pequenas confusões conceituais, nessa hora não sei se conteúdo sobre configuração de MK ajuda, você precisa conteúdo sobre rede.

    A RB750 fica controlando autenticação, seja lá o que vie via cabo até ela, ela autentica e entrega internet pra esse IP, pode chegar por 1650 paineis setoriais um em cima do outro, um do lado do outro, pode chegar por 781 antenas omni, pode chegar por um switch de 96 portas, pode chegar por um radio amador com porta serial de 9600bps, enfim, juntou tudo num cabo e entrou na RB750? Pra RB750 não interessa o meio físico entre cliente e torre, a RB750 só sabe o que chega via cabo nela.

    Se você ligar na RB750 via switch uns 4 Groove, cada um num painel setorial de 2,4 ou de 5,8GHz, CADA groove+painel em N vai ter permitir uns 15-20Mbps com um bom alcance. CADA. Se você tiver todos os clientes ao redor da torre de modo que cada setorial tenha o mesmo numero de clientes (Isso nunca ocorre) você vai poder entregar pros clientes algo entre 60 e 80Mbps (Pra tudo isso teria que ser RB450G, me parece), desde que sejam uns 5 ou 10 clientes por painel setorial. Com os Groove roteados ou em bridge todos os pacotes dos clientes vão pra RB750, vai juntar tudo num switch e chegar tudo pelo mesmo cabo, a RB750 não precisa "dividir" os 60 ou 80M igualmente entre os Groove's, ela vai liberar conexão POR IP, se 1 setorial tiver 10 clientes e outra tiver 1 cliente obviamente a com 10 clientes vai ter 10x mais tráfego, a RB limita o cliente, não o painel.

    (Quem limita a banda no painel ou o numero de cliente simultaneos é o radio aonde esse painel está ligado, o Groove no caso. Não adianta investir em radio mais caro porque o maximo que você consegue é desempenho melhor em datarates maiores, mas com datarate maior precisa sinal melhor (-40 é impossível ter com alcance decente em PTMP pra algo tipo 40 clientes), então você precisaria uma rede com TUDO melhor, não só o radio ligado no painel.


    Essa parte sobre desempenho com multiplas conexão é a mesma coisa em rede cabeada, se você ligar um switch 24P com 2 portas gigabit e for um switch barato você não vai ter 100Mbps em todas as 22 portas, vai depender da capacidade do switch, uns tem throughput total de digamos 1,6Gbps, outros de 4,8Gbps, 10,2Gbps, 22Gpbs, e etc. Enfim, problemas de desempenho em equalizar velocidade de rede não é exclusivo de wifi, o que wifi tem de mais trabalhoso com relação a cabo é a condição física do sinal (Zona de fresnel, nível de sinal, sensibilidade, potencia).


    Quanto ao Groove em B, G ou N, não sei se ele tem uma opção tipo "Band: 2,4GHz B/G/N", se tiver é essa o modo "auto" que tanto reclamo, nesse modo os clientes vão variar de modo e datarate, não tem motivo pra fazer isso, se todos os clientes tem roteaodor/CPE com suporte a N tem que usar 2,4GHz N-only, e marcar só 1 ou 2 MCS-HT (Provavelmente algo entre MCS3 e 5, dependendo od alcance que quiser).

    Só teria motivo pra usar B ou G SE tivesse roteadores antigos nos clientes.
    Misturar pode? Pode... até sinal de fumaça pode... mas tem que ver o "rendimento" disso. B e G tem uma taxa de desempenho em "bits por Hertz" menor que N, por isso no mesmo canal de 20MHz você tem datarate de 11M em B, 54M em G e 65M em N. Também dá pra falar num desempenho de "bits por hertz de processamento", 1 cliente em B ocupa o mesmo tempo de processamento numa RB que algo tipo 3 clientes em N, então a mistura (Uns em B, uns em G, uns em N) é altamente desrecomendada. Com sinais equalizados e boa instalação você consegue colocar uns 40 clientes simultaneos nesse Groove num bom painel setorial, sem que a conexão deles fique ruim. 40 clientes dividindo 10Mbps? Não, você não terá 40 clientes domesticos ou soho consumindo toda a banda o tempo todo, em 40 clientes de 1M você mal passaria de 8Mbps provavelmente (Me baseio pelos meus clientes), um consome 1Mbps mas 8 consomem 10Kbps cada, então um limite de dados por painel não é um grande problema. Em omni duvido que conseguiria 20 clientes simultaneos com qualidade, devido a perda de processamento com pacotes refletidos e sinais de clientes que não são os seus, essa é a hora que omni não tem nenhuma vantagem (Custa mais da metade do preço, mas aguenta menos da metade dos clientes, então TEM QUE otimizar as coisas pra ela render o maximo, usando apenas N).

    Não sei que tipo de conteúdo prefere, eu prefiro *.txt (Sem imagens), mas tem quem prefira PDF, tem quem prefira conteúdo no site, tem quem prefira vídeo (Eu nunca tenho como ficar sentado assistindo mais que 2 minutos), tem quem prefira audio.

    Então procure no seu P2P ou warez favorito alguns livros em PDF, no youtube tem cursos de rede ou 'aulas sobre rede', no teleco.com.br tem muito conteúdo teorico sobre redes e wireless, enfim, o negócio é ir googlando cada termo. Não sabe o que é "zona de fresnel"? Ninguem nasce sabendo, o negócio é googlar pelo termo. No texto fala sobre "802.11A" e voce não conhece? Googla pelo termo denovo. E por aí vai. Nem todo curso ou aula sana algumas duvidas específicas (Tem gente que confunde rede ethernet com cabo de telefone, sabe-se lá que confusões mentais a pessoa não cria ao ouvir que ethernet geralmente usa 4 fios apenas, ele vai ver um RJ11 com 4 vias e plugar numa porta de rede dum pc e ir fuçar em config de rede do S.O. pra tentar acessar algo...)

    Se preferir livro, o 'Redes, Guia Prático' do Morimoto ( http://www.hardware.com.br/livros/redes/ ) acho que é o mais vendido, ví muito disso em sebos por coisa tipo R$ 15, vale a pena visitar sebos por conteúdo assim, redes 10/100 são conteúdo antigo hoje, mas essas redes ainda estão em uso amplo, aprender sobre elas é fundamental ainda, mas quem comprou livro sobre isso em 2000 deve vender isso em 2014 achando que não serve mais pra nada.

  2. Citação Postado originalmente por alvescomunicacao Ver Post
    ok ok caro Moderador, no caso como terei que comprar a licença nivel 4 para o groove, significa que vou ter que descartar a mikrotik RB 750 certo, pois essa RB 750 já possui licença nivel 4, não daria pra gerenciar tudo por ela sem ter que comprar a licença nivel 4 pro groove?
    Com licença L3 você pode usar groove como bridge.

    E se colocar licença l4 no Groove isso não tem nada a ver com a licença da RB de autenticação ser L4, L5 ou L6.

    O que tem que ficar claro é que quem faz o roteamento (A RB750, no seu caso) precisa L4, ou L5, ou L6, já que faz a conexão física pode usar L3 desde quem em bridge, e se quiser rotear TAMBÉM o Groove ele vai precisar L4.

    Citei lááááá no começo o uso de encriptação E também PPPOE justo porque com licença L3 na torre você tem que deixar ela em bridge, e o uso de encriptação + autenticação garante mais segurança. SE tivesse licença L4 você poderia abrir mão de encriptação e usar coisa tipo hotspot pra autenticação, mas fazer isso com rede em bridge (Com licença L3) permite que curiosos detonem o desempenho da sua rede.

    L3 pode ser usada em cliente ou em bridge
    L4 pode ser usada em cliente, em bridge, ou roteando como AP.

    Se colocar encriptação e autenticação uma licença L4 é desnecessaria.
    (Se fosse gratis seria bom, mas é cara)



  3. Isso mesmo caro Rubem, eu entendi tudo isso já... Só fiquei duvidoso quando o moderador falou que teria que dividir os 10 megas pelas setoriais, ai não entendi que essa divisão seria os clientes ( digamos que entre 3 paineis setoriais eu teria 15 clientes, ficando 5 em cada painel, isso seria a divisão que ele quis dizer, mais isso é bem complicado de fazer, pois não sabemos de qual lado virá o nosso cliente hehehe ).

    Atualmente, minha omni de 12Dbi + groove 52Hpn ( groove está em bridge ) estão rodando bem, não tenho do que reclamar e nem os clientes ainda, e só 1 cliente costuma fazer bastantes downloads, os demais não passam dos 12, 15 Kbps.

    E sim, o groove possui a opção de configuração Band: 2,4GHz B/G/N, e estou usando em modo2,4GHz N-only, marcado em MCS3.

    Desculpas pela minha ignorância, mais tinha entendido tudo errado quando o moderador pediu para dividir a banda pelas setoriais... E segui seu conselho, e uso encriptação + autenticação PPPoE, está bom assim, assim vai ficar, e não gosto de ver clientes sempre que forem acessar precisar logar com sua conta, isso é chato demais.

    Outra coisa caro Rubem, já adquirir 1 painel setorial quando vi o equipamento do link abaixo, do mesmo fabricante:

    http://produto.mercadolivre.com.br/M...o-mimo-2x2-_JM

    Seria bem melhor adquirir esse painel visto que trabalha em dupla polarização, mais você mim recomendaria qual equipamento para trabalhar com ela?

    Obrigado

  4. Se quiser usar MIMO ou MISO tem que usar Rocket M2, ou então algum cartão tipo R52HN ou R52NM. São os equipamentos que conheço com conexão dupla pra uma antena de dupla polarização.

    Eu tendo a optar por RB+cartão porque olho o investimento a longo prazo, pra colocar 3 setoriais dessa (E fechar 360º) você pode começar com uma RB433 com 1 cartão, e só depois que adquirir outras setoriais comprar mais 2 cartões.
    Então... rb433 R$ 300 + 3 R52HN R$ 150 cada (130 cada cartão mais uns R$ 20 cada pigtail), totalizando R$ 750, enquanto 3 Rocket M2 passariam de R$ 900 (Fora que precisaria 3 cabos de rede subindo até pra eles, ou um switch no alto).

    Também tem como opção RB's já com etapa de RF, sei que RB711 e RB911 tem versão 2HN mas nessa versão não faz mimo, é versão com só 1 conector, são baratinhos, level 3. Já as versões com MIMO são o dobro do preço, RB711UA e RB911UA, ambas 2HN, ficam quase no preço de Rocket M2:
    http://www.nrstore.com.br/mikrotik-r...a-nivel-4.html
    Seria bom procurar RB911UA-2HN no brasil, ela devia ser quase 10% mais barata.
    (Cuida que não é a RB911-2HN ou RB911-Lite2, essa é a sem mimo)
    Mas isso também exige switch no alto, ou 3 cabos subindo (Pra antena a 10m é tranquilo, a 30 ou 40m complica, muito risco de queimar lan por raio com isso, quanto menos cabo de rede melhor, seja Mikrotik ou Ubiquiti).

    Se for pra gastar R$ 900 eu optaria por RB433AH (Mais poderosa que RB433) com 3 cartões R52HN, centralizar o gerenciamento pra mim economiza muito tempo. A RB433 tem suas limitações, mas quando você tiver duzias de clientes nela e essas limitações forem um problema você já vai ter dinheiro pra trocar por RB433AH ou outra opção (3 unidades da RB911UA-2HN).

    Metade do meu motivo pra optar por cartão R52HN é poder usar em 2,4 ou 5GHz quando precisar (Ainda uso EMP8602 de 2009 por isso, num lugar 2,4GHz como AP, noutro como cliente, noutro como PTP 5GHz), enquanto uma RB711, RB911 ou Rocket tem frequencia única de uso, limita bastante o uso futuro.

    Do jeito que você tem, N-only e MCS3, tenho, não lembro das condições e valores exatos, mas com setorial tive mais de 14Mbps de trafego em teste (Não olho pra medição da propria MK ou UBNT, conecto meu netbook via rede no meu servidor e copio conteúdo, vejo o trafego pelo SuperCopier/TeraCopy/FastCopy/RichCopy)



    ================
    Edit:
    Ao usar painel de dupla polarização com placa ou equipamento MIMO, os MCS mudam, MCS3 é 1x1, o equivalente 2x2 do MCS3 é o MCS11, tem praticamente mesma sensibilidade e potencia que MCS3 mas como tem 2 etapas de RF a capacidade de trafego é quase o dobro.

    Mas agora lembrei que você quer usar CPE Intelbras APC-2S. Bom... elas não tem dupla-polarização, então elas usarão só 1 polarização da setorial, se vai mesmo usar essa CPE vale mais a pena colocar algo tipo RB711-2HN só no lobulo vertical da antena.

    Ou... desiste da CPE APC-2S14 e vai de Nanostation Loco M2 ou WOG212, ou outra CPE com antena de dupla polarização, devem estar o mesmo preço da 2S14.

    Você pode usar uma antena de dupla-polarização mas ligar só 1 delas, sem problema, o único problema é pagar mais caro pela dupla-polarização mas não usa-la.

    A CPE não precisa ter capacidade pra MIMO (2 etapas de RF) pra usufruir os benefícios de uma setorial de dupla-polarização, mas precisa antena de dupla-polarização.



  5. Bom, nós usamos level4 como AP, pois level3 não abre opção para AP bridge.
    Na verdade abre mas se for um em bridge e o outro em station. Mas só abre para um cliente. É como usamos para enlaces.

    Assim como o Rubem citou, eu nunca usei.
    Pois precisaria modo AP para publicar o SSID.
    Com level4 abre AP bridge ou AP roteado.

    Outra coisa: não precisa descartar a 750. Usa ela como hotspot ou ppoe para autenticar o povo. E deixa nas torres AP Bridge






Tópicos Similares

  1. Montar provedor de Internet
    Por sgeovane no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 01-02-2005, 09:01
  2. DWL-900AP+ com provedor de internet
    Por Nelson no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 31-05-2004, 13:45
  3. Como criar um provedor de Internet ?
    Por moreiraaristides no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 10-02-2004, 21:09
  4. Provedor de internet
    Por Bruno no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 28-11-2002, 16:40
  5. PROVEDOR DE INTERNET
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 18-07-2002, 13:48

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L