Página 7 de 17 PrimeiroPrimeiro ... 23456789101112 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Boa noite pessoal,

    Encontrei este tópico hoje estava procurando sobre o assunto.

    Fiquei com uma duvida é melhor utilizar mcs de 16 QAM ou 64 QAM no caso de ubnt dá pra escolher ex mcs 5 - 64QAM e mcs 11 - 16 QAM ambos de mesmo data rate 26mb em 10 mhz ou 52 em 20 mhz.

  2. MCS8 a MCS15 são basicamente 2 (dois) MCS0 a MCS7, o datarate é o dobro porque de MCS0 a 7 você tem 1 chain (1 antena, 1 canal, 1 radio, 1 "via", enfim, tem 1 meio de envio) enquanto em MCS8 a 15 são 2 meios, o datarate é exatamente o dobro.

    MCS16 a 23 são basicamente 3 (tres) MCS0 a 7, e MCS24 a 31 são 4 (quatro) deles, cada meio (antena, chain, radio, cada meio) opera isolado do outro, por isso se chama MIMO (Multiple-in Multiple-out), os roteadores de mesa com 1 antena não fazem mimo então são vendidos como "150M" (Porque MCS7 em 40MHz com tempo de guarda (GI) curto de 144,4M (Arredonda pra 150M), já os roteadores com 2 antenas são vendidos como "300M" porque tem 2 meios de trocar dados (2 antenas, que podem estar na mesma polarização ou não), eles tem 2 MCS7, ou seja, MCS15, que em 40MHz e GI curto tem 288,9M (Arredondado pra 300M), roteador com 3 antenas é vendido como "450M" porque tem 3 meios de 150M cada, roteador com 4 antenas é vendido como "600M", e por aí vai, são 150M por antena.

    A tabela "oficial" fica em www.mcsindex.com
    Vejam que pra 802.11N é uma numeração e pra 802.11AC é OUTRA numeração. MCS8 em N é uma coisa e em AC é outra.
    Pode notar que os datarates em 20MHz são metade dos em 40MHz. Se usar canal de 10MHz terá datarates que são exatamente metade dos valores em 20MHz. 20MHz é o padrão, é o que 802.11A, B e G usaram por isso ele ainda é referencia, MCS7 tem 64 portadoras só em 20MHz, em 40MHz ela tem na verdade 128 portadoras.


    Já com canais de 10, 20 ou 40MHz você também tem o dobro ou a metade do datarate porque CADA portadora (16QAM tem 16 portadoras, 64QAM tem 64 portadoras) tem uma largura fixa, aumentando a largura do canal você pode aumentar o numero de portadoras.

    Se com 64 portadoras em 20MHz você tem datarate de 52M, ao dobrar o canal pra 40MHz terá 128 portadoras e datarate de 104M.
    Já se usar canal de 10MHz será metade disso, "só" 32 portadoras, aí o datarate nominal será de 26M.

    A modulação escolhida (MCS) não tem relação com a largura do canal, existem coincidencias porque além do numero de portadoras (8, 16, 64) o que conta é o numero de bits por cada simbolo enviado, é aquele numero depois do 16QAM ou 64QAM. Essa nomeclatura (symbol rate de 1/2, 3/4, 5/6) não permite uma conta fácil de cabeça, mas o que importa é que o tipo de codificação usado não tem relação com a largura do canal, é meio que coincidência alguns datarates em uma largura de canal baterem certinho com o de outra largura de canal porque se usa 2, 4, 16 ou 64 portadoras, e o numero de bits por simbolo (Visto no symbol rate) é fixo também.



    O datasheet não traz todas as potencias e senbilidades, mas o equipto trabalha com sensibilidade por datarate, se selecionar um MCS11 em 20MHz você terá o mesmo alcance, sensibilidade, potencia, e throughput se selecionar MCS9 em 40MHz, diminuindo o datarate a sensibilidade aumenta, mas aumentando a largura do canal ela diminui, não tem como fazer mágica com um determinado sinal o único jeito de aumentar banda é colocando mais portadoras (Que 802.11AC fez, 256 portadoras) e colocando mais chains (Mais meios de transmissão, mais antenas com radios, 802.11N suporta 4 chains enquanto 802.11AC suporta 8), se você tem digamos um sinal -65 não tem muito o que tirar disso, é sinal suficiente pra digamos 25Mbps em datarate de certa de 50M, seja MCS9 de 54M em 40MHz, MCS11 de 52M em 20MHz, ou 52M em 10MHz (MCS14 com canal de 10MHz), por isso insisto que usar 40MHz é desperdício de espectro quando se usa modulação abaixo de MCS12, se pode conseguir os mesmos throughputs com canal de 20MHz (Ou até 10MHz, mas aí não sei como fica a fiscalização da Anatel, já que nas homologações constam modos de uso tipo 16QAM 1/2, mas colocando canal de 10MHz (Que seria muito bom pro espectro) teria na verdade 8QAM 1/2, se bem que dia que Anatel chegar com espectrografo pra verificar isso deve chover canivete).

    A explicação pode ser complexa, mas o que é impornte reter é que o conta é o datarate, se você tem sinal insuficiente pra digamos 54M em 40MHz, não terá sinal suficiente pra digamos 52M em 20MHz, em um ou outro caso de zona de fresnel comprometida você pode ter melhora, mas com instalações decentes (Visada total, zona de fresnel 100% limpa, sem ruído demais no canal) você pode testar de 10, 20, 30 ou 40MHz que obterá estabilidade em datarates similares com o mesmo nível de sinal, não tem como extrair muita coisa de sinal baixo.
    (E MCS8 a 15 é mais fácil, é MIMO, enquanto MCS0 a 7 é SISO, é só sempre olhar o mcsindex.com, de preferencia imprimir e colar na parede)



  3. Rubem, muito boa a explicação é isso mesmo. A escolha entre a combinação entre a largura de canal, modulação, capacidade de transmissão e sensibilidade é relação de conflito, é uma relação de perde-ganha. Aumentando a largura de canal e a taxa de modulação aumenta-se a taxa de transmissão, porém perde em sensibilidade e necessita de um sinal mais forte (maior SNR). Diminuindo-se a largura de canal e a modulação, diminui-se a taxa de transmissão, porém aumenta-se a sensibilidade e pode-se trabalhar com sinais mais fracos (menor SNR).


    Esse tema da modulação é um pouco complexo pro pessoal que tá começando, mas recomendo a todos que estudem bem, pois a melhora nos enlaces é impressionante.

    Mas Rubem, gostaria somente de fazer uma correção no que vc tem dito sobre a modulação. Notei que você tem mencionado que 16QAM trabalha com 16 portadoras, 64 QAM trabalha com 64 portadoras, 256QAM trabalha com 256 portadoras e assim por diante e ainda que o número de bits enviado por símbolo, como vc mesmo disse "é aquele numero depois do 16QAM ou 64QAM"

    Na verdade não assim não, o correto é o seguinte:

    16QAM não quer dizer que trabalha com 16 portadoras ou subportadoras. É possível trabalhar com 16QAM e ter 10, 20, 30 ,40, centenas, ou até milhares de subportadoras, como é o caso das transmissões de TV Digital no padrão ISDBTb, que é o padrão adotado no Brasil para TV Digital. Ou seja, a nomemclatura 16QAM não guarda relação nenhuma com o número de portadoras ou subportadoras.

    A nomemclatura 16QAM, 64QAM e 128QAM quer dizer que cada simbolo transmitido contém respectivamente: 16, 64 e 128 combinações diferentes de Amplitude e Fase da portadora. Não é algo simples de entender, levei um tempo pra entender isso. Na verdade pra entender a modulação QAM, tive que compreender primeiramente como funciona a modulação por Amplitude e depois a Modulação por Chaveamento de fase, pois a modulação QAM é uma mistura das modulações por amplitude e fase, ou seja, numa transmissão QAM a portadora sofre alteração de amplitude e fase simultaneamente, sendo que uma portadora em modulação 16QAM pode assumir 16 combinações diferentes de amplitude e fase, a portadora modulada em 64 QAM pode assumir 64 combinações diferentes de amplitude e fase e assim por diante. É um pouco desafiador entender isso aí, mas é muito interessante.

    Com relação ao número de bits transmitidos por símbolo, funciona assim na transmissão digital:

    BPSK-
    Cada símbolo pode assumir 02 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 1 bit

    QPSK- Cada símbolo pode assumir 04 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 2 bits

    8 QAM - Cada símbolo pode assumir 08 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 3 bits

    16 QAM - Cada símbolo pode assumir 16 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 4 bits

    32 QAM - Cada símbolo pode assumir 32 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 5 bits

    64 QAM - Cada símbolo pode assumir 64 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 6 bits

    128 QAM - Cada símbolo pode assumir 128 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 7 bits

    256 QAM - Cada símbolo pode assumir 256 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 8 bits

    512 QAM - Cada símbolo pode assumir 512 combinações diferentes de amplitude e fase, portanto cada símbolo transmite 9 bits

    e assim, por diante.

    Note que o aumento no número de bits transmitidos não é proporcional ao aumento no número QAM. Exemplo, aumentando-se a modulação de 16QAM para 64QAM, aumenta-se quatro vezes o número de diferentes combinações de amplitude e fase, porém aumenta-se somente em 50% a taxa de transmisão.

    Essa é a explicação para a dificuldade de se transmitir dados a longas distancia e com estabilidade, em modulações superiores ao 16QAM, pois acima disso já é considerado uma modulação de alta ordem, com um número muito grande de combinações de amplitude e fase da portadora, exigindo altíssimo nível de sinal, baixo ruído e circuitos de rádio muito bem elaborados.

    Na prática, como esses rádios Mikrotik e Ubiquiti que trabalhamos, somente conseguimos um bom resultado e estabilidade usando as modulações até 16QAM, que seria: 162 Mbps em 40 Mhz, 81 Mbps em 20 Mhz e 39 Mbps em 10 Mhz.
    Vejam o fracasso que tem se mostrado a linha AC que tenta usar modulação 256QAM.


    Bom, é isso. Desculpem pelo tamanho do texto, mas é que não tinha como ser menor, na verdade esse é o resumo do resumo. Quem gosta de estudar Telecomunicações esse é um tema muito interessante e com muita aplicação prática.

  4. Tá certo, nunca achei uma tradução boa (Nem ruim) pra explicar isso. Tá ótimo o modo colocado.



  5. Boa noite amigos.

    De uns dias pra ca venho tendo problemas de conexão com meus clientes, ja havia trocado radio, antena, pigtail, fonte e nada esta resolvendo, eles ficam associados na antena de transmissão só que do nada começam a cair e voltar.
    Comecei dar um procurada do que poderia ser e cheguei até esse tópico, creio que com a ajuda de vocês eu consiga resolver meu problema.
    Equipamentos que utilizo: RB 912UAG-2HPND + Basestation 5G20 20DBI 90º 5GHZ + SXT 5NDR2 (lite 5) em todos os clientes.
    Faz 1 mes que estou com essa nova base, quando tinha uns 5 clientes transferidos para ela, estava tranquilo, agora que ja está chegando a 20 comecei a ter esse problemas citados acima.
    Comercializo links de 1mb à 4mb (upload de 300k a 600k).
    Minha idéia é somente utilizar esses equipamentos, não vou misturar fabricantes, por isso gostaria de uma idéia também de como tirar o maximo de rendimento deles, usa-los com nv2 por ex?
    Lendo sobre o que foi postado pelos amigos, principalmente pelo rubem, vi que o que pode estar me prejudicando (ou uma das possibilidades) é a configuração correta de MCS, já que não estou utilizando nenhuma configuração setada, esta default.
    Já estava cogitando voltar para minha antiga base esses meus clientes migrados para essa novo ambiente quando cheguei até esse tópico.
    Por favor, peço a ajuda de vocês para uma correta configuração desse ambiente, sendo essa relação de equipamentos e links de 1mb a 4mb, como devo deixar meu MCS na base e nos clientes? Que velocidade devo setar em Data rates (hoje estão marcadas A/G 18/24/36/48/54)? Coloca-los tb em nv2 como um print postado acima por um colega?

    Segue imagem de como está o sinal desses clientes na base.

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         base58N.png
Visualizações:	842
Tamanho: 	18,2 KB
ID:      	57925

    OBS: Não gosto de pedir esse tipo de ajuda mastigada, gosto de entender o que estou fazendo e colocar em prática, no entanto, devida a minha urgência pelo menos com essa base de acesso, gostaria dessa ajuda de vocês.
    Estou lendo, relendo o tópico e procurando mais material para estudar.

    Desde já, muito grato a quem puder me ajudar.






Tópicos Similares

  1. Explicação sobre MCS
    Por alexcolt no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 20-12-2015, 11:09
  2. Respostas: 24
    Último Post: 16-12-2007, 17:52
  3. Informações sobre o Kylix
    Por copier no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 24-07-2002, 21:42
  4. Mais inf sobre swat
    Por MarcelScan no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 11-06-2002, 14:51
  5. Sobre PPPoE
    Por MarcelScan no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 06-04-2002, 21:15

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L