+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Conversão de LP em MP3

    Pessoal, boa noite,
    Um tópico totalmente off topic pro fórum rerere mas vai que de repente tem algum especialista de plantão....
    Gente, o negócio é o seguinte..............meu tio ta com uns LPS (de vinil mesmo) guardados e gostaria de convertê-los em MP3, o som dele é um baita som modular, tipo discoteca, e tem saida no pré-amplificador de pc também tem um máquina la, na verdade imagino eu que o processo seja:
    - Ligar o som na entrada de audio da placa de som do pc;
    - Ter um programa que faça a captura desse audio e transforme em MP3.

    To errado, alguém sabe me indicar alguma coisa???

  2. #2

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Realmente,
    Os antigos discos de vinil eram show de bola, e meu tio quer pegar eles e converter em MP3, ja até achei os discos dele na net mas ele quer pegar os dele mesmo e converter, alguém ai se habilita??



  3. #3

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    É bem por aí, liga na entrada AUX e não em MIC (Mic ia estourar o audio facil) mas é bom colocar um resistor de uns 50 ohms como carga.

    Software de gravação qualquer um serve, até o Audacity, eles influenciam pouco na qualidade da gravação. Só teria que ver que arquivo quer gerar.

    Quer gerar MP3 de 128Kbps? Seu tio vai ouvir de longe as perdas na compressão, as harmonicas ruidosas do vinil viram chiados robotizados... dá pra testar converter 1 musica assim e ver se ele "entende" os defeitos do MP3.

    Flac ou AAC? Aí é muita qualidade pra pouco hardware. Tem notebooks com som SRS ou coisas chiques/caras, geralmente estes tem placa de rede de 96KHz ou coisa assim, mas a maioria dos notebooks e desktops tem etapa de audio bem comum, é a situação que placas como a PCI Delta 1010 fazem muita diferença, a fonte chaveada e os VRM's da placa-mãe (Desktop e notebook tem tanto fonte como placa-mãe) geram muito ruído, placas de audio péssimas (Tipo de STI, CCE, Philco, Positivo, Amazon, QBex...) vão captar esse ruído.

    Se o seu tio gosta das musicas, pode converter de qualquer jeito. Se ele gosta é de ouvir vinil, pode fazer o que for na conversão (Placa Delta 1010t, gravando em FLAC) que dá pra notar audio inferior.

    Se quer qualidade alta procura essas musicas em coisa tipo HD-CD, ou o CD em flac ou aac, coisa tipo Tonico e Tinoco obviamente não terá, mas coisa tipo Kraftwerke tem aos montes no mundo warez com qualidade alta (MP3 de 320Kbps não é qualidade alta, é como falar que jpg com 95% de qualidade é "alta qualidade").

    Pra mim vinil é experiencia audio-visual, ver o ruídos do disco girando não tem como reproduzir, aquelas equalizações RIAA (Ganho automatico) de uns toca-discos também não tem reprodução. Então se você usa sistema de som comum (Alto-falante qualquer, em caixa de qualquer jeito, com qualquer amplificador com CI de alta distorção ou transistores meia-boca tipo 2N3055) nem nota o que vinil tem de bom, se ligar um mp3 256Kbps num som desse também não nota.

    Eu não sou velho, mal passei dos 30, mas moro no interior onde tudo chega atrasado, já reparei muita vitrola quando era adolescente, tem algumas coisas que adorava ouvir em LP, tipo Queen, Ritchie Vallens, ou até os Mutantes, mas quando comprei CD ou testei MP3 perdeu a graça, o som cheio de medios até dá pra equalizar, mas não varia do mesmo jeito, não tem o chiado gostoso no fundo, se o fone de ouvido é bom você escuta umas metalizadas nuns sons mais agudos.

    Bom, isso talvez dependa dos estilo musical, sempre preferi algo parecido com rock, com muita "informação", com guitarra distorcida e piano ou orgãos farfisa/hammond e muitos pratos e chimbaus, esse tipo de informação é mais facil parecer metalizado em MP3, não sei como ficam as modas de violas, sambas de gamboa, mpb, e sei lá mais o que se ouvia em MP3.

    Ah, mas tem um bom motivo pra digitalizar vinil nalguns casos, loudness race:

    (Uma imagem vale mais que mil palavras, mesmo quem não entende ingles deve entender a "compressão" dada nos picos quando se remasteriza as coisas hoje em dia, vira um audio de volume mais perene mas fica xôxo. Pessoal que bota isso em som de 1500W e quer só graves nem nota (O grave é sempre monotonal, mataram o baixo/contrabaixo com o som automotivo), mas num bom som (A.K.A fone-de-ouvido de R$ 100 ou mais) uma boa gravação antiga em flac se parece mais com um ao-vivo recente, você tem mais a sensação de que tem musicos tocando ao seu lado.
    (Pra ter idéia, um mp3 320Kbps tem 120MB por album, o similar em FLAC tem 500MB, não é falta de compressão, e sim melhoria no som. É tipo comparar um RMVB de 388p com um H264 de 1080p, muda a resolução mas principalmente o bitrate sobe muito, você tem muito mais informação na tela. O audio não foi neglicenciado, MPEG2 em video é péssimo, MPEG-layer3 (MP3) é tão atrasado quando vídeo em *.mpg! Mas é questão de gosto, audio eu PRECISO flac, mas video.... pff... rmvb em 388p, flash video do Youtube em 240p, h264 em 360p, não preciso mais que isso (Mas tem quem não viva sem filme 720p ou 1080p))

  4. #4
    Avatar de Djaldair
    Ingresso
    Mar 2012
    Localização
    Matupá - MT
    Posts
    637
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Amigo tudo o que vc precisava saber sobre qualidade e como gravar o @rubem já falou, agora teu tio deve ser muito apaixonado pelos discos pra não aceitar pegar na net pronto, sendo as mesmas músicas. Eu particularmente não gosto de vinil, me criei ouvindo músicas em toca discos e em 3 em 1, mas paixão não se discute, se ele gosta manda ver, depois posta se deu certo. Uma vez gravei um LP do RPM, para isso utilizei o Sound Forge. Boa sorte.



  5. #5

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Rubens, vou te apelidar de "Rubenspédia", pode ser.....kkkkkkk,
    Brincadeira a parte, meu tio é bem desse tipo que vc citou, ele gosta da pureza musical e de ouvir cada nota, só pra vc ter uma idéia do tanto que ele gosta, o som ao qual me referi (som modular) é todo Harman/Kardom, top de linha, desde o receiver, até as caixas.
    Só que ele é meio que "How-to" e queria fazer ele mesmo isso, dai te pergunto, qual um bom software para ele poder testar??
    O correto mesmo é ligar na saida do pré-amplificador né?

  6. #6

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Se o player tem saída pré-amplificada, usa ela, ligando no AUX IN do PC.
    Se o player tem saída sem pré-amp. (Direto da agulha), terá que ligar ela na entrada de microfone do PC.

    A sugestão do resistor em paralelo é mais útil pra quem tem aparelho de som tipo 80 ou 100W e não tem saída intermediária do toca-discos, aí dá um chiadinho de fundo quando você liga a saída dos alto-falante no PC.

    Eu prefiro e recomendo o Audacity por ser rarido de usar e instalar:
    http://audacity.sourceforge.net/
    Eu prefiro em ingles, porque mesmo a versão PT-BR dele parece PT-PT, tudo errado (Ficheiro, rato...).
    O Sony Vegas ou SoundForge são muito mais completos, são mais profissionais, mas é mais complicado baixar e instalar (A não ser que compre), não sei se tem muitos filtros interessantes pra esse uso.

    Em preferencias > qualidade se selecionar 96000KHz e 24 bits terá qualidade de CD. Se a placa de video for boa você pode subir isso até 192000KHz e 32bit, toda placa de som devia ter essa característica técnica divulgada em algum lugar, mas provavelmente só encontrará googlando pelo chipset de audio usado. O meu, por exemplo, é um ALC883:
    http://www.realtek.com.tw/products/p...nn=4&ProdID=44
    Ele vai até 24 bits, ok, mas e 192KHz? Só o DAC vai até isso, ou seja, ao converter de digital pra analogico (Tocar um flac) tem 192KHz, mas o ADC (Converter analogico em digital) tem só 96KHz, então não consigo com esse chipset nada além de "qualidade de CD" (Que pra 2014 não tem nada de mais)

    No Audacity é bom gravar uns segundos com cabos plugados e motor girando pra ver o ruído captado, grava e depois dá um zoom pra ver como ficam, aumenta o volume e tenta ouvir esses ruídos com um bom fone, na minha placa os ruídos são todos em frequencia bem baixa ou bem alta, não são audíveis, então considero uma boa placa pra capturar audio. Qualidade de cabo influencia mas só será um problema se for lugar com ruído eletromagnético, cabos Santo Angelo de R$ 8 o metro não são necessarios se tiver nível de sinal suficiente e pouco ruído.

    Tanto faz gravar musica por musica ou gravar logo um lado interior do LP e depois "cortar" pelo audacity, é mais facil gravar elas separadamente se quiser ouvir separadas, mas... bons LP's são pensados como uma obra, ouvir as musicas do Sgt Pepper dos Beatles separadas perde a graça, as do The Wall do Pink Floid idem.

    Na hora de salvar você vai em Arquivos > Exportar, e exporta pra FLAC.
    O audacity não tem o codec mp3 nativamente (Questão de royalties), tem que pegar o Lame aqui SE quiser salvar como mp3:
    lame.sourceforge.net/download.php
    Mas fala pro seu tio comparar bem, MP3 mesmo em 320Kbps é uma compressão ruim, metaliza uns agudos, é meio incomodo, FLAC não é perfeito mas esse problema não tem.

    Tem que cuidar também a equalização na hora de gravar, seria bom gravar sem equalizar, deixar pra equalizar no player de audio (MORTE do Windows MEdia Player, tem que usar um player decente, só pra audio, sem firulas tipo suporte a fotos, com equalizador de pelo menos 10 faixas, prefiro o Winamp antes do 3 (2,91, 2,95, em oldversion.com tem), mas tem muito player muuuuuuuuito mais adequado que o maldito WMP.

    Se ele quiser todas isso no carro e tal, aí sim exporta pra mp3, aí pode colocar 160Kbps ou bitrate variável, a maioria dos som de carro ou de minisystem's com suporte a MP3 não tem um DAC muito bom (E quando tem os idiotas do som automotivo metem funk xexelento de 128Kbps em som Alpine ou Blaupunkt 24bit 192KHz...), as vezes nem compensa salvar num bitrate alto porque o DAC do aparelho de som é meia boca. Mas se não tiver como ver a ficha técnica o negócio é testar, salvar o mesmo audio em 128, 256 e 320Kbps pra ver se tem muita diferença. Bons aparelhos de som (Incluindo bons home-theaters) rodam FLAC ou AAC sem problemas, e tem DAC tipo 32bit 192KHz, aí sim dá gosto!

    Se ele gostar da brincadeira e tiver desktop mais ou menos recente, tem placa boa pra isso:
    http://www.kabum.com.br/produto/4940...pci-express-x1
    Essas placas são mais interessantes pra home-studio, essa sensibilidade é boa pra captar gravação de instrumento analogico (Voz, violão, pedal classico de guitarra, microfones de bateria), se você usar nível de sinal alto (Já pré-amplificado) não precisa tanto, um desktop comum de hoje tem ADC que resulta em gravação 1000x melhor que os gravadores Tascam de fita que eram muito usados no brasil nos anos 80.



  7. #7

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    A placa de som do pc dele é esta:
    http://www.soundblaster.com/products...blaster-z.aspx

    Rubens, te agradeço muito, vou tentar dar uma filtrada nisso para passar pra ele só o passo a passo.
    Valeu

  8. #8

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Ah poxa... eu preocupado que ele teria um notebook Philco pra gravar.

    Manda ver nisso aí, vai na config. de qualidade do Audacity e muda pra 24 bit e 96000Hz (Ela é igual a minha, tem 192KHz só na reprodução, a gravação é em 96KHz), testa volume numas gravações e manda ver, com uma placa desse e um deck Harman-Kardon é pecado gravíssimo salvar em MP3! :-)


    Dia que eu ganhar na mega-sena compro uma placa dessa.



  9. #9

    Padrão Re: Conversão de LP em MP3

    Sou do tempo do cassete e do technics, quando saiu os CDJ nossa revolucionou a coisa. Eu montei um som para festas e banda no tempo do Ari Pistola, trabalhei com som uns 12 anos. Tenho de relíquia uns 12 vinil ainda, guardado nos meus pais. Não me critiquem, mas sou do tempo do Erasure, modern talking, alphaville, depeche mode, kkk. Eita tempo bão. Os colegas já relataram tudo, bom seria uma mesa entre o pc e o disco para tirar o melhor dos vinil ou um equalizador.