+ Responder ao Tópico



  1. Minha mensalidade média é valor do dobro do concorrente, que chamo de papa-tudo ou passa-fome, tem cliente instalado por até R$15,00/mês, Estamos filtrando e elevando o preço da mensalidade, sempre visando manter a qualidade do serviço, é melhor ter menos cliente pagando mais, do que mais clientes pagando menos.

    Imagina se um cliente desse dele de R$15,00 começa a compartilhar a internet, nesse caso ele tá pagando para ter o cliente.

  2. Aqui devia ter uns 10 a 12 cliente que compartilhava via cabo. Comecei a deixar ciente que nao aceito reclamaçao de lentidao assim como nao vendo plano maior que 600k.
    Teve de tudo cliente que cancelo,vizinho viro cliente e alguns que continuarao o gato e blz.
    Pronto problema resolvido, hj tenho apenas 2 gato cabo na rede.



  3. Bom vo passar como procedo aqui na minha empresa

    vendo nosso wifi 5460, nao vendo outros Dlink tplink

    cobro 189,00 configurado e com suporte vitalicio posterior, o equipamento sai com alguns configuracao padrao

    SSID NOMEDAMINHAEMPRESA_FSOBRONOME
    SENHA WPA CPF DO CLIENTE

    cliente reclama mas argumento que é para suporte posterior caso receba amigos e parentes e tenha dificuldade

    enfim cliente nao sai espalhando CPF resolvido o problema de esplhar senha

    com esta onde de smartphone e tablet tive que aumentar o numero de distribuição do DHCP de 5 para 15 conexoes é um numero rasoavel para uma familia de 5 pessoas ate 3 dispositivo e sobra para visitantes

    caso o cliente compra wifi com outra empresa nao damos suporte, cobramos o valor de 60,00 para configurar trazendo ate nossa empresa e colocamos nossas configuracoes, lembrando que sempre usamos wifi modo bridge jamais modo router NAT/NAT, ou seja quem controla o servico DHCP é o Radio CPE, assim sabemos quem esta conectado remotamente caso cliente reclame de lentidao e podemos fazer uma triagem do problema mais especifico

  4. Caraca! é complicado, agente modela uma rede para funcionar de uma forma mais sempre tem um que se acha o espertinho. Não trabalho com provedor, administro redes cabeadas em empresas, desenvolvo sistemas, asterisk, enfim, tenho um cliente que possui um parque de quase 1000 equipamentos alguns divididos em sub redes, estes equipamentos seto o gateway para passarem pelo firewall e o firewall é ligado no roteador, conexão de internet é tudo bloqueado, só vou liberando no firewall de acordo com as necessidades.
    Tem um usuário que descobriu o ip do router e levou um dlink e espetou na minha rede, configurou na porta wan um ip da rede e setou no gateway o ip do meu roteador(mikrotik), com isto ele ficou com router wiffi com internet liberada passando para os companheiros e o sujeito ainda colocou no ssid "internet 10,00"!! Contornei o problema criando uma regra no router negando a saída de toda a rede para internet e liberando somente os ip´s que devem ser liberados. até agora tem dado certo.
    @Pirigoso, no caso em que você não faz nat, se o muleque espetar um roteador em sua rede na porta wan com dhcp ou ip fixo setado nela ele irá fazer um nat e distribuir internet da mesma forma.

    Minha conclusão, infelizmente existem mal-carater tentando tirar vantagem de tudo em cima dos outros. Creio que se o cliente está dando dor de cabeça neste sentido o interessante seria quebrar o contrato e ele que procure outro fornecedor, assim não compensa!



  5. Aqui na rede é da seguinte forma, NENHUM cliente tem acesso as configs de seu router.
    Ele sai daqui pré-configurado com SSID da empresa e Numero do Ap no final.
    Todos os routers com Acesso remoto habilitado, 5 Slots de Dhcp (Podemos aumentar com a solicitação do Cliente), a senha e chata pois alem de grande tem Maiúsculas...
    Bom não temos um caso de compartilhamento (Venda), temos caso de usuários que distribuem sua senha e reclamam de lentidão, entramos no roteador e ta la 10 pessoas no Ap, explicamos a ele a situação e trocamos a senha, geralmente resolve...
    Outro detalhe e uma regra que limitamos os saltos, ou seja mesmo que o cliente use um roteador em cima do próprio roteador, não funciona.
    Agora tamos apelando para um Qos Interno dentro do roteador setando Minimo de banda garantida e Maximo de banda de acordo com o plano máximo vendido, usamos também a fila SFQ que prioriza o balanceamento do link para o cliente...
    Ps : O Consumidor pode fornecer o acesso dele para quem quiser, mais nada de compartilha com a rua toda via cabo...






Tópicos Similares

  1. O que fazer com os torrents?
    Por Submundo no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 25-02-2007, 13:09
  2. P2p o que fazer com eles ?
    Por patrickcanton no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 13-12-2006, 00:22
  3. O que fazer com "whinston" e seus seguidores?
    Por frikasoide no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 6
    Último Post: 12-12-2005, 08:43
  4. O que fazer com isso na AP2000 ?
    Por Vilmardiogo no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 24-09-2005, 08:09
  5. o que fazer com arquivos .c .h?
    Por flipeexpl no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 7
    Último Post: 28-08-2004, 07:09

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L