Página 2 de 8 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #7

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Ah não tinha visto esse detalhe, tem 20Km entre A e B.

    Bom, porque não daria pra colocar a repetição no ponto B? Usam esses repetidores de 60dB aqui no interior a 70Km de torre da operadora, em area sem visada (Torre da operadora em altitude tipo 420m, repetidora a algo tipo 280m) e vai bem. O problema nunca é entre repetidor e operadora (Pois tem antena alta e de alto ganho), mas sim entre repetidor e os celulares.

    Esses repetidores que na verdade são amplificadores tem funcionado direto até os celulares em algo tipo 300 a 800m, acho meio difícil virar 20Km de alcance mesmo com antena direcional ao invez de conectar direto em celular.

    Dá uma ligada na BIT, eles são bem acessíveis, é fácil falar com o pessoal técnico por lá (Na Aquario acho que o grande firewall das telefonistas é intransponível), possivelmente eles já atenderam cases similares.
    Pois é amigo... Tô pensando nesses 20km... o problema é que no ponto B a intensidade do sinal fica abaixo de -100db... praticamente sem sinal....

  2. #8

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Esse sinal de -100 você mediu já numa antena?
    Se mediu numa antena de digamos 14dBi, e colocar uma de 21dBi, o sinal subirá 7dBi, vai pra -93dBm, é sensibilidade suficiente pro repetidor, que vai aumentar isso nuns 55dBm pelo menos, ou seja, vai pra algo tipo -38. Se perder 5dB no cabo ainda está em -43, mas a antena se for de uns 14dBi vai te dar -29dBm de sinal no ar.
    Aí chegamos no problema: Em 500m o ar faz você perder uns 80dBm de sinal! -29 - 80 = -109. Se cada um tiver antena de 14dBi, -109 + 14dBi = -95 de sinal.
    Imagina só, em 500m de ar você perde 80dBm, imagina em 20Km. Até onde eu sei calcular, a perda em 20Km é de uns 120dBm, ou seja, nem um amplificador de 100dBm resolveria.
    Em 200m a coisa funciona porque em distancia menor a perda é coisa tipo 50 ou 60dBm. Se pegar esse seu sinal hipotético de -100, amplificar 65dBm, e jogar numa antena de 14dBi você tem cerca de -21dBm no ar, com perda de uns 60dBm em 200m você teria -81dBm de sinal chegando, se for recebido por antena de 14dBi sobe pra -67dBm, que é um sinal alto pra caramba!

    Na prática entre o nível de sinal real de cada pacote, ruído no equipto, perda em cabo, ganho real de antena e etc.

    Não sei qual a sensibilidade dessa interface 4000i da Intelbras, mas celular vai até uns -110dBm tranquilo, então um sinal transmitido a -29dBm pode perder até 90dBm que ainda será suficiente, e em campo aberto essa perda ocorre nuns 800m geralmente (Sem obstaculos = Campo aberto), 850-900MHz tem a vantagem de atenuar menos em obstaculos, então na prática ainda dá pra falar em 500m mesmo com casas e algumas arvores comuns.

    Já se pegar o amplificador de 70dBm, ou algum de maior ganho, é só seguir o raciocínio na conta, ganho de antena e de amplificador somam, o que existe de perda é perda em cabo longo (O problema seria entre antena e o chão, mas acho que você mediu esse sinal de -100dBm já no chão, já com varios metros de cabo entre antena e o aparelho, se você colocar o repetidor mais perto da antena (com cabo de uns 2m apenas), com cabo RGC213, terá perda insignificante) e a perda no ar, é meio chato calcular a perda no ar, mas pega algo tipo:
    100m: 50dBm
    200m: 60dBm
    400m: 70dBm
    500m: 80dBm
    800m: 90dBm
    2Km: 100dBm
    A partir daí cai pouco, sobe pra 110dBm em uns 10Km, 120dBm em 20Km, 130dBm em 45Km...
    Teria que recalcular direito pra ver numeros exatos, não trabalho com isso, só anoto uns calcular pra ter estimativa quando precisar, os roceiros daqui do interior tem a mania de comprar pra testar, e depois reclamam que não funciona, eu prefiro calcular primeiro, geralmente a conta bate com margem de erro pequena, é só ser PESSIMISTA nos calculos, pensar no pior possível. No seu caso mesmo o pior possível pelos calculos ainda é animador.



  3. #9

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Então amigo... esse é o meu problema.... esses testes foram feitos todos com antena de 20dbi e um celular com transmissor de 2watts. No ponto B não rolou... o celular recebe sinal mas não tem potência suficiente pra mandar de volta...
    Por isso minha necessidade de colocar um repetidor no ponto A... Onde o sinal é de -69db. Um vizinho aqui perto diz que fez isso no mesmo ponto A, com um repetidor da Aquário de 60db de ganho e recebe sinal na casa dele a -85db (testei o sinal)....
    Mas não consegui ainda verificar qual o esquema de montagem dele pra conseguir isso... Nem os outros componentes usados junto ao repetidor....

  4. #10

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Bom, celular de 2W signigica 33dBm de potencia, realmente nenhum amplificador tem essa potencia. Imaginei que fosse celular de mesa com 18 a 20dBm, os amplificadores nem tem tanta potencia a mais (23dBm) mas podem ser colocados mais perto da antena, tirando uns 3 ou 4dBm de perdas nos cabos, faz alguma diferença)

    Se a gente colocar 20dBm no ponto A, mais 20dBi de antena, tem 40dBm EIRP (Isso se o sinal chegar no ponto A com algo tipo -50 (-70 no ar, com antena de 20dBi vai pra -50dBm, só assim pro amplificador de 70dBm ia jogar 20dBm pra antena). Se pegar 40dBm e descontar os 120dBm pelo ar em 20Km daria sinal -80. Seria ótimo.

    Mas aí o bicho pega em ter sinal -50 chegando no amplificador/repetidor, pra que a potencia de saída seja todos os 20dBm que ele consegue.

    Se a torre da operadora transmite com 50dBm (Acho que a Vivo em 850MHz usa isso), pro sinal virar -50 levaria 2Km, como a maior antena fácil de conseguir é de 20dBi então poderia ter sinal -70, ou seja, uns 120dBm de perdas no ar, e isso vem a ser 20Km. Se tem mesmo visada e o ponto A está a menos de 20Km da operadora, e a operado transmite mesmo com 50dBm EIRP, então tá fácil você ter -50 de sinal (Depois da antena), pra um amplificador/repetidor de 70dB resover seu problema.

    Seria "só" medir o sinal no ponto A, onde colocaria a antena.

    (Na conta use o lado de potencia menor, o de uplink, nesse lado tem menos ganho e potencia de saída mais limitada. Eu usei 70dBm na conta, e isso é o download, na prática então teria sinal -85, mas... as antena 850/900MHz que conheço (Aquario e Proeletronic) de qualquer forma são 21dBi e não 20, fora outras variações possíveis (A perda no ar pode ser só 115dBm já que a distancia não deve ser exata, etc, etc, etc)



  5. #11

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Também tenho uma 2ª opção... mas não sei da viabilidade técnica... Colocar um outro repetidor na metade do caminho a 10km +ou-, daí seriam 2 repetidores em cascata... agora... um repetidor repete um sinal que já é repetido?

  6. #12

    Padrão Re: Repetidor de Celular + antena yagi direcional

    Não sei como fica com 2, mas com 1 perde capacidade de trafegar muitos dados. Com 1 não se consegue quase nada de dados em edge/gprs por aqui, coisa tipo 20Kbps na melhor das hipóteses (Gprs é lerdo mas nem tanto, sem repetidor (Direto em antena distante tipo 20Km) dá 50-100Kbps fácil de noite/manhã).

    Apenas pra ligação é tranquilo, ligação é feita geralmente com 11Kbps (é um voip de alta prioridade), imagino que na pior das hipóteses em dia de chuva a ligação vai talvez robotizar por uns milisegundos, nada que o usuario perceba se não souber que deve acontecer.

    Com 1 dá pra notar a queda no trafego de dados conseguível, mas não tenho certeza se pros canais de voz há um algoritmo pouco eficiente tipo o de dados, se tiver na pior das hipóteses vai acontecer isso de ligação meia-boca em dia chuvoso (Quando tem potencial pro sinal cair um pouco), mas sinceramente acho que o trafego de dados de ligação usa modo mais eficientes que os dados.
    (Sei que tem datarates diferenciados conforme o nível de sinal, quando o sinal baixo cai pra datarate de talvez 5 ou 8Kbps, com sinal alto vai pra 22 ou 32Kbps, mas tem que ver que baixo pra celular bom é algo tipo -130dBm!. O problema de repetidor é que o celular não recebe sinal baixo por isso ele transmite em datarate alto, ocorre sinal baixo no trajeto mas nem sempre ocorre corretamente a negociação de baixar datarate, já notei isso algumas vezes, uns segundos de audio perfeito, depois segundos de silencio, enquanto o normal com sinal baixo é audio ruim o tempo todo, picotando)

    Mas não deixe de ir ver como é o sinal nos locais, a conta pra ver o sinal teorico (Baseado no sinal medido) não é muito difícil, melhor que ficar chutando é ir e medir (Poderia estimar com base na potencia de emissão da operadora, isso SE soubessemos esses valores, geralmente são 40 a 50dBm, mas... no interior as vezes a mesma torre sustenta as 4 operadoras, e cada uma tem alcance diferente, então usam potencias (Ou pelo menos tem antenas) diferentes.