+ Responder ao Tópico

  1. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Esse TX rate de 36M, e o RX Rate de 24M são datarates de 802.11a.
    (802.11a é aquela velharia ridícula de 1999)

    Você tem equipto AC mas não está usando nem N, está usando A, que é a pior desgraça do mundo.

    Com tanto datarate marcado o software fica sambando de um lado pro outro, trocando datarates conforme a banda necessaria, isso geralmente só gera mais delay nos pings (Atrapalha, não ajuda).

    E o AMPDU você devia fazer o contrário, marcar os mais baixos (Agregará pacotes de prioridade de numero menor, portato mais importantes), se não quiser marcar todos, ou de 0 a 4, marque apenas 0, mas não faça isso de marcar de 4 pra cima (Só agrega dados de prioridade meio irrelevante).

    Na aba wireless, como está o modo? Não tem opção N-only?
    Teria que fixar isso em algo tipo MCS12, porque em 30Km o link margin é de 27dBm. Ou seja, a margem entre o sinal presente (-47dBm) e a sensibilidade (Ver no datasheet, provavelmente -74dBm em MCS15 com 20MHz) deve ser de 27dBm ou mais. Nesse caso -47 - 27 = -74, ou seja, está "por um fio" de sinal suficiente pra ter estabilidade em MCS15.

    Mas... veja que você na verdade NÃO TEM -47dBm. Veja o TX/RX no Chain0 e no Chain1.
    O TX do chain0 (Talvez seja a vertical) é de -52dBm.
    O TX do chain1 (Talvez seja a vertical) é de -52dBm. Ou seja, o sinal da RB onde você tirou o print até a outra RB chega como -52. Lá esse será o RX.

    Já o RX do chain0 e 1 são respectivamente -49 e -50dBm.
    Ou seja, a vertical sentido B > A entrega sinal em -49, já a horizontal no sentido A > B entrega sinal em -52dBm.

    Não adianta ter sinal suficiente somente em 1 chain e somente num sentido, precisa sinal suficiente nas 2 polarizações e nos 2 sentidos.

    Se pegar -52dBm como sinal útil, e aplicar 27dBm de margem, isso dá -52 - 27 = -79dBm, que deve ser a sensibilidade em MCS13 talvez!

    Mas levando em conta pequenas variações de 1 ou 2dBm conforme chuva, poeira, ou algo na zona de fresnel, talvez seria mais sensato usar fixo em MCS12.

    Nâo tenho prática com AC em PTP, não sei como anda a possibilidade de fixar datarates de 802.11n no RouterOS, mas desmarca essa montoeira de datarate de 802.11a (De 6M a 54M), SE precisar deixar 1 marcado teste só 1 então (54M), 1 como supported e 1 como basic.

    Na opção VHT mais abaixo não tem opções tipo 0-5? Aí ele variaria entre MCS8 (2 MCS0) e MCS13.

    E... Nstreme é meio que uma velharia hoje (É de lá por 2005, se não me engano), testa NV2, que é muito mais moderno.

    Se quer mesmo usar AC... cuida que a margem de sinal necessaria com 256QAM é muito maior, eu acho que você com esse equipto não necessariamente terá estabilidade em 64QAM, que dirá passar pra 256 pontos. MCS12 tem uma bela diferença de sinal com relação a MCS13 porque MCS12 usa 16QAM, são só 16 pontos, é muito mais fácil ter legibilidade com menos pontos, e com muitos pontos conforme aumenta a distancia eles vão ficando mais ilegíveis, fica mais difícil separar em qual quadrante cada ponto está (Isso impede de o CCQ chegar em 100%), algo assim:
    Anexo 58852
    No canto inferior esquerdo um sinal 16QAM em digamos 1Km com 15dBm de margem (Sinal/sensibilidade), no canto superior direito o mesmo sinal com 15dBm de margem, mas depois de digamos 60Km, uns 60% dele está ilegível, na prática não teria nem CCQ de 60% (É só exemplo, isso não é medida real de osciloscópio).

    AC usa ao invez de 16 ponto um total de 256 pontos, nesse espaço onde tem 16 teria 256, levaria uma distancia muito menor pro sinal ficar tão ilegível como esse da imagem.
    A diferença seria algo tipo:
    Anexo 58853
    AC é a 4ª imagem de cada linha, 256QAM, sempre mais ilegível que 16QAM (2ª imagem de cada linha), na prática o que muda é o alcance, onde 16QAM chega com CCQ de 98% provavelmente nem 64QAM (MCS13, 14 e 15) prestará, que dirá 256QAM (MCS8 e 9 de AC, não confundir com MCS8 e 9 de N).

    Muito Obrigado, mas estranho, apenas marcando o restante dos HT, subiu de 34 para 580mega em 80mhz tx e rx, porém o "upload não passa de 75, mas o "download" está em 110mega".....

    o que será que pode ser?

    Desde já obrigado pela ajuda...

  2. Você pode ter CCQ de 90-95% num datarate alto mas o throughput ser baixo. Não ter CCQ de 100% já indica que tem algo físico atrapalhando (Nesse caso acredito que distorção no sinal por alta distancia, precisaria sinal ainda mais alto pra ter nitidez).

    Ao baixar o datarate e ir pra um datarate onde a sensibilidade é maior (Portanto a margem entre sensibilidade e sinal existente é maior) o CCQ sobe. É facil ter CCQ de 100% com MCS12 e trafegar 35Mbps, mas em MCS14 ter CCQ de 95% e trafegar só 20Mbps, o CCQ não representa bem o throughput real.

    TESTE 40MHz então, já que nessa versão do RouterOS não tem como definir um datarate específico (Só VHT MCS 0-7 AC).

    Lembra sempre que datarate moninal não tem relação exata com throughput, SE tiver sinal suficiente e limpo você consegue cerca de 45-55% do datarate na forma de throughput (Digamos 120Mbps num datarate de 240M).
    (Mas com sinal insuficiente pode ser o datarate grande que for, o limite com X ambiente é Y Mbps, seja com MCS5 ou MCS7 em AC, não adianta aumentar o datarate se o problema é ruído ou distorção do sinal por distancia, melhor partir pra outro esquema de modulação com MENOS pontos, e não um com MAIS pontos (Quanto mais pontos, mais sinal precisa))

    Diferença de download e upload ocorre por essa diferença de sinal que você tem entre TX e RX, tem TX de -52dBm e RX de -49dBm, esses 3dBm são a diferença entre nitidez suficiente ou insuficiente pra um datarate mais alto (Que o software DEVIA selecionar sozinho, de modo a permitir o maior throughput, mas ele vai apenas automaticamente pro maior DATARATE, o firmware é burro e não mede throughput pra escolher qual datarate usar).

    SE fosse em 802.11n eu diria que pra testar apenas MCS15, apenas MCS14, apenas MCS13 e etc, até definir qual o maior MCS que mantém CCQ em 100%. Mas... esse firmware em AC não permite setar 1 (Um) datarate de AC, ele te obriga a deixar a escolha no modo automatico (Que SE FUNCIONASSE direito estaria num datarate que te permitiria mais throughput).

    Como não dá pra selecionar de modo fixo um datarate menor (Digamos MCS6 em AC, que com 2 chains da na mesma que MCS14 em N), o jeito é TESTAR uma largura menor de canal, 40MHz no caso.




  3. rubens voce tem um skype que posso falar com vc?

  4. Citação Postado originalmente por virtualnetmg Ver Post
    rubens voce tem um skype que posso falar com vc?
    Nops, só uso email.
    (Que dá no mesmo que post aqui no Under)

  5. boa noite rubem, voce poderia por favor me explicar como é feita essa conta do mcs e tirando como referencia o datasheet do nanostation loco m5, pois ja fiz todas as contas aqui e nao eu certo fiz da seguinte maneira peguei o sinal que esta na antena depois a referencia do datasheet na aba TX Power Specifications por exemplo 17dbm que corresponde ao mcs15 fiz a soma o resultado teoricamente para trabalhar em mcs15 seria de -75dbm que se encontra na coluna ao lado RX Power Specifications,(se estiver certo a conta) isso na teoria, na pratica peguei algumas antenas minhas e comecei a fazer as contas e como a antena do cliente mostra qual mcs ela esta trabalhando ficou fácil conferir e foram poucas as que deu certo, aguardo a ajuda do amigo. obrigado desde ja.
    Última edição por emanuelnet; 06-05-2015 às 21:23.







Tópicos Similares

  1. Respostas: 12
    Último Post: 16-11-2016, 09:27
  2. RB 153 com 3 cartões em AP Bridge lento.
    Por magnusrk8 no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 21-07-2008, 09:37
  3. Sinal Bom ( em media -50db) = ack podre 408
    Por nagliobraga no fórum Redes
    Respostas: 34
    Último Post: 12-05-2008, 13:41
  4. sinal ruim em enlace de curta distância
    Por jefersonlucio no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 25-12-2007, 13:22
  5. Sinal baixo em rede wireless
    Por vioflas no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 06-04-2006, 08:13

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L