+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Rede cabeada em 48v

    Bom dia amigos , que distância consigo percorrer com essa voltagem usando redutores de tensão nos switchs e com uma unica fonte partindo de um ponto ?

    Descarto opiniões de 160dc pois ja conheço essa solução...

    Aguardo sugestões !!!

  2. #2

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Depende da amperagem e o meio fisico, ou seja, o tipo de cabo. Mas nao vai muito longe nao.



  3. #3

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Uma conta simples, levando em conta conversores dc-dc reduzindo de 15 a 48V pra 12V, com rendimento de 95% (Step-down tem fácil rendimento assim), e switch 8p comum consumindo menos de 4W (Uns green e cia tem 2,9W, mas vamos ficar em 4W que é um com vlan). Nem vou contabilizar o rendimento da conta e vamor arredondar tudo pra 4W por switch.
    O alcance real dos cabos fica nuns 90 a 95m, não dá pra contar com lances de 100m, mas não tem poste na distância exata, aqui na minha cidade já medi muitos pra fazer projeto e estão a cada 50m ou 70-75m, não arriscaria de jeito nenhum um a cada 2 postes pois com a barriga do poste e as curvas pra caixa e cia deve dar uns 103m, e nunca consegui trafego decente nem com 98m com cabo acessível e switch comum.

    Vou ficar em 75m.

    E o jeito mais prático de fazer a conta é de trás pra frente. O mínimo que esses conversores precisam pra operar com saída em 12V (Se usar switch 9V refaça a conta, ninguém mandou não dar detalhes exatos) é uns 14V.

    Então começa, vai em http://www.novanetwork.com.br/suport...nergia-poe.php

    - Com 75m de cabo, tensão de 15V, corrente de 266mA (15 * 0,266 = 4W) dá 0,83V de queda de tensão, isso é mais de 14V. Foi o switch 1.

    - Novo calculo, 75m, 17V, 470mA (17 * 0,47 = 8W (2 switch de 4W)), dá 1,4V de queda, ou seja, vai ter bem mais de 15,5V. Numeros arredondados porque a calculadora não aceita numeros quebrados, nem com ponto nem com vírgula. Foi o switch 2, 75m longe do switch 1.

    - Novo calculo, 19V, 631mA (12W), 2V de queda, bate com os 17V a frente. Foi o switch 3, 150m.

    - 21V, 761mA (16W), 2,3V de queda mas vamos arredondar pra 2V porque antes arredondamos 1,4V pra 2V, temos margem. Foi o switch 3, 225m.

    - 24V, 869mA (20W), 2,7V de queda, arredondei de 21 pra 24V então temos mais 0,3V de margem. Foi o switch 4, 300m.

    - 24V, 888mA (24W), 2,8V de queda, arredondei pra 3V denovo e agora somamos uns 0,5V de margem. Foi o switch 5, 375m.

    - 31V, 903mA (28W), 2,8V de queda de novo, já temos um banco de 0,7V. Foi o switch 6, 450m.

    - 34V 941mA (32W), 3V quase redondo na queda. Foi o switch 7, 525m.

    - 37V 972mA (36W), 3V de queda de novo. Foi o switch 8, 600m

    - 40V 1A (40W), 3,15V de queda, fica em 3V porque tinhamos o banco com uns 0,7V. Foi o switch 9, 675m.

    - 43V 1023mA (44W), 3,2V de queda mas fica em 3V por causa do banco. Foi o switch 10, 750m.

    - 46V 1043mA (48W), 3,3V de queda arredondado pra 3V porque acabou nosso banco. Switch 11, 825m.
    E acabou. Uma fonte 48V 2A dá conta disso com um mosfet amarrado nas costas.
    (Use sempre só 50% da capacidade prometida, não acredite em promessas)

    Notar que esses 46V 1043mA seria o mínimo de saída da base, ele cairia pra 43V depois de 75m, a conta começou com 15V, lembra? 15V no penultimo switch pra chegar 14V no último. Esse switch 11 ficaria a 75m da fonte. Com 48V ao invez de 46V a corrente cai um pouco, talvez daria pra mais um switch depois (Um que suporte 12 a 15V de entrada) sem conversor, dá pra falar em 975m de switch com ajustes (Isso usando switch gastador, de 4W).


    Pra fazer a conta de queda de tensão não precisa mudar a tensão toda hora, 12V 1A ou 48V 1A tem a mesma queda de tensão em 75m (3,15V), a queda depende da corrente, e a corrente depende da tensão e gasto dos switch.


    Isso é com entrada fixa em 48V. Se for usar sistema 48V com baterias (Que uns tapados chamam de retificador, mas retificador é um diodo, o que se usa é uma fonte chaveada fazendo flutuação nas baterias, chama de fonte ou carregador, mas não com esse nome de noob dos anos 50 de "retificador", isso é nome dado por anta que meche com TI mas nunca se preocupou em entender como os equiptos funcionam), 4 baterias com carga vão pra uns 56V, mas... no fim da descarga (Quando ainda tem 20% de energia) baixam pra uns 42V, você só poderia contar com isso, não com 48V ou 56V, cai 1 switch no alcance.

    E switch tem vários consumos. Tem siwtch 5p (Teria mais de 3 clientes pra cada poste a 75m?) energy efficient com consumo de 1,6W.
    O normal de switch decente com VLAN é 2,5 a 3W, isso diminui muito a corrente, aumenta o alcance da rede. E se forem postes a cada 90m certinho também dá pra aumentar a distância total.

    Enfim, se estiver a fim de gastar, veja o gasto dos switch com VLAN que puder comprar, se for 2,4W como alguns, e os poster estiverem entre 70 a 90m, dá pra falar em quase 2Km de alcance.

    E tem que ver os conversores. A maioria dos baratos tem capacitor de 35V, não durariam então nem com 32V:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...el-arduino-_JM

    Teria que usar os modelos com capacitores de 50V, que são mais caros:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ar-arduino-_JM
    (Alias, agora olhei bem, o vendedor fala em suporte a apenas 38V, então talvez a foto não seja dele, mas já vi modelos com cap. de 50V falando em suporte a 48V, sempre olho no Ebay na verdade (Comprar direto da fonte é mais em conta que comprar no ML, pena a RFB ser essa desgraça incompetente e lerda que enrola meses e meses pra liberar encomendas internacionais, é incompetente a ponto de não conseguir implantar um sistema de taxação voluntária (Eu pagaria COM PRAZER))


    E se usar fonte com flutuação em baterias a 54 a 56V, vai precisar ainda outros conversores dc-dc ainda mais caros, os com capacitores de 63V. Nem olhei no ML mas estão caros.


    (E aqueles lixinhos de velhos-gagá, os LM7812, vão desperdiçar MUUUUUUITA energia, fique longe dos idosos que citam aquela desgraça, aquilo é linear, se tem consumo de 12V 0,33A (4W) na entrada dele em 38V será consumido os mesmos 0,33A, mas 38V 0,33A é 12,5W, ou seja, esse lixo ridículo de 1972 (É a idade deles) vai jogar no lixo de 1 a 8W por switch, fora que a maior parte das variações a venda é pra entrada de até 40V (Mas pode colocar um LM7828 no meio, divide a dissipação, não vai ter desperdício extra porque eles dividiriam o desempenho lixo e cada um dissiparia metade disso). Enfim, NEM SONHE em usar velharias tipo LM317, LM350 ou LM7812, nada linear presta pra esse uso, só de sonhar com eles já gasta uns 5W...)

  4. #4

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    ola, estou usando este mas não é vlan. dados do fabricante Consumo de energia:
    - Ligado (Standby): Entrada DC: 0.36 watts, entrada AC: 0.6 watts
    - Máximo: entrada DC: 1.78 watts, entrada AC: 2.19 watts
    - Link ativo: Modo EEE: Entrada DC: 0.75 watts Entrada AC: 1.1 watts
    Alimentação:
    - Adaptador de alimentação 5 V/0.55 A

    http://www.extra.com.br/Informatica/...isp&rectype=w8 espero ter ajudado.



  5. #5

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Sim amigo , apenas me indicou um switch , gostaria de saber se você usa 48v , e a distância que consegue percorrer usandos switchs e fonte 48v

  6. #6

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Um desse DLink, levando em conta um rendimento no conversor dc-dc de 90%, é só fazer a conta com 2W.

    E não adianta o fulano na cidade X com postes a 90m falar em Y alcance se na cidade Z os postes ficam a 50m, muda completamente a queda de tensão e a quantidade de aparelhos no trajeto.

    O cálculo não é tão difícil, é matemática básica, subtração simples, coisa de criança de 10 anos.



  7. #7

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Me explica a regra do calculo , n entendi paçocas

  8. #8

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    utilizo estes com fonte de 24v o máximo que fiz em linha foi 250 mts pois não tive a necessidade de ir alem, com este aparelho trabalhando com fonte de 48v é possível fazer bem mais do que o amigo calculou a cima, como este que passei trabalha com consumo bem menor e voltagem mais baixa em linha de 48v vai ser possível ir muito mais longe como o amigo fez a descrição a cima. basta entrar no syte e ir fazendo as contas de poste em poste, chegará a soma que precisa.



  9. #9

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Como não entendi paçocas do calculo , poderia me informar quanos km eu alcançaria usando cabo 100% cobre , switch vlan intelbras , considerando lances de 100m entre switchs ?

  10. #10

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    A queda de tensão leva em conta APENAS a corrente circulando. Corrente, em ampere, aquilo que uns analfas chamam de "amperagem" (Se ela existir, vai ter que existir herzagem, bitagem, bytagem...).

    O switch DLink consome menos de 2W, com o rendimento do conversor vamos arrendondar tudo pra 2W. E 2W corresponde a X volts em Y amperes.

    Watt é potência. Se a tensão for 12V, 2W fica assim: 2W / 12V = 2/12= 0,166A (Ampere) ou 166mA (1 mili = 0,001, logo, 1 miliampere = 0,001A).

    Já se a tensão for 24V, 2W/24V = 2/24= 0,083A ou 83mA.
    Dá pra ver que a lei de ohm (R=U.I) que aprendemos na escola tem utilidade no mundo real, e ela diz que quanto maior a tensão, menor é a corrente com a mesma potência consumida.

    A cada metro de cabo a tensão cai, se circular 1A cai cerca de 0,04V. E se a tensão for 12V, ou 48V, tanto faz, quem diz quanto vai cair de tensão é a CORRENTE.
    E lembra: O switch tem consumo fixo, sempre será 2W. E a cada 100m a mais a tensão estará menor, a cada metro de cabo a tensão cai mais um pouco.

    No caso específico, o numero de switch ligados no cabo vai diminuindo.
    Nos primeiros 100m de cabo vai ter, digamos, 20 switch, depois de 100m um já está alimentado, dalí pra frente vai ter só 19 switch.
    20 switch de 2W = 20*2=40W, 100m adianta vai ter só 38W (19*2), ou seja, o consumo vai diminuindo.
    (Consumo, potência, tanto faz, ambos se medem em watt, mas não é wattagem, portanto não pode existir voltagem ou amperagem, o nome é tensão e corrente. Se usar voltagem e amperagem tem a OBRIGAÇÃO de usar -agem pra TUDO na vida, TUDO, switchagem, wattagem, cabagem, conectagem, redagem, clientagem...)


    Como você não sabe quantos switch vai usar, ao invés de começar a conta pela base é melhor começar pela outra ponta, é mais simples.

    Com o switch Dlink consumindo 2W:
    SE vai usar conversor dc-dc comum, o mínimo pra saída em 12V é uns 14V.

    E o switch+conversor (Doravante vou chamar só "switch") consome 2W, em 14V esses 2W são: 2/14 = 148mA

    Sabendo que o consumo de corrente será de 148mA, vá no calculo:
    http://www.novanetwork.com.br/suport...nergia-poe.php

    E calcule assim:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         poe1.jpg
Visualizações:	71
Tamanho: 	54,1 KB
ID:      	62100

    O que isso diz: Que a tensão cai 0,62V em 100m com corrente de 148mA. Se a corrente fosse maior, teria mais queda de tensão.
    Quer dizer que pra chegar 14V no último switch, o penúltimo PRECISA ter 14,62V ou mais.

    Se vai ter 14,62V no penúltimo switch, o que são 2W nele? Não importa. Porque nesse ponto não haverá só 1 switch, haverá o penúltimo (Consumindo 2W) e o último (Consumindo mais 2W), a conta então precisa ser com 4W, fica 4/14,62 = 273mA.
    Volta pra calculadora, ela não aceita 14,62 nem 14.62V, não aceita . ou , mas não tem problema, o que precisamos é a QUEDA de tensão. Fica:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         poe2.jpg
Visualizações:	65
Tamanho: 	53,6 KB
ID:      	62101
    A QUEDA é de 1,14V. Pegamos 14,62 e adicionamos isso (Estamos indo de trás pra frente, lembra? Falamos queda mas de trás pra frente a tensão aumenta). 14,62 + 1,14 = 15,76V.

    Foram 2 switch, pro 3º vai pra 6W, 6/15,76 = 380mA.
    A queda de tensão com 380mA é 1,59V.
    15,76 + 1,59 = 17,35V

    4° switch: 8W / 17,35V = 461mA. A queda é de 1,93V
    17,35 + 1,93 = 19,28V

    5° switch: 10/19,28 = 518mA. Queda de 2,17V
    19,28 + 2,17 = 21,45V

    6º switch: 12/21,45 = 559mA. Queda de 2,34V
    21,45 + 2,34 = 23,79V

    7°: 14/23,79 = 588mA. Queda: 2,46V
    23,79 + 2,46 = 26,25V

    8°: 16/26,25= 609mA. Queda: 2,55V
    26,25 + 2,55 = 28,8V

    9°: 18/28,8 = 625mA. Queda: 2,62V
    28,8 + 2,62 = 31,42V

    10°: 20/31,42 = 636mA. Queda: 2,67V
    31,42 + 2,67 = 34,09V

    11°: 22/34,09 = 645mA. Queda: 2,7V
    34,09 + 2,7 = 36,79V

    12°: 24/36,79 = 652mA. Queda: 2,73V
    36,79 + 2,73 = 39,52V

    13°: 26/39,52 = 657mA. Queda: 2,75V
    39,52 + 2,75 = 42,27V

    14°: 28 / 42,27 = 662mA. Queda: 2,78V
    42,27 + 2,78 = 45,05

    15°: 30/45,05 = 665mA. Queda: 2,79V
    45,05 + 2,79 = 47,84V

    E chegamos em 48V. 15 switch, 1500m? Nops, 1600m, esse 15° switch está a 100m da base.
    (E pode ter cliente uns 70 ou 80m adianta do switch 1, ou seja, alcance total de quase 1700m)

    Mas você vai ter que refazer a conta, porque switch Intelbras com VLAN consome mais de 2W que eu saiba, tem que ver nas especificações do modelo exato que escolher. Se ele falar 2W, use 2,2W na conta (Porque o conversor dc-dc pra reduzir a tensão terá rendimento na casa dos 90%, ou seja, vai "perder" 10%, logo, o consumo aumenta 10%, passando de, digamos, 2W pra 2,2W).

    Outro motivo pra refazer a conta é: Lance de 100m de cabo não costuma funcionar. Em ambiente indoor já é raro passar de 96m, imagina pendurado em poste abaixo da rede elétrica, com ruído de todo lado.

    Se tiver poste a cada 100m exatos, duvido que todos tenham rede. O problema não é apenas material de cabo, a queda de tensão sim é afetada (Mas essas calculadoras levam em conta cabo de cobre mesmo), mas os dados vão na forma de onda, e onda percorre a borda do cabo e não a alma (Miolo, nucleo), um cabo barato de alumínio cobreado sempre foi usado justo por isso, dado de alta frequencia percorre por fora do cabo, não pelo miolo do fio. O limite de 100m é pelo tempo de respostas, e não por "queda de sinal". claro que cabo barato as vezes mal funciona com 90m, mas mesmo cabo bem caro as vezes não pega 100M em 100m não, só 10M.

    A conta não é difícil, a parte complicada é a distancia exata dos postes. Aqui e nas cidades onde morei os postes no meio dos quarteirões tem uma distância, os que passam por cima de rua tem outra, coloca no papel essas distância e começa de trás pra frente, com 2W do switch Dlink ou 2,2W dum intelbras com VLAN.

    Mas como resolver o conversor dc-dc pra 48V?
    Esse aceita só até 28V: http://produto.mercadolivre.com.br/M...-small-smd-_JM
    Esse aceita só até 32V: http://produto.mercadolivre.com.br/M...v-xl4005e1-_JM
    Esse aceita só até 40V: http://produto.mercadolivre.com.br/M...96-arduino-_JM

    Não achei nenhum pra essa parte que fica acima de 40V (Pelo menos os 3 primeiros switch).

    Se quiser usar 24V, veja que a conta chega em cerca de 24V lá pelo 6º switch, seria 700m de alcance então, com 6 switch

    Se quiser usar 36V, seria 10 switch, em 1100m.
    (E existe fonte 36V a venda)



  11. #11

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    bom dia aqui comecei a cabear agora usando switch fiz alguns testes em bancada to usando switch intelbraz 8 portas vlan modifiquei ela fazendo da porta 2 a porta 8 entrada Poe 48v e a porta 1 saída Poe 48v vou ixpricar agora como fazer elas funcionarem vamos supor que ela ja esta dentro da caixa no poste desligada a porta 1 esta conectado no datacenter por um cabo de rede de 70 m de distancia, como a porta 1 é a entrada da LAN pois ela e vlan e a porta 1 vai sair 48v invés de entra ela esta desligada agora vamos lá vou ativar um cliente conecto o cabo na porta 2 pois esta como Poe reverso de 48v levo o cabo na casa do cliente e ligo o cabo em uma fonte 48v Poe e o próprio cliente liga a switch e liberando internet
    fiz o teste aqui 1 fonte Poe ligada na switch como deixei a porta 1 saindo 48v liguei a porta 1 da segunda switch na porta 8 da primeira switch a porta 1 da terceira switch na porta 8 da segunda switch e assim por diante com cabo de ate 120 m aqui com 1 única fonte consegui ligar e passar internet para 4 switch em cascata

  12. #12

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    amigo em bancada é uma coisa na pratica é outra, a bancada serve apenas para se ter uma noção, na pratica conseguiu passar dados com mais de 100 metros de cabo entre os Switch ?, bom estou tendo problemas com a alimentação, uso uma fonte de 48v mas regulada para 40v na saída, mesmo chegando uma tenção superior a 24v e usando os Switch de 5v <2a , chega tenção mas quando coloco as ultimas 4 caixas de Switch cai uma boa parte da rede, como se agisse como um curto, dando retorno desativando as outras caixas de Switch desta maneira tive passando um cabo telefônico comum junto ao cabo de rede para diminuir a queda de tenção garantindo a amperagem e ir mais longe, o cabo é barato 35 reais com 500 metros, Rolo De Fio Externo De Telefone -fe Aa 80 Peadx 500m 2x0,80m ( link http://produto.mercadolivre.com.br/M...00m-2x080m-_JM).

    sigo aguardando novidades.



  13. #13

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Esse cabo FE-80, você passa paralelo ao POE via rede, ou manda a alimentação só pelo cabo FE-80?

    O cabo FE-80 tem 0,8mm de diametro, gera uns 30% que a área somada de um par de fios 24AWG de cabos de rede, logo, tem resistência também praticamente 30% menor, a queda de tensão no FE-80 tem mesmo que ser bem menor que com POE.

    Mas seria bom medir as tensões nos reguladores com o cabo ethernet, porque a cada equipamento que você coloca lá na ponta a corrente no início do cabo (Saindo da fonte) aumenta muito, o cabo fino se comporta como um grande resistor desperdiçando energia na forma de calor (O cabo passa de 25 pra 26°C, ninguém percebe mas em 500m de cabo isso é um calor gigantesco somado), a fonte pode começar a ter ripple demais ou então um regulador lá no final vai trabalhar com drop-out (Diferença de tensão entre entrada e saída, se sai 5V tem que entrar pelo menos uns 7V, mas tem que medir isso com consumo, não adianta absolutamente nada medir tensão em aberto, sem consumo, porque a queda de tensão é maior quanto maior for o consumo, em aberto o consumo do multímetro é de 0,00001mA, enquanto um conversor alimentando um switch vai consumir talvez 300mA), e entregar ripple pro switch, e switch alimentado com ripple costumam ficar maluco e jogar muito lixo pra rede mesmo, fica resetando e enviando pacote de sincronia inicial a cada milisegundo.

    Dá pra deixar um multimetro na escala de amperímetro (10A ou 20A, dependendo do modelo) e ir aumentando a corrente de consumo pra ver em que ponto a fonte chaveada desarma (E muitas rearmam sozinhas depois que o consumo diminui). Porque se chega 24V num ponto do circuito, e o regulador consome digamos 0,3A, que em 24V vem a ser 7W, na saída da fonte isso não representa só 7W de consumo, isso é uma saída da fonte a 40V, com os mesmos 0,3A, ou seja, 12W. A tensão cai pelo cabo longo, mas a corrente medida é a mesma. A resistência do cabo é permanente, a corrente permanece, mas pra satisfazer a lei de Ohm (R=U.I, RUI, fácil de lembrar) a tensão diminui. E mesma corrente mas em tensão menor significa consumo maior.

    Também tem que ver que se a corrente é mediana no final, como a corrente se mantém mas a tensão cai, a corrente no primeiro lance de 80m de cabo será gigante, capaz de ter 2A circulando no primeiro lance, queda de tensão de 6V (Seja com fonte a 40 ou 48V, o que importa nessa conta é a corrente). Se diminuir 1 switch (0,3A digamos) e calcular 1,7A nos próximos 80m cai mais 5V, diminuindo pra 1,4A já cai mais 4V, de modo que de 40V pra 24V precisa só 3 switches a cada 80m pra cair pra 24V!

    Se disser o modelo do switch, e confirmar que é conversor dc-dc comum barato (Com LM2596 digamos), e disser a distância de cabo entre eles, e quantos são, dá pra calcular fácil o real consumo de corrente (Em amperes) saindo da fonte. Se calcular o consumo de potência (Em watts) a conta não fecha mesmo, tem que calcular levando em conta a corrente e queda de tensão, a potência consumida (Pelo switch) só serve pra uma única coisa: Calcular a corrente consumida na entrada de cada conversor dc-dc.

  14. #14

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    ola amigos, to levando o FE em paralelo com o cabo de rede, assim fica com alimentação do cabo de rede + o fe em paralelo, fiz as medições nas primeiras caixas melhorou muito, afinal são o cabo fe + os pares do cabo de rede PoE. to até pensando quando for trocar o cabo em levar cabo de rede de 2 pares para rede e com o fe em paralelo para alimentação. melhora o custo evita problemas de curto com os pares de dados que neste caso se ocorrer queima a porta do Switch, ja tenho uns pedaços da rede assim e fazendo desta maneira nem me lembro quando troquei um Switch. um detalhe eu não coloco energia nas portas dos Switch eu sangro o cabo de rede e coloco um conector sindal assim as conexões não tem mau contato e pode fazer manutenção no Switch sem desligar a energia que passa para os outros aparelhos, não tem problema na hora de clipar o cabo no caso da energia entrando na porta RJ45 não pode estar com energia na hora de apertar com alicate pois fecha os terminais e é quase certo que vai dar problema na rede ou fonte. sem contar que não precisa mexer nos Switch fazendo alteração para PoE, bom estou usando uma fonte 48v 5,2a. com ventilação por ventoinha.



  15. #15

    Padrão Re: Rede cabeada em 48v

    Sobre o cabo FE-80, veja se não consegue um FE-100 ou FE-160 por preço bom, o diametro aumenta muito, parece pouco passar de 0,8 (FE-80) pra 1mm (FE-100), mas faz MUITA diferença na queda de tensão.

    E quanto MAIOR a tensão, menor é a corrente, então pense seriamente em usar um conversor dc-dc step-UP elevando a tensão a cada X switches, pra manter a tensão sempre perto dos 35V limite dos step-up mais baratos:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...v-p-12-35v-_JM

    A queda de tensão é a mesma em qualquer tensão, mas se a tensão já caiu pra 20V, 20W serão 1A circulando, que resulta em 1A na saída em 40V lá da fonte (Que vem a ser 40W), perde 20W na brincadeira enquanto mantendo lá pelos 30-35W vai perder 5 a 10W nesse exemplo (R$ 5 por mês na conta de luz só em 1 lance longo de 250m com uns 20V).