Página 3 de 4 PrimeiroPrimeiro 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico




  1. Ok, mas eu só queria restabelecer a pasta de "dispositivos e impressoras", que sumiu, as atualizações do windows update que chegam, nenhuma atualizou esta pasta, deste modo, penso que agora eu tenha como restabelecer ela, mas se diz que tenho que ligar para a MS e pedir e informar uns dados da licenças, se só tenho a chave key, teriam outros dados (!!), e vou conseguir como restabelecer a pasta "dispositivos e impressoras" e o icone na pasta de trabalho que o "windows explorer" não conserta isto, é esta a minha idéia ter o que é direito e, graças à voce penso pelo menos que o que comprei é original pelos dados, e irei fazer o back up do win 7 por via das dúvidas, mas não entendi por que os hd pifa, o que o faz pifar?



  2. Se o Windows já aparece como ativado, não precisa ligar pra MS. Precisaria só se a ativação não desse certo.

    Sobre o "Dispositivos e Impressoras".
    Pra ativar ou desativar o que aparece no menu iniciar você clica sobre a barra de tarefas (Aquela barra onde fica o Iniciar), num ponto SEM ÍCONES dela, clica com o botão direito no mouse, e vai em Propriedades:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1.jpg
Visualizações:	38
Tamanho: 	31,6 KB
ID:      	62398

    Vai abrir as propriedades dela, aí muda pra aba "Menu Iniciar", clica em Personalizar, e acha a função que quer tirar ou colocar:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         2.jpg
Visualizações:	51
Tamanho: 	142,4 KB
ID:      	62399




    E os HD's pifam porque são partes mecênicas, é um disco metálico girando a 5400RPM, com um braço esfregando em cima, na ponta do braço tem um bobina de menos de 1mm que lê ou grava os dados magnéticos, esse braço é controlador por uma bobina também. Tudo que é mecânico um dia falha. O mais normal é a cabeça de leitura soltar e riscar o disco. Outro o braço perder a precisão ao se movimentar e não conseguir mais achar a posição certa das coisas.
    O grosso da ideia é igual vitrola e CD/DVD, disco girando e um braço lendo os dados. Disco de vinil enche de poeira e vira um lixo, HD teria o mesmo problema se fosse aberto, então ele é vedado, tem só passagem de ar com filtro pra equalizar pressão, mas poeira não pode entrar senão enrosca entre a cabeça de leitura e o disco e risca o disco metálico, risco que depois atrapalha a movimentação da cabeça por cima, ela vibra e gera erros de leitura ou gravação magnética por estar trepidando.

    E tem uma placa-lógica atrás do HD. Tudo que é mecânico esquenta, o HD esquenta muito (Tem motor a 5400RPM! É 10x mais rápido que ventilador de mesa), a placa lógica sofre com o calor alheio, as vezes é danifica mosfet ou algum CI por causa desse calor (55ºC por 24h, 30d no mês, componente quente fica mais sensível, o calor sozinho geralmente só mata algo depois dos 70°C, precisa calor e tempo ou calor e problema na alimentação ou ESD), mas o normal quando a placa lógica queima é ser culpa de ESD (Descarga EletroStática), em notebook isso é mais raro, é mais comum em desktop, uma caixa metalica enorme e quase sempre sem aterramento.

  3. Caracolis, se manja bem destas geringonças, mas, não entendo bem disto, só sei que em 1984/89 eu projetava disk driver para o Grupo Itautec, que sei a cabeça que desliza sobre o disco girando a 45.000 rpm ela tem uma guia que não deixa ela enconstar no disco, e era tudo lacrado a vácuo, assim não entendo por que tinha refrigeração, pelo menos naquela época era lacrado sem ventilação, ou refrigeração e não tinha filtro de passagem de ar, não que que queria brigar com voce, creio que os tempos mudaram, mas o HD ele tinha uma precisão fantástica, até tinha uma empresa na capital paulista que fabricava HD, cara, para entrar lá se tinha que por uma vestimenta, tirar os sapatos e usar um chinelo de espumar, para não ter nenhum particula no ar, era um ambiente hiper controlado, por que é lógico uma particula lá dentro poderia comprometer a produção deles, que era totalmente limpa, e isto de alguma particula entrar dentro de HD, era impossivel, não tinha como entrar pó, ou grão de que, era lacrado, sobre o aquecimento de IC, que sei meu, todos os PC deveriam trabalhar em salas com ar condicionado, para manter a temperatura muito baixa, justamente para não ter aquecimento os IC, eu projetava estas geringonças, confesso, que me arrependo, por que se fabricava no Brasil e tinhámos tecnologia o Grupo Itaú era e deve ser ainda um complexo industrial, na época era de 73 empresas o Grupo do Olavo Setubal, e Familia Almeida Prado de Jaú, meu caro, tinhamos tudo, mas ver que os brasileiros idiotas, dos politicos de merdas, abriram a importação, quebraram a reserva de mercado, ai o caldo entornou, milhões de desempregados, empresas que sobreviviam bem, e tinhámos tecnologia na década de 80, tinha o Brasil se tivesse mantido os investimentos em tecnologias hoje poderiámos ser uma nação em franco desenvolvimento, melhor que o Japão, mas não lembrou me que em 1983 o governo tinha vistas para a quimica fina, ai começou a decadência, por que as grandes empresas, dentre elas da Petrobrás, já tinham os gatunos agindo para seus enrequicimentos iliticos, e quem pagou o pato até hoje? Resposta: milhões de estudantes, de pesquisadores, de profissionais em ciências exatas, tanto é que hoje Portugal está recrutando brasilerios para lá, por que aqui virou zona, o Brasil está aporcalhado com governantes roubando na cara dura, não era para menos, em 1984 eu comecei a ver um pais na incerteza, e não deu outra, o que vivemos hoje uma Torre de Babacas, para não dizer de Babel, que Deus o tenha.
    Serveja, que em 2009 projetei uma roda de reação, chama-se "Reaction Wheels" é usada em satélites para retornar ao ponto que o mantenha as placas de energia solar direcionada para o sol, se o satélite mudar a posição "congela", assim são utilizadas cinco rodas de reação para cinco graus de liberdade, se o satélite muda de posição, voce acelera o disco que gira dentro que é a roda de reação, com uso de 1 mN (hum mili newton) de potência a roda pode chegar a rodar em 100.000 e isto gera um torque contrário o tal do fenômeno de momemtum wheeels, tipicamente se senta numa cadeira com uma as duas mãos segurandos o eixo de uma roda de bicicleta, e pede para alguém girar com força a roda, aonde se tava sentado uma cadeira destas de escritório que roda, se vai rodar no sentido contrário, sacou, tá ligado este é o principio do segway aquela bicicleta de duas rodas, que se anda nela de pé e não cai, é o mesmo principio, se não cai por que dentro tem cinco rodinhas de reação, que são eletrônicas hoje, não são mais com discos rodando, e fazem com o sistema inercial do pendulo (voce é o pendulo kkkkk), não caia, sinceramente cara eu não me arriscaria para andar no troço deste, sei projetar ele, mas se o bicho azedar se vai bater o nariz no chão, e já era o impacto não dá para calcular, tô fora. kkkkkkkkkkkkk E, assim os brasileiros são os maiores inventores bem sucedidos, basta lembrar de Santos Dumont, coitado ver que o avião virou máquina de guerra, ele morreu de desgostos, é assim muitos brasileiros idiotas, que acabaram com o Brasil da década de 80 para cá o Brasil, que estava 60 anos atrasado em relação a Europa, em 2005 tava em um século, hoje deve estar beirando dois séculos, perde para a India, e até para a Somália, é eu sei, por que sou pesquisador, mas com a quebra da reserva de mercado, nós engenheiros amargamos até hoje, por que 90% da fabricação nacional de tecnologia foram fechadas, restou meia dúzia de empresas, que são mantidas pela Fapesp, e o BNDS foi bom, foi bom na década de 80, de lá para cá as empresas que restaram as duras penas nunca financiaram do BNDS, mas sim com fundo perdido da Fapesp, isto tirou muitas empresas da lama, até hoje.

    Anexo 62400



  4. Ainda chamam os HD's de "lacrados". Mas... não são herméticos.

    Dos anos 80 só peguei Prológica e MSX (Clones tipo HotBit da Sharp), nada de HD's. Tenho ainda coisa do começo dos anos 90, HD's de 80, 100 e 120MB, muito parecidos com os de hoje no fundo.

    O buraco de ventilação/respiração está marcado aqui na esquerda como Breath Hole:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         HDA1.jpg
Visualizações:	64
Tamanho: 	46,8 KB
ID:      	62406

    Por dentro ele tem o breath filter (Filtro de respiração), um filtro pra particulas:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         HDA5.jpg
Visualizações:	51
Tamanho: 	44,1 KB
ID:      	62407

    Esse é um HD relativamente chique e caro pros padrões de hoje:
    http://hddscan.com/doc/HDD_from_inside.html

    Os modelos mais vendidos são os populares, tem algumas partes a menos pra ficar mais barato. Internamente são mais simples até na foto, por exemplo uma das séries mais vendidas:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         10074.jpg
Visualizações:	38
Tamanho: 	75,1 KB
ID:      	62408


    Mas todos tem o furinho pra respiro, sempre com um filtro atrás.
    Nos de laptops estão geralmente na tampa frontal, as vezes está escrito pra não obstruir eles:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         xsshot50896f1c75f0f.jpg.pagespeed.gp+jp+jw+pj+js+rj+rp+rw+ri+cp+md.ic.PwfDB8Oomt.jpg
Visualizações:	36
Tamanho: 	76,6 KB
ID:      	62409Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         breather_hole.jpg
Visualizações:	50
Tamanho: 	30,3 KB
ID:      	62410
    Nem sempre está do lado, mas tem o furinho nalgum ponto, grande ou pequeno
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         breather_hole_big.jpg
Visualizações:	37
Tamanho: 	76,9 KB
ID:      	62411Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         hard-disk-hole%u00255B13%5D.jpg
Visualizações:	43
Tamanho: 	51,0 KB
ID:      	62412


    É só pra equalizar pressão mesmo, a diferença entre isso numa cidade a 3000m e depois descendo a nível do mar é grande, se entrar maresia já viu a sujeira que cria.
    (E nos aparelhos que vivem no litoral geralmente o HD por dentro está lindo, por fora é que fica tudo marcado, sinal que o filtro funciona)

    Esse tipo de tecnologia tá muito popularizado, tem modelos baratos pra ficar acessível, mas ainda tem modelo de primeira linha, coisa boa custa 3x mais que os modelos populares. Mas claro que o modelo popular é o que mais vende. O índice de defeitos não acompanha o preço, o modelo barato não pifa 3x mais (Já que custa só 1/3 do preço), mas sim quase 8x mais, só que pra maioria dos usuário o risco compensa, são produtos com RMA de 0,5% (É o RMA médio de muuuuuito eletroeletronico de qualidade hoje), só 1 a cada 200 dá problema na garantia, tá muito bom.
    (O problema dos mais em conta é logo depois da garantia, ou os modelos que são vendidos pro montador por isso não tem garantia com o fabricante (HD tem garantia de 5 anos, exceto o que vei no seu notebook, esse tem garantia junto com o note e não separado, geralmente só 1 ano))

    E por ser produto de uso cotidiano, não se pode exigir baixa temperatura, produto feito pra hoje opera até melhor entre 20 e 40°C, HDD mesmo é feito pra ficar de 40 a 50°C porque é a temperatura comum dentro de desktop e laptop.
    Hoje tem um pessoal meio atrasado que ainda insiste em ar-condicionado a 15°C dentro de sala de servidores, mas é por bobeira, é porque não se atualizaram.

    Por questão ambiental (Diminuir gasto de eletricidade), o normal de datacenter é 20-25°C hoje, não mais 18-21°C como a uns 5 anos, ou mesmo 5°C como a 15 ou 20 anos.
    E tem o conceito de ultra-high temperature datacenter, 40°C (Container com isolamento térmico simples, mas que de dia no sol acaba aquecendo muito), porque em sistema com hardware comum o custo energético de resfriamento forçado não compensa.

    O Google mesmo, nasceu com o pessoal catando computador velho e botando pra rodar com o que tinha, num sistema de processamento compartilhado.
    Quando ele lançou o Gmail com incríveis 1GB de espaço era tudo na base de HD comum, em desktops meio comum, num balanceamento de carga normal, nada muito fantástico, conteúdo dos HD's sendo espelhado noutros HD's (E isso ajuda tanto no risco de perda como no tempo de resposta, responde quem está mais ocioso), lá por 2007 eles até divulgaram os dados dos anos e anos de experiência com isso, e o índice de problemas aumentava acima dos 40°C assim como aumentava abaixo de 10°C, mas... pra manter a 15°C se gasta muita eletricidade, algo que eles não contabilizaram era isso, mas duvido que o gasto de eletricidade pra manter a 20°C seja menor que ter uma durabilidade 5% menos operando a 30°C.

    Geralmente pra cada watt que um server ou rack de servers gasta, precisa 0,1 watt só pra manter a temperatura! Ou seja, se uma sala tem uns racks de servidores que ao todo gastam 10KW, vai precisar ar-condicionado gastando 1KW só pra manter a temperatura. Se as paredes forem comuns, o sol vai aquecer o todo, de modo que precisa uns 1,5KW num caso desse pra manter a sala na temp. desejada de dia (E menos de 1KW de madrugada caso a temp. externa seja baixa). Esse gasto não pode ser desprezado, os datacenters tem construção muito bem planejada pra ventilação natural ou facilitada, ar-condicionados a água (Pra resfriar o dissipador externo), tem mil tecnologias pra minimizar o gasto de eletricidade com resfriamento, e nem é tão comum usar temperatura tão baixa hoje.

    Mas o grosso dos HD's a venda é pra usuário final, e HD em laptop vive no inferno! Raramente HD de notebook recebe alguma ventilação, eles ficam num compartimento separado, geralmente a tampa não tem nenhum furinho pra ventilação, é um inferno pra eles, todo o calor que eles produzem fica lá dentro, não tem ventilação.
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         oYlVlMHjdJ3hJOat.medium.jpg
Visualizações:	47
Tamanho: 	101,0 KB
ID:      	62413
    Nessas condições é normal passarem a vida a 55°C. Os que vivem muito acima disso mal passam dos 3 ou 4 anos.





    Sobre esferas parando sozinhas, esse ano o pessoal tá conhecendo algo além do SegWay. No último Star Wars o substituto do R2-D2 e C3PO é o robozinho BB8, uma esfera que fica, com uma cabeça presa por imãs, o brinquedo está fazendo sucesso, se falar em "igual um Segway" a criançada não entende bem, mas se falar "Tipo o BB8" talvez:

    Tanta tecnologia pra... virar brinquedo. Não é só o governo que não colabora, o povo também subutiliza tecnologia, o mercado de telecom, TI e datacenters hoje existem em grande parte pro povo acessar Facebook pra curtir foto de perfil, trocar imagem boba pelo WhatsApp, ou acessar o site do time. Incentivando essas futilidades não tem mesmo como a industria se sustentar, a Itautec foi perdendo espaço no mercado e foi vendida a uns 2 anos por míseros R$ 100 milhões (Até a mal-falada CCE foi negociada por 4x isso!!!), hoje é da OKI (No brasil o pouco que tem é impressora OKI Data) e não produz nada pro consumidor final, teve o destino da Cobra dos anos 70/80 que acabou dentro do BB e servindo só pra uns produtos de uso em bancos.
    (Procomp da metade dos anos 80 também, a Diebold comprou e não atua pro consumidor final. SID faliu com a Sharp. E por aí vai, industria que não soube atender o consumidor final brasileiro, não viu que os bancos não sustentariam elas, sumiram do mercado por falta de know-how com o público e não por falta de capacidade técnica)






Tópicos Similares

  1. Kernel 2.6.10 não cria devices
    Por helkmut no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 31-01-2005, 18:18
  2. Slackware 10 Não imprime
    Por marcelofelipe no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 3
    Último Post: 29-12-2004, 12:40
  3. Porque meu Slackware 10 nao acha a rede???
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 02-11-2004, 09:40
  4. lilo do slckware 10 nao quento mais
    Por bouncer no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 6
    Último Post: 21-08-2004, 12:25
  5. Win XP professional não entra no domínio
    Por daniloavl no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 30-04-2003, 15:38

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L