+ Responder ao Tópico

  1. mais parece que a ubiquiti tem consumo um pouco maior que a mikrotik, nao tenho certeza


  2.    Publicidade


  3. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Hum, esse controlador do vídeo parece PWM mesmo.

    O que ele diz que falta é "large coil", uma bobina grande.

    Conversor dc-dc precisa uma bobina no circuito, esses 2 fios de cobre enrolados:
    Anexo 62662

    A versão MPPT desse controlador do vídeo pelo visto seria:
    http://s298.photobucket.com/user/Mr_...435e9.jpg.html

    Dá pra ver a bobina atrás.

    A bobina inclusive é onde se perde toda a energia, um conversor comum tipo esse tem dissipadores do lado:
    Anexo 62666
    Mas... se ver pela câmera térmica, quem esquenta mais (E portanto mais desperdiça energia na forma de calor) é justo a bobina:
    Anexo 62667


    Eu lembrava de ter visto gente fazendo review de uns MPPT antigos, a primeira geração de rendimento ruim, nesse estilo, dá pra ver uma bobina pequena, e um capacitor:
    Anexo 62663

    Mas esse mesmo cara do vídeo tem review de aparelho parecido e achou um oscilador comum no meio (Ele fala do LM555, five five five...), é um PWM com alguma gambiarra:



    Esse CMTP02 que usei, achei aqui o descritivo da versão PWM:
    http://diyprojects.eu/cmtp02-disasse...ge-controller/
    Aqui dá pra ver nitidamente o amplificador operacional na direita, o LM324, e que manda o sinal lógico pros mosfet, o CI na esquerda, o CD4010:
    Anexo 62664
    Ou seja, esse não tem como discutir, é um PWM dos mais pobres.

    Mas o que tive tinha circuito mais nesse estilo:
    Anexo 62665
    Mas não tinha tanto componente faltando na placa.

    Agora no Ebay achei essa variação a venda, ele tem ainda outro circuito:
    http://www.ebay.com/itm/10A-20A-30A-...-/171658607322

    Acho que foi de um anúncio assim que comprei, porque lembro que era coisa tipo US$ 15 o PWM e US$ 20 o MPPT na época, e tinha foto interna.

    Aparentemente com a mesma caixa externa tem várias placas internas, várias versões.

    Como no exemplo do vídeo, talvez essa QianqSun fez um aparelho MPPT mesmo, mas outros "concorrentes" colocaram um circuito PWM dentro de uma caixa silkada MPPT. Quem se lasca é o comprador. Por "sorte" estão o mesmo preço, então se vier um PWM ao invés de MPPT não será muito prejuízo.

    (Mas eu geralmente compro no brasil mesmo, Minhacasasolar, Neosolar, ou qualquer cois aque tenha preço bom e NFE)



    ===========================================================

    Agora sobre o seu consumo, um problema é inverter de 12VDC pra 115VAC, isso desperdiça uns 20%. Tem conversor dc-dc pra diminuir de 21-27V (2 baterias em série) pra exatos 12V pra modem adsl comum, roteador wifi comum, DVR, e cameras de segurança. Problema é que teria que adaptar isso.

    Então talvez usar paineis 24V (Que geralmente fica mais em conta que comprar 2 paineis 12V) talvez não ajude.
    Falo de painel 24V tipo esse:
    http://minhacasasolar.lojavirtualfc....ar---cs6p-260p

    Se o equipto é todo pra 12V, o jeito talvez seja usar paineis 12V, tudo em 12V mesmo, digamos 2 desse:
    http://minhacasasolar.lojavirtualfc....ar---cs6c-150p

    A captação fica levemente acima de 1500W.
    Mas vai consumir 1500W mesmo?

    - 9 lampadas LED de 6W no período noturno = 9*6 = 54W*12h = 648W.noite
    - Cerca elétrica depende, mesmo que sejam 2 ou 3Km não deve passar de 8W. 8*24h = 192W.dia
    - Modem ADSL uns 4W. 4*24 = 96W.dia
    - 2 Roteadores Wifi depende do modelo, provavelmente 4W cada, 192W.dia o par
    - 8 câmeras de vídeo depende da camera (Com fio, resolução, se tem IR), provavelmente 4W cada (Com IR, modelo gastador), 4*8 = 32W, 32*24h = 768W.dia
    - DVR com um HD de 1TB depende do modelo e do HD (2,5", 3,5", linha green ou black), mas uns 8W pro DVR e 4W pro HD, 12*24h= 288W.dia

    648+192+96+192+768+288 = 2184W.dia

    Levando em conta que o IR das cameras nem sempre acende, não sei se as lampadas vão ligar a noite toda ou são com temporizador, vai que é DVR bom com HD green, enfim, realmente é capaz de ficar em 1500W.dia

    O problema vira o seguinte: As baterias variam de 10,5 a 13,5V, essa seria a tensão de saída num controlador solar.
    As lampadas de LED, o equipto da cerca elétrica, este SEMPRE aguentam essa tensão (São feitos pra uso em bateria mesmo).
    O resto depende. Tem modem, roteador, e DVR que aguentam isso tranquilo, e a maioria das cameras de seg. (Com um sem infravermelho) também suportam essa tensão, mas... tem um ou outro aparelho afrescalhado que não suportam variação maior que uns 10 a 12,5V.

    E outro problema: O fio entre as baterias ou o controlador, e os equiptos, não pode ser longo, e precisa ser grosso.
    Quanto maior a corrente (Em amperes), mais a tensão cai. Um lance de 50m de fio, digmos um cabo PP de 1,5mm, se ligar no outro lado uma camera de segurança gastando 4 ou 5W (Elas gastam pouco, algumas só 3W ou pouco menos) não vai ter 12V, a tensão vai cair, vai ter uns 11,3V provavelmente.

    Dependedo de como tudo está distribuido, talvez seja mais prático colocar 2 ou 3 conjuntos painel>controlador>bateria, digamos um onde fica modem, roteador e dvr, outro rumo a umas cameras e umas lampadas, e outro pra cerca, outras lampadas e outras cercas.

    Se você precisa digamos 1500W por dia, uns 800W seria consumidos de noite, seria bom ter baterias armazenando uns 4000W, de modo que cada noite as baterias reduzam só 20% da carga. Se reduzir 50% por noite a bateria vai durar pouco mais de 1 ano, um "ciclo" com 50% de descarga faz elas durar menos de 500 ciclos, e cada ciclo nesse caso é 1 dia:
    Anexo 62669
    (Depois desses ciclos a capacidade cai pra só 80% do nominal. Depois de mais 1 ano cairia pra uns 50%, aí mais meio ano e vira uma bateria inútil com 10 ou 20% da capacidade original)


    Uma bateria de 4000W seria: 4000W / 12V = 333Ah em bateria.
    Seriam 2 de 150Ah em paralelo.

    Pelo preço delas, acaba nem sendo ruim digamos uma dessa:
    http://bateriaautomotiva.com.br/prod...ah-240ah/10685
    Isso tem 2880Wh armazenados, se consumir 800Wh por noite, isso dá 27% de descarga, vai durar 1000 ciclos, cerca de 2,5 anos, e então já vai estar com só uns 80% da capacidade, vai levar mais uns 2 anos pra cair pra menos de 50% da capacidade original, ou seja, nesse uso ainda deve durar 4 anos, talvez 3,5 anos conforme o consumo de noite.

    Que dá pra montar algo na casa dos R$ 3 mil pra esse caso dá, mas depende do equipto suporta 10 a 14V, e depende da distância dos cabos, mas se colocar inversor na estória fica ruim.

    Um jeito de ter cabo longo é usar 24V, e colocar um desse na entrada de cada lampada e camera:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...-small-smd-_JM
    E um desse pro DVR, outro pro alarme/cerca, e um pra modem+roteadores:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...own-lm2596-_JM

    (Ou achar lampada 24V)

    Ah, tem inversor 12V e 24V, pra lampada fluorescente, uso da Dupliluz, tem no ML, fora lampadas fluorescentes compactas de 9 a 15W, de 12V e 24V, pra lugar com interruptor temporizado (Escada, digamos) isso serve, elas gastam mais mas são usadas só alguns minutos. E também tem fita de led 24V (E deve ter lampada 24V também), se ainda não comprou elas dá pra ver isso, as fitas de led fica mais em conta que as lampadas de led de 127V (Aqui custam uns R$ 30 cada).

    Mas se tiver fiação longe, e tudo já passado, aí realmente o inversor é o jeito, bota 20 a 25% a mais, 2 paineis de 260W em paralelo, 2 baterias de uns 193Ah em série, e um inversor 24VDC>115VAC.

    Dá pra usar um no-break pra automatizar isso, um nobreak desse digamos:
    http://www.americanas.com.br/produto...com-2-baterias
    Põe as 2 baterias ligadas na entrada dele, isolada por diodo, baterias carregadas pelo painel 24V 260W (Com controlador solar, claro). Põe um timer mecanico pra ligar a rede AC digamos das 20h até as 9h, e fora desse horário quem alimentará tudo é o painel.
    http://www.ricardoeletro.com.br/Prod...23-1137-339070
    (Se fizer isso, nem precisa 2 baterias de 193Ah, pode ser 2 de 115Ah, mas elas não durariam uma noite toda sem eletricidade, por isso precisaria o timer pra automatizar o nobreak sendo ligado na rede AC (O diodo isola ele das baterias, ele não carrega as baterias, só consome delas).

    Falo de ligar digamos assim:
    https://under-linux.org/attachment.p...8&d=1426886496

    Enfim, tem várias opções sem inversor grid-tie.
    Mais uma vez obrigado,

    Sobre o consumo, estimo isso pois é o que tenho mais ou menos por mês em outro condomínio, 45KW/mês, esse seria semelhante, acho que o que muda são as câmeras que de 4 serão 8.

    Acho que dá para usar um desses controladores com timer, ai programa umas 10 horas ligado num conjunto de um no-break só para o conjunto de lampadas já que é o mais difícil achar 12V, o resto usa DC-DC step down de 4A para descer e estabilizar de 24V ou 12V para 12 para os equipamentos. Acho que teria que ser 2 das baterias que mandou. O caro é as baterias a cada 2 a 5 anos, pois é inevitável para um sistema off-grid, li que o ideal é o uso diário de até 25% da capacidade para estender o seu vida útil, que dá uns 500A.

    Aquele controlador que comprou do Ebay era MPPT dos bons? Pq o preço está excelente, U$ 10 pelo de 30A.

    Sobre a pratica solar, como é o rendimento real de um painel? Alguns lugares falam x4/dia vi que vc conta como x5/dia. Onde eu acho um material técnico bom para entender melhor.

  4. Gastei e noite ontem olhando os 282 vendedores que apareciam no meu histórico pra mas não achei de quem comprei :-)
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ebay.jpg
Visualizações:	78
Tamanho: 	130,3 KB
ID:      	62684

    Pra mim que do lado de fora ele era preto, mas pode ser que seja branco igual esse do anúncio. Mas nas fotos do anúncio não aparece bobina grande, isso pode ser na verdade um CI de MPPT, mas controlando mosfets comuns num sistema praticamente "PWM de alto rendimento". Tem uns aparelhos com PWM eco-sei-lá-o-que, nunca olhei o que são exatamente mas pode ser que seja isso, um esquema com PWM em alta frequencia, e PWM não exige bobina no circuito.

    Não lembro de ter comprado carregador grande, quando comprei modelo de 20A esperando coisa ótima veio modelo igual os de 10A, então geralmente compro os de 10A mesmo.
    (Faz 2 semanas queimei um barato (CMPT10) de 10A testando que tensão ele aguenta, e aguenta 22V, igual o PWM CMPT-02 que queimei uma vez do mesmo jeito. Ou seja, não servem pra atuar com conversores dc-dc)

    Enfim, com essa bagunça de modelos, não dá pra colocar a mão no fogo!
    Esse que o cara fez um vídeo, o CMTP30, pra mim que uma loja brasileira séria vendia, não achei que é, mas era um MPPT 24V por R$ 399, pra média de preços brasileiros isso não é absurdo.
    (O normal de um MTTP de 30A seria uns R$ 700)


    =========================================================

    Sobre o rendimento dos paineis, depende do angulo com relação ao sol.
    Se o sol está a 90% do painel, terá captação máxima, se o painel promete 140W é bem fácil captar no brasil na verdade uns 160W!
    É que o sol chega no brasil com cerca de 1400W por metro quadrado. Se o painel tem rendimento de 17%, e ele mede certinho 1m², será: 1400 * 17% = 238W.

    Mas... os paineis são vendidos com sua potência captada com sol a 1000W.m².
    17% de 1000 nem precisa calcular, é 170. Ou seja, o painel seria vendido como 170W, mas com o sol forte no brasil ele captará 238W!

    O problema é que o sol não fica a 90° do painel, ele sobe e desce, fica com sol no angulo certo só poucos minutos, menos de meia hora provavelmente.

    Antigamente (Lá pelos anos 80) tinha umas contas tipo:
    A captação percentual do painel cai 1% a cada 1° que o sol sai do angulo certo.

    Ou seja, sol reto acima do painel: Captação de 100%. Hora que o sol vai 10° pro lado, a captação cai em 10%.

    Em medi isso nuns paineis a uns e a regra não bate certinho, nos primeiros 20° talvez, mas depois que sai fora demais do angulo aí cai demais.

    Não é muito ruim resumir o angulo a, digamos, isso:
    http://www.minhacasasolar.com.br/tab...%A7%C3%A3o.png
    Ou dizer que o angulo deve ser igual a latitude.
    Ou seja, se está numa latitude de 10°, o angulo do painel deve ser 10°.

    Boa Vista sendo 0° complica, ia encher de água, então seria bom inclinar 1° pra qualquer lado, mas bom mesmo é virar conforme o ano, uns 5 ou 10° pro sul ou pro norte conforme a época do ano.
    (Eu vivo perto do paralelo 13, inclinação de 10° ou 15° não muda muito as coisas, o problema maior é não virar conforme a época do ano, 1/3 do ano ele passa pro sul, e o resto ele passa mais pro norte).

    Mas ainda que você vãi virar o painel 5° a cada 3 meses, o sol passa de leste a oeste todo dia! Teria que ficar o dia todo virando o painel pra ele seguir o sol.

    Com o painel parado, a captação depende da posição do sol e da luminosidade.
    Em dias sem núvem, sem poeira, sem fumaça, meu painel de 70W já captou em bateria quase 400W, ou seja, mais de 5h, e... meu painel tem uns 10 ou 12 anos, então se fosse novo talvez captaria 420W, praticamente 6h de captação.

    Com meu painel lá pelos 15° pro oeste (É a inclinação do meu telhado, nem fiz suporte pra "corrigir" isso, em casa de ferreiro o espeto é de pau), as 10h da manhã ele capta uns 20%, lá pelas 11 a 11:30h sobe pra uns 40%, não sei bem em que hora chega nuns 80% mas fica nisso até lá pelas 14 ou 15h quando passa de 120% (Lembra, brasil tem mais de 1000W por m², aqui tem dias que parece ter 1600W.m²), lá pelas 16h cai denovo pra uns 80%, agora só cai abaixo de 10% lá pelas 18:30h.

    Acho que só em dias de muito sol com céu limpo dá umas 2 horas com captação a 100% ou mais, o que ocorre na verdade são 8 ou 9 horas com captação de 10 a 90%, na média dá uns 400 a 500% do que o painel promete.

    (E MPPT leva vantagem nessa hora, meu PWM as 18:30h mal carrega a bateria, porque tem pouco sol. O conversor dc-dc de um MPPT (Ou TALVEZ um desses PWM de alto rendimento (ecoPWM?) nessa hora ainda captaria por mais uns 20 minutos, 11V não é suficiente pra PWM mas o conversor DC-DC do MPPT ia subir isso pra 14V e fazer ficar suficiente na marra!)

    Aqui no nordeste de MT tem muita queimada umas épocas do ano, muita fumaça no ar, mesmo quando não parece ter céu sujo, e só aparece um azul meio puxando pro cinza, a captação não fica excelente. Eu só percebo isso porque olhei a corrente circulando quando deixei uns anos um amperimetro ligado no painel, aqui do lado da minha mesa pra olhar qualquer hora.

    Ah, a captação também varia com temperatura. Se a temperatura do painel (Ele fica atrás de um vidro) ficar, digamos, em 25°C por conta de um vento frio passando atrás, ele vai captar mais que se ficar lá pelos 40°C.
    Ou seja, se grudar o painel no telhado, sem passar vento atrás, o sol vai aquecer tudo até uns 50°C e a captação cairá bem mais que se o painel tiver a traseira exposta ao vento.
    Ou seja, fazer isso é uma idéia ruim, não circula vento por trás:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar-panel-241903_960_720.jpg
Visualizações:	92
Tamanho: 	377,3 KB
ID:      	62685
    Melhor deixar um espaço pra passar vento:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         depositphotos_29699173-Solar-panel-on-a-red-roof.jpg
Visualizações:	133
Tamanho: 	255,5 KB
ID:      	62686

    (E suporte alto, com só 1 pé, estilo antena parabólica, passa ainda mais vento)
    Qualquer 10°C a menos no painel melhora a captação em uns 4 ou 5% pelo que lembro das fichas técnicas.

    Nos sites tem o datasheet com os dados técnicos dos paineis.
    A Yingli e a Canadian tem painel barato e dão os dados a 1000W.m² e com o painel a 25°C, mas também a 800W.m² e 20°C:
    http://www.yinglisolar.com/en/downloads/
    e
    http://www.canadiansolar.com/downloads.html

    Ajuda a gente no seguinte: De 20 pra 25°C a captação cai X, subindo pra 30, 35 e 40°C deve cair o mesmo X a cada 5°C, serve pra calcular quanto exatamente teríamos de captação com sol forte no angulo certo.

    Mais pro sul do brasil o angulo do sol conforme a época do ano varia muito mais, então por lá talvez a média NO ANO fique em 400% (Digamos 380% no inverno, e 500% no verão).

    Se tiver tempo eu um dia testo ventilar a força com fan's 12V 80mm por trás, pra ver se muda muito na média de captação, mas por enquanto o jeito é simplesmente fazer suporte pra ventilar sozinho atrás, muda alguns % a captação.

    (Tem dia muuuuuuito quente, de sol de rachar, que a corrente nos meus painéis não fica no maior número! Ela fica maior lá por agosto e setembro, quando tem sol forte mas também tem VENTO o dia todo! Fruto dessa diferença de rendimento conforme a temperatura)

    Enfim, tem "poucos fatores" pra calcular a captação exata: Índice sol chegando no solo, angulo conforme o ano, angulo conforme a hora do dia, e a temperatura atrás do painel.
    São poucos mas são praticamente incalculáveis!

    Então não dá pra falar muita coisa além de "400 a 600%", eu pego 500% (5h) como média mas imagino que nuns lugares não dê nem 400%, se tiver sombra de árvore, de prédio, de montanha. Não sei se chega em 600% facilmente, eu já medi algo perto disso no meu sistema mas talvez foi dia com vento no angulo certo ou algo assim.
    (Calcula vendo quanto a tensão da bateria subiu (Anota a tensão antes de amanhecer, digamos 11,252V, e pega ela de novo depois que anoitecer, digamos 12,758V, essa diferença (Cerca de 1,5V) é uma quantia X de energia a mais, agora esqueci o calculo exato mas se não me engano precisa medir a queda de tensão conforme o consumo, queda com consumo é igual a aumento com carga), ou em controlador inteligente, uma vez vendi uns Xantrex de R$ 2 mil e eles tinham a feature de logar quanto circulou no dia, eu usei um deles uns meses)

    Eu nem me preocupei com o meu painel no angulo certo porque dependendo do consumo e posição isso importa pouco.
    Meus pais moravam em fazenda sem eletricidade, os painéis estavam virados pro leste porque de manhã ligavam rádio, e de meio-dia a TV, mas depois as 14h não tinha nada ligado, ou seja, havia muito consumo de manhã e nada de tarde. A bateria perde alguma coisa no armazenamento, então se puder consumir (Com rádio e TV) sem passar pela bateria, melhor.

    No seu caso teria consumo 24x7, acho que colocar poucos graus pro norte ou sul (Talvez pro lado posto de onde vem mais vento, se é que o vento tem direção predominante) só pra água não acumular, tá bom. Se tiver suporte pra virar ele as vezes (E tirar a poeira, eles sujam) ajuda a ter captação no máximo possível.

  5. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Gastei e noite ontem olhando os 282 vendedores que apareciam no meu histórico pra mas não achei de quem comprei :-)
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         ebay.jpg
Visualizações:	78
Tamanho: 	130,3 KB
ID:      	62684

    Pra mim que do lado de fora ele era preto, mas pode ser que seja branco igual esse do anúncio. Mas nas fotos do anúncio não aparece bobina grande, isso pode ser na verdade um CI de MPPT, mas controlando mosfets comuns num sistema praticamente "PWM de alto rendimento". Tem uns aparelhos com PWM eco-sei-lá-o-que, nunca olhei o que são exatamente mas pode ser que seja isso, um esquema com PWM em alta frequencia, e PWM não exige bobina no circuito.

    Não lembro de ter comprado carregador grande, quando comprei modelo de 20A esperando coisa ótima veio modelo igual os de 10A, então geralmente compro os de 10A mesmo.
    (Faz 2 semanas queimei um barato (CMPT10) de 10A testando que tensão ele aguenta, e aguenta 22V, igual o PWM CMPT-02 que queimei uma vez do mesmo jeito. Ou seja, não servem pra atuar com conversores dc-dc)

    Enfim, com essa bagunça de modelos, não dá pra colocar a mão no fogo!
    Esse que o cara fez um vídeo, o CMTP30, pra mim que uma loja brasileira séria vendia, não achei que é, mas era um MPPT 24V por R$ 399, pra média de preços brasileiros isso não é absurdo.
    (O normal de um MTTP de 30A seria uns R$ 700)


    =========================================================

    Sobre o rendimento dos paineis, depende do angulo com relação ao sol.
    Se o sol está a 90% do painel, terá captação máxima, se o painel promete 140W é bem fácil captar no brasil na verdade uns 160W!
    É que o sol chega no brasil com cerca de 1400W por metro quadrado. Se o painel tem rendimento de 17%, e ele mede certinho 1m², será: 1400 * 17% = 238W.

    Mas... os paineis são vendidos com sua potência captada com sol a 1000W.m².
    17% de 1000 nem precisa calcular, é 170. Ou seja, o painel seria vendido como 170W, mas com o sol forte no brasil ele captará 238W!

    O problema é que o sol não fica a 90° do painel, ele sobe e desce, fica com sol no angulo certo só poucos minutos, menos de meia hora provavelmente.

    Antigamente (Lá pelos anos 80) tinha umas contas tipo:
    A captação percentual do painel cai 1% a cada 1° que o sol sai do angulo certo.

    Ou seja, sol reto acima do painel: Captação de 100%. Hora que o sol vai 10° pro lado, a captação cai em 10%.

    Em medi isso nuns paineis a uns e a regra não bate certinho, nos primeiros 20° talvez, mas depois que sai fora demais do angulo aí cai demais.

    Não é muito ruim resumir o angulo a, digamos, isso:
    http://www.minhacasasolar.com.br/tab...%A7%C3%A3o.png
    Ou dizer que o angulo deve ser igual a latitude.
    Ou seja, se está numa latitude de 10°, o angulo do painel deve ser 10°.

    Boa Vista sendo 0° complica, ia encher de água, então seria bom inclinar 1° pra qualquer lado, mas bom mesmo é virar conforme o ano, uns 5 ou 10° pro sul ou pro norte conforme a época do ano.
    (Eu vivo perto do paralelo 13, inclinação de 10° ou 15° não muda muito as coisas, o problema maior é não virar conforme a época do ano, 1/3 do ano ele passa pro sul, e o resto ele passa mais pro norte).

    Mas ainda que você vãi virar o painel 5° a cada 3 meses, o sol passa de leste a oeste todo dia! Teria que ficar o dia todo virando o painel pra ele seguir o sol.

    Com o painel parado, a captação depende da posição do sol e da luminosidade.
    Em dias sem núvem, sem poeira, sem fumaça, meu painel de 70W já captou em bateria quase 400W, ou seja, mais de 5h, e... meu painel tem uns 10 ou 12 anos, então se fosse novo talvez captaria 420W, praticamente 6h de captação.

    Com meu painel lá pelos 15° pro oeste (É a inclinação do meu telhado, nem fiz suporte pra "corrigir" isso, em casa de ferreiro o espeto é de pau), as 10h da manhã ele capta uns 20%, lá pelas 11 a 11:30h sobe pra uns 40%, não sei bem em que hora chega nuns 80% mas fica nisso até lá pelas 14 ou 15h quando passa de 120% (Lembra, brasil tem mais de 1000W por m², aqui tem dias que parece ter 1600W.m²), lá pelas 16h cai denovo pra uns 80%, agora só cai abaixo de 10% lá pelas 18:30h.

    Acho que só em dias de muito sol com céu limpo dá umas 2 horas com captação a 100% ou mais, o que ocorre na verdade são 8 ou 9 horas com captação de 10 a 90%, na média dá uns 400 a 500% do que o painel promete.

    (E MPPT leva vantagem nessa hora, meu PWM as 18:30h mal carrega a bateria, porque tem pouco sol. O conversor dc-dc de um MPPT (Ou TALVEZ um desses PWM de alto rendimento (ecoPWM?) nessa hora ainda captaria por mais uns 20 minutos, 11V não é suficiente pra PWM mas o conversor DC-DC do MPPT ia subir isso pra 14V e fazer ficar suficiente na marra!)

    Aqui no nordeste de MT tem muita queimada umas épocas do ano, muita fumaça no ar, mesmo quando não parece ter céu sujo, e só aparece um azul meio puxando pro cinza, a captação não fica excelente. Eu só percebo isso porque olhei a corrente circulando quando deixei uns anos um amperimetro ligado no painel, aqui do lado da minha mesa pra olhar qualquer hora.

    Ah, a captação também varia com temperatura. Se a temperatura do painel (Ele fica atrás de um vidro) ficar, digamos, em 25°C por conta de um vento frio passando atrás, ele vai captar mais que se ficar lá pelos 40°C.
    Ou seja, se grudar o painel no telhado, sem passar vento atrás, o sol vai aquecer tudo até uns 50°C e a captação cairá bem mais que se o painel tiver a traseira exposta ao vento.
    Ou seja, fazer isso é uma idéia ruim, não circula vento por trás:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         solar-panel-241903_960_720.jpg
Visualizações:	92
Tamanho: 	377,3 KB
ID:      	62685
    Melhor deixar um espaço pra passar vento:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         depositphotos_29699173-Solar-panel-on-a-red-roof.jpg
Visualizações:	133
Tamanho: 	255,5 KB
ID:      	62686

    (E suporte alto, com só 1 pé, estilo antena parabólica, passa ainda mais vento)
    Qualquer 10°C a menos no painel melhora a captação em uns 4 ou 5% pelo que lembro das fichas técnicas.

    Nos sites tem o datasheet com os dados técnicos dos paineis.
    A Yingli e a Canadian tem painel barato e dão os dados a 1000W.m² e com o painel a 25°C, mas também a 800W.m² e 20°C:
    http://www.yinglisolar.com/en/downloads/
    e
    http://www.canadiansolar.com/downloads.html

    Ajuda a gente no seguinte: De 20 pra 25°C a captação cai X, subindo pra 30, 35 e 40°C deve cair o mesmo X a cada 5°C, serve pra calcular quanto exatamente teríamos de captação com sol forte no angulo certo.

    Mais pro sul do brasil o angulo do sol conforme a época do ano varia muito mais, então por lá talvez a média NO ANO fique em 400% (Digamos 380% no inverno, e 500% no verão).

    Se tiver tempo eu um dia testo ventilar a força com fan's 12V 80mm por trás, pra ver se muda muito na média de captação, mas por enquanto o jeito é simplesmente fazer suporte pra ventilar sozinho atrás, muda alguns % a captação.

    (Tem dia muuuuuuito quente, de sol de rachar, que a corrente nos meus painéis não fica no maior número! Ela fica maior lá por agosto e setembro, quando tem sol forte mas também tem VENTO o dia todo! Fruto dessa diferença de rendimento conforme a temperatura)

    Enfim, tem "poucos fatores" pra calcular a captação exata: Índice sol chegando no solo, angulo conforme o ano, angulo conforme a hora do dia, e a temperatura atrás do painel.
    São poucos mas são praticamente incalculáveis!

    Então não dá pra falar muita coisa além de "400 a 600%", eu pego 500% (5h) como média mas imagino que nuns lugares não dê nem 400%, se tiver sombra de árvore, de prédio, de montanha. Não sei se chega em 600% facilmente, eu já medi algo perto disso no meu sistema mas talvez foi dia com vento no angulo certo ou algo assim.
    (Calcula vendo quanto a tensão da bateria subiu (Anota a tensão antes de amanhecer, digamos 11,252V, e pega ela de novo depois que anoitecer, digamos 12,758V, essa diferença (Cerca de 1,5V) é uma quantia X de energia a mais, agora esqueci o calculo exato mas se não me engano precisa medir a queda de tensão conforme o consumo, queda com consumo é igual a aumento com carga), ou em controlador inteligente, uma vez vendi uns Xantrex de R$ 2 mil e eles tinham a feature de logar quanto circulou no dia, eu usei um deles uns meses)

    Eu nem me preocupei com o meu painel no angulo certo porque dependendo do consumo e posição isso importa pouco.
    Meus pais moravam em fazenda sem eletricidade, os painéis estavam virados pro leste porque de manhã ligavam rádio, e de meio-dia a TV, mas depois as 14h não tinha nada ligado, ou seja, havia muito consumo de manhã e nada de tarde. A bateria perde alguma coisa no armazenamento, então se puder consumir (Com rádio e TV) sem passar pela bateria, melhor.

    No seu caso teria consumo 24x7, acho que colocar poucos graus pro norte ou sul (Talvez pro lado posto de onde vem mais vento, se é que o vento tem direção predominante) só pra água não acumular, tá bom. Se tiver suporte pra virar ele as vezes (E tirar a poeira, eles sujam) ajuda a ter captação no máximo possível.
    Valeu Rubens pelas informações sem pano preto.

    Aqui o sol d+, acho que o painel ferve, o que é ruim tbm se esquentar muito. Vi um vídeo um cara aqui no Brasil que disse que o painel dele também aquecia a água, mas não achei nenhum modelo que tivesse essa função, o que seria até interessante usar o fundo só painel como um pré aquecedor solar para refrigerar o painel e pré aquecer a água.

    O que me diz sobre a diferença entre os painéis monocristalinos e policristalinos?

    A ubiquiti lançou uma linha muito interessante solar max, segundo eles tem um menor custo do mercado. Nos EUA tem empresas que montam tudo e mesmo com o custo da eletricidade lá muito menor, cerca de 15 centavos de dólar, ainda compensa pelo juros muito baixo de lá. Se no Brasil houvesse interesse poderíamos estar à frente com um pouco mais de vontade política.

    Vou comprar um painel para fazer um teste até o fim do ano, quando termina a construção, só não sei se terei o banco de baterias pois tô achando muito caro, acho viável investir em um inversor grid tie que garante uns pelo menos uns 10 anos de economia.

  6. estive olhando e minha sugestão a respeito e a seguinte


    Equipamentos 24 V


    5 rádios x 8 watts x 24 horas = 960 W dia em 24 volts
    960
    W/24 V=40 A dia de consumo,


    Radio licenciado

    50
    W x 24 horas= 1200 W em 48 Volts
    1200
    W/48 V= 25 A dia de consumo



    logo temos o seguinte
    quanto maior a tensão (E) menor a corrente (I)


    coloque um desses conversor de CC/CC 48 /24 e gere toda sua energia ai em 48 Volts,
    você vai precisar de 45 A dia,


    3 placas de 250 W 30 V vão gerar em 52 V
    57 A dia, considerando 4 horas de sol pleno, ou seja o valor 250 W e o pico de geração da placa, e você deve considerar esse valor nos seus cálculos, vejo alguns falando em 5, 6 horas de sol, isso só e possível com o sistema tracking


    considere uma sobra de 12 A dia, ai imaginemos que de 2 dias nublado, sua produção de energia baixou a 25% geramos uns 14 A no dia, seu sistema vai precisar mais de um dia de sol pra repor aqueles 2 dias nublados.


    Para baterias eu recomendo 4 de 150 A, mesmo que passe um dia todo sem sol, você ainda não teria consumido mais que 25 % da carga da bateria, e isso não iria afetar a sua vida útil,
    recomendo baterias Freedom Estacionarias


    temos alguns pontos instalados com energia solar, acabei de ver o que esta a menos tempo ligado são 121 dias, agora não me lembro se o ultimo desligamento foi por falta de energia ou alguma outra manutenção


    placas solar recomendo canadian
    controlador de carga tem um muito bom o Tristar




    espero ter ajudado




Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L