+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão HD externo rede Local

    Pessoal eu uso uma rb750 aqui em casa compartilhando minha Velox de 10MB com vizinhos ao todo são 6 dispositivos na rede.
    Eu estou precisando colocar um hd externo conectado a rede para compartilhar filmes em rede local. O meu router não tem entrada USB.
    Existi algo que eu possa esta fazendo para esta colocando esse hd em rede sem ter que deixar meu PC ligado direto, e sim ele conectado a rede através de cabo.
    Já ouvi falar que o print serve consegue fazer isso.

    Sera verdade?

  2. #2
    Alex Rock Avatar de alexrock
    Ingresso
    Jan 2006
    Localização
    S. J. do Rio Preto-SP
    Posts
    834

    Padrão Re: HD externo rede Local

    Printer server



  3. #3

    Padrão Re: HD externo rede Local

    Pode usar também um NAS / Storage. Tem uns baratinhos da DLink e Buffalo.

  4. #4

    Padrão

    Se por acaso comprar um MXQ pra isso (TV Box com Androd. É android comum, então configura como quiser, tem app pra tudo, pra compartilhar pasta local, pra compartilhar impressora, todo app que roda num smartphone ou tablet rodará num TVBox desse. MXQ custa R$ 160 e gasta pouquíssima eletricidade, pouca coisa a mais que um roteador com USB tipo TPLink Archer), esse tipo de aparelho não é feito pra uso 24x7 então além de fazer root (TODO smartphone e tablet devia passar por isso, usar os aplicativos nativos só porque o fabricante os instalo é noobice), TEM QUE colocar um fan no MXQ! De jeito nenhum eles aguentam 24h de uso sem fan! Um mísero fan de 80mm de fonte pifada já resolve.

    Uma vez compartilhada uma pasta na rede, até outros smartphones podem acessar, via programas tipo o ES File Explorer.

    Print server resolve mas os de R$ 160 são limitados e realmente só compartilham impressora. A solução mais barata que conheço é MXQ (Ou qualquer TVBox barato, mas com fan adaptado sem falta, e eu faria root pra remover as firulas, mas sem root já dá pra meia duzia de acessos simultâneos, exceto se for esse lixo tosco chamado DLNA, essa porcaria ridícula é pesada pra caramba, eu não usaria isso de jeito nenhum!), ou então compra um netbook velho barato sem tela, é a opção que uso, rodando p2p 24h e compartilhando conteúdo, custou R$ 200 já com um HDD pequeno dentro, plugo num monitor externo 1x por mês pra reiniciar e ver se não tem nada errado, e dou uma limpada 1x por ano (Basicamente assoprar com força no fan, pra sair a poeira acumulada, está assim acho que desde começo de 2014). NAS server é bem mais caro que notebook velho sem tela, e NÃO gasta menos eletricidade! Se for netbook ou notebook com Atom ou Celeron ULV vai gastar bem menos que um NAS server dos mais econômicos (Normal NAS passar dos 20W em uso, o meu netbook só chega nisso quando acesso conteúdo no DVD player externo, senão é 12-14W de consumo com uso via rede, sem uso externo fica abaixo dos 10W, igual um TPLink Archer C20i.

    Se a questão é facilidade pros leigos acessarem na rede, o ES File Explorer permite a criação de atalhos. No Windows é ainda mais fácil criar atalho pra rede, mas se usar um netbook velho sem tela rodando Windows (Pra aguentar mais acessos simultâneos precisa algo assim, os MXQ aguentam menos acessos, e os roteadores tipo o TPLink Archer C20i aguentam menos ainda, talvez com 3 pessoas vendo filme 720p já tenha engasgo! É falta de capacidade de processamento), no Windows dá pra colocar o HTTP File Server, HFS: http://www.rejetto.com/hfs/?f=dl Tem vários programas pra isso mas a vantagem desse é mapear automaticamente novos arquivos na rede, ou seja, o cliente acessa pelo navegador um link http://10.1.1.2/ e lá é exibida uma lista de pastas e arquivos compartilhados, você não precisa ficar modificando o index.htm manualmente a cada novo arquivo, ou seja, se compartilhar a pasta de downloads concluídos do eMule ou do uTorrent ele exibirá automaticamente os arquivos quando terminar de baixar (Ativa o servidor http deles e poderá controlar eles remotamente, sem precisar acessar esse terminal). Colocou um arquivo novo numa pasta: O HFS em poucos segundos reconhece e atualiza a lista de arquivos dele. Deve ter algum file server pra Android com detecção automática, mas talvez não precise, já que está falando em HDD externo (Que precisa receber arquivos novos burocraticamente, digo, manualmente. Se vai fazer um retrabalho que é mover manualmente, pode atualizar a lista de arquivos no servidor HTTP).

    Usar o MXQ pra rodar coisa tipo uTorrent enquanto compartilha arquivos não é uma boa com muita gente fazendo acesso, torrent faz duzias de conexões simultâneas e grava várias frações de arquivo toda hora, isso come o uso de controlador de disco, se fossem só 2 pessoas garantiria que funciona, mas acho que acima de umas 3 ou 4 não dá, começa a engasgar, e copiar o filme pra assistir localmente (Bem difícil, nesses smartphones lixo que de fábrica já tem com só 2GB livres, e mesmo filme de menor qualidade as vezes passa dos 1,5GB) também engasga, na verdade se conseguir copiar em velocidade boa consegue assistir sem copiar. O HTTP server as vezes obriga uns Android toscos (Versões de marcas lixos tipo CCE ou Philco) a copiar um conteúdo, por isso o ES File Explorer é mais garantido, bota um player completo, digamos o MX Player, e vai rodar de tudo (Ainda não topei com formato que ele não rodasse, falando em áudio e vídeo), o ES File Explorer casa bem com ele.