Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Question Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet

    Olá amigos, estou querendo iniciar um pequeno provedor de internet no meu bairro, vou ter disponível uma internet de 10 mb para compartilhar gostaria de fazer um hostpot usando o mikrotik RouterOs tanto para usar como hotspot quanto para criar logins pppoe para clientes que utilizarem roteadores... porém, estou com uma grande dúvida, pois não sei quais produtos comprar, ja me indicaram o groove 2.4 da mikrotik com a antena de 6dbi, porém alguns vendedores me disseram que ele tem um curto alcance, eu estou querendo uma omni que chegue a um alcance real de pelo menos 1km, vejo alguns anúncios de antenas omni de alcances extraordinários, porém não tenho conhecimento para ter certeza da veracidade das informações, então venho pedir a ajuda dos amigos mais experientes para me darem uma solução para montar um provedor de internet em frequencia 2.4 apenas para o meu bairro, pretendo colocar uma omini de 2.4Ghz ha uma altura de 12 metros do chão, como aqui é interior existem algumas árvores as maiores são mangueiras, porém não existem prédios, não existem nenhum outro provedor trabalhando com redes 2.4ghz, apenas 5 Ghz. e como disse quero para ao menos 1 km de distância.

    Dúvidas que tenho.

    Uso uma rb da mikrotik ou o groove ou outra ?

    Qual a melhor antena omni para usar?

    não sei qual o mehor aparelho portanto estou atento a toda as informações que possam me ajudar...

  2. #2

    Padrão Re: Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet

    Quando fala em hotspot e 1km você não está sonhando em vender conexão direto pra smartphone?

    Wifi não é GSM, wifi não é conexão móvel, se permitir que smartphone ou notebook se conecte direto na sua torre você terá uma rede lixo, uma porcaria de conexão, esses sistemas operacionais pra donas de casa ficam fuçando na rede em busca de impressoras e outros computadores, geram um tráfego enorme no SEU equipamento, ao invés de trafegar só dados de navegação irão trafegar firula.

    Não faz sentido abrir provedor em 2,4GHz hoje em dia, isso só se faz pra quem já tem várias antenas 2,4GHz. Se vai começar do zero começa direito, começa com 5GHz, e só permita conexões de CPE's ou roteadores, assim poderá isolar os clientes, e ter de fato duzias de clientes conectados numa torre.

    Nessas gambiarras porcas em 2,4GHz pra conexão direta (Geralmente coisa de quem acha que wifi é igual conexão de operadora de celular, que é noob de achar que tudo que é wireless é igual, wireless e wifi são coisas diferentes) nem a pau que terá smartphone conectando a mais de uns 150m, e quando conectar nessa distância o aparelho vai responder com sinais pra lá de ruins, basicamente 1 cliente dentro de casa vai degradar a conexão de outros 20 clientes.

    Todo provedor sério opera em 5GHz por um bom motivo, conexão direta pra smartphone ou notebook é uma sandice enorme, 1 cliente tem potencial pra esmerdalhar por completo a conexão de TODOS os clientes, NÃO EXISTE modo sensato de vender conexão direta a partir de rede centralizada, o que pode funcionar são micro-setores, um PTP 5GHz até um Groove A52HPN e este gerenciando as conexões diretas, mas isso custa muito caro, bota nos clientes uma CPE 5GHz de R$ 250 e um roteador wifi de R$ 70 que gastará menos, o SEU investimento fica só na torre com 1, 3 ou 4 antenas e rádios, o cliente é que terá que gastar mais (R$ 250 a 320 em equipamento), mas há garantia de qualidade na conexão.



  3. #3

    Padrão Re: Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet

    obrigado por responder, quanto a conectar clientes por smartphone, não seria bem o que eu queria fazer, eu quero apenas que o alcance seja suficiente para conectar os clientes em roteadores usando a função de repetidor mas cada um com seu SSID, quanto aos hotspot colocaria um roteador expecificamente para isso, e os demais clientes conectador na omni por pppoe com conexão pelo roteador. as conexões em 5ghz exigem uma nanostation ou airgrid, o que custaria muito investimento, e estou visando economia tanto para os clientes quanto para mim.

  4. #4

    Padrão Re: Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet

    Citação Postado originalmente por juanbrito Ver Post
    obrigado por responder, quanto a conectar clientes por smartphone, não seria bem o que eu queria fazer, eu quero apenas que o alcance seja suficiente para conectar os clientes em roteadores usando a função de repetidor mas cada um com seu SSID, quanto aos hotspot colocaria um roteador expecificamente para isso, e os demais clientes conectador na omni por pppoe com conexão pelo roteador. as conexões em 5ghz exigem uma nanostation ou airgrid, o que custaria muito investimento, e estou visando economia tanto para os clientes quanto para mim.
    Cliente em provedor via rádio com conexão ao POP com qualquer coisa diferente de antena direcional no local do cliente e COM VISADA, plena, total e completa é rede lixo.
    É quase como fazer roleta russa com o tambor cheio.

    Invista em setoriais na torre + direcionais no cliente e seja feliz!



  5. #5

    Padrão Re: Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet


  6. #6

    Padrão Re: Quais produtos recomendados para criar meu primeiro provedor de internet

    A faixa dos 2,4GHz exige antena bem mais alta. A zona de Fresnel é maior em frequência mais BAIXA, onde poderia colocar CPE de 5GHz num tubo de 1m em cima do telhado vai precisar colocar CPE 2,4GHz em 2m de altura, e pra ter o mesmo ganho precisa CPE mais pesada, ou seja, pra maioria das casas uma instalação 2,4GHz DECENTE exige até estaio no tubo que prende a antena!

    Não vejo sentido em investir em 2,4GHz hoje, CPE genérica de 15dBi tem capacidade ridícula de banda, precisa instalar bem mais alto pra ter zona de Fresnel limpa, e não tem canais limpos o suficiente (São 80MHz de largura ao todo, em 5GHz a largura total pra usar no espectro passa dos 350MHz!).

    2,4GHz funciona em comunidade rural onde quase ninguém tem roteador em casa, aí o espectro é todo seu, mas em área urbana comum estará tudo poluído, cada casa com um roteador ocupando 20MHz de largura, e o pior, sem espaço pra colocar antena alta nos clientes (E sem antenas altas terá CCQ ridículo, com zona de Fresnel parcial nunca terá conexão que presta!).

    No passado essa faixa servia quando se vendiam planos tipo 256kbps, hoje pra navegação trafegando 3 ou 4Mbps não tem condições, essa questão "boba" que é respeitar a zona de Fresnel é o que faz com que 1 cliente ferre legal a conexão de todos os outros.

    Ah, e repetidor 2,4GHz é pior que lixo, lixo ainda é reciclável ou vira adubo, mas repetidor deteriora EM DOBRO a qualidade da rede porque o repetidor responde pra torre TODO pacote, basicamente ele recebe um pacote da torre, e responde de volta rumo ao notebook do cliente, mas como a antena está virada pra torre seu hardware na torre vai ter o espectro de RF ocupado por esse pacote, ele não é o destinatário do pacote mas vai ter que processar ele pra então identificar que não é o destinatário. Repetidor dentro de casa com só 1 ou 2 clientes já ferra pesado o trafego, já gera queda de metade do troughput e triplica o ping, agora quando provedor faz isso fode ainda mais a capacidade de tráfego, porque são 10 ou 15 clientes fazendo isso, mandando de volta pra torre tudo o que a torre acabou de mandar pro cliente! É uma opção altamente suicida, barateia pro cliente pra transforma seus 10Mbps em conexão pior que navegar em 512kbps. Se está achando que roteador com 2 antenas faz 2 conexões separadas, uma por antena, vai ter que estudar o que é MIMO, não importa quantas antenas um roteador doméstico tenha, eles não fazem conexões isoladas, tudo é juntado, o repetidor sempre vai devolver pra torre o que a torre acabou de enviar, o destino não é a torre mas não adianta, pra torre descartar o pacote o chipset de RF vai processar ele igual, vai ler o cabeçalho TCP/IP pra então descartar, o tempo perdido descartando pacote é o que transforma conexão com repetidor em lixo até pra usar dentro de casa, uma coisa é estender alcance de rede DOMÉSTICA de 10Mbps usando data rate de 72Mbps, outra bem diferente é lidar com 20 conexões simultâneas em repetidor com data rate bem mais baixo, não tem como repetidor funcionar pra provedor, o cliente terá que ter uma etapa de RF pra conexão com a torre e outra separada pro uso interno, nenhum hardware desses é barato, sai mais em conta colocar CPE de R$ 200-250 pra conectar na torre, e um roteador wifi de R$ 60-80 pra rede wifi do usuário.

    Ninguém usa mais essas gambiarras porque elas não funcionam pra 2019, serviam pra tempos de conexões de 128kbps e cia, não pra hoje. Alias, eu usei isso até a época dos planos de 400kbps e já era um lixo, meia duzia de repetidores já tornavam uma setorial com cartão de R$ 300 numa porcaria, enquanto sem repetidor podia pendurar 40 clientes num hardware desse, é uma economia que sai muito caro, se prestasse todo mundo usaria, ninguém usa porque é um lixo, não tente reinventar a roda, use as informações técnicas que já existem no mundo pra entender porque não se usam certos padrões.