+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão mysql_connect

    e ae comunidade!!!

    seguinte! to com a instalação default do mysql + apache + php
    que vem no RH 9.... só que quando tento me conectar usando
    a função mysql_connect() olha op erro:

    Call to undefined function: mysql_connect()

    mas como ele não tá reconhecendo a função do mysql?!

    aceito qualquer ajudaa!!!

    vlws!

  2. #2
    DiogoHenrique
    Visitante

    Padrão mysql_connect



    Voce poderia descrever a linha inteira do codigo?



  3. #3

    Padrão mysql_connect

    $localhost = "localhost"; //nome do servidor MySQL
    $root = "user"; //Nome de Usuário MySQL
    $senha = "pass"; //Senha

    //conecta no servidor
    mysql_connect($localhost,$root,$senha)

  4. #4
    Visitante

    Padrão mysql_connect

    $dbhost = "127.0.0.1";
    $dbuser = "root";
    $dbpasswd = " ";
    $database = " ";

    $db = mysql_connect("$dbhost", "$dbuser", "$dbpasswd&quot<IMG SRC="images/forum/icons/icon_wink.gif">;

    Nao esqueća das aspas no "$dbhost", "$dbuser", "$dbpasswd"

    ajuda?



  5. #5
    DiogoHenrique
    Visitante

    Padrão mysql_connect

    $dbhost = "127.0.0.1";
    $dbuser = "root";
    $dbpasswd = " ";
    $database = " ";

    $db = mysql_connect("$dbhost", "$dbuser", "$dbpasswd&quot<IMG SRC="images/forum/icons/icon_wink.gif">;

    Nao esqueća das aspas no "$dbhost", "$dbuser", "$dbpasswd"

    ajuda?

  6. #6
    Honda
    Visitante

    Padrão mysql_connect

    Companheiro nao sei se isto ira lhe ajudar, mas como vc disse aceito qualquer ajudaa!!!
    Me desculpe pelo tamanho .

    Instalando MySQL & phpMyAdmin

    Para usuarios de slackware ( Patrick Volkerding ) uma tradução autorizada (20/12) pela equipe LinuxBr do autor Paul que ensina a configurar MySQL & phpMyAdmin no slackware 8.1

    Fonte: post para o forum de userlocal.com.
    Confira Abaixo:

    No Slackware 8.1, o MySQL 3.23.51 vem parcialmente pré-instalado, mas colocá-lo em funcionamento não é um processo muito trivial! Primeiro precisamos rodar o seguinte comando (como &acute;root&acute para criar o diretório padrão de banco de dados chamado &acute;mysql&acute; no diretório &acute;/var/lib&acute;.

    mysql_install_db

    Em seguida precisamos copiar o script de exemplo que inicia o daemon MySQL, e colocá-lo no diretório dos scripts de inicialização do Slackware (diferente de outras versões Linux & Unix, como Red Hat e.t.c.) e renomeá-lo seguindo os padrões Slackware:

    cp /usr/share/mysql/mysql.server /etc/rc.d/rc.mysql

    Verifique se o script tem permissão de execução:

    ls -la /etc/rc.d/rc.mysql

    Se não tiver:

    chmod 755 /etc/rc.d/rc.mysql

    Precisamos criar um diretório para os arquivos de log, com as permissões apropriadas:

    cd /var/log
    mkdir mysql
    chmod 700 mysql
    chown mysql.mysql mysql

    Agora, edite o arquivo que colocamos em &acute;/etc/rc.d&acute;, chamado &acute;rc.mysql&acute;, usando o &acute;Kate&acute; (ou vi), e então localize a linha que inicia com: &acute;$bindir/safe_mysqld&acute;. Precisamos então adicionar as seguintes opções de linha de comando, ao final, mas antes de &acute;&&acute; (que inicia o daemon concorrentemente):

    (linha 107)
    --user=mysql --log=/var/log/mysql/mysql.log --err-log=/var/log/mysql/mysql-err.log

    O script &acute;mysql_install_db&acute; não inicia propriamente as permissões do diretório &acute;/var/lib/mysql&acute;, então faremos isso manualmente:

    cd /var/lib/mysql
    chown -R mysql.mysql *

    Agora podemos iniciar o daemon, mas os seguintes passos precisam ser tomados imediatamente pois o daemon inicia sem a senha de &acute;root&acute; além de outras brechas. O segundo comando define a senha principal &acute;root&acute; para MySQL:

    /etc/rc.d/rc.mysql start
    mysqladmin -u root password *******

    Infelizmente, há 4 logins pré-definidos, dois deles de &acute;root&acute; MySQL, um deles acabamos de definir, mas os outros podem permitir acesso de pessoas hostis caso não sejam removidos. Para fazer isto, a melhor forma é logar no &acute;mysql&acute;:

    mysql -u root -p
    Password: ******

    Os seguintes comandos deletam todos os usuários padrão com senhas vazias. Note que na lista abaixo, &acute;&acute; são duas aspas simples (&acute e (&acute e não um simples sinal de aspas (&quot<IMG SRC="images/forum/icons/icon_wink.gif">!

    mysql> use mysql
    mysql> select user,host,password from user;
    mysql> select user,host,password from user where password=&acute;&acute;; (aspas simples)
    mysql> delete from user where password=&acute;&acute;; (aspas simples)
    mysql> select user,host,password from user;
    mysql> flush privileges;
    mysql> exit

    Agora, precisamos iniciar o daemon no boot do Slackware:

    Logo após "# Start Web-server" no arquivo &acute;/etc/rc.d/rc.M&acute; adicione as seguintes linhas de script. Esta linha inicia o servidor MySQL, se o script associado existir.

    if [ -x /etc/rc.d/rc.mysql ]; then
    /etc/rc.d/rc.mysql start
    fi

    Em alguma hora conveniente, o servidor deve ser reiniciado para verificar se o daemon é chamado quando o sistema inicia:

    shutdown -r now

    OK, é isto, o servidor MySQL já está instalado e configurado...

    Para adicionar base de dados e usuários, podemos iniciar MySQL e entrar os seguintes comandos:

    mysql -u root -p

    mysql> create database someuser_db;
    mysql> grant all on someuser_db.* to someuser identified by "*******";
    mysql> flush privileges;
    mysql> exit

    Claramente, a primeira linha cria o banco. A segunda cria o usuário com todos privilégios para acessar todas (*) tabelas no banco de dados, e permite ao usuário acessar o banco de qualquer host, além de definir sua senha. Para restringir o host, simplesmente altere a linha para [email protected]. A última linha é importante! Flush privileges copia a metadata da base mysql na memória. Em outras palavras, usuário e senha só serão válidos após este comando!

    Agora quanto ao phpMyAdmin, a última versão estável pode ser encontrada em http://www.phpmyadmin.net

    Eu utilizei a versão phpMyAdmin-2.2.6-php.tar.gz e fiz o download com o &acute;Konqueror&acute; para &acute;/home/someuser&acute;. Depois logei como someuser (não precisa ser &acute;root&acute e descompactei o arquivo desta forma:

    tar -xvvzf phpMyAdmin-2.2.6-php.tar.gz (&acute;vv&acute;, e não &acute;w&acute

    O diretório resultante foi o seguinte:

    phpMyAdmin-2.2.6

    Assumindo que temos acesso ao diretório &acute;htdocs&acute;, podemos criar um diretório e instalar o app. como segue abaixo:

    cd /var/www/htdocs
    mkdir myadm
    cd myadm
    cp -R /home/someuser/phpMyAdmin-2.2.6/* .

    Para ler a documentação, digite o seguinte URL:

    http://somedomain/myadm/Documentation.html

    Se você tiver múltiplos usuários de banco de dados, você provavelmente irá querer autenticação tipo &acute;http&acute;. Isso requer uma conta especial com username &acute;pma&acute; com acesso read-only parcial na base &acute;mysql&acute;. Ele guarda a metadata para MySQL. Para criar uma aconta &acute;pma&acute; é necessário digitar diversas linhas de código SQL e está detalhado em &acute;Documentation.html&acute;. A forma mais simples de se fazer isto é copiar (por exemplo, do Mozilla Web-browser) e colar na linha de comando do cliente MySQL (por exemplo rodando em uma janela Konsole) e executar cada comando sequencialmente (será preciso estar logado como usuário &acute;root&acute; do MySQL):

    mysql> [cole aqui]

    Então, é um simples caso de seguir as instruções, e em particular configurar as seguintes opções em &acute;config.inc.php&acute; usando um editor como &acute;Kate&acute;. As principais propriedades são:

    Uri - http://somedomain/myadm (em geral, imperativo)
    controlpass - *******
    auth_type - http

    Depois de configurar uma conta &acute;pma&acute; no MySQL, será preciso autenticar para acessar o diretório &acute;phpMyAdm&acute; no Web-server usando uma pseudo &acute;Autenticação Básica&acute; (Basic Authentication).

    Entender phpMyAdmin leva alguns minutos (e só icon_smile.gif. Uma coisa que estranhei inicialmente é o fato de que todo tipo &acute;VARCHAR&acute; requer um tamanho específico, por ex. 10, caso contrário ele retornará um erro quando você tentar criar uma tabela...

    Se você quiser acessar a database do windows, simplesmente faça download do driver MyODBC do seguinte site e instale-o (no windows). Então, no Access crie um banco de dados em branco, e clique com o botão direito em &acute;link tables&acute; (associar tabelas), abra o menu &acute;Files of Type&acute; (arquivos do tipo) escondido bem embaixo da tela e você verá &acute;ODBC ()&acute;, escolha isto e siga as instruções para selecionar e configurar o driver ODBC MySQL. MySQL pode ser encontrado em:

    http://www.mysql.com

    Em termos de segurança, você provavelmente desejará restringir o acesso ao site phpMyAdmin apenas para redes locais (usando diretivas .htaccess no Apache). Além disso, lembre-se que em um servidor compartilhado, pode ser possível que outros usuários leiam seus scripts PHP como arquivos texto e obtenham seu nome de usuário por exemplo. Neste caso, verifique que PHP está configurado em safe mode e que o respectivo diretório root do safe mode realmente está seguro!



  7. #7

    Padrão mysql_connect

    seguinte...
    o problema não é o jeito que to usando a função!
    está correto o jeito que eu uso! utilizo ele sempre!

    o problema tá na instalação default do apache + php + mysql do RH 9....
    eu vom compilar do zero que irá funcionar melhor...

    ahh! e o mysql ta funfando bem!
    o problema é o PHP mesmo...
    vlws!!!
    <IMG SRC="images/forum/icons/icon_biggrin.gif"> <IMG SRC="images/forum/icons/icon_biggrin.gif">

    [ Esta mensagem foi editada por: PiTsA em 06-06-2003 16:15 ]

  8. #8
    Honda
    Visitante

    Padrão mysql_connect

    ok



  9. #9

    Padrão mysql_connect

    Olha... pitsa, esse esquema pode ser igual ao do conectiva, que voce prescisa instalar um pacote rpm que seja uma interconexao entre php e mysql, no caso, php4-mysql ... entao verifique todos os pacotes php e mysql que tem no cds da RH , ou rpmfind seila. e veja se la voce acha algo desse tipo, na minha opniao eh isso que falta..

  10. #10

    Padrão mysql_connect

    mistymst se tem razão!
    no RH 8 tb era assim! eu havia feito isso mas não lembrava!

    vlws cara!