Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L


Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. #6
    rogerioaraujo
    Gente , do jeito que está vai virar uma zona. Tem que regulamentar mesmo , até para a sobrevivência do modelo. Imaginem a bagunça que iria ficar sem um orgão regulador ?? Cada um montando sua própria rede wireless etc ?


  2.    Publicidade


  3. Aqui em João Pessoa tb foram lacrados alguns , quem tinha convênio com a globalinfo escapou, mas o maior daqui foi lacrado, mas já votou a funcionar. O daqui tem filiais em Recife tb .

  4. Citação Postado originalmente por netwayy
    Aqui em João Pessoa tb foram lacrados alguns , quem tinha convênio com a globalinfo escapou, mas o maior daqui foi lacrado, mas já votou a funcionar. O daqui tem filiais em Recife tb .
    Voltou a funcionar? como?.. os cara foram lah e colocaram outros equipamentos no lugar?? quem agir assim e a Anatel voltar(e eles voltam, pode ter certeza), jah chama a PF e leva todo o equipamento alem dos responsaveis correrem o risco de ir em cana tb.

  5. Uma pergunta:
    O que é lacrar provedor???
    E lacrar o escritorio?? Assim ninguem entra mais para trabalhar??
    Pergunto isso, pois meu provedor ( link de fibra com a operadora, router, servidores) ficam dentro da minha casa, as antenas e radios fica, no telhado do meu predio).
    E tenho um escritorio que so tem os atendentes (suporte e linhas telefonicas para atender os clientes.
    Entem vem a pergunta: Eles vam lacrar o escritorio certo?? e não a minha casa, primeiro que e uma residencia, segundo , como eles vão saber que esta tudo dentro da minha casa.
    Entao eles lacram o escritorio ou aonde esta os radios (casa)???

  6. #10
    Wireless_Brasil
    O Rogerio tem razao, tendo um orgao regulamentador ja esta complicado trabalhar imagina se não tivesse.

    Tem gente que trabalha com antena Omni e amplificador de 2 watts, se não tivesse anatel teriam de 10 watts e todos nós morreriamos queimados pois a cidade viraria um microondas gigante.


  7.    Publicidade