+ Responder ao Tópico



  1. #25

    Padrão wi-max e uma ameaça

    Alguma coisa precisa ser pensada, esperar 4 anos pra ver tudo acabar, isso tendo pago a fortuna que foi para regulamentar junto a anatel, sei não, é por isso que a economia informal no brasil está como está.

  2. #26

    Padrão wi-max e uma ameaça

    Citação Postado originalmente por SSiNET
    Alguma coisa precisa ser pensada, esperar 4 anos pra ver tudo acabar, isso tendo pago a fortuna que foi para regulamentar junto a anatel, sei não, é por isso que a economia informal no brasil está como está.
    SSiNET,

    Isso é uma previsão particular. Eu tenho esses 4 anos para migrar meu negócio e pagar o meu investimento (mais um ano e eu pago tudo) e tentar vender nesse período.

    Atualmente é minha idéia central.



  3. #27

    Padrão Re: chorei

    Citação Postado originalmente por phmenoni
    Citação Postado originalmente por nataniel
    Citação Postado originalmente por m
    puts,

    nao esta facil trabalhomos como um cao gastamos praca e é isso assim
    "ja era"
    ninguem tem uma informaçao, visao com mais esperança, sei lá algo como " ha isso vai demora"...
    m,

    Desculpe eu ter me expressado de forma pessimista. A previsão é que o interior tenha de 2 a 4 anos de delay em relação aos grandes centros, portanto teremos pelos menos 4 anos para trabalhar e conseguir nos manter no mercado.

    É mais do que suficiente para migrarmos nossos serviços para outras áreas e oferecermos novas visões de mercado.
    Bom dia Nataniel, o q vc acha da idéia de agregar um serviço de monitoramento (aquele de segurança patrimonial) em nossa estrutura atual de provedor wireless? Assim fazemos uma amarração em nossos serviços.

    Dê uma opinião aí pra gente...

    Obrigado até aqui

    Paulo
    [email protected]
    Paulo,

    O que seria esse serviço de monitoramento? Monitoramento de alarmes? Se for isso acho difícil já que existem "n" empresas que fazem isso. Aqui em Laranjeiras do Sul existem 3 (e as 3 são minhas clientes)...

  4. #28

    Padrão wi-max e uma ameaça

    vender?? como?? um negocio que está as portas de se tornar inviável!!

    Temos que encontrar alternativas, vi algo sobre uma emissora de tv a cabo em uma cidadezinha, trasnmitindo somente coisas da regiao, ganhando com propaganda e usando a infra existente de cabos e wireless do provedor local, mas não consegui mais informações.



  5. #29

    Padrão wi-max e uma ameaça

    nataniel,

    ufa valeu, acredito que sua informaçoa e de grande valor.

    antes para eu era:"falo XXX$, e ja estava procurando meu curriculum"

    com 4 anos da para pensar em se fazer alguma coisa

    o futuro ...
    1 no momento, pelo que vi competir imposivel
    2 vender pura sorte

  6. #30

    Padrão wi-max e uma ameaça

    Citação Postado originalmente por SSiNET
    vender?? como?? um negocio que está as portas de se tornar inviável!!

    Temos que encontrar alternativas, vi algo sobre uma emissora de tv a cabo em uma cidadezinha, trasnmitindo somente coisas da regiao, ganhando com propaganda e usando a infra existente de cabos e wireless do provedor local, mas não consegui mais informações.
    SSiNET,

    São puquíssimas as pessoas, administradores e investidores, que têm real noção do problema que corremos. Além disso os que conhecem o ramo sabem que conseguimos, com certa facilidade, uma lucratividade de até 6% sobre o investimento o que é IMPOSSÍVEL de se conseguir em qualquer outro ramo (a não ser operadoras de cartão de crédito, bancos e petroleiras).

    Se você fizer uma previsão de um investimento de 200 mil reais (que é o valor que estou pedindo pela minha empresa) renda 12 mil reais de lucro, obviamente bruto. Que tenhamos mais alguns custos envolvidos em 4 anos, prazo que acho ser o limite, o investidor teria, desde que administrado corretamente, triplicado o valor investido.

    Essa alternativa é MMDS e está um tanto cara ainda. Em Cascavel, cidade próxima de onde estou, existe uma empresa chamada GTV que detona em MMDS, mas investiram quase 2 milhões de reais.