• Você Usaria um Smartphone como Laptop?

    Droid X, o novo smartphone da Motorola é a novidade do momento. Comercializado pela Verizon Wireless, está dando um verdadeiro banho na Apple, com seu iPhone comercializado pela AT&T, e no HTC EVO 4G, comercializado via Sprint. Esse pequeno possante já foi todo vendido, tanto online quanto nas lojas espalhadas por todo o território norte-americano. Ainda mais com o problema da antena do iPhone (além da ausência de estoque do produto após três dias de venda) tem feito os consumidores despertarem seu interesse no Droid X. Por sinal, o Droid X tem ganho diversas avaliações positivas na mídia especializada. E para completar a martelada, a própria Verizon tem atacado o mercado com propagandas bastante agressivas para o produto.

    A estrutura do aparelho é bem interessante.Ele possui uma tela de 4,3 polegadas, uma câmera integrada de 8 MP (megapixel), saída para HDMI, além da habilidade de captura de vídeo em alta definição (720p). Como todos podem ver, o Droid X possui um foco em multimídia que está caindo no gosto dos seus consumidores. Alguns até questionam a possibilidade do Droid X vir a ser um substituto para laptops com foco na área de negócios.

    Mas por que essa posição? Acredito que muitos dirão um sonoro não a essa alternativa. principalmente para aqueles que precisam trabalhar diariamente com gigantescas planilhas, documentos e apresentações, ou quaisquer outros arquivos que demandem uma tela enorme para trabalho, e que assegure produtividade ao usuário. Mas o que para muitos pode soar como uma piada sem graça, para os fabricantes parece ser a mais purta intenção.

    Sanjay Jha, CEO da Motorola, anunciou em junho os planos da empresa para um smartphone Android com processador de 2GHz. O aparelho já poderia estar disponível no final deste ano de 2010. Só a título de comparação, atualmente o smartphone com processamento mais rápido é o HTC EVO 4G, com processador de 1GHz de clock. Jha ainda previu que os computadores móveis poderiam ser substituídos por smartphones no meio empresarial dentro de poucos anos.

    Talvez o Droid X ainda não seja capaz de substituir um laptop (por vários motivos), mas ele parece estar no caminho certo. E no futuro próximo, se realmente tivermos a oportunidade de usar um smartphone com processador de 2GHz, será fantástico. Não somente pela capacidade de processamento, mas pelo consumo de energia (que terá de ser reduzido) e pelo tamanho (que sempre terá de ser cada vez mais portátil)

    Esses três fatores contribuiriam e muito para a adoção desses smartphones para uso além do "normal" (eu montaria um cluster deles :-). Claro que muitos podem argumentar que ainda é necessário uma grande evolução desses dispositivos móveis. Um brinquedo desses atualmente teria sua bateria "enxugada" em poucos minutos de uso, se estivesse embarcada com um monstro de 2GHz em suas entranhas.

    Mas o mercado tecnológico nunca viveu do "aqui e agora". Com certeza o que temos disponíveis nas vitrines sempre será considerado tecnologicamente atrasado com o que todas as empresas de grande porte sempre mantém em desenvolvimento paralelo. Então acredito que, com o atual andar da carruagem, em muito pouco tempo teremos a disposição do consumidor tecnologia de bateria, e miniaturização de componentes adequada para um smart-monstro desses funcionando com batidas de 2GHz, e agüentando horas a fio sem nem pensar em recarregar as baterias.

    Mas e o sistema operacional e aplicativos? Atualmente boa parte dos smartphones no mercado já rodam Android (atualmente na versão 2.1), do Google. Ele é um sistema operacional "completo" que não deixa nada a desejar de SOs comumente encontrados em desktops. Aplicativos? Que tal os serviços de nuvem do Google que atualmente utilizamos na Internet? Disco rígido? Pra que? com a atual migração dos velhos HDDs para a nova tecnologia de capacitores de armazenamento, os SSDs (Solid State Devices)?

    A miniaturização de componentes já começou há anos, mas somente agora estamos presenciando seus frutos. A única coisa que realmente faltará em um futuro próximo, são telas grandes, e ainda não se sabe qual tecnologia realmente dominará nessa área (telas dobráveis ou projeções).

    Realmente, esse pode ser um futuro promissor para a computação móvel. Você terá todas as funcionalidades de um computador portátil, no tamanho de um smartphone, e ainda terá embarcado GPS e a capacidade de "fazer ligações".


    Links de Interesse:

    - Could the Droid X Replace Your Laptop?

    Sobre o Autor: saryshagan


    Comentários 1 Comentário
    1. Avatar de juniorcarvalho
      juniorcarvalho -
      se eu tivesse grana para comprar um kk!
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L