• Google Street View Liberado na Alemanha

    Hoje, o Google informou que seu programa de mapeamento Google Street View está programado para atingir 20 cidades na Alemanha até o final deste ano de 2010. Para ser mais preciso, já em novembro, as atividades do Street View já devem estar a todo valor naquele país. É claro que ainda pesam as preocupações quanto a privacidade. Preocupações suficientes para que a polícia sul-coreana invadisse os escritórios do Street View em Seul, capital da Coréia do Sul. Aparentemente, os problemas referentes a privacidade foram solucionados, como anunciou a Gigante da Internet nessa terça-feira.

    Pelo menos na Alemanha o Google poderá operar novamente, desde os problemas ocorridos em maio desse ano de 2010, quando os veículos do Google Street View acabaram coletando dados privados enviados de redes Wi-Fi não-criptografadas, que teriam incluir (potencialmente) logins e senhas de milhares de usuários. O Google informou que isso foi acidental. Nas palavras da empresa em um comunicado "Simplesmente, foi um erro".

    Para continuar a operar na Alemanha, o Google concordou em aceitar os pedidos (mesmo via fax) para que certas casas fossem retiradas do programa. O Google também disse que todos os rostos humanos, e placas de licenciamentos como as de veículos automotores seriam automaticamente mascaradas. Com esse novo acordo, o Google terá acesso as 20 maiores cidades alemãs para mapeamento via programa Street View a partir de novembro.

    Mas nem tudo aparecerá de forma "cristalina". Muitas das imagens poderão aparecer propositalmente fora de foco. De acordo com o Der Spiegel, pelo menos 10.000 alemães jé formalizaram pedido para que suas residências fossem mascaradas nas imagens.

    O problema da coleta indevida de dados via conexões Wi-Fi havia gerado um alerta para outros países como França, Itália, Espanha e Coréia do Sul. De acordo com o Korea Times, a própria polícia sul-coreana, nesta terça-feira, havia apreendido os computadores do escritório do Google em Seul, para investigar se a companhia estava roubando dados confidenciais.

    Para se ter uma idéia do quanto o Google estava em apuros, o blog Disorderly Conduct mostrava dezenas de exemplos de crimes e contravenções que o Street View havia "presenciado" e efetuado seus posts online: uma mulher parecia estar se prostituindo, o grafite de um artista estava vandalizando um banco, pessoas aparentemente bebendo bebidas alcoólicas em um parque público, e por ai vai.

    E a pergunta que fica é: com tantos problemas inerentes ao serviço, vale a pena continuar? O Google retruca que seu Street View serve como recurso para empresas que querem uma imagem para anunciar sua localização, ou localizações, a título de marketing. Os usuários também poderiam "visitar" lares e lugares mundo afora, e ter a sensação de como eles se parecem na vida real. O Google tem muito mais contra-argumentos a oferecer sobre o seu programa que ficaria inviável listar todos aqui neste artigo.

    E agora, se já não era controverso o suficiente, sempre pode piorar. Recentemente o Google adquiriu um drone para testes. São pequenos aparelhos voadores (4 hélices como helicópteros, com o tamanho de um aeromodelo profissional) para conduzir seu programa Street View também "pelos ares". Resta agora saber quantos serão pegos pelados em seus próprios quintais, ou quantas invasões a domicílio por criminosos (entre outras atividades "surreais") o projeto aéreo do Street View irá "presenciar". É aguardar para ver, pois tem muito mais confusão a caminho :-)


    Notícias Relacionadas:

    - Plataforma Android Detecta Primeiro Trojan-SMS
    - Google e Verizon Finalizam Discussão sobre Neutralidade na Rede
    - Navegação Privada Oferece Pouca Proteção


    Links de Interesse:

    - As Google Street View ramps up in Germany, Korea clamps down

    Sobre o Autor: saryshagan


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L