• India Ameaça e RIM Cede

    Nesta última quinta-feira, dia 12 de agosto, a Índia emitiu um ultimato para a RIM (Research In Motion), a fabricante dos populares smartphones BlackBerry: permitir o acesso a informações altamente criptografadas até o dia 31 de agosto desse ano de 2010, ou enfrentar um bloqueio para os dois sistemas de mensagens mais populares do dispositivo. O sistema de mensagens em tempo real da empresa foram objeto de controle porque a criptografia utilizada no sistema de comunicação dos BlackBerry não conseguiu ser quebrada pelas agências de inteligência daquele país. A RIM acabou concordando em passar as informações de criptografia de seus serviços, hoje, dia 13 de agosto.

    A desculpa para o governo indiano ameaçar de bloquear os serviços do BlackBerry foi a de "ameaça à segurança nacional". A Índia quer a aplicação da lei para ter acesso ao BlackBerry Enterprise Service e o BlackBerry Messenger Service. Em uma nota do governo indiano afirma-se que "Se uma solução técnica não for fornecida até o dia 31 de agosto de 2010, o governo vai rever a situação e tomar medidas para bloquear esses dosi serviços da rede".

    O que está em jogo aqui, é o uso do BlackBerry por milhões de usuários em um país com um mercado wireless crescente. A CNN chegou a tentar entrar em contato com a RIM, a fabricante canadense dos famosos BlackBerry, mas não obteve retorno imediato. A questão da privacidade no uso de telefonia móvel finalmente mostrou sua cara com os problemas do BlackBerry. Esse cenário apenas nos mostra que nunca houve o "direito à privacidade" e governos, em nome da "segurança nacional", requisitarão acesso a todo e qualquer sistema de comunicação civil que eles desejarem. Como já dizia Vikram Sood, um ex-agente de inteligência: "Conhecimento e informação de todas as fontes é necessário".

    Conhecimento e informação de todas as fontes é necessário.

    -- Vikram Sood, ex-agente de inteligência indiano
    E como garantir que o acesso a serviços privativos não será utilizado de forma ilícita? Quem pode apresentar garantias quanto a isso?

    O governo indiano tem expressado preocupações graves quanto a segurança no uso de serviços de alta-criptografia. Alguns acham até difícil de acreditar que a maior democracia do mundo está tomando uma postura tão inflexível. Mas a Índia alega que também tem preocupações com segurança, já que se dizem um dos países mais atacados do mundo.

    A Índia ficou abalada após supostos paquistaneses terem atacado Mumbai, em novembro de 2008, deixando mais de 160 mortos. Neste incidente, o governo tinha acabado de conseguir acesso as conversas via-satélite entre os terroristas, mas tarde demais, já que o ataque estava em andamento.

    Sood chegou a afirmar que a Índia estaria completamente ás cegas caso os terroristas tivessem usado aparelhos BlackBerry para planejar o ataque, já que esses dispositivos estão inacessíveis para o governo. Sood chegou a perguntar: "Então, o que você faz? Reage após o fato?", e completou "Se vocŵe reage após o fato, a explosão acontece, os terroristas ganham, e 100, 150 pessoas morrem".

    O ex-agente de inteligência indiano chegou a questionar a BlackBerry se eles se responsabilizariam pelos atos, e questionou: "Não é melhor compartilhar? Conhecimento e informação de todas as fontes é necessário, e não exitem duas maneiras para isso".


    Links de Interesse:

    - India deadline for BlackBerry crackdown

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

    Comentários 1 Comentário
    1. Avatar de paulocwb2003
      paulocwb2003 -
      Pois é... e eu fico imaginando até que ponto essa questão da privacidade deve ser levada. Eu aposto que se o governo indiano não fizesse isso, os terroristas, com certeza, usariam a tecnologia para se comunicarem. Mas, se ocorresse um ataque e muitas pessoas morressem, os cidadãos se perguntariam por que o governo não fez nada. O governo é um duplo culpado: se faz alguma coisa antecipadamente é acusado de espião da vida dos cidadãos, e quando não faz é acusado de negligente... vai entender essa gente...
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L