• Intel Lança Processador ATOM de 2 Núcleos para Netbooks

    Os netbooks estão prestes a sofrer um tremendo upgrade da Intel, o que pode levar essa linha de produtos a ser seu novo "computador pessoal". A fabricante-líder de processadores acabou de anunciar nessa segunda-feira, a produção do primeiro processador ATOM dual-core, destinado especificamente para uso em netbooks, conseguindo assim colocar um número cada vez maior de núcleos de processamento nessa linha de produtos, como já acontece com os atuais laptops no mercado.


    Com isso os beneficiados serão as empresas que já comercializam netbooks com processadores ATOM, como Acer, Asus, Fujitsu, Lenovo, LG, Samsung, MSI, e Toshiba, que já poderão comercializar netbooks muito mais robustos em capacidade de processamento. Inclusive, de acordo com a própria Intel, a novidade já poderá estar disponível nas prateleiras para o consumidor em poucas semanas ou meses, mas acredita-se que até o final do ano (principalmente para as compras de fim de ano), os pequenos possantes (e agora "turbinados") já estejam à venda.

    Realmente esse é um grande passo para o mercado de netbooks. Desde sua introdução na primavera norte-americana de 2008, os netbooks tem sido carregados com processadores de apenas um núcleo, em arquiteturas de relativo baixo consumo de energia. Isso permite que os fabricantes possam projetar laptops que sejam pequenos (telas de no máximo 10 polegadas diagonais), baratos, e ainda sim, relativamente poderosos. Seu preço também costuma beirar os US$ 350,00.

    Claro que, uma das maiores reclamações dos proprietários desses dispositivos era sua baixa performance. Mas desde a criação dos netbooks, não era possível associar baixo consumo a performance... pelo menos até agora. As diferenças de performance do ATOM também estavam relacionadas a sua própria arquitetura, mas por sempre se manter no mercado com apenas um núcleo, fazia com que essa diferença aumentasse de forma significativa. Afinal, todos os processos precisariam entrar em fila para serem processados pelo único núcleo disponível.

    Claro que a Intel tem seus motivos para implementar (de início) dois núcleos em um processador ATOM: a concorrência. Sua arqui-rival, a AMD (Advanced Micro Devices) já está aparecendo no mercado de netbooks com processamento dual-core. A fabricante de chips está abocanhando esse mercado com ninguém menos que a HP, empresa líder na venda de computadores pessoais em todo o mundo. A empresa está fornecendo seus processadores AMD Turion II Neo dual-core K625, diretamente para os netbooks Pavilion dm1z, de 11,6 polegadas diagonais de tela. Esses núcleos funcionam a 1.5 GHz de clock cada. E o "problema" da concorrência não para por ai. Esses netbooks são poderosos também na parte gráfica com uma GPU ATI Mobility Radeon HD 4225, que desbancam os atuais netbooks com processadores ATOM de um núcleo apenas.

    Já o novo processador Intel N550 Atom, além de possuir dois núcleos, já suporta memória RAM DDR3, o que será considerado um benefício e tanto em performance, podendo rivalizar com as futuras gerações de netbooks da concorrência. A Intel também disse que está enviando, até o momento, cerca de 70 milhões de processadores ATOM para o mercado. É esperado que os novos netbooks com processadores dual da Intel cheguem ao mercado ainda em setembro desse ano de 2010.


    Links de Interesse:

    - Wave of Intel dual-core Netbooks to break
    - Intel Releases First Mobile, Dual-Core Atom

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L