• IE9 Entra na Briga com Google Chrome

    Nesta quarta-feira (ontem, dia 15 de setembro) a Microsoft lançou a versão beta aberta de seu Internet Explorer 9. Aberta porque a companhia está liberando para uso o navegador apenas para testes, e todos os interessados podem participar, baixando o navegador e instalando em seus computadores. Ao que parece, o IE9 é um navegador integrado com o Windows 7, e projetado para "afastar" a ameaça crescente do navegador do Google, o Chrome (até a versão 6) e Chromium (da versão 7 em diante), além de outros competidores tradicionais, como o Mozilla Firefox, Safari e Opera.

    A versão que foi revelada nesta quarta-feira é o que há de mais completo em aparência e funcionalidade até o momento. A versão de desenvolvimento deste mesmo navegador que foi lançada no início desse ano, não tinha quase nenhuma das funcionalidades, comportamento e aparência dessa nova versão beta. Só para se ter uma ideia, a versão de desenvolvimento anterior não tinha nenhum recurso de segurança para a interface do usuário, e tinha apenas o intuito de "apresentar" a investida da Microsoft de criar um navegador Web dentro dos padrões Web com alta performance.


    A ideia de se criar um navegador rápido e "leve" já estava nos planos da empresa a algum tempo, e parece que os investimentos estão finalmente sendo aplicados no IE9. De acordo com Matt Rosoff, atual analista da Microsoft, "a grande vantagem é que o IE9 funciona apresentando as páginas Web da forma mais rápida e acurada possível, e então, vai para background".


    A Briga com o Chrome

    A empresa de Redmond parece querer uma grande vitória para o IE9. principalmente depois de seu rápido e crescente declínio de sua quota de mercado, que até o momento caiu 8 por cento, estando em 50 por cento do total de navegadores Web em uso no mundo. Ainda de acordo com Rosoff, grande parte desses usuários passaram a utilizar o navegador Chrome do Google.

    Hosoff ainda afirmou que "Não é surpresa que o IE9 se pareça tanto com op Chrome, com uma grande janela dedicada à página Web e menos controles, pesquisa integrada na barra de endereços, e melhorias de desempenho em áreas onde o Chrome faz bem, especialmente em JavaScript". Essa declaração só nos prova que todos os concorrentes, sejam eles software livre ou proprietário, uma vez querendo ganhar mercado (ou recuperar o que perdeu), irá copiar "todas" as características e seu concorrente que o tornaram líder (ou uma ameaça) no mercado.

    Outro ponto interessante é que, de acordo com Dean Hachamovitch, GM da equipe do Internet Explorer, a Microsoft busca uma abordagem de seu navegador para que o mesmo seja um "pano de fundo", e que o principal seja o conteúdo apresentado, os sites.


    Turbinado

    Nesta versão de seu navegador, pela primeira vez, o IE9 vem embarcado com aceleração completa via hardware, além do suporte para HTML 5, o padrão que deverá dominar a rede dentro de alguns anos, no que se refere a apresentação de conteúdo e multimídia de forma nativa, sem a necessidade de outros aplicativos e plugins fora dos padrões Web, como o Flash da Adobe.

    O navegador também inclui um gerenciador de download, que é uma funcionalidade muito invejada pelos usuários do IE, mas que já está presente há anos no navegador Firefox da Mozilla. Ele também virá com um painel que permitirá aos usuários ver como os add ons estão afetando a performance de inicialização do navegador, além de oferecer maneiras de desabilitar esses mesmos retardatários.

    Os interessados em participar dos testes do novo navegador da Microsoft, podem acessar sua página de testes e se cadastrar.


    Links de Interesse:

    - IE9 Aims to Out-Chrome Chrome

    Sobre o Autor: code

    Administrador e Editor do Portal Under-Linux, desenvolvedor Linux e FOSS para Linux, autor de livros e artigos, atuando na área de Educação Digital e P&D com AI.

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L