• SquareTrade: Estudo sobre Tela Danificada do iPhone 4

    Acreditem se quiser! De acordo com um estudo recente, o iPhone 4 está vivenciando mais de 82 por cento das quebras e trincas de seus visores de vidro, do que seu antecessor, o iPhone 3GS. O interessante é que essas quebras não parecem estar relacionadas com a qualidade do vidro utilizado no iPhone 4. A diferença aqui é que o iPhone 4 possui o dobro de área coberta por vidro que seu antecessor. A informação vem da SquareTrade, uma companhia provedora de garantia que realiza estudos constantes em produtos tecnológicos.

    A empresa comparou os relatos de acidentes que recebeu de 20.000 proprietários que possuíam o aparelho na garantia, durante os primeiros 4 meses de posse, e comparou com as informações obtidas com o iPhone 3GS. De forma global, a taxa de notificações de acidentes foi 68 por cento maior com o iPhone 4 que com seu antecessor. A SquareTrade também informou que o novo possante da Apple também teve 82 or cento mais quebras de telas que o iPhone 3GS.

    Ainda no estudo, desses 20.000 proprietários do iPhone 4 avaliados, 4,7 por cento relataram um acidente dentro dos primeiros 4 meses após a compra. Isso significa um total de 940 aparelhos. Desses, 82 por cento relataram uma tela rachada, e 17 por cento envolvia danos com líquidos. Por volta de 25 por cento desses consumidores cm a tela quebrada envolviam a tela traseira.

    Comparando com o iPhone 3GS, apenas 2,8 or cento de ses proprietários - i. é, 560 unidades do aparelho - relataram um acidente neste mesmo período, sendo 76 or cento deles relacionados a tela rachada.

    Neste estudo, a maioria das queixas envolviam acidentes. Apenas 0.5 por cento dos relatos do iPhone 4 e iPhone 3GS envolviam falhas do aparelho. COm base niso, a SquareTrade afirmou que "Parece que o iPhone 4 é significativamente mais propenso a quebras que as versões anteriores", mas reforçou que o motivo parece ser a área vítrea do novo modelo, que literalmente dobrou de tamanho, consequentemente dobrando as chances de ocorrerem acidentes onde a mesma área seja danificada.

    A empresa também ressaltou que, mesmo com esse "potencial problema", o iPhone 4 é um dispositivo muito bem construído, com uma taxa de acidente por ma-funcionamento muito abaixo de muitos outros produtos de consumo elétricos.

    Lembramos que, no passado, a essa mesma companhia já havia notado que o iPhone era um dispositivo bem mais confiável que os aparelhos semelhantes da RIM (Research IN Motion, a fabricante dos aparelhos da série Blackberry) e a Palm. Após esse último relatório, a SquareTrade também prometeu atualizar em breve seus dados para incluir na análise os dispositivos embarcados com o sistema operacional para dispositivos móveis do Google - o Android. A companhia concluiu que "Pode ainda ser visto que, mesmo com o vidro duplo, o iPhone possui uma taxa global de insucesso que ainda é menor que a concorrência".

    Esse relatório vem alguns dias após um post da gdgt afirmando que a Apple estava pesquisando cases de terceiros como a possível causa ds quebras e rachaduras do novo iPhone 4. A empresa de Jobs estava se baseando na teoria que sujeira e poeira poderiam ficar presas entre o telefone e essas capas de terceiros, o que ocasionaria os problemas. Mas essa seria apenas um comunicado não-oficial da companhia.


    Links de Interesse:

    - Study: iPhone 4 Glass Breaks, Cracks More Than iPhone 3GS

    Sobre o Autor: saryshagan


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L