• A Wikipedia e os Museus de Todo o Mundo

    Recentemente vi uma notícia no Heise descrevendo o entusiasmo dos britânicos com a Wikipedia, e que os mesmos irão abrir as portas de seus Museus e Galerias para a Wikipedia poder preencher suas páginas (e seus bancos de dados) com informações e imagens de todos os seus acervos históricos. E isso me deu uma certa inveja. Nós sabemos que os britânicos, assim como os brasileiros, adoram a Wikipedia. Só que eles adoram tanto, que resolveram disponibilizar o acesso as suas instituições, com o intuito de facilitar a documentação livre de seus acervos para a grande Enciclopédia Digital.


    MASP - São Paulo.

    A Wikipedia é a maior enciclopédia online e gratuita do mundo, e não é a toa! São milhares de voluntários espalhados por dezenas de países, contribuindo todos os dias com novos artigos, e com a constante atualização dos temas já abordados em seu Portal. E a partir de fevereiro ela irá enriquecer ainda mais as suas páginas, com a ajuda de dezenas de voluntários em todo o Reino Unido. Eles estarão participando de um tour especial, dedicado exclusivamente à documentação de todas obras de arte e tesouros nacionais existentes, em um total de 20 instituições espalhadas por todo o Reino Unido.

    Esse esquema de visitação privilegiada ainda permite o registro de fotografias digitais de todos os itens das coleções presentes. E após esse trabalho fantástico, todos nós iremos ganhar com isso. Agradecemos e muito a boa vontade dessas instituições em abrir suas portas. E elas só tem a ganhar com isso. É propaganda gratuita para todas as participantes, além de permitir a apresentação antecipada das constantes exposições que instituições desse nível organizam todos os anos.


    MAM - Rio de Janeiro.

    Mas sem sombra de dúvida, essa é mais uma grande conquista para a Wikipedia. Um reconhecimento ao trabalho que a Wikimedia Commons vem fazendo ao longo dos anos. Com esse projeto, poderemos afirmar que boa parte da cultura do Reino Unido vai estar mapeada e com acesso livre na Wikipedia. Mas e o resto do mundo? Acredito que esse seja apenas o primeiro passo para que a Wikipedia possua penetração permanente nesse meio cultural, em todos os países do mundo.

    E o Brasil? Nosso acervo cultural, espalhado por centenas de Museus e Galerias em todo o nosso vasto território, nunca foi de se jogar fora. Muito pelo contrário! Nós possuímos um acervo cultural que desbancar muitos países de reconhecido valor e de preservação cultural. Sabemos que a versão brasileira da Wikipedia, não se compara nem em quantidade, nem em qualidade de artigos publicados, com a Wikipedia Internacional (no idioma Inglês). Mas cabe apenas a nós, integrantes de todos os povos de língua portuguesa, a investir na catalogação de conhecimento neste veículo digital, de conhecimento aberto.


    Museu Nacional - Rio de janeiro

    Gostaria muito de poder ver uma iniciativa de nossas instituições culturais, Museus e Galerias em geral, a participarem de um projeto similar aqui no Brasil. E não precisamos esperar que a Wikimedia dê o primeiro passo. Podemos muito bem tomar essa iniciativa, e pouco a pouco, crescer a divulgação e a catalogação de nosso acervos e conhecimentos culturais de nossa nação, diretamente na Wikipedia.


    Saiba Mais:

    [1] heise Online: http://www.h-online.com/open/news/it...ia-920612.html
    [2] Wikipedia: http://wikipedia.org/
    [3] Wikimedia Commons: http://commons.wikimedia.org/
    [4] Wikimedia Foundation: http://wikimediafoundation.org/wiki/Home

    Sobre o Autor: saryshagan


    Comentários 2 Comentários
    1. Avatar de Fernando
      Fernando -
      Sensacional! Tiro o chapéu para a iniciativa!
    1. Avatar de tmelooliveira
      tmelooliveira -
      Sou chegado em museu e história.. E quanto mais perto de nós melhor.. abraços
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L