• Citrix Lança XenServer6

    A Citrix Systems lançou, nesta sexta-feira, o seu XenServer 6. Sendo um componente-chave da computação em nuvem da Citrix e suas estratégias de virtualização, o XenServer 6 traz novas otimizações, maior escalabilidade e desempenho para infra-estrutura de nuvem, virtualização de desktops e redes.

    Como a indústria progride para a era nuvem, os cloud services estão surgindo em novas plataformas, e exigem ser propositadamente construído para a computação em nuvem, com demais exigências que são significativamente diferentes dos dados corporativos tradicionais nos dias atuais.

    Estas plataformas devem ser concebidas a partir do zero, para entregar serviços multi-tier e multi-tenant, fazendo isso da forma mais simples e mais rentável, utilizando a virtualização como um fator chave. Ao invés de tentar introduzir capacidades nuvem force-fit em arquiteturas de virtualização do servidor existente, o XenServer enfrenta esses desafios, oferecendo uma plataforma altamente resistente, sistema de nuvem otimizado e de fácil customização virtual, que ajuda os provedores de cloud a produzir soluções diferenciadas, que possam atender às necessidades de seus clientes.


    Expansão dos Recursos do Sistema e Otimizações de Rede

    A partir de uma alavancagem do XenServer 6 com o recém-lançado Citrix CloudStack, os usuários podem ter a certeza de que o componente central de sua infra-estrutura de nuvem, terá otimizações de rede e o processo de virtualização necessário para a mesma escala (out) de arquiteturas, empregados por prestadores de serviços baseados em nuvem. Isso é referente a todo o mundo, considerando os fornecedores melhor sucedidos na entrega do serviço em questão.

    Desde a sua criação, o XenServer empregou um modelo de licenciamento simples, que não coloca limitações artificiais na amplitude de utilização, ou impõe aumentos de custos como os clientes utilizam servidores de alta densidade com mais CPUs e memória, para cargas de trabalho virtual.

    Como resultado, os usuários podem preservar os investimentos de virtualização existentes, enquanto continua a expandir a sua infra-estrutura virtual. Assim, os clientes VMware podem se libertar do modelo de custo imposto, a partir da utilização do novo vSphere 5.


    Links de Interesse:

    -XenServer 6

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L