• Desenvolvedor do Debian Avalia Software do "Wheezy" em Bilhões

    Uma análise feita pelo desenvolvedor James Bromberger do Debian e CPAN, conclui que custaria cerca de 19,1 bilhões dólares(R$ 12,1 bilhões) para desenvolver o software atualmente incluído no Debian Wheezy (versão 7.0) a partir do zero. Para sua análise, o desenvolvedor usou o programa sloccount para contar as linhas de código-fonte do software que está no Wheezy; ele então calculou o quanto custaria para ter desenvolvedores com um salário médio, para escrever as quase 420 milhões de linhas de código.

    Bromberger, através de sua minuciosa análise, baseia-se em um salário médio anual de $72.533 (derivado de estimativas medianas de Salary.com e PayScale.com) e assume um nível "normal" de complexidade do código. Em outro exemplo, Bromberger afirma que a versão do kernel 3.1.8, inclui 10 milhões de linhas de código e seria, de acordo com seu modelo de cálculo, em torno de 540 milhões dólares, ,as se for considerado "complexo" o processo de desenvolvimento, o custo seria de $ 1.877 milhões, acrescentou. O desenvolvedor também observa que uma análise diferente realizada em 2011 e concluiu que o kernel vale mais de US$ 3 bilhões. Esta declaração destaca a imprecisão potencial e imprecisão de tais análises.


    Saiba Mais:

    [1] SLOCCount http://www.dwheeler.com/sloccount/

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L