• Ubuntu 10.10 Muda para base-10

    A versão 10.10 so Ubuntu, codinome Maverick Meerkat, irá implementar uma pequena mas contenciosa mudança. E essa mudança se refere a como o novo Ubuntu irá representar o tamanho dos arquivos. Como a maioria dos sistemas operacionais que utilizam prefixos binários, o Ubuntu atualmente representa 1kB (kilobyte) como 1024 bytes (base-2). Porém, a partir da versão 10.10 desta distribuição Linux, será denotada uma mudança para os prefixos do Sistema Internacional (SI) de base 10 (base-10), que irá representar 1kB (kilobyte) como 1000 bytes, 1 MB (megabyte) como 1000 kB, 1 GB (gigabyte) como 1000 MB, e assim por diante.


    Como havia sido reportado anteriormente, essa mudança iria ocorrer já no Lucid Lynx, a versão 10.04 do Ubuntu a ser liberada neste mês de abril de 2010. porém, ela foi deixada para a próxima versão 10.10 (Maverick Meerkat) devido a não ter ficado nos conformes com as novas políticas de unidade que ainda estão utilizando base-2.

    A nova política de unidade estabelece duas diretrizes básicas: as aplicações deverão utilizar o prefixo IEC/binário para unidades de base-2, e o prefixo SI para unidades de base-10. O prefixo SI não deve ser misturado com as unidades de base-2. A política exata é descrita abaixo:

    Aplicações precisam utilizar o padrão IEC para unidades de base-2:

    Código :
    1 KiB (kibibyte) = 1,024 bytes (Note: big k)
    1 MiB (mebibyte) = 1,024 KiB = 1,048,576 bytes
    1 GiB (gibibyte) = 1,024 MiB = 1,048,576 KiB = 1,073,741,824 bytes
    1 TiB (tebibyte) = 1,024 GiB = 1,048,576 MiB = 1,073,741,824 KiB = 1,099,511,627,776 bytes

    Aplicações precisam utilizar o padrão SI para unidades de base-10:

    Código :
    1 kB (kilobyte) = 1,000 bytes (Note: small k)
    1 MB (megabyte) = 1,000 kB = 1,000,000 bytes
    1 GB (gigabyte) = 1,000 MB = 1,000,000 kB = 1,000,000,000 bytes
    1 TB (terabyte) = 1,000 GB = 1,000,000 MB = 1,000,000,000 kB = 1,000,000,000,000 bytes

    Não é permitido o uso do padrão SI para unidades de base-2:

    Código :
    1 kB ≠ 1,024 bytes

    KB (com um K maiúsculo) não existe.


    Saiba Mais:

    [1] Neo Win: http://www.neowin.net/news/ubuntu-im...future-release

    Sobre o Autor: tuxdahora


    Comentários 5 Comentários
    1. Avatar de osmano807
      osmano807 -
      Tsc... Tsc... Tsc...
      O que eu disse sobre Ubuntu focar demais para usuário iniciante?
      "Meu HD só tem 38GiB!"
      "Não meu caro, é o SO que está medindo errado, bote no novo Ubuntu que irá aparecer 40GB"
    1. Avatar de m4d3
      m4d3 -
      Alguém poderia comentar as implicações práticas dessa mudança citando os pontos positivos e negativos?

      Obrigado
    1. Avatar de ThiagoPv
      ThiagoPv -
      Conforme perguntou o m4d3, será que isso tem alguma implicação prática??? Se não, porque não fizeram isso antes? Muito mais prático e compreensível, além de estar alinhado com o padrão internacional. Tomara que todos sigam este padrão.
    1. Avatar de osmano807
      osmano807 -
      Citação Postado originalmente por ThiagoPv Ver Post
      Conforme perguntou o m4d3, será que isso tem alguma implicação prática??? Se não, porque não fizeram isso antes? Muito mais prático e compreensível, além de estar alinhado com o padrão internacional. Tomara que todos sigam este padrão.
      Como o povo tava falando, estar com o SI não quer dizer estar certo. Porque não usamos kelvin ao invés de grau Célsius então?
      A questão é que 1 kibibyte = 1024 bytes. Eu uso assim faz um tempo já, prefixo kilo é base 10, kibi é base 2.

      Geralmente, agora os fabricantes de HD vão comemorar, não vão ter gente enchendo o saco falando que o HD tá com menos espaço do que o informado

      Enquanto isso, fico nesse calorzinho de 297,15 kelvin aqui
    1. Avatar de paulocwb2003
      paulocwb2003 -
      Citação Postado originalmente por osmano807 Ver Post
      Como o povo tava falando, estar com o SI não quer dizer estar certo. Porque não usamos kelvin ao invés de grau Célsius então?
      Não existe "unidade certa" ou "unidade errada". O que existe é padronização internacional de unidades, e isso é bom para todo mundo, a despeito do que digam as pessoas que são resistentes a mudanças para melhor. Por exemplo: existe um movimento dos órgãos normativos norte-americanos no sentido de conscientizar a população para que deixem de utilizar unidades como Farenheit, polegada, libra, onça, etc., e utilizem unidades do SI. O motivo disso é a adequação da indústria norte-americana ao SI, e consequentemente ao mercado internacional. Para o americano comum, isso é um transtorno momentâneo, mas os benefícios disso para a indústria, para a população e para o futuro são enormes. A indústria americana já utiliza as unidades SI, mas a população em geral ainda não. Isso é um trabalho de formiguinha e provavelmente vai demorar décadas para se realizar.
      Utilizamos Celsius e não Kelvin porque a unidade de temperatura Celsius é uma unidade derivada do Kelvin ampla e internacionalmente aceita e, como a linearidade da graduação é a mesma em ambas as unidades, é possível utilizar qualquer uma delas nos cálculos sem a necessidade de conversão das outras unidades utilizadas (o que não é o caso do Farenheit).

      Citação Postado originalmente por osmano807 Ver Post
      A questão é que 1 kibibyte = 1024 bytes. Eu uso assim faz um tempo já, prefixo kilo é base 10, kibi é base 2.
      Geralmente, agora os fabricantes de HD vão comemorar, não vão ter gente enchendo o saco falando que o HD tá com menos espaço do que o informado
      kilo e kibi (e seus múltiplos e divisores) são multiplicadores de unidades no SI. Não vejo porque uma adequação às normas internacionais seriam prejudiciais a alguém. Muito pelo contrário. O problema não está na adequação às normas, mas na *informação* das pessoas. As pessoas precisam ser informadas dessa adequação e dos motivos para que ela ocorra. O grande problema é que mudanças são feitas e as pessoas são pegas de surpresa e aí ficam indignadas, com toda a razão. Pessoalmente, não vejo qual a dificuldade de se colocar numa etiqueta do HD (e nos programas dos computadores), os dois multiplicadores, ou uma opção para que a pessoa escolha qual delas quer utilizar. Eu usava kilobyte como sendo 1024 bytes há anos atrás (na falta de um multiplicador à época) e não tive problema nenhum em utilizar kibibyte para se referir à mesma coisa, com a diferença que agora não há confusão sobre a real grandeza da multiplicação (1000 ou 1024).

      Citação Postado originalmente por osmano807 Ver Post
      Enquanto isso, fico nesse calorzinho de 297,15 kelvin aqui
      E eu passando frio com 283,15 K de Curitiba.

      Abraço.
    + Enviar Comentário

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L