• Três em Cada Quatro Infecções Cibernéticas são Causadas por Trojans

    A especialista em segurança PandaLabs, analisou os eventos de segurança de TI e incidentes no período de julho a setembro de 2012. O terceiro trimestre do ano mostra um nítido aumento no número de ataques de crackers relacionados à empresas importantes,ataques destinados a obter acesso a informações confidenciais e pessoais. Há muitos exemplos de atividades cibercriminosas do trimestre passado. Um desses exemplos é o Dropbox, que sofreu uma violação de segurança enorme que levou ao roubo de nomes e senhas de milhares de usuários.


    Trojans lideram os percentuais de infecções ocasionados no cenário cibernético ao redor do mundo.


    A desenvolvedora de vídeo game americana, Blizzard, confirmou que em agosto tinha sofrido uma quebra em seus sistemas de segurança quando crackers foram capazes de obter endereços de usuários de e-mail e senhas criptografadas. A empresa pediu que os usuários alterassem as credenciais de login para o seu serviço de game online Battle.net.

    Já no mês de setembro, foi revelado que a Adobe também havia sido atacada por crackers. Neste caso, os atacantes acessaram um dos servidores internos da Adobe, para poder assinar seu malware com um certificado digital válido a partir da empresa. Dessa forma, os trojans continuam sendo a maioria das novas ameaças criadas neste trimestre, ganhando u'a margem considerável em relação às outras ocorrências. Trojans constituíram 72,58% por cento das ocorrências, estando na cena da grande maioria de todas as investidas maliciosas, enquanto 14,47 por cento equivalem a ataques envolvendo worms.

    Quando se trata do número de infecções causadas por cada categoria de malware, o ranking suporta a hierarquia de novas amostras em circulação, com cavalos de tróia representando três de cada quatro infecções, seguido por worms.


    Saiba Mais:

    [1] Net Security http://www.net-security.org/malware_news.php?id=2342

    Sobre o Autor: Camilla Lemke


Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L